• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Conforme continuo a traduzir o Guia de Raças (disponíveis pra adoção, veja explicação no índice do Guia de Raças), mais forte fica o sentimento de que a adoção de cães adultos é a melhor opção para pessoas que não possam se dar ao luxo de descobrir, respeitar e se adequar à personalidade que o filhote um dia terá. –>Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui. Raça de hoje: Collie, o cão que precisa de paz! Texto: Michele Welton- Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Apesar de seu passado como cães de trabalho que pastoreavam rebanhos, os Collies modernos precisam apenas de exercícios moderados. Em compensação, eles precisam de muito mais atenção – Collies tornam-se infelizes se deixados sozinhos por longos períodos, sem a companhia de pessoas ou outros pets. E podem demonstrar sua infelicidade com latidos excessivos e crônicos ou comportamento destrutivo. Os Collies têm uma personalidade doce e gentil e não ficam bem em ambientes em que haja tensão frequente ou vozes altas. Collies são pacíficos com outros pets e educados com estranhos. Como em outras raças de temperamento pacífico, há um potencial para a timidez e Collies filhotes e jovens precisam ser bem socializados para que possam desenvolver um temperamento confiante. Esta raça também pode apresentar um certo grau de teimosia, mas são fáceis de serem ensinados se quem lidar com eles usar um tom de voz calmo e não der trancos em sua guia. A sensibilidade é uma das marcas registradas dos Collies. Na maioria das vezes eles precisam apenas de correções verbais e podem ficar confusos e amedrontados se você for rude com eles ou em sua presença. Elogios, uma liderança gentil e recompensas em […]

    Guia de raças no Mãe de Cachorro: Collie

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui. Raça de hoje: Cocker Spaniel Inglês, o carente!* Texto: Michele Welton- Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. O padrão da raça descrito pelo American Kennel Club diz que o “o entusiasmo no campo e a atividade incessante de sua cauda indicam o quanto o Cocker Spaniel gosta da caça para qual a raça foi desenvolvida”. Com mais instintos de caça do que o Cocker Spaniel Americano, o vívido Cocker Spaniel Inglês gosta e precisa de muito mais exercício físico. Quando bem socializado, o Cocker tem uma natureza doce e gentil com todos, sempre abanando a cauda. Alguns até são mais reservados e pode haver timidez e um excesso de submissão em algumas linhagens. Este cão é responde bem a um treinamento de obediência persuasivo que inclua bastante elogio e petiscos como recompensa. A menos que sejam ensinados a ser independentes, alguns Cockers são tão emocionalmente ligados aos humanos que podem ficar “pegajosos”, sempre pedindo atenção. Se você quer um cão que… Tenha um tamanho conveniente e que seja atlético Tenha uma pelagem vistosa que existe em diversas cores Seja brincalhão e alegre, com uma natureza amigável Seja geralmente educado com todo mundo Seja pacífico com outros pets O Cocker Spaniel Inglês pode ser bom para você! Se você NÃO quer um cão que… Sofra de ansiedade de separação ao ser deixado sozinho por muito tempo, o que pode levá-lo a latir em excesso e a destruir coisas Precise de tosas e escovações frequentes Solte bastante pelo Tenha potencial para latir em excesso Urine ao ficar nervoso/excitado/feliz ou para demonstrar submissão O Cocker Spaniel Inglês pode NÃO ser bom para você! Se […]

    Guia de raças no Mãe de Cachorro – Cocker Spaniel Inglês

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui. Raça de hoje: Chow Chow Texto: Michele Welton Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles Este cão sério e de aparência digna com sua gola de leão e expressão zangada é um verdadeiro introvertido. Chow Chows devem ser acostumado com pessoas desde a mais tenra idade para que seus instintos territoriais sejam propriamente utilizados. Naturalmente limpos e fáceis de ensinar a usar o “banheiro”, são cães quietos e educados dentro de casa. O Chow é um companheiro impressionante se você consegue estabelecer uma relação de respeito mútuo com ele, como por exemplo, ao admirar seu temperamento independente e enérgico enquanto reforça as regras da casa com consistência, para que ele respeite você também. Com seu corpo volumoso e seu andar formal, o Chow Chow não é um cão apto a corridas e caminhadas extenuantes e fica bem com caminhadas diárias. Entretanto, o Chow de pelagem longa é geralmente mais ativo (e mais amigável com estranhos) do que o Chow de pelagem curta. Embora este cão geralmente cuide da própria vida a menos que seja provocado, vários Chow Chows podem ser agressivos com outros cães do mesmo sexo. Alguns têm um forte instinto de caça e podem ser predatórios com gatos e pequenos cães. Um treino de obediência que use métodos bruscos e violentos não funciona com um Chow – esta raça orgulhosa prefere empacar ou atacar de volta. Chow Chows não podem ser forçados a fazer nada. Métodos positivistas que utilizem recompensas são muito mais produtivos. Se você quer um cão que… Tenha um tamanho médio, seja entroncado e peludo, […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Chow Chow

    11 de janeiro de 2011Guia de Raças

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui.Leia também: Cuidados com cães de focinho curto/encurtado/achatado. Raça de hoje: Chihuahua Texto: Michele Welton Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles Chihuahuas são pequenos cãezinhos cômicos, divertidos e leais, cheios de personalidade – geralmente peculiar e excêntrica, diferente da personalidade de qualquer outra raça. Fora das generalizações, Chihuahuas são extremamente variáveis. Você pode achar indivíduos que são ativos e outros que são calmos e serenos. Atrevidos ou tímidos. Rabugentos ou alegres. Confiantes ou nervosos. Teimosos ou ávidos em agradar. Mais do que com qualquer outra raça, o que um Chihuahua será depende bastante do temperamento genético de seus pais e avós (linhagens inteiras são sociáveis ou antissociais) e da maneira como você o cria (socialização e treinamento) quando o traz para casa. Chihuahuas têm uma reputação de serem barulhentos/desconfiados/ameaçadores com estranhos e é uma reputação em parte merecida. Alguns Chihuahuas realmente detestam qualquer pessoa no planeta além de seus tutores e ficam mais do que felizes em demonstrar isso a qualquer um que esteja por perto. Entretanto, muitos outros Chihuahuas são reservados, mas irão aproximar-se de pessoas eventualmente, no seu próprio tempo, especialmente se a pessoa não insistir. E alguns Chihuahuas são muito amigáveis e gostam de todo mundo. A maioria dos Chihuahuas convive pacificamente com outros cães e gatos de sua própria família, mas eles tendem a criar confusão quando veem um cão estranho. Você deve por um fim a este comportamento desde o primeiro dia em que conviver com seu Chihuahua ou perderá o controle da situação. Chihuahuas parecem reconhecer e preferir indivíduos de sua própria raça, então […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Chihuahua

    22 de dezembro de 2010Guia de Raças

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção?  Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui. Raça de hoje: Bull Terrier Texto: Michele Welton Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles O Bull Terrier tem um temperamento doce, ainda que bagunceiro e palhaço, cheio de energia e determinação. Este cão musculoso, forte e vigoroso fica melhor vivendo com famílias ativas, porque tem um alto nível de energia que manifesta-se de maneiras inesperadas e repentinas. Ele precisa de caminhadas frequentes e estimulantes, jogos de bola vigorosos e ocasionais e de total imersão no ambiente familiar, leia-se MUITA companhia e interação com sessões de brincadeiras. Se ignorados, os Bull Terriers ficarão entediados e os estragos feitos por travessuras serão questão de tempo… Os mais jovens que são ignorados e largados sozinhos podem ser especialmente destruidores, devorando sua mobília com alegria, cavando grandes túneis no quintal e rodando em círculos obsessivamente ao caçar seus rabos. A maior parte dos Bullies (apelido do Bull Terrier) cumprimenta estranho com saltos entusiasmados (geralmente derrubando a visita) e com “lambeijocas” no rosto. Entretanto, agressividade e timidez estão presentes em algumas linhagens e a socialização correta e precoce é importante para desenvolver um cão emocionalmente estável. Um Bull Terrier não deve ser mantido com outro cão do mesmo sexo. A raça pode ser bastante possessiva com comida, não permita que outro pet ou uma criança aproxime-se enquanto um Bull Terrier estiver se alimentando. A um certa altura, caso não tenha sido propriamente educado e criado, o cão desta raça muito provavelmente testará sua habilidade para controlar suas ações. Tais episódios de dominância devem ser tratados com calma e positividade. Mantenha as sessões de treinamento […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Bull Terrier

    8 de dezembro de 2010Guia de Raças

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui.Leia também: Cuidados com cães de focinho curto/encurtado/achatado.  Raça de hoje: Buldogue Inglês, o pequeno que precisa de grandes cuidados… Texto: Michele Welton Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles O padrão oficial da raça fala que o temperamento do Buldogue Inglês deve ser “estável e gentil, determinado e corajoso” e que seu comportamento deve ser “pacífico e nobre”. Apesar de suas feições tristes, o Buldogue Inglês é uma das raças mais carinhosas de todas. Seus filhotes são brincalhões, mas quando adultos são cães calmos e até apáticos, passando muito de seus dias roncando no sofá. Eles precisam de muito exercício para manterem-se saudáveis, com preferência para caminhadas no clima frio. Alguns Buldogues são amigáveis com estranhos, enquanto outros são educadamente reservados. Embora não seja um cão de alarme, sua constituição física pode fazer com que estranhos parem para pensar antes de entrar. É preciso um grande esforço para irritar ou ameaçar esta raça de tão boa índole, mas uma vez que o Buldogue Inglês seja provocado, ele pode ser uma força e tanto para se lidar. Sua tenacidade e firmeza fazem com que seja difícil mudar suas intenções depois que ele resolve fazer algo. Geralmente pacífico com outros pets, alguns Buldogues podem iniciar disputas de poder (ou de mordidas!) com outros machos. Embora teimosa, esta raça é surpreendentemente sensível, lembra do que aprende e responde bem a um adestramento paciente e persistente que use petiscos como motivação. Brigar e ser agressivo com esta raça não levará você a lugar algum e nem fará com seus exemplares realizem algo. Se você […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Buldogue inglês

    30 de novembro de 2010Guia de Raças

    Já falei e repito: estou traduzindo em ordem alfabética as descrições de temperamento das raças que já vi disponíveis para adoção apresentadas pela autora norte-americana Michele Welton, que tem mais de 35 anos de experiência como educadora canina e tem mais de 17 livros publicados, sendo 15 deles sobre cães. Ou seja, se nunca vi o peludo para adoção ou se a raça dele não foi abordada pela Michele, ele não vai parar no Guia de Raças do Mãe de Cachorro. Até pouco atrás este seria o caso do Buldogue Americano. Eu já havia conhecido alguns pessoalmente, mas nenhum adotado. Só que no sábado passado conheci um rapaz que adotou uma fêmea e na hora ainda comentei “Pô, sério mesmo? Então vou incluir a raça nas minhas traduções“. A todos os que têm o privilégio de conviver com estes cães deliciosos, tá na mão! –> Quer conhecer o perfil de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui.Leia também: Cuidados com cães de focinho curto/encurtado/achatado. Raça de hoje: Buldogue Americano Texto: Michele Welton Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles O musculoso Buldogue Americano possui grande força, persistência, determinação e confiança e é melhor que ele seja criado/mantido por uma pessoa ativa que tenha interesse em desenvolver suas habilidades atléticas em treinos de obediência, agility, trabalhos de fazenda ou Schutzhund (modalidade esportiva praticada com cães e que visa o aprimoramento das técnicas de adestramento). Embora geralmente calmo e controlado, o Buldogue Americano precisa de exercícios vigorosos para manter-se saudável e feliz. Sua atitude com estranhos varia de amigável a desconfiado e mesmo os amigáveis são ótimos cães de vigilância. Uma socialização precoce é absolutamente necessária […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Buldogue Americano

    27 de outubro de 2010Guia de Raças

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui. Leia também: Cuidados com cães de focinho curto/encurtado/achatado. Raça de hoje: Boxer: só a cara é de mau! Texto: Michele Welton Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles Boxers podem ser ótimos cães de família se você der a eles exercício suficiente, os treinar para controlar a impetuosidade que possuem quando jovens e se você puder providenciar tudo que for necessário para que eles convivam bem com seus focinhos anormalmente curtos (sim, a mão do homem está presente em TODAS as raças que não têm focinhos longos como os dos lobos e eles não são NADA naturais). Quando filhotes e adultos jovens os Boxers são animados, brincalhões (por vezes ao extremo) e adoram pular e saltar em você. Boxers adultos geralmente tornam-se mais ponderados e são companheiros calmos e fiéis pelo resto de suas (infelizmente curtas) vidas. As necessidades de exercício variam de longas caminhadas diárias para Boxers mais sedentários a brincadeiras vigorosas para os indivíduos com mais energia – mas não no clima quente porque os Boxers são mais suscetíveis a ataques cardíacos do que a maioria das raças. Embora muitos Boxers se comportem bem com outros pets, incluindo gatos, alguns são dominantes ou agressivos com relação a outros cães do mesmo sexo e alguns são perseguidores de gatos. Boxers precisam de liderança consistente. Sua herança, afinal, vem de um cão de trabalho de caráter forte. Mas você deve lidar com eles de uma maneira persuasiva e otimista. Eles são teimosos, sim!, mas também são sensíveis/suscetíveis e orgulhosos. Eles vão empacar se você os puxar ou empurrar. A maior […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Boxer

    14 de outubro de 2010Adoção, Câncer, Guia de Raças

    –> Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção?  Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui. Raça de hoje: Border Collie – o workaholic Texto: Michele Welton   Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida. Temperamento – O que é bom e o que é ruim sobre eles Este cão de trabalho na fazenda é famoso por seu “olhar intimidador” – um olhar fixo e hipnótico que ele lança enquanto agacha e aproxima-se arrastando das ovelhas. Uma das raças mais inteligentes de todas, o Border Collie também é uma das mais desafiadoras para se conviver. Seu inteligência superior, combinada com seu intenso e obsessivo entusiasmo por trabalho são suas características mais marcantes – e também as que o fazem inadequado para a maioria dos lares. Este cão de olhar aguçado, pensamento rápido e fanático por trabalho tem sido criado para percorrer espaços infinitos com corridas de curta distância e muita ação “pare & siga”. Se não for possível que ele pastoreie, você deve substituir a atividade por treinos avançados de obediência, agility, corrida, busca de bolas e jogos com frisbees – muitas e muitas e muitas oportunidades de todos eles. Sem estímulos mentais e físicos os Border Collies tornam-se hiperativos e deixarão você louco com seu comportamento obsessivo e destruidor enquanto procuram por saídas criativas para gastar sua energia física e mental. Cães muito inteligentes podem até aprender tudo rapidamente, mas isto incluiu aprender como fazer tudo – e qualquer coisa – que desejem. Border Collies são mestres em fugas e podem abrir magicamente o cadeado no seu portão. Tentar treinar um Border Collie, na verdade, pode ser algo frustrante porque eles estão constantemente pensando, analisando e reagindo a qualquer mínimo movimento que você faz. Eles podem sofrer de […]

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Border Collie

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados