• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Lembram da Cesta de Notícias que contava que o Senado brasileiro aprovou o “projeto que estabelece uma política nacional de controle de natalidade para cães e gatos, em especial dos animais de rua“? Pois vejam a enquete que está rolando no site do Senado: Seu voto foi computado com sucesso! Você é contra ou a favor do projeto (PLC 4/2005) que permite a esterilização de cães e gatos como forma de controle populacional desses animais? A favor – 84,93% Contra – 15,07% Total de Votos: 2521 Obrigada, Ju Lacerda, por avisar da enquete! Vote você também, clique aqui! Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Votação no site do Senado "Você é contra ou a favor da castração como controle populacional de cães e gatos?" Votem!

    17 de agosto de 2010Guarda responsável, Leis, Notícias

    Leiam e comemorem! Senado aprova projeto para castração de animais de ruaO projeto que estabelece uma política nacional de controle de natalidade para cães e gatos, em especial dos animais de rua, foi aprovado pelo Senado nesta quarta-feira. O texto, que recebeu emenda, deverá retornar à Câmara dos Deputados, informou a Agência Senado. (Leia mais clicando aqui) Especialistas encontram restos de cachorro doméstico na Alemanha Cientistas suíços descobrem os restos do cão mais velho do mundo (sim a mesma notícia, mas de outro site) Cães sem raça são protagonistas de filme que estréia em outubro Exposição em Ijuí reúne fotos de cães e gatos retirados do abandono Campanha de vacinação contra a raiva animal quer vacinar 680 mil cães e gatos no Rio de Janeiro Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Quentinhas! Cesta de notícias traz a aprovação da castração nacional pelo Senado!

    5 de agosto de 2010Leis, Notícias

    Tirei o cartaz daqui. Por conta de uma conversa no Facebook da Denise Dechen sobre a frase do Halem (Ecosul) criada para uma faixa usada na homenagem da ALESC na 4ª passada – "Por trás de cada animal há um protetor e na mão de cada protetor, há um título de eleitor" – achei no tio Google o cartaz acima, que na verdade é um adesivo para carros, no blog da Júlia Kacowicz no Diário de Pernambuco. Vejam que legal a ação que estão aprontando por lá (e mais legal ainda é que dá para fazer contato para adquirir o adesivo!): " ‘Eles não votam, mas nós sim. Políticas públicas para eles também!‘ Esse é o slogan da nova campanha do movimento de defesa animal. A idéia é colar os adesivos na maior quantidade de carros e começar a pressão para as próximas eleições. Os defensores querem lembrar que os candidatos devem apresentar políticas e propostas para os animais também, como cães, gatos e equídeos. Para eles, ganha ponto – ou voto – quem defender e ajudar a executar políticas como a identificação por chips em animais, as campanhas educativas pela guarda e de adoção. A iniciativa é das entidades de defesa animal e conta com a coordenação da Aadama. Os interessados podem solicitar um modelo ou ver como proceder pelo email aadama@br.inter.net." Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Em ano de eleições… Não faz mal lembrar:

    10 de julho de 2010Campanhas, Leis

    Achei em algum canto que não lembro (sorry!): Brasil – Um projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional, determina que um juiz deve decidir quem vai ficar com a posse do ‘fiel amigo’ nos casos de separação do casal. De acordo com o texto, se não houver acordo entre as partes (ex casal), o juiz decide quem fica com a posse do cachorro. Segundo a proposta, há possibilidade da guarda unilateral ou compartilhada, e os tutores devem combinar, em audiência, os direitos e deveres de cada um. Quem descumprir, perde a posse do cachorro. Nota: a lei valerá  também a outros animais de estimação. Por Caio de Oliveira Agência Portal da Cinofilia – São Paulo/SP Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    O amor acabou e vai rolar separação? PL em tramitação propõe que juiz decida com quem ficam os filhos peludos!

    4 de julho de 2010Animais e nós, Filhos, Leis

    Não vou nem entrar no mérito de que mais uma vez um grande veículo de comunicação veicula material irresponsável e que induz incontáveis pessoas ao erro. Já vimos isto aqui no blog em diversas ocasiões, em jornais impressos, online ou televisionados (matéria da Folha, caso do foliaCão, reportagem do Bom Dia Brasil etc.).Já que eles não fazem, me dei ao trabalho de gastar cerca de meio minuto fazendo uma pesquisa básica na internet para trazer as informações abaixo, que peço a todos que leiam antes de sugerir que acessem o post “Animal preso em corrente está feliz?” do blog Cachorrando. Também deixo reforçada o comentário que a Bianca deixou pra gente: “Ana… se puder falar sobre a foto do “prisioneiro feliz” eu acho que ajudaria muito. O e-mail do jornal é editoria@folhadelondrina.com.br Seus leitores são engajados e não vão deixar isso quieto ! rss beijos e muito obrigada.” Voltando à questão do que são, afinal, maus-tratos (além de crime federal!), deixo pra gente duas referências, que na verdade não deveriam sequer ser necessárias uma vez que o simples bom senso já deveria ser suficiente para evitar que qualquer pessoa mantivesse preso qualquer animal, principalmente quando fica óbvio que em estado natural ele faz uso da liberdade e movimenta-se diariamente percorrendo grandes distâncias. O site do Projeto Esperança Animal (PEA) cita como Exemplos de Maus-Tratos – Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar; – Manter preso permanentemente em correntes; – Manter em locais pequenos e anti-higiênicos; – Não abrigar do sol, da chuva e do frio; – Deixar sem ventilação ou luz solar; – Não dar água e comida diariamente; – Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido; (…) Outros exemplos estão descritos no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas. No site do Instituto Nina Rosa, lemos: Algumas ações consideradas maus-tratos […]

    O "Prisioneiro Feliz" da Folha de Londrina (+ pedido de ajuda do Cachorrando para escrevermos para o jornal)

    Já falei do assunto algumas vezes aqui no blog, mas vai lá mais uma, porque ele é sério, pertinente e está entre nós. Recebi da querida Vivi Vieri um texto da Lilian Rockenbach sobre a leishmaniose e compartilho com vocês. Um pedaço segue abaixo, a íntegra você lê clicando aqui. A Leishmaniose Visceral é considerada uma antropozoonose e atualmente está entre as seis endemias prioritárias do mundo (OMS). Essa doença apresenta ampla distribuição mundial e mais de 90% dos casos que ocorrem na América Latina, são diagnosticados no Brasil. Hoje no país existem focos da doença em 19 Estados e surgem cerca de 3500 casos humanos a cada ano. Curiosamente o Ministério da Saúde até agora não conduziu testes para o tratamento da doença, tendo publicado em seu último boletim sobre a doença praticamente o mesmo teor do anterior, desprezando totalmente as novas informações obtidas por médicos e pesquisadores da área. Outros posts sobre o assunto: A prevenção é a solução O Brasil escolheu matar Mosquito do bem! Mais uma arma na luta contra a leishmaniose Atualização: A Vivi mandou o vídeo abaixo. Vontade de perguntar para a representante do CCZ de MG, sra. Mariana Brito, o que ela pensa sobre a vacinação anual e exagerada de cães e gatos, que também não tem NENHUMA comprovação científica de necessidade e mesmo assim é largamente recomendada porque entope os bolsos de veterinários, clínicas e petshops de dinheiro… Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Leishmaniose: matar cães não resolve! –> atualizado com vídeo em 3 de junho

    3 de junho de 2010Leis, Leishmaniose, Saúde

    Nessa mega correria pré-workshop quase não consegui conhecer pessoalmente minha afilhada linda, que já está aqui em Floripa há uns 10 dias e logo vai embora! Mas dei uma fugidinha entre o ponto A e o ponto B para vê-la e sou obrigada a dizer: a Mel é muiiiiito mais linda e apaixonante ao vivo. Ela é simplesmente perfeita! [E saber que minha amiga, que até tão pouco sabia praticamente nada sobre cães, acabou fazendo absolutamente tudo certo ao escolher sua filha peluda me enche de uma alegria indescritível. Ela não só optou pela adoção, mas ainda aceitou a sugestão de escolher um animal já adulto e agora está 100% satisfeita com os resultados: tem uma filha exatamente do jeito que precisava em termos de comportamento, tamanho e necessidades de exercício, espaço e interação. Alias, essa é uma lição que preciso aprender: a ser mais paciente e esperar. Porque sou daquelas que já ia querer o primeiro focinho carente que visse pela frente…] A fofa veio com os pais de carro de Sampa City a Floripa e agora farão o caminho de volta. E eles, mesmo sendo pais de primeiríssima viagem, já estudaram bastante sobre comportamento canino e outras necessidades da filha peluda. Com isso, também tomam cuidados no transporte dela, o que me fez lembrar da importância de acomodarmos corretamente nossos peludos quando eles andam de carro… Falar é fácil, né? Difícil é não deixá-los soltos pelo carro, quando não no nosso colo. Vivo alternando períodos de consciência, quando o Shoyo anda na caixa de transporte, com momentos de irresponsabilidade pura, e ele fica solto no carro, escondido embaixo do banco do motorista…   🙁 Então vale lembrar de algumas dicas de segurança, peguei algumas na net pra gente, confiram: Passeio com segurança Mais um AUtomóvel Transporte de cães e […]

    Vai sair de carro com os peludos? (+ castração gratuita em São Paulo)

    Já que as pessoas não têm educação, o poder público acaba precisando intervir para criar nelas hábitos que na verdade deveriam ser inquestionáveis e praticados por todos… Cocô de cachorro na rua pode dar multa para o dono em Campinas, SP SÃO PAULO – Os vereadores de Campinas, a 94 km de São Paulo, aprovaram na noite segunda-feira projeto de lei que pune donos de cães que deixam fezes caninas em calçadas. O projeto foi aprovado por 18 votos, com quatro emendas. De acordo com o projeto, o condutor do cão é responsável pelo recolhimento das fezes, que devem ser depositadas em lixeiras públicas ou particulares. O projeto anterior previa que as fezes só poderiam ser jogadas no lixo da residência do dono do cão. A população poderá denunciar o descumprimento da lei. As notificações podem ser feitas nas administrações regionais e subprefeituras, pelo telefone 156 ou pelo site da Prefeitura de Campinas. Em caso de reincidência, está prevista a multa. O projeto segue para aprovação do prefeito Hélio de Oliveira Santos. Depois a proposta precisa ser regulamentada para definição do valor da multa e de como ela será aplicada. fonte: O Globo Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Multa nos sujismundos! Fezes não recolhidas podem gerar multa em Campinas, SP

    20 de Março de 2010Leis

    Recebi da Vivi Vieiri a boa notícia! Valeu, querida!Direto do O Globo pra gente: BRASÍLIA – A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira projeto que prevê uma política de controle da natalidade de cães e gatos. O projeto que ainda será analisado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), define que esse controle será feito por esterilização cirúrgica e veda qualquer outro procedimento veterinário. De autoria do deputado Affonso Camargo (PSDB-PR), o projeto estabelece que a esterilização será executada com a observância de alguns critérios, com o objetivo de controlar a superpopulação desses animais em algumas localidade de baixa renda e o risco de epidemias. A proposta prevê também campanhas educativas nos meios de comunicação que proporcionem ao público noções de ética sobre a posse responsável de animais domésticos. Em seu relatório favorável à matéria, o senador Wellington Salgado (PMDB-MG) afirma que a maioria dos casos de raiva, toxoplasmose e outras zoonoses ocorrem em zonas de baixa renda, onde as pessoas não têm condições de acesso aos serviços de clínicas veterinárias particulares para seus animais. Pesquisei mais sobre o assunto na net e achei alguns links mais completos sobre o assunto: Do Congresso em Foco: CAE aprova castração para controle de natalidade de cães e gatos Do Estadão: Comissão do Senado aprova esterilização de animais (gente, o Suplicy votou contra! Fiquei pasma! Ele com aquela aura de bonzinho… Tô nude!) Jus Brasil: Controle de natalidade de cães e gatos é aprovado pela CAE Clique aqui e leia o PL na íntegra no site do Senado. Clique aqui e leia o parecer do relator do PL, senador Wellington Salgado (PMDB-MG) Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Senado aprova castração nacional de cães e gatos

    17 de Março de 2010Castração, Leis
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados