• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Gentemmm, minha cunhada mãe de gato mandou e adorei! Reparem no barulho da campainha tocando dentro de casa e no fofuxo pisando um tempão no pedal que ativa a engenhoca, kkkk. #amado! (post de 2011)

    Pra fora de casa este gatinho não fica!

    4 de abril de 2013Gatos, Vídeos

    Achei na web mais uma iniciativa interessante (a última foi o vídeo “Vai lá e faz” das meninas e do Pingo). Aí vai! Por conta de um gato doente herdado em uma longa história, a americana Wendy Chao decidiu criar um site para angariar fundos e pagar o tratamento do felino, ainda em 2003. Oito anos depois, com o gato saudável, a página continua no ar e faz alerta contra a Bartonella felina, além de doar os ganhos para o resgate de gatos de rua. (…) Além disso, a dona faz e vende camisetas com uma reprodução estilizada do gato, que, com uma boina à cabeça, se assemelha bastante a outro revolucionário, o argentino Che Guevara. Os interessados em ajudar podem ainda comprar brinquedos feitos a mão para felinos. São reproduções de tradicionais comidas chinesas, como gyoza e rolinho-primavera, feitos todos de lã por ela mesma. “Eu não ganho dinheiro com isso, é algo que faço simplesmente porque gosto”, conta Wendy, que é bióloga especializada em epigenética e também artista plástica. Questionada sobre como conciliar as atividades, ela brinca. “Não acho que o Chairman Meow atrapalhe meu trabalho. É o trabalho, na verdade, que interfere e torna difícil fazer mais coisas pelos gatos”, afirma. Fonte e matéria completa: G1 Assistam ao lindo querendo pegar uma borboleta recém-nascida, hehe. #coisasdegatos! post de outubro de 2011

    Chairman Meow, o gato revolucionário! Mais um exemplo de como podemos ajudar nosso próximo =o)

    Artes Mãe de Cachorro e Mãe de Gato para vocês usarem à vontade! Beijos e ótima Páscoa! Amanhã tem mais post, com participação especial da Javinha e do Shoyo!  

    Nesta Páscoa, fique de olho: chocolate mata e bichinhos de presente, só de pelúcia!

    Adote um gato, salve uma vida! Oh my God, vivendo e aprendendo!!! Gatos arranham para se comunicar e não para afiar as unhas! Essa eu não conhecia! Achei lá no Gatitude dois textos legais que queria recomendar a vocês. Abaixo um trechinho de cada um deles e logo após o link para os dois. “Que gatos arra­nham é fato, todos sabem disso. E não, eles não fazem isso de pir­raça só pra des­truir o seu sofá novi­nho. Faz parte da sua natu­reza, e negar-lhes esse direito é o mesmo que negar aos pás­sa­ros o direito de voar. Ao con­trá­rio do que mui­tos pen­sam, o motivo prin­ci­pal que leva um gato a arra­nhar qual­quer super­fí­cie não é afiar as unhas, e sim se comu­ni­car. A super­fí­cie arra­nhada é uma marca visí­vel que pode ser facil­mente vista por outros gatos. Além disso, as patas dos gatos con­têm glân­du­las exó­cri­nas (odo­rí­fe­ras), então eles tam­bém estão dei­xando para trás um odor que pode ser sen­tido por outros felinos.” fonte: Arranhar pra quê? A “(…) remo­ção das gar­ras dos gatos é feita para con­ve­ni­ên­cia das pes­soas, única e exclu­si­va­mente. O gato não ganha abso­lu­ta­mente nada com isso, muito pelo con­trá­rio. O dono do gato resolve que está can­sado de ter seu sofá des­truído pelos arra­nhões, e  ao invés de pro­cu­rar outras solu­ções decide eli­mi­nar o pro­blema na fonte: eli­mi­nando as gar­ras. Essa prá­tica na Inglaterra é con­si­de­rada “desu­mana” e uma “muti­la­ção des­ne­ces­sá­ria”, e feliz­mente no Brasil a linha de pen­sa­mento é a mesma. Existem alguns pon­tos muito impor­tan­tes que a pes­soa deve saber antes de con­si­de­rar uma cirur­gia dessa. A remo­ção das gar­ras NÃO é como uma mani­cure! A garra do seu gato não é sim­ples­mente uma unha, ela está inti­ma­mente conec­tada ao osso. Tão inti­ma­mente que para remo­ver a garra, o último osso dos […]

    Sobre gatos, suas unhas, onicotomia (cirurgia para retirada de unhas) e arranhadores…

    É possível adaptar gatos novos ao convívio de outros já existentes na família. Com um pouco de paciência e informação, você conseguirá. Clique na imagem para ler a coluna ou aqui.

    Coluna de hoje: Brigas de gatos são comuns quando um bichano novo chega à família. Mas dá para evitá-las.

    A revista Superinteressante tem uma matéria sobre os sete maiores mitos sobre os felinos. Boto os quatro primeiros aqui pra vocês, os outros três vocês conferem na íntegra da matéria clicando aqui, belezinha? 1. Gatos odeiam água Depende do gato. Algumas raças, como o maine coon e o turkish van, adoram. Tanto que na falta de um rio ou lago, se enfiam debaixo de torneiras, dentro de banheiras e até em vasos sanitários. Para outras raças, é tudo questão de costume. “É bom lembrar que são animais muito higiênicos e mesmo os que não gostam de água estão sempre se lambendo para ficar limpos“, afirma a veterinária Tânia Fernandes, professora da Universidade Metodista de São Paulo. 2. Eles enxergam no escuro Quase. Eles têm uma visão noturna 10 vezes melhor do que a dos humanos. Mas ainda é preciso haver alguma luz para que uma camada extra de células que existe nos olhos dos gatos possa refleti-la de volta à retina, aumentando a visão. 3. Gato preto dá azar Essa é uma lenda contraditória. Em boa parte do Ocidente, a partir da Idade Média, surgiu a crença de que cruzar com um na rua era azar na certa. No Japão e no Reino Unido, é considerado um bom sinal. Pelo menos para os gatos, pode ser mesmo muita sorte: uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde dos EUA sugere que o gene que dá a coloração preta ao animal também seria responsável por torná-lo imune ao vírus do HIV felino. 4. Eles não podem ser adestrados Apesar da fama de insubordinados, podem sim. “Com um pouco de paciência e as técnicas certas, gatos podem aprender os mesmos truques que os cachorros“, afirma o adestrador Gustavo Campelo, de São Paulo. Na Rússia, há 30 anos, o Teatro dos Gatos de Moscou […]

    7 mitos sobre gatos.

    27 de fevereiro de 2013Gatos

    Li um post bem interessante no blog da Gata Lili e achei legal compartilhar com as mamães de gato. Abaixo, um trechinho dele, o restante vocês terminam de ler clicando aqui. Bola de Neve, Mingau, Algodão, Floquinho, Branquinho, Alvinho, Snowcat… Estes são alguns dos nomes de gatos brancos mais usados por aí. Nomes lindos para gatos lindos! E você sabia que os gatos brancos têm dificuldade de viver em estado selvagem? É que a pelagem branca não serve para camuflagem, destacando-se entre as cores do ambiente. Dessa forma, os bichanos não podem se esconder dos predadores. Mas os felinos alvinhos são excelentes gatos domésticos. No lar de humanos de coração puro, a cor branca não significa a morte, como na vida selvagem.

    Cuidados especiais com gatos brancos.

    23 de fevereiro de 2013Gatos

    A coluna de hoje traz várias dicas para você tornar os dias do seu bichano muito mais emocionantes e deixá-los mais tranquilos. Inclusive peço desculpas pela ilustração equivocada, mostrando um gatinho em uma janela sem telas… Para ler a coluna, clique na imagem ou aqui.

    Coluna de hoje: Gatinhos gostam de brincar e precisam de distração para ter uma vida mais feliz e saudável.

    Ele até tem nome, pose e “profissão” de gente, mas as semelhanças param por aí. “Joann Biondi não hesitou em largar seu trabalho como escritora freelancer para iniciar sua carreira de fotógrafa ao perceber que seu pequeno gatinho de estimação tinha um comportamento diferente de outros gatos. O felino, batizado de Lorenzo, gostava de vestir roupas e fazer incríveis poses para a câmera.” Clique aqui para terminar de ler sobre este bichaninho exibido!

    O modelo que é um gato. Literalmente!

    14 de fevereiro de 2013Gatos
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados