• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Sou obrigada a vir aqui dizer que para mães e pais de cachorro TODO DIA É ESPECIAL, pois cada segundo da vidinha dos nossos filhos peludos é dedicado a nós e eles não precisam de um dia comercial específico para demonstrar todo amor e dedicação a suas mamães e papais!Mais uma vez, eles nos ensinam que amor, respeito e cuidado são diários e incondicionais. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Dia das Mães!

    14 de maio de 2007Mãe de Cachorro

    Ainda estou na correria louca da volta de 26 dias ausente! Para vocês terem uma idéia, ainda nem vi meu pai, que foi quem ficou cuidando dos meus filhos. AGORA sim já consigo falar neles! Vocês devem ter estranhado que nas postagens feitas no exterior eu praticamente não toquei no nome dos meus amores. Mas é que a saudade era TANTA, mas TANTA que só falar já fazia doer ainda mais… Ficaram os três em casa, no quintalzão deles, como se estivéssemos aqui, com o meu pai cuidando deles. Resultado: quando voltei eu tinha uma mastim napolitano e dois porquinhos da índia e não mais dois yorkies, hehehehe! O Sushi e o Shoyo estão redondinhos! E o reencontro foi aquela coisa toda… Eu, SUPER nervosa, eles desesperados. A Moira berrava de um lado, os pequenos só conseguiam fazer um barulhinho tipo ‘humm, hummm’. E eu me agarrei com todo mundo! Primeiro só com os dois pequenos, pois fiquei com medo da Momó avançar neles, depois só com a Momó, para terminar de ficar IMUNDA e FELIZ DA VIDA! Foram 26 dias de aventura e de uma saudade tão grande destas três criaturinhas que partilham as vidas comigo, que eu nem sabia ser possível existir. Sonhava com eles direto, falava neles o tempo todo, me agarrava com tudo quanto era cachorro para suprir a carência dos meus filhos queridos… Fiquem com uma das fotos de um lobo marinho que mais parecia um cachorrinho do pescador em Punta Del Este, Uruguai!!! Lembram que eu contei? A coisa mais FOFA deste mundo! Quase mais fofo até que o meu Sushi hehe! O pescador limpava o peixe e o lobo ali, esperando o seu bocado. O cara não dava, ele ia comer direto naquela bacia que está no chão! O pescador puxava a bacia […]

    É tanta coisa para contar…

    4 de maio de 2007Mãe de Cachorro, Viagens

    Oiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!! Estou de volta no pedaço, mas ainda vai demorar um pouquinho até a vida voltar ao normal e eu postar decentemente, ok? Aguardem! Muitas novidades! Muitas fotos! AUbraços!! ;o) Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    VOLTEIIIIIIII !!!

    2 de maio de 2007Mãe de Cachorro, Viagens

    Olááááá! Seguinte: muita coisa para escrever e pouco tempo para ficar na net. Mas tenho tentado fazer uma comparação da vida que levam nossos queridos “perros” nos países em que estamos passando e depois conto tudo em detalhes e boto fotos. Estamos no Chile há uns dois dias, viemos pela estrada velha que liga Mendoza ao Chile e que é M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.A. e deserta! Mas vi vários bichos típicos pelo caminho. Infelizmente apesar de o Chile ser um país relativamente rico, a situação dos cães aqui é bastante parecida com a dos cães brasileiros… Vi váriossss, inúmeros, pelas ruas, vi cadelas prenhas, cães doentes e ainda hoje mesmo demos um calzonão de carne (que não era um calzone e sim uma empanada chilena gigante) para um cachorro grande que estava cheio de sarna demodécica… Tadinho. Reparei que dos três países que percorremos até agora, o Uruguai é o que trata melhor os cães e que em todos os países a maioria dos cães é bem grande. São cães enormes vagando pelas ruas, com ou sem tutor. A preferência nacional do Uruguai, ao menos em Punta del Leste e em Montevidéo eram os labradores e golden retriviers, depois dos “mestiços”, claro, que é como eles chamam os peludos sem raça definida. Outra coisa que chama a atenção é a quantidade de cães fora da coleira, sejam grandes, médios ou pequenos. Em nenhum dos lugares visitados vi pessoas desviando dos cães ou demonstrando medo. E olha que vi cães realmente enormes soltos. Eles parecem bem integrados à vida das cidades. Tenho procurado conversar com as pessoas sobre a relação delas com os cães e quando posso, entro numa petshop para bater papo. Em Buenos Aires, em uma pet de um bairro nobre a vendedora me explicou que antes era impensável a idéia de […]

    Notícias chilenas!

    22 de abril de 2007Leis, Mãe de Cachorro, Viagens

    Oiiiiii! Quanta saudade!!! Tentei postar antes mas o site do blog não abria. Em resumo: achei o Uruguai um país muito amigo dos cachorros. Conversei com as pessoas e elas realmente têm os cães incorporados em suas rotinas de maneira diferente da nossa, eles parecem ser ainda mais “da familia” e estão por todos os lados. Como falei antes, não vi cães DE rua, somente muitos cães NA rua, mas todos gordinhos, saudáveis e a maioria com coleira. Na capital, Montevidéu, a coisa já fica mais feia… Vi vários carroceiros com os cavalos magrinhos carregando muito peso, aquela coisa já familiar, infelizmente. Vi VÁRIOS policiais usando cães, todos pastores alemães. E os cães continuaram por toda a parte. Muita gente nas ruas do centro com eles, muitos vendedores ambulantes com seus cães, teve até uma que estava dentro de uma caixa de madeira, embaixo de uma barraca, que latiu para um cara que passava. Uma fofa, cuidando das coisinhas da sua dona! Outra coisa que reparei foi que os cães grandes são maioria por aqui. Até agora só vi 3 yorkies. Dois no Uruguai e um ontem, em San Isidro, aqui na Argentina (um local lindo, perto de Buenos, onde fomos com o famoso Trem da Costa). E este ultimo york era de uma brasileira! heheheO conhecemos por que fomos tomar um Freddo (sorvete famoso e delicioso) e vimos o tal york, parecido com o Sushi, bem safado, tentando tomar o sorvete da dona! Um fofo! Fui falar com eles e descobri que eram brasileiros. Ela tava reclamando das pet shops daqui, que não quiseram tosá-lo bem curto e que às vezes dão banhos “fedidos”. Eles ficam por aqui 6 meses, então ela estava sabendo das coisas. No mais, aqui em Buenos Aires tenho visto cães de rua, que parecem […]

    Direto de Buenos Aires…

    14 de abril de 2007Mãe de Cachorro, Viagens

    foto: placa na entrada do Museu! Consegui novamente!!! Vou postar agora rapidinho pois depois não sei quando acessarei a net e também por que tenho uma coisa legal para contar: Hoje visitamos o Museo del Mar, em Maldonado, coladinho em Punta. Fomos por que estava no guia e tal, sem muitas expectativas. Mas o museu é o MÁXIMO. Quando chegamos, vi vários animais empalhados e já fiquei bicuda. Tem um caderno para as crianças escreverem o que acharam do museu e uma menina escreveu “Gostei muito do museu, pena que eles empalharam os animais.” FOFAAAAA!!! Só que depois eu li que TODOS os animais empalhados ou “em conserva” do museu foram encontrados mortos. AHHH BOM!! Por “em conserva” quero dizer quando o bicho está dentro de um líquido para ficar preservado, com formol… Como é mesmo o termo? Esqueci. Tô meio maluca de tanto ouvir somente espanhol. Tá, mas vocês entenderam, né? Tinham alguns filhotinhos de vários tipos de boto assim “na conserva”, de tubarão também, e de arraia… e vários peixes… Muitos esqueletos montados de baleias, lobos do mar empalhados e seus esqueletos montados ao lado, ai, TANTA COISA que cliquem no título do post para acessar ou aqui. Depois eu boto as fotos que fizemos lá. Tinham vários quadrinhos com citações sobre proteção e respeito aos animais. Daí já gostei mais ainda do lugar! E tinha também um cartaz onde havia uma “Homenagem a um cão”, muito bonita…foto: um dos ‘quadrinhos’ citados Agora tenho que sair. Assim que puder conto mais novidades. Ah, outra coisa que me chamou muita atenção hoje foi o fato de a grande maioria das casas não ter cercas ou muros mas terem cães. Então fica aquela cachorrada de coleira pelas ruas, passeando. Mas não vi nenhum animal de rua magro, doente, sofrido… Ou […]

    Museu do Mar – Uruguai

    9 de abril de 2007Mãe de Cachorro, Viagens

    Oieeeeeeeeeeeeee!!!Estamos em Punta Del Este, Uruguai. É tudo MUITO lindo!Hoje fomos a uma ilha que é reserva internacional dos lobos marinhos (Isla de los lobos – ver foto). Acho que no Brasil falamos leões marinhos mas eles só falam em lobo, lobo, então já não sei mais nada. Consegui bater foto BEM PERTO de um lobo marinho pois o DANADO (que parece uma Moira versão foca) subiu no porto para ganhar peixinhos na boca, acreditam? UM FOFO LINDO MARAVILHOSO!!! Mas não vou botar esta foto pois a princípio não quero colocar fotos minhas no blog, tá? Mas já botei a foto dele com pescador no post “É tanta coisa para contar…” Tenho visto MUITOS cães desde que saímos do Brasil… por enquanto só estivemos no Rio Grande do Sul e Uruguai, mas por todo lugar vejo cães de rua. E aqui no Uruguai tenho visto MTA gente com vira-latas na coleira, sabiam? Vi mais vira-latas com tutor que cães de raça. E adivinhem! Me agarro com TODOS! Bom, AUbraços a todos! Postarei conforme consiga acesso, ok? :o) Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    OLÁ , direto de PUNTA DEL ESTE!!!

    7 de abril de 2007Mãe de Cachorro, Viagens

        Página no Facebook Twitter Perfil no Orkut Comunidade Orkut! Canal no YouTube Perfil no Facebook

    Mãe de Cachorro na web

    12 de fevereiro de 2007Mãe de Cachorro

    Estes são meus três bebês: Moira é a Mastim, Sushi é o yorkie sentado e o Shoyo, o menorzinho. Mas no meu coração também cabem todos os outros cães do mundo. Sim, do mundo! Pois coração de mãe sente a dor e o amor por todos os filhos do mundo e isso não é diferente se os filhos em questão têm quatro patas, pêlo abundante por todo o corpo e um rabo alegre. Este sentimento define também uma mãe (ou pai) canina! Se você sente menos do que isso, sinto muito… Talvez você seja um irmão de cão, um amigo, um primo, mas pai e mãe, definitivamente não! Sim, eu gostaria que todos os cães do mundo fossem felizes e saudáveis. É por amar tanto os meus filhos caninos que não consigo ficar indiferente ao sofrimento dos animais em geral. Mas, mais do que tudo, é porque meus filhos cães me ensinam diariamente o Amor Maior, o respeito à Vida. Este espaço é o meu movimento na tentativa de alcançar o coração do maior número possível de humanos para que possamos, com nossos cães maravilhosos, aprender, vivenciar e pôr em prática o Amor Maior. ps: Infelizmente Sushi e Moira viraram anjinhos em 2009. Hoje sou mãe do Shoyo e da Java.

    Considerações iniciais

    6 de janeiro de 2007Filhos, Mãe de Cachorro
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados