• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Você é uma mãe? De cachorro, de gato, de planta, de pessoas? E ainda por cima é mãe de blog também? E fez um post de Dia das Mães? Então mande o link pra mim que ele será publicado aqui no Mãe de Cachorro em mais um post de homenagem a nós, MÃES!!!  E os 5 primeiros textos publicados em blogs e enviados nos comentários deste post ganharão dois adesivos do blog Mãe de Cachorro* cada, um para a mamãe que escreveu o texto e outro para ela presentear outra mãe! Já deixo aqui indicados dois lindos posts que as queridas Otávia Mello, do Amor e Miados, e Andréia, do Universo em Cores, escreveram em homenagem ao nosso dia! Feliz Dia das Mães 🙂 (blog Amor e Miados) Mãe de cachorro também é mãe! (blog Universo em Cores) *Mães de Gato amadas, por enquanto só tenho o adesivo do blog, mas a$$im que der ($$$), vocês também terão o adesivo de vocês, ok? Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Papo de Mãe – Promoção relâmpago: Quer ganhar 2 adesivos Mãe de Cachorro Também é Mãe? Seu post de Dia das Mães no Mãe de Cachorro!

    Minhas amadas MÃES de cachorro, de gato, de pessoas e de outras formas de vida… Depois do sucesso do post “Mas eu já tenho um bebê” – que entre outras manifestações de carinho e reconhecimento com o meu sentimento, lotou minha caixa de e-mails a ponto de eu ainda não ter conseguido responder a todos e ter que ficar catando os pedidos de ajuda urgente entre eles – já teve gente comentando que no fim das contas eu deveria ter postado aquele texto hoje e não na terça-feira passada, afinal, ele é 100% sentimento de mãe de cachorro (e de gato, e do que mais for tabu ser mãe!). Também pensei nisso. Mas dia das mães é todo dia, e naquele eu estava particularmente tomada pelo sentimento de declarar, mais uma vez, meu amor pelos cães e meu direito de me sentir mãe, com todas as três letrinhas desta palavra curta, mas tão cheia de significados e interpretações… Hoje, na verdade, queria mais era contar um pouco como cada uma de vocês que participam da minha de tão diferentes maneiras, seja assinando para receber e-mails do blog, curtindo a Página do Facebook, seguindo pelo Twitter, me escrevendo diretamente etc., influenciam a minha vida, minha energia e a minha relação com a palavra MÃE. Quem acompanha meus textos há um tempo já deve ter lido aqui ou ali que sou órfã de mãe. E tive o azar de passar por esta triste experiência com apenas dez anos de idade. E mais azar ainda de ter tido uma madrasta mais “madrasta” do que a outra… Então a palavra mãe ficou esquecida dentro de mim junto com meus sentimentos pela minha própria mãe, recalcados por algum mecanismo de defesa infantil que me deixou com um sério problema de memória até hoje (e que […]

    Papo de Mãe – Comportamento: Feliz dia das Mães (de cachorro, de gato, de gente…)

    Shoyo no meu colo na rede, em janeiro de 2010. Desde que voltei de viagem, tenho levado o Shoyo comigo a todos os lugares que posso, até mesmo para incentivar a cultura de ter os cães por todos os lugares que não sejam ruins para eles. Depois de 22 dias longe do meu pequeno, minha saudade ainda não passou. Pois dia desses fui fazer depilação com a mesma profissional onde vou há anos e levei o Shoyo junto porque só ia lá e voltava pra casa em seguida pra continuar trabalhando e queria, inclusive, mostrá-lo pra minha depiladora. O Shoyo é o típico “cachorro almofada”; onde eu o colocar, ele fica quietinho. Principalmente se for no meu colo ou perto de mim. Daí que estou lá na recepção no maior chamego com ele, esperando a depiladora me chamar, e quando ela chega e me vê com ele no colo ganhando carinho, diz “Ana, Ana, vai arrumar um bebê!”. E eu, na mesma hora, “Mas eu já tenho um bebê!”. Ah, gente, que chatice isso! Tem horas em que tenho vontade de ter filho só para ter desculpa de amar tanto os cães. Porque a perguntinha clássica sempre vem, mais minuto, menos minuto, quando alguém percebe que gosto demais de cães “E filho, você tem?”. Tenho, ué! Preciso ter filho gente para ter o direito de gostar do meu filho cachorro? Povo chato! Que não entende que amor é amor e que crianças e cachorros não são concorrência e nem que ser mãe de gente é atestado de bom caráter ou alvará para amar outras criaturas!  Pode ser que um dia eu seja mãe de gente, pode ser que eu não seja nunca. Só acho um abuso quem opta em não ter filhos ser encarado como um ser meio anormal, incompleto […]

    Mas eu já tenho um bebê!!

    Não sei se sou só eu, que de uns anos pra cá troquei o nome para Trabalho e o sobrenome para Hora Extra, ou se vocês também têm tido o mesmo sentimento… Mas vocês não acham que a vida da mulher – ao menos a da mulher “padrão”, que precisa batalhar para ganhar seu dinheiro além de todo o resto que já faz – é sinônimo de trabalho? Então o Dia do Trabalho seria assim quase que um 8 de março, o famoso dia internacional das mulheres… Ou um Dia das Mães, que no fundo é todo santo dia também… Que mulher não é mãe, ainda que não tenha filhos gerados de seu ventre, e que mãe não é uma eterna trabalhadora? Por enquanto, sou “apenas” uma mãe de cachorro e mãe de blog, mas no fim das contas, termino sendo meio madrinha, ou talvez um pouco mãe, de todos os peludos que ajudo direta ou indiretamente. E já chequei na idade de virar mãe do próprio pai (que por sua vez virou criança total!) e ainda também sou mãe do marido, lógico! Porque estou para conhecer o homem que seja 100% marido e ZERO por cento filho, na boa! E olha que não posso nem reclamar do meu, que acabou de me dar uma viagem maravilhosa com tudo pago (com ajuda das milhas aéreas e dos amigos queridos que nos hospedaram por onde passamos, hehehe) e que cozinha e muitas vezes cuida bastante de mim. Mas sempre há os momentos “filho”, inclusive o filho que traz amiguinhos pra brincar em casa… Já disseram muito bem por aí, o que difere homens de meninos é o preço dos brinquedos. E o meu está tirando o trauma de não ter tido muitos brinquedos na infância… Então, na verdade, mesmo hoje a […]

    Papo de Mãe – Opinião: Toda mulher é mãe? E toda mãe é supermulher?

    Cada vez que escrevo sobre certos comportamentos reprováveis de veterinários, adestradores, profissionais de banho e tosa, criadores, passeadores de cães e outras profissões ligadas aos peludos é a mesma coisa: quem trabalha direitinho, respeitando e amando os animais e sem vestir a carapuça do que quer que eu esteja denunciando fica feliz da vida e me escreve elogiando e muitas vezes agradecendo. Não preciso dizer que a meia dúzia que reclama é porque o chapéu serviu, né? Só não entendo o que este povo faz por aqui, sabendo que o Mãe de Cachorro é um blog pessoal onde escrevo o que vejo, estudo, reflito e não o que as pessoas querem ler. Adoraria ter um blog leve, falando só de novidades do mercado pet e de outros assuntos superficiais. Mas a ignorância é uma benção que eu infelizmente não tenho mais desde que comecei a estudar seriamente assuntos relacionados ao bem-estar real de cães e gatos. Então o Mãe de Cachorro seguirá, sim, tendo seus posts mais sérios, mais chatinhos (se assim preferirem) e, com isso, mais polêmicos. Agora, cá entre nós? Se eu fosse vocês, reparava justamente nestes, porque é o que incomoda e vai contra a maré que muitas vezes tem a resposta para seus problemas. Ainda hoje troquei muitas mensagens com uma leitora que tem três cães, todos com problemas que desaparecerão se ela passar seu animais da ração seca para a alimentação natural (um com problemas renais, outro com vômitos constantes e alterações de ureia e creatinina e outro com problemas de pele). Simples? Nem tanto, principalmente quando há um mundo inteiro a dizer que “comida de cachorro é ração”. Bom, não faço parte do mundo. Não deste. E faz um tempinho. E acho ótimo! Tudo isso pra falar que fiquei muito honrada ao ser citada […]

    Mãe de Cachorro no CãoSciência, que honra!

    8 de fevereiro de 2011Adestramento, Mãe de Cachorro

    Preciso comentar algo? Só se for pra dizer que AMEI e que me senti SUPER honrada! A Dani já tinha feito contato comigo faz um tempo através do Facebook, quando ainda procurava o tatuador certo, mas pedi pra ela fazer um textinho pra enviar junto com as fotos para vocês entenderem como o logo do Mãe de Cachorro foi parar na perna dela ;-D From: d.davila To: anacorina@maedecachorro.com.br Sent: Wednesday, January 26, 2011 9:52 AM Subject: Tatoo Ana Bom dia! Resolvi fazer a tatoo usando a imagem do blog porque ela traduz pelo menos pra mim o amor que sinto pelos cachorros, não só pelos meus como por todos e quando vi a imagem da menininha com o cachorrinho no colo me apaixonei, senti que havia chegado a hora e sinceramente fiquei emocionada. Resolvi pedir sua autorização e fiquei mais feliz ainda quando você além de autorizar também mostrou-se feliz com minha atitude. Enfim nosso amor é incondicional e agora tenho esse amor não só no meu coração e na alma mas também no meu corpo. E pode acreditar que virão mais, vou fazer só o cachorrinho no ombro agora. Agradeço de coração a autorização e vamos em frente pq. nossa luta é longa! Bjs mil Daniela O “pai” da tatoo é o Anderson, na foto com ela. Ela trabalha na Kactu’s Tatoo, em São Caetano do Sul, SP.   Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    I’ve got you under my skin: a logo do Mãe de Cachorro virou tatuagem ;-D

    27 de janeiro de 2011Mãe de Cachorro, Off topic, Tatuagem

    Publico a troca de e-mails abaixo porque percebo que existem pessoas que não conseguem separar alhos de bugalhos e terminam por criar confusões que apenas fazem com elas próprias pareçam patéticas e intolerantes perante qualquer pessoa que tenha um pingo de discernimento, bom senso e capacidade de interpretação de textos. Não sou dona da verdade, não acredito em verdades absolutas e acho patético a postura fundamentalista e xiita que ainda impera em muitas pessoas nestes tempos de tanta oferta de informação e boas oportunidades de aprendizado autodidata. Se há algo bonito nesta vida é o respeito. E ele anda de mãos bem dadas com a educação. Uma pessoa respeitosa e educada pode achar tudo que escrevo um lixo, mas será sempre respeitosa e educada ao tratar do assunto e se posicionar. É tão bonito ver uma pessoa que tem controle e equilíbrio emocional, vocês não acham? Como já diziam por aí… “A raposa, quando não alcança as uvas, diz que estão azedas.” Tsc. tsc. tsc. Lá vai a dona raposa de braços dados com a inveja e o despeito… Que feio, não? ;-D Com vocês então, uma pequena aula de respeito e educação e uma linda lição (em vermelho). From: suyan To: anacorina@maedecachorro.com.br Sent: Saturday, January 15, 2011 6:21 AM Subject: comentário sobre seu blog Bom dia Ana Corina, Meu nome é Suyan e moro em Manhuaçu interior de Minas Gerais, Li muitos posts em seu blog, aliás centenas, com uns me identifiquei, alguns sorri, outros aprendi e até chorei. Ahhh! teve aqueles em que eu também pensei, essa mulher pirou completamente…Mas na maioria deles aprendi muito sobre meus filhos peludos. Estou escrevendo porque queria agradecer por tudo que aprendi em pouco tempo lendo seu blog, sei que se fosse pesquisar cada assunto, levaria uma vida, como aposto que vc […]

    Respeitar é preciso… Concordar não é preciso… (ah, como aprendo com VOCÊS…)

    Ontem tive uma surpresa muito agradável! Estava super distraída chegando em casa, toda atrapalhada tirando umas coisas do carro, com o Shoyo fazendo festa em redor feliz porque tinha saído junto, quando aparece meu vizinho cheio de correspondências para entregar. Já fiquei agradecida porque foi gentil da parte dele vir me trazer tudo, mas ficou melhor ainda depois. Ao pegar os envelopes não dei muita bola porque nunca chega nada pra mim (bem, a última foi uma multa por falar ao celular enquanto dirigia, que feio, kkk)… Mas um envelope cor-de-rosa chamou minha atenção, mais ainda quando vi que estava preenchido à mão, algo incomum em tempos de computador e impressora. Imaginem agora a cena, eu cheia de coisas nas mãos, o Shoyo zanzando por perto, o vizinho querendo papo porque é um querido e não nos víamos desde o ano passado, e eu simplesmente ignorando tudo quando reparei na cartinha e mais ainda quando vi para quem e de quem era. Era pra mim! E da Márcia Tenuta, uma moça querida que conheço só de Facebook que sempre posta coisas bonitas referentes aos peludos e que, com um gesto lindo, desinteressado e carinhoso, me fez sentir de uma vez só todo o mar de amor que VOCÊS me enviam sempre. Vejam nas imagens o lindo cartão do blog http://animaisresgatados.blogspot.com/ que tanto me emocionou (e que ela mandou dia 21/12 e só chegou ontem, ô Correios!) e dois presentinhos, um calendário pra geladeira e um cheirinho pra carros da ONG Amor e Respeito aos Amigos do Peito. O curioso é que desde ontem eu já andava com isso – este chamego de vocês – na cabeça. É que por conta dos sorteios de aniversário do blog, muita gente ao escrever para participar aproveita para mandar um recadinho delicado e amoroso. […]

    Carinho que emociona

    8 de janeiro de 2011Mãe de Cachorro, Off topic

    4 anos e muito trabalho depois… Cá estamos: eu, os peludos amados e vocês! E para comemorar nossa parceria tão frutífera que cresce a cada dia, vocês ganharão alguns presentinhos… Agradeço imensamente a “audiência” e participação de cada um de vocês e FELIZ ANIVERSÁRIO A TODOS que fazem parte da família Mãe de Cachorro! Chega de papo e vamos aos presentes! A Dogpop, uma marca super legal de camisetas com estampas inspiradas no Rock&Roll para cães, gentilmente cedeu 4 peças de sua coleção para sorteio no blog e a dra. Jackline Pinto, autora do livro Florais para Cães, também nos deu um exemplar para ser sorteado conforme as instruções abaixo. Como quero que todos os tipos possíveis de leitores/seguidores do blog e de seus desdobramentos nas redes sociais tenham chance de concorrer, separei os prêmios para serem sorteados entre participantes das redes sociasi Orkut, Facebook, Twitter, ferramenta de amigos do Blogger e entre todos os leitores do Mãe de Cachorro. Regras comuns a todos os sorteios: Cada inscrito deve concorrer a apenas um dos prêmios (camiseta canina ou livro ou álbum/scrapbook); Os sorteios acontecerão no dia 20/1/2011, sendo realizados através do Random.org; Os ganhadores serão divulgados em post no blog a ser publicado na mesma data e deverão fazer contato através do endereço anacorina@maedecachorro.com.br até dia 27/1/11; Ganhadores que não fizerem contato por e-mail até a data limite serão automaticamente desclassificados e novo sorteio será realizado para a sua categoria de participação; Participantes que se inscreverem para concorrer a mais de um prêmio estarão automaticamente excluídos de todos; Os prêmios serão enviados aos ganhadores diretamente pela Dogpop, pela dra. Jackline e pela Loja Virtual Mãe de Cachorro via Correios, encomenda PAC . Para envio das camisetas, é necessário que os tamanhos/modelos escolhidos pelos ganhadores estejam disponíveis em estoque; Participantes que […]

    4º Aniversário do Mãe de Cachorro com presentes para VOCÊ e seu peludo!

    6 de janeiro de 2011Mãe de Cachorro
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados