• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Recebi e repasso! Após a confirmação de 11 casos caninos da doença, capital passou a ser considerada “Vulnerável à Leishmaniose” Como parte de um trabalho de vigilância e prevenção, Médicos Veterinários da MSD Saúde Animal realizarão um ciclo de palestras sobre Leishmaniose Visceral, tendo como público-alvo os moradores dos condomínios da cidade de Goiânia/GO, já que a cidade passou a ser considerada “Vulnerável à Leishmaniose”, depois de confirmados 11 casos da doença nesse mês. Os profissionais estarão à disposição para conscientizar os proprietários de cães sobre essa grave doença de saúde pública, além de explicar a importância das medidas de prevenção, como, por exemplo, o uso de coleiras impregnadas com deltametrina a 4% nos cães, princípio-ativo repelente e inseticida, recomendado pela Organização Mundial da Saúde como uma das ferramentas de combate à doença. A leishmaniose é transmitida, principalmente, através da picada de um mosquito conhecido popularmente como “mosquito palha”. O cão tem um importante papel na manutenção da doença no ambiente urbano visto que pode permanecer sem sintomas mesmo estando doente. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a leishmaniose visceral registra anualmente 500 mil novos casos humanos no mundo com 59 mil óbitos. Quando não tratada, pode evoluir para óbito em mais de 90% das ocorrências. Na América Latina, ela já foi detectada em 12 países e, destes, cerca de 90%dos casos acontecem no Brasil, onde, em média, 3.500 pessoas são infectadas e o número de óbitos é de aproximadamente 200, anualmente. Acompanhe as datas e locais das palestras sobre prevenção à leishmaniose: Dia 29 de julho: palestra no Condomínio Granville Dia 30 de julho: palestra no Condomínio Jardins Florença Dia 06 de agosto: palestra no Condomínio Viena Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código […]

    População de Goiânia receberá informações de como se prevenir da leishmaniose

    27 de julho de 2011Campanhas, Eventos, Leishmaniose

    ACABEI de achar no Twitter, via Querido Cachorro e repasso, feliz da vida e cheia de esperança! Vai, Brasil, mostra que podes deixar de ser o ÚNICO país do mundo a matar inocentes cães, as maiores vítimas do inseto flebótomo, o único transmissor da leishmaniose. O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS) apresentou na Câmara projeto de lei 1738/2011, que prevê o fim da obrigatoriedade de sacrifício de animais infectados pela leishmaniose. De acordo com a proposta do deputado, o sistema de saúde pública deve implantar uma política nacional de vacinação e tratamento de animais. “O debate sobre o tema é fundamental. Esta doença está em 12 países da América Latina, mas 90% dos casos são registrados no Brasil”, nota o deputado, para quem é possível estabelecer um programa de tratamento em alternativa à eutanásia canina. “A prática do sacrifício indiscriminado é inaceitável na Europa. Em diversos países existem estudos científicos e mobilização de médicos veterinários e criadores de cães contra esta ação”. Segundo Geraldo Resende, o combate ao vetor praticado em nível doméstico tem eficácia temporária, pois utilização de inseticidas nas casas perde o efeito depois de algum tempo. “É importante a decisão política de disponibilizar orçamento para o combate ao mosquito transmissor. É um caso de saúde pública como a dengue”, diz. “O sacrifício de cães é mais maléfico que benéfico, já que por motivações afetivas ou econômicas, muitos proprietários se recusam a entregar seus animais e os escondem, colocando a população em risco”, diz o deputado, lembrando que existe tratamento. “Há diversos protocolos de trabalhos científicos exitosos nesta área, além disso, me parece mais racional tratar a exterminar cachorros e gatos. Proponho a vacinação dos animais, bem como a possibilidade de curar os animais infectados”. Continue a ler clicando aqui. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também […]

    É pra ISSO que os políticos deveriam existir: Leishmaniose–> Projeto prevê fim do sacrifício de animais

    6 de julho de 2011Leis, Leishmaniose

    A notícia é animadora, mas não tenho muitos detalhes mais sobre ela ainda, então copio e colo o recadinho da amiga Vivi Vieri, quem me avisou da novidade. Desejo que a iniciativa tenha uma vida não só longa, mas produtiva! Afinal, o Brasil é o único país do mundo que combate a maior vítima da leishmaniose visceral americana, o cão! Caros amigos, No dia 17 de junho de 2011, foi criada uma Associação Científica para estudar a Leishmaniose em animais no Brasil, BRASILEISH, cujos fundadores são os médicos veterinários Dr. André Luis Soares da Fonseca, Dr. Fábio dos Santos Nogueira, Dra. Ingrid Menz, Dr. Manfredo Werkhauser, Dr. Paulo Tabanez, Dr. Sidney Magno da Silva e Dr. Vítor Márcio Ribeiro.  Este grupo pretende reunir médicos veterinários clínicos de pequenos animais para estudo da Leishmaniose, inspirados nos colegas europeus, quando criaram o LEISHVET. Parabéns ao BRASILEISH! Que este grupo seja um divisor de águas na história da leishmaniose no Brasil. abs Vivi Vieri Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    BRASILEISH: nasce uma esperança na luta contra a leishmaniose!

    4 de julho de 2011Leishmaniose

    Clique no cartaz para ampliá-lo e ler mais informações. Recebi da amada amiga Vivi Vieri e repasso com prazer! Divulgue, principalmente para médicos veterinários!! Mais posts sobre leishmaniose visceral e cães no Mãe de Cachorro: clique aqui.ps: post primeiramente publicado em 14/3 Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    1º Seminário sobre Leishmaniose visceral do Noroeste Paulista, em abril!

    24 de março de 2011Eventos, Leishmaniose

    Recebi da assessoria de comunicação da Intervet/Schering-Plough, achei super interessante (e necessário!) e repasso! Teatro sobre leishmaniose mobiliza população de Belo Horizonte Confira a programação: Belo Horizonte/MG De 16 a 18 de março Local: Parque das Mangabeiras End: Av. Anel da Serra (alto do Mangabeiras) Horários das sessões: às 9h, 10h30 e 15h (* no dia 16/03 a sessão da tarde será às 14h) Sobre o Circuito Estradafora O circuito foi desenvolvido com o conceito de que pudesse viajar de forma autônoma para qualquer lugar do país, pois conta com estrutura e equipe próprias, podendo realizar o trabalho com a mesma qualidade nas mais diferentes situações. Com o intuito de democratizar o acesso à cultura, o Circuito Estradafora já superou a marca de 285.202 espectadores em 172 cidades localizadas em todo o território brasileiro. A estrutura do Circuito destaca-se por utilizar uma tecnologia inovadora, uma confortável carreta-teatro de 15 metros com capacidade para 150 espectadores sentados, ambiente com ar-condicionado, iluminação, sonorização e projeção. Toda essa infraestrutura se baseia na crença do Teatro de Tábuas de que a arte é uma ferramenta eficiente para desenvolver o senso crítico da sociedade, além, é claro, de proporcionar entretenimento. Devido ao alto índice de casos de leishmaniose em Minas Gerais, a Intervet/Schering-Plough volta à cidade com projeto cultural de conscientização Logo no início do ano, um surto de leishmaniose em humanos assustou a população de alguns municípios mineiros, com a morte de duas pessoas. Por ser uma região endêmica, com altos índices da doença tanto em cães quanto em humanos, o projeto cultural itinerante Circuito Estradafora – Caravana Intervet/Schering-Plough, realizado no ano passado na capital mineira, está de volta. De 16 a 18 de março, a carreta-teatro ficará sediada no Parque das Mangabeiras, em Belo Horizonte, e oferecerá três sessões por dia, gratuitamente para […]

    Teatro sobre leishmaniose mobiliza população de Belo Horizonte – de 16 a 18 de março

    16 de março de 2011Eventos, Leishmaniose

    Clique na imagem para saber mais! Lembram do último seminário sobre leishmaniose do qual participei, em Sampa? Na ocasião a WSPA lançou a campanha “Leishamniose Não”! Proteja o seu cão”, mas só agora ela está 100% pronta e circulando. Para saber mais, clique na imagem. Para ler tudo que já foi publicado no blog sobre Leishmaniose Visceral e cães, visite o marcador “Leishmaniose”, que fica nos assuntos listados no rodapé de todas as páginas do Mãe de Cachorro. Informação é nossa maior arma contra a doença! Estude e esteja preparado(a) para defender os animais na luta contra a Leishmaniose Visceral. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    WSPA lança campanha sobre Leishmaniose Visceral

    28 de fevereiro de 2011Leishmaniose

    Lógico que seria a amiga querida Vivi Vieri me dando uma notícia desse tipo, afinal, ela é (ao menos para mim) a rainha do combate ao flebótomo. É com imensa satisfação e alegria que colo a íntegra do documento recebido há pouco, aproveitando para parabenizar a decisão da ANCLIVEPA Brasil de ir contra a matança de cães como método de controle da leishmaniose visceral no Brasil. Vocês têm NOÇÃO do avanço deste posicionamento? É o começo de uma verdadeira revolução de justiça e ética no combate à leishmaniose visceral, resguardando quem até hoje tem sido sua maior vítima no Brasil: o cão! Obrigada a TODOS que em maior ou menor grau batalharam arduamente para criar as condições para que este momento chegassem. Que outras boas novas venham! A ANCLIVEPA BRASIL divulga aos seus associados sua análise e posicionamento referente à questão da Leishmaniose Visceral Canina – LVC, em nosso país. Durante o ano de 2010 o CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA – CFMV realizou encontro técnico-científico sobre a questão da LVC no Brasil, no qual participaram médicos veterinários especializados nas áreas de saúde pública, epidemiologia, clinica médica, além de diretores do CFMV, ANCLIVEPA BRASIL, MAPA, Ministério da Saúde, OPAS e dos CRMVs. Desse encontro, o SISTEMA CFMV/CRMVs divulgou CARTA que situou a realidade da LVC NO BRASIL. De forma idêntica, o CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO MATO GROSSO DO SUL (CRMV-MS), promoveu o Iº SIMPÓSIO SUL-MATO-GROSSENSE DE LEISHMANIOSE, com objetivos de informar, atualizar, discutir e orientar médicos veterinários, médicos, advogados, juízes, promotores e delegados sobre os aspectos técnico-científicos e jurídicos da Leishmaniose que foram divulgadas conclusões para toda a classe médica veterinária e a sociedade em geral. Além disso, as ANCLIVEPAs REGIONAIS promoveram por todo país SIMPÓSIOS sobre o tema, procurando informar e discutir o problema. Está claro que […]

    ANCLIVEPA Brasil lança carta de posicionamento sobre medidas de combate/prevenção à leishmaniose visceral (e a notícia é BOA!!)

    31 de janeiro de 2011Leishmaniose

    Recebi a mesma divulgação do dr. André Fonseca, da Vivi Vieri e do Halem do Instituto Ecosul, só faltou o mano Fowler pra completar a turminha anti-leishmaniose! LEISHMANIOSE NO RIO GRANDE DO SUL Oficina de Estudos sobre Leishmanioses Palestrante – Dr. André Luis Soares da Fonseca Programa: Leishmanioses: parasitologia, imunologia e clínica patológica / Epidemiologia das leishmanioses com enfoque em leishmaniose visceral / Diagnóstico de leishmanioses / Tratamento das leishmanioses / Aspectos legais / Mitos e verdades sobre as leishmanioses caninas e humanas Data 22 de janeiro de 2011 Local Plenarinho da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul – Praça Marechal Deodoro, 101 – Porto Alegre/RS Horário 9h às 12h e das 14H às 18h Informações e Inscrições: Através do e-mail leish.2011@hotmail.com Investimento R$ 25,00. As vagas são limitadas Apoio: Anclivepa Brasil, Anclivepa RS, Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul Promoção: MOVIMENTO GAÚCHO DE DEFESA ANIMAL Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Oficina de Estudos sobre Leishmanioses AMANHÃ em Porto Alegre! Não percam!

    21 de janeiro de 2011Eventos, Leishmaniose

    Lembrei que esqueci de contar uma coisa pra vocês! ô frase, hein? hehehe Mas é que na volta de Sampa pra Floripa na viagem do mês passado, o querido [e talentoso] Luciano Martins estava no mesmo voo e ficamos batendo papo enquanto esperávamos o embarque. O assunto? Um só, praticamente: a preocupação das filhas dele com os casos de leishmaniose visceral em cães em Floripa! Gente, estamos falando de crianças preocupadas com o bem-estar de seus peludos e cobrando seus pais para que tomem providências para evitar o contágio da doença! Não é o máximo? ;-D Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Até as crianças falam "dela"

    27 de dezembro de 2010Leishmaniose
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados