• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Fiz o texto abaixo para minha coluna no jornal Notícias do Dia, mas o assunto é muito pertinente e comum, então reposto para que mais e mais pessoas possam aproveitar o conhecimento. Boa leitura e repassem, por favor, os peludos agradecem! Otite Mais comum em cães do que em gatos, já que estes últimos têm orelhas empinadas e tomam menos banho, a otite é o nome dado a qualquer inflamação do conduto auditivo (ouvido). Pode ser aguda ou crônica e é diferenciada pela região onde ocorre (interna, média ou externa) e pela gravidade da inflamação. O maior perigo da otite é a falta de diagnóstico e de tratamento corretos, que acontecem por diferentes fatores, entre eles a automedicação, a demora em procurar um médico veterinário, a dificuldade do diagnóstico correto e a falta de comprometimento com o tratamento. Como sempre, quanto antes for diagnosticada e tratada, mais fácil e barato será combater a doença. Causas Ácaros da sarna de ouvido (otodécica) podem provocar otite parasitária. Bactérias podem ocasionar otite infecciosa e é preciso saber exatamente que bactéria está sendo combatida para garantir o sucesso do tratamento, ou a doença pode ficar crônica. Excesso de produção de cera, fungos, alergias, hipotireoidismo, baixa de imunidade e tumores também podem causar otite. Umidade, formato de orelhas (caídas) e predisposição de algumas raças às inflamações de ouvido são outros fatores. Às vezes, mais de um agente causa a inflamação. Diagnóstico Nem toda coceira no ouvido é otite, mas toda coceira no ouvido é preocupante e pede uma consulta veterinária o quanto antes. Exija do veterinário um exame com otoscópio (aparelho que examina o conduto auditivo de maneira correta e que diminui as chances de um diagnóstico errado) e também exames para descobrir que bactéria ou fungo será combatido, se for o caso. Ao falarmos […]

    Otite em cães e gatos: a importância de um diagnóstico correto!

    22 de Maio de 2012Otite, Saúde

    Ahhhh, que feio! Fiquei 20 dias de férias no Notícias do Dia e pouca gente reparou na falta das colunas às 6as feiras este ano. Charminhos à parte, voltei à ativa e com uma coluna SUPER importante! Daquelas para vocês prestarem mega atenção e repassarem muito! Estamos acostumados com a popularização do termo “otite” e acostumados com diagnósticos mal feitos. Fico pensando nos cães com otite crônica e em como foram atendidos, se os veterinários alguma vez pediram exames para identificar as causas reais daquela inflamação, qual tipo de bactéria a ser combatida se fosse o caso etc. O tema mostra, mais uma vez, o QUANTO é importante nós, pais e mães de cachorro e de gato, estudarmos assuntos relacionados à saúde dos nossos filhos de patas para que possamos ter um mínimo de participação nas decisões referentes a eles. Clique na imagem acima leia a coluna Mãe de Cachorro no Notícias do Dia de hoje! Otite Mais comum em cães do que em gatos, já que estes últimos têm orelhas empinadas e tomam menos banho, a otite é o nome dado a qualquer inflamação do conduto auditivo (ouvido). Pode ser aguda ou crônica e é diferenciada pela região onde ocorre (interna, média ou externa) e pela gravidade da inflamação. O maior perigo da otite é a falta de diagnóstico e de tratamento corretos, que acontece por diferentes fatores, entre eles a automedicação, a demora em procurar um médico veterinário, a dificuldade do diagnóstico correto e a falta de comprometimento com o tratamento. Como sempre, quanto antes for diagnosticada e tratada, mais fácil e barato será combater a doença. Causas Ácaros da sarna de ouvido (otodécica) podem provocar otite parasitária. Bactérias podem ocasionar otite infecciosa e é preciso saber exatamente que bactéria está sendo combatida para garantir o sucesso do […]

    Coluna de hoje – Otite em cães e gatos: a importância do diagnóstico e do tratamento corretos!

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados