• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Fonte: Frank Maia e seu Studio… Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Esse Teobaldo sabe das coisas…

    Tirei do G1 pra gente: Pesquisa afirma que cães sabem contar e enganar os homens Redação Central, 8 ago (EFE).- Uma pesquisa afirma que alguns cachorros têm a capacidade de contar até cinco, entendem mais de 150 palavras e inclusive tentam enganar os homens para conseguir uma vantagem. Estas são as conclusões do psicólogo e especialista em investigação canina Stanley Coren, da Universidade British Columbia, que participa do congresso anual da Associação Psicológica Americana para falar de “como os cachorros pensam”. Coren, autor de livros sobre cachorros e seu comportamento, revisou vários estudos para concluir que o melhor amigo do homem tem capacidade de resolver problemas complexos e é mais parecido com os humanos e outros grandes primatas do que se pensava. Ele explicou que, segundo diversas medidas de comportamento, “as capacidades mentais do cachorro estão próximas às de uma criança de dois a dois anos e meio”. Segundo o especialista, a inteligência varia conforme o tipo de cão e a raça determina algumas das diferenças entre animais. Coren disse que há três tipos de inteligência canina: instintiva; adaptativa (a capacidade de aprender do entorno para resolver problemas) e de trabalho e obediência (o equivalente à “aprendizagem escolar”). Dados de 208 cachorros dos Estados Unidos e Canadá mostraram que na “inteligência de trabalho e obediência” o Border Collie é “o número um”, seguido do Poodle e em terceiro pelo Pastor alemão. A lista dos cães mais espertos se completa com o Golden Retriever; o Doberman; o Pastor de Shetland e o Labrador, segundo a classificação de Coren. O especialista afirmou que um cachorro normal pode aprender 165 palavras, incluindo sinais, e os mais “inteligentes”, 250. Os cães também conhecem números, e podem “contar” até quatro ou cinco, e só têm uma “compreensão básica” da aritmética, embora sejam capazes de detectar […]

    Me engana que eu gosto…

    Zapeando pelos canais dias atrás, acabei no NatGeo, que estava passando um documentário sobre inteligência canina. Que cães são inteligentes você já sabia, eu já sabia e até falei do assunto por aqui. Mas ver estes amados animais fazendo escolhas, inferindo resultados e até jogando no computador(!!) foi de cair o queixo. Eles mostraram que os cães podem saber até cento e tantas palavras, mesmo que façam de conta que não (quem não tem um cão que se faz de louco vez ou outra? hehe).Como exemplo, mostraram um cão que trazia o objeto exato que seu tutor pedia e que era capaz de fazer inferências quando lhe pediam um objeto que nunca tinha visto na vida, nem ouvido falar. Como? Ora, simples! Basta trazer o objeto que não é nenhum dos que ele conhece! Ou seja, ele simplesmente olhou todos os objetos, viu um que não conhecia e pensou “Só pode ser este!“. O programa também mostrou como eles usam maravilhosamente bem seu sentido mais apurado: o olfato.Uma cadela da raça bloodhound resgatada de um abrigo de cães abandonados foi capaz de localizar um homem que disparou uma arma ao cheirar as cápsulas das balas que caíram no solo. Parece moleza? O detalhe é que depois de disparar a arma o homem entrou em seu carro, dirigiu por alguns quilômetros e depois sentou em uma praia, local que dispersa os odores de maneira bastante rápida. Não preciso dizer que a cadela Sophie o encontrou sem errar e sem parar para cheirar uma trilha de salsichas que os pesquisadores colocaram como armadilha, preciso? Claro que o policial que a estava guiando não sabia do paradeiro do falso bandido. Achei interessante eles dizerem que os homens vêm há séculos aprimorando os cães para melhor explorar seus sentidos, mas não deixarem de criticar […]

    A incrível inteligência dos cães e dos… porcos!

    Calor, calor, calor! Dazaranha tocando, filhos todos de língua para fora, grama alta, sagüis nas árvores fazendo barulhinho bom, Sushi e sua infinita carência canina, Moira Bebê querendo entrar em casa o tempo todo, Shoyo deitado no sofá curtindo um ventilador de teto e eu, sempre abismada com a inteligência dos bichinhos do mundo, todos. Lembrei do texto abaixo, que a Fabi Bast me mandou há um tempinho e que não posso colar aqui sem antes contar uma ótima do Neto, cãozinho da Fabi. Acontece que a dona Fabiana mora bemmm pertinho do trabalho, então todo dia vai em casa passear com o Neto meio-dia. Chega, almoça, troca o sapato por um chinelinho e sai com o Neto para a pracinha. Pois bem… Dia desses, a Fabi, com preguiça de sair, ficou enrolando, foi lavar louça, fazer isto e aquilo, até que o Neto, inquieto, não se agüentou e veio com o chinelinho ‘de passeio’ da Fabi na boca, o largou aos pés dele e deu um latidinho como quem diz “Tá, e daí? Vamos?”. Vai dizer que precisa de estudo para dizer que os VIRA-LATAS são os cães mais inteligentes??? Abaixo: Loreta e Neto tirando um cochilo. Vira-latas são mais inteligentes que cães com pedigree, indica estudo Um estudo realizado na Universidade de Aberdeen e de Napier, na Escócia, sugere que cachorros vira-latas são mais inteligentes do que os cães de raça com pedigree. A pesquisa aplicou sete testes, inclusive de QI, em 80 cachorros. Os animais foram avaliados pelo desempenho nos testes e recebiam nota de até 30 pontos. A média entre os os vira-latas foi de 20 pontos, contra 18 dos cães de raça pura. De acordo com os cientistas, os vira-latas apresentam melhor noção de espaço e resolvem problemas com mais facilidade do que os cachorros […]

    Domingo em família e a inteligência dos vira-latas…

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados