• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Listas de veterinários

  • Receba os posts por e-mail:

        Por favor, se você notar alguns dos sintomas mencionados na coluna de hoje, não corra para a internet ou para qualquer outro lugar que não seja o consultório de um médico veterinário. Infecções urinárias Infecções urinárias estão entre os motivos mais comuns para que um gato seja levado a um bom veterinário com urgência. Note, por favor, que eu disse “veterinário” e “urgência”. Atendente de balcão de agropecuária, vizinhos, amigos e internet não são veterinários e “urgência” não é “se o gato não melhorar sozinho ou com o remédio que alguém disse que faria bem”.  Infecções no trato urinário não tratadas correta ou prontamente podem levar à obstrução das vias urinárias e à morte. E a obstrução das vias urinárias é uma das piores doenças possíveis para um gato ter. Sintomas Gatos que sofrem de problemas no trato urinário, seja por motivos de estresse, infecções ou cristais/pedras na urina/bexiga, apresentam sintomas bastante estranhos. Eles podem correr para a caixa de areia com frequência, mas urinar pouco ou nada. Podem miar ao tentar urinar. E não é raro que lambam seus genitais em excesso após cada tentativa fracassada de urinar corretamente. Se o gato for macho, pode ser que a parte interna do pênis fique visível. Dor aguda Conforme os rins continuam a produzir urina que não sai, a bexiga vai enchendo e esticando, o que causa dor intensa. Um gato pode responder a esta dor se escondendo ou agindo de maneira estressada e anormal. Além disso, ele reagirá ao ser pego no colo ou tocado no abdômen. Ou seja, mais atenção se um gato reagir mordendo ou arranhando, pois ele pode estar com dor e precisando de ajuda, não de bronca. Continue a ler clicando na imagem, ou aqui.

    Obstrução das vias urinárias e falência renal em gatos.

    Estimule seu bichano a beber mais água! A falta de hidratação do organismo pode trazer sérias consequências para a saúde dos felinos, principalmente para os que se alimentam e exclusivamente de ração seca, que contém apenas 10% de umidade. Água de beber! A maioria dos gatos não bebe água suficiente. E porque eles são tão (aparentemente) independentes, acabamos achando que sabem sozinhos o que é melhor para sua saúde, como beber bastante água, por exemplo. Mas a falta de hidratação do organismo pode trazer sérias consequências para a saúde dos felinos, principalmente para os que se alimentam exclusivamente de ração seca, que contém apenas 10% de umidade. Doenças Infecções urinárias, cálculos renais e outros problemas nos rins, uretra e bexiga são, infelizmente, cada vez mais comuns nos gatos, resultado de um estilo de alimentação bem longe do ideal para o que nossos bichanos são: carnívoros estritos (animais que deveriam alimentar-se exclusivamente de proteína animal). Mais água Se você alimenta seu gato com rações secas, por favor, adote o máximo possível de medidas para fazer com que ele beba mais água diariamente. Ajudar a aumentar o consumo de água trará vários benefícios: mais água resulta em mais xixi e o gato fica mais saudável, ou seja, todo mundo fica feliz! Estratégias   – Dieta mais rica em água Ração em lata contém mais água e pode ser a maneira mais fácil de fazer seu gato consumir mais água. Se seu gato alimenta-se exclusivamente de ração seca, tente adicionar água ou caldos naturais de carnes. Mas esta opção não vale para quem deixa ração à vontade o dia inteiro, hábito, aliás, não recomendado. Gatos, como os cães, podem e devem comer toda a porção assim que for servida. Continue a leitura clicando na imagem ou aqui.

    Sete dicas para fazer seu gato beber mais água diariamente!

    Recebi e repasso. Não preciso comentar, o texto fala por si.​ Sites sobre alimentação natural e veterinárias que fazem consultas presenciais e online: http://cachorroverde.com.br http://www.tendenciasnaturebaspets.com.br     From: Carmen Valls Date: 2013/9/15 Subject: LOBINHO To: Ana Corina Querida hermanita, Estou te escrevendo pq queria que vc divulgasse, se vc achar importante, meu comentário sobre dar comida aos animais, nossos filhotes. Como vc sabe o Lobinho  vai fazer amanhã 17 anos, sempre dei a ele ração superpremiun e sempre desconfiei da qualidade e do que eles usam para fazer a ração. Ao longo da vidinha dele teve 2 vezes pedra na bexiga e eu sempre achei que tinha a ver com a ração. No início de maio deste ano ele teve uma séria crise renal, bastante séria mas começou a comer a ração “XXX renal”, e vi meu amorzinho cada vez mais magro, somente comendo qdo eu forçava e na eminência de ter outra crise, passando o dia prostrado sem ânimo, com frio, etc.. Qdo vi num post no face de uma conhecida o nome de uma nutricionista veterinária, imediatamente marquei a consulta e em 2 dias ela me passou a dieta balanceada para um cão com a idade dele e o problema renal, comecei a fazer na semana passada, te juro em 2 dias vi o Lobinho se transformar, de apático passou a ficar mais espertinho, parou de sentir frio, passou a dormir a noite toda em vez de chorar, e vc nem imagina a alegria de vê-lo voltar a se alimentar sozinho e comer com apetite a sopinha de legumes, a carne, etc, enfim tudo o que compõem a quantidade que ele tem que ingerir diariamente, agora até lambe o prato. Não é difícil preparar a comidinha,não é difícil se organizar, não é tão caro qto a ração e […]

    Meu cão quase morreu de doença renal comendo ração.

    A maioria dos gatos não bebe água suficiente. E porque eles são tão (aparentemente) independentes, acabamos achando que eles sabem sozinhos o que é melhor para sua saúde, como beber bastante água, por exemplo. Mas a falta de hidratação do organismo pode trazer sérias consequências para a saúde dos felinos, principalmente para os que alimentam-se exclusivamente de ração seca, que contém apenas 10% de umidade. Infecções urinárias, cálculos renais e outros problemas nos rins, uretra e bexiga são, infelizmente, cada vez mais comuns nos gatos, resultado de um estilo de alimentação bem longe do ideal para o que nossos bichanos são: carnívoros estritos (deveriam alimentar-se apenas de proteína animal). Se seu gato não consume uma alimentação biologicamente adequada e faz uso de rações secas, por favor, adote o máximo possível de medidas para fazer com que ele beba mais água diariamente. Ajudar seu gato a aumentar o consumo de água trará vários benefícios: ´ mais água = mais xixi = gato mais saudável = todo mundo feliz! Links úteis sobre alimentação de felinos: Como trocar a alimentação do seu gato das rações para alimentação natural Suplementos naturais para enriquecer a dieta de cães e gatos que se alimentam de rações Dicas de manejo dietético para gatos! Ração em lata pode ser a melhor opção industrializada Dieta crua para gatos adultos Dieta crua para gatos filhotes Dieta cozida para gatos adultos Dieta cozida para gatos filhotes   Estratégias para fazer seu gato beber mais água – Mude para uma dieta mais rica em água Ração em lata contém mais água e pode ser a maneira mais fácil de fazer seu gato consumir mais água. Leia prós e contras desse tipo de ração clicando aqui. Se seu gato alimenta-se exclusivamente de ração seca (por favor, reveja isto!!!), tente adicionar água ou caldos […]

    10 truques para seu gato beber mais água!

    19 de agosto de 2013Gatos, Rins / Doença renal, Saúde

    Ok, vivo falando sobre alimentação natural e seus inúmeros benefícios para os peludos. Mas, ao contrário do que possa parecer, não sou radical, e sei que na vida existe o ideal e o real, o possível. E outra, cada um sabe de si, né? Posso até trazer assuntos sobre nutrição e saúde que para muitos ainda são novidade, mas é sempre apenas buscando compartilhar com vocês descobertas e aprendizados meus, sem esperar ou impor nada. Cada um sabe de si e de suas escolhas e o legal é vivermos em paz com o respeito às decisões alheias. Então, pensando nos inúmeros pais e mães de cachorro que frequentam o blog e que oferecem ração a seus cães sem pretender mudar isto e que devem estar fartos de eu só falar de alimentação natural, escrevi às amigas Sylvia Angélico e Gabriela Netto perguntando “Meninas, e se fizéssemos um post dando dicas para as pessoas escolherem a ração de seus cães e também maneiras de melhorar a dieta deles, mesmo que comam ração?”. Pois as duas não só toparam, como escreveram um super texto que dividi em dois posts, este e outro que será postado em breve. Estes dois primeiros textos mencionam apenas alimentação para cães porque como gatos são carnívoros estritos (deveriam alimentar-se apenas de proteínas animais, jamais de grãos), um texto falando de rações para eles será postado no futuro, ok? Agora, só me resta agradecer e parabenizar muito as duas queridas autoras e divulgar o resultado. Esperamos que vocês gostem dos textos e que sejam úteis! Leia também: Suplementos naturais para enriquecer a dieta de cães e gatos que se alimentam de rações Texto: Sylvia Angélico, do Cachorro Verde, e Gabriela Netto, médica veterinária do Cantinho Animal (CRMV-SP:19.477) Rações: como escolher a melhor? Por uma série de motivos, principalmente em […]

    Como escolher uma boa ração para o meu cão?

    Já diz o ditado popular que é “melhor prevenir do que remediar”. E como com saúde não devemos brincar, que tal ficar de olho nas situações abaixo e manter seu peludo saudável? Doenças periodontais e bucais: o uso regular de ossos carnudos e crus (meaty bones) é garantia de boca saudável. Para cães e gatos que alimentam-se de rações industrializadas então, deveria ser obrigatório! Quer entender o que é, afinal de contas, um osso carnudo e cru e como oferecê-lo a seu peludo? Acesse o link Guia sobre meaty bones e tire suas dúvidas! Leia também: Fio dental natural: conheça uma alternativa saudável para limpar os dentes do seu gato (ou cão de pequeno porte)! E os veterinários que me desculpem, mas limpeza de tártaro com seus riscos de anestesia e custos elevados pra mim não é prevenção, é remediar uma situação que não precisava chegar a um estado tão crítico a ponto da limpeza ser necessária. Doenças do trato urinário (mais comuns em gatos): Dieta apropriada (o mais úmida possível) e enriquecimento ambiental (o tédio e o estresse acentuam a predisposição) são tudo que você precisa para mantê-las longe do seu amigo de patas. De novo, se seu animal já chegou ao ponto de precisar de cirurgia ou de rações terapêuticas, desculpem, mas a doença não foi evitada, ela agora está sendo remediada… Leia também: Suplementos naturais para enriquecer a dieta de cães e gatos que se alimentam de rações Como escolher a melhor ração para o meu gato? – Parte 1 Como escolher a melhor ração para o meu gato? – Parte 2 Qual a maneira correta de alimentar seu bichano? Dicas de manejo dietético para gatos! Piometra (infecção no útero): A piometra precisa de cirurgia de emergência para retirada do útero cheio de pus e de cuidados […]

    SAÚDE cães e gatos: Conheça as doenças e acidentes mais comuns que você pode prevenir de maneira bastante simples!

    Há pouco tempo o cão de uma grande amiga minha quase morreu ao tomar a vacina polivalente e a antirrábica no mesmo dia. Quase morreu mesmo. A schnauzer de uma conhecida minha aqui em Floripa já não teve tanta sorte, morreu em seguida. O westie de uma leitora minha também morreu. Meu Sushi teve uma alopecia (perda de pelo) permanente após ser vacinado contra gripe canina (quando eu ainda não tinha estudado vacinação canina a fundo). Se eu ficar aqui contando casos mais ou menos graves de reações vacinais, não paro nunca. Para você que quer saber mais sobre o assunto, mandei algumas perguntas para a veterinária Sylvia Angélico, cuja tese de conclusão de curso teve como tema a questão das novas diretrizes vacinais, tantas vezes abordada aqui no blog e que prega que cada animal deve ter um protocolo vacinal personalizado, levando em consideração sua idade, saúde, riscos reais de contágio etc. Para ler o artigo da Sylvia na revista Clínica Veterinária (nº97 mar/abr/2012) clique aqui. Post fundamental sobre malefícios do excesso de vacinação em cães e gatos: Vacinar é importante. Educar-se a respeito de vacinas também é. Se você lê em inglês, vale conhecer este artigo. Mãe de Cachorro: O que é uma reação vacinal? Quais os sintomas e como saber se meu cão/gato está tendo uma? Sylvia Angélico: Uma reação adversa à vacina é definida como sendo qualquer efeito colateral indesejável ou não planejado (incluindo ausência do resultado esperado, que é a proteção) associado à administração da vacina .Nenhuma vacina é totalmente eficiente ou completamente destituída de riscos de provocar reações adversas no organismo do animal. A verdadeira incidência de efeitos adversos pós-vacinais ainda é amplamente desconhecida, uma vez que tais ocorrências podem não ser reconhecidas como sendo relacionadas à vacinação, podem não ser reportadas pelos proprietários aos […]

    Meu cachorro/gato passou mal após tomar vacina, e agora?

    Achei importantíssimo vocês saberem disso já que desta vez não sou eu e nem qualquer outro praticante de alimentação natural para cães e gatos alertando o que quem caiu fora da ração já está cansado de saber: Maioria dos casos de cálculo renal em cães é causada por ração Se seu cachorro parece ter dor, tome cuidado: ele poderá estar com pedras nos rins. Portanto, quando notar esse sintoma no animal, procure um veterinário o quanto antes. O cálculo renal, também conhecido como pedra nos rins, é uma massa dura desenvolvida a partir de cristais que se separaram da urina dentro do trato urinário dos cães. Normalmente, a urina contém substâncias químicas que inibem a formação destes cristais. Estudos comprovaram que atualmente a grande maioria dos casos de cálculo renal em cães é causada pela ração industrializada hipercalórica. Há trinta anos atrás era raríssimo ver um cachorro com este tipo de patologia, mas hoje é cada vez mais comum esse diagnóstico. A química presente na ração industrializada (flavorizantes, aromatizantes, estabilizantes e outros conservantes), a longo prazo, deteriora a saúde dos caninos. Cachorros que ingerem alimentos sem conservantes apresentam mais saúde e vivem 1/3 a mais do que os alimentados exclusivamente com rações industrializadas. A dieta com variação do cardápio possibilita ao organismo desintoxicar-se da química existente no alimento industrializado. Por isso, quem utiliza ração para alimentar seus cães deve administrar, a cada quatro dias de ração, um a dois dias de alimentos frescos sem conservantes, ou seja, carnes (branca e vermelha), peixes, vísceras bovinas, legumes, arroz, queijo branco (e/ou iogurte), gemas de ovos e frutas. A levedura de cerveja, em doses diárias, também é altamente recomendável como complemento alimentar. Fonte: Portal da Cinofilia Atualização: acabei de ver que o Cachorro Verde tratou do mesmo assunto, mas como sempre, com informações […]

    Maioria dos casos de cálculo renal é causada por RAÇÕES! Fiquem ligados!

    Todo mundo amou os vídeos dos gatinhos educadíssimos usando o vaso sanitário (clicando aqui você assiste a um e clicando aqui, ao outro), mas e quando o bichano erra feio a caixinha e procura um lugar nada ‘ideal’?? Encontrei a matéria através das notícias divulgadas aqui no blog mesmo, lá no “Enquanto isso, pelo mundo…” e acho importante quem tem gato ficar por dentro do assunto. Boa leitura! Tem uma matéria da ARCA Brasil sobre o assunto também. Confiram clicando aqui! Uma das vantagens atribuídas aos gatos em relação aos cães é que os felinos urinam nas caixinhas e não precisam ser levados para passear. Mas o que fazer quando os bichos decidem fazer as “necessidades” em qualquer lugar da casa, exceto no recipiente indicado? Primeiramente, o dono deve descobrir a causa, que, de acordo com a veterinária Heloísa Justen, pode ser patológica (doenças), sexual ou por ansiedade. No caso de doenças do trato urinário inferior, as mais comuns são a cistite e a infecção bacteriana, que aumentam a produção de urina e são facilmente combatidas com medicação. — Existe também a cistite por estresse. Por uma causa psicológica, a produção da camada de proteína que envolve a bexiga é reduzida, levando a acidez da urina a lesionar a área. Isso causa ardência e dores, e o xixi fica pingando em vários locais da casa — explica Heloísa. Já nos casos sexuais, se estiver enamorado, o gato também pode urinar pela casa para marcar território. — É como se quisesse deixar seu perfume para a fêmea perceber – diz a veterinária. — Nesse caso, o indicado é castrar o animal. O mais frequente, no entanto, é o gato urinar pela casa para fazer marcações territoriais por estresse. Por qualquer motivo — seja não gostar do local onde está a caixinha […]

    Xixi de gato fora do lugar? Pode ser problema de saúde! Atenção!

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados