• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Gato preto Hoje é sexta-feira 13, um dia que seria como outro qualquer, caso em nosso país não existisse a superstição de que cruzar com um gato em nosso caminho, especialmente em uma sexta-feira 13, seja um sinal de má sorte. Infelizmente, para muitas pessoas a data é uma oportunidade para maltratar animais. Por isso, atenção protetores de gatos que praticam a doação responsável: não doem gatinhos inteiramente pretos ou brancos próximo à data, pois costumam ser usados em rituais de magia. O mesmo vale para sextas-feiras de lua cheia. Parece um cuidado absurdo mas, acreditem, não é. Muitos animais ainda são mortos em rituais e sacrifícios. Continue a ler clicando aqui.  

    Gato preto: sorte de quem tem.

    A dermatite alérgica à picada de pulgas, ou DAP, é uma reação à saliva do parasita e muitas vezes não é devidamente tratada, pois não ser corretamente diagnosticada. Alergia A verdadeira causa da alergia a pulga é a reação alérgica do cão ou do gato à saliva da picada, cuja reação causa um edema local com coceira, pápulas, crostas e graus variáveis de perda de pelo. As lesões podem ser generalizadas e são mais frequentes na cabeça, no pescoço e na região da base da cauda, sendo esta última a mais comum em cães. Seu cachorro tem perda de pelo do começo do rabo até quase a metade das costas? Pode ser que ele seja alérgico a pulgas! Continue a ler clicando aqui.

    Aprenda a reconhecer os sinais da alergia a pulgas no seu cachorro ou gato.

    A erva do gato deve ser plantada em vasos que possam ser recolhidos, pois não deve ser exposta constantemente aos bichanos, que podem ficar imunes a seus benefícios. Erva do gato   Ter gatos e desconhecer a erva do gato, é algo bastante improvável nos dias de hoje. Mas mesmo quem a conhece, não necessariamente sabe o que ela é, ou como afeta o comportamento dos felinos. A nepetalactona é um óleo existente nas folhas, flores, caules do catnip, erva medicinal muito popular nos Estados Unidos produzida às centenas de toneladas. É a essa substância que os gatos reagem quando em contato direto com a erva, que pode ser plantada em casa, ou com brinquedos recheados com ela. Continue a ler clicando aqui.

    Como o catnip, ou erva do gato, afeta nossos bichanos de estimação?

    Conheça as diferenças entre criador e fabricante de filhotes. Raça Mais uma coluna sobre venda de filhotes… Dessa vez, o que me motivou a voltar ao assunto foi o relato de uma amiga que acabou de adotar um filhote de Shar-pei, o cão que virou moda no Brasil depois da música do famoso cãozinho Xuxo. E, como toda raça que vira modismo, este cão chinês, que demanda cuidados específicos de saúde que poucas pessoas estão dispostas a dar, virou objeto de desejo, sendo prontamente vendido como mercadoria pelos sempre atentos fabricantes de filhotes. Com isso, as procriações sem critério só contribuem para que a “pureza” da raça exista mais na aparência do cão do que no que realmente é esperado dela em termos de temperamento e de saúde. Continue a ler clicando aqui.

    Quer comprar um filhote de cachorro ou de gato? Antes, leia a coluna de hoje.

    Piometra Existe uma doença silenciosa que ataca cadelas e gatas não castradas, a piometra. Os sintomas não são fáceis de reconhecer e, quando ficam muito evidentes, pode ser tarde. Felizmente, com o aumento de conscientização das pessoas, mais e mais animais estão sendo castrados, evitando que as fêmeas sofram os horrores provocados por essa doença. Quando não tratada com rapidez, a doença termina em morte lenta e dolorosa. A única prevenção possível é a castração, cirurgia que remove útero, trompas, ovários e também, de quebra, todas as doenças que poderiam acometer tais órgãos. Castração é sinônimo de saúde e de consciência social! Desequilíbrio A partir de um desequilíbrio hormonal as fêmeas não castradas passam a produzir progesterona, um hormônio sexual feminino, em excesso. Em paralelo, também podem ocorrer alterações nas células da mucosa uterina. Depois… continue a ler clicando na imagem, ou aqui.

    Piometra: conheça essa doença cada vez mais comum que afeta cadelas e gatas não castradas.

    Este post não é um publieditorial, ele é uma homenagem, escrita com muito carinho e admiração da minha parte por uma mulher forte e dedicada aos animais (e ao seu Amado)! Nem lembro direito exatamente quando e como conheci a Beth, acho que lá por 2007, um tempo depois de o Mãe de Cachorro nascer. No começo, fomos voluntárias em alguns eventos de proteção animal, mas um tempo depois acabamos estreitando a amizade. Pra mim, ela era uma mãe de cachorro e de gato (mais de gatos!), mas em seguida descobri que para o resto do Brasil (e agora também pra mim, porque pareço um mostruário de peças dela e virei até nome de colar), ela era “A Beth Barreto“, artista talentosa que cria peças lindas e que viraram meu presente de aniversário infalível prazamiga 😉 Não sabia quem a Beth por um único motivo bem simples: eu era uma alienada do mundo das bijoux. Dia desses fui visitá-la e pedi que me enviasse fotos do seu atelier, pois queria justamente fazer uma homenagem mostrando como ela, o marido (o amadíssimo Rogério Bernardo, abaixo nas fotos) e sua equipe trabalham nas peças de bijuteria em meio a muito verde, macaquinhos, cães e gatos, todos cuidados e tratados por eles, com livre acesso em todo o “escrita”, que é como a BB (apelido carinhoso não pelo óbvio Beth Barreto, mas por ser a Brigite Bardot tupiniquim do nosso grupo de amigas, o Clubicho) chama seu escritório. Vez ou outra aparece uma cobra, devidamente capturada e reintegrada à natureza em algum local mais distante do atelier, uma casa d.e.l.i.c.i.o.s.a. em um condomínio “roots” aqui em Floripa, com ruas de terra e com as casas construídas em integração à mata, sem muros e onde a Beth também reside, logo do outro lado da rua. O cuidado com o bicharedo que mora e/ou […]

    Beth Barreto & Rogério Bernardo: acessórios femininos e moda em sintonia com os animais!

    Conheça um pouco mais sobre as diferenças entre gatos e cães e lembre que são animais distintos, com diferentes necessidades e tipos de interação com os humanos. Sexta-feira 13 E apenas um mês depois, é sexta-feira 13 novamente. Como já falei em fevereiro, infelizmente, para muitas pessoas a data é uma oportunidade para maltratar animais. Por isso, protetores de gatos que praticam a doação responsável não doam gatinhos inteiramente pretos ou brancos próximos à data, pois costumam ser usados em rituais de magia. Se você tem um bichano de pelagem toda preta, ou toda branca, por favor, deixe-o dentro de casa nos dias anteriores e posteriores à data. Gatos! É incrível perceber como um animal que está há milênios convivendo intimamente com os seres humanos ainda possa sofrer tanto com o preconceito e a ignorância de muitas pessoas. Para alguns, gatos são sinônimo de proteção; para outros, de má sorte. Mas quem convive com eles sempre se apaixona perdidamente. Ao falar de cães, geralmente a associação é com fidelidade e amizade. Já ao falar de gatos, estes são erroneamente chamados de interesseiros, traiçoeiros, desapegados, etc. Carnívoros Antes de tudo, gatos são carnívoros e todas as mais de 100 raças de gatos domésticos carregam uma assinatura genética compatível com a de felinos do deserto. Mas, ainda que sejam carnívoros e mamíferos, são uma espécie completamente distinta do cão, que, por sua vez, descende diretamente do lobo. Ainda assim são, erroneamente, comparados com eles. O motivo é óbvio: cães e gatos convivem com famílias humanas há milênios e são os animais de estimação mais comuns e conhecidos. Não é cachorro! Só que ao dividir espaço nos lares humanos há tanto tempo, a comparação é inevitável. Muitas pessoas encaram o gato como um cachorro antipático ou desconfiado e não como o que ele realmente […]

    Gatos e cães podem ser nossos melhores amigos, mas devemos lembrar que são animais diferentes.

    Gato preto Novamente chegamos a uma sexta-feira 13. Um dia como outro qualquer. Uma convenção humana, que sistematizou o tempo em horas, dias, meses, anos. Para mim, é a véspera do descanso semanal. Mas, infelizmente, para muitas pessoas, a data é uma oportunidade para maltratar animais. Por isso, protetores de gatos que praticam a doação responsável: não doem gatinhos inteiramente pretos ou brancos próximo à data, pois costumam ser usados em rituais de magia. Magia Mas quer ver magia mesmo acontecendo, bem em frente de você? Ajude ou adote um animal. Salve uma vida e assista à sua ser transformada para melhor. Ou vá mais longe: ajude ou adote um ser humano. Não precisa levar para casa, pode ser visitando em um asilo, mas tendo responsabilidade em ajudar alguém a ser mais feliz, a sorrir porque você está chegando para visitar, porque está dando um abraço sincero. Preconceito Como dizem por aqui: “Gatos pretos são lindos, feio é o seu preconceito.” Se o bicho homem usasse minimamente o cérebro que o diferencia do resto dos animais, que o torna o único “animal racional”, conseguiria ter bom senso e ver as coisas como elas são: um gato é apenas um gato. Um felino doméstico. Não é agouro de nada, não traz significados ocultos porque nasceu desta ou daquela cor. Aliás, não são só os gatos que sofrem com o preconceito de cor, certo? Continue a ler clicando aqui.

    Gato preto: sorte de quem tem!

    Mamas felinas Gatos têm oito glândulas mamárias divididas em duas cadeias, com quatro de cada lado. Cada cadeia de glândulas é conectada por dutos linfáticos e veias de sangue. Cada glândula mamária tem seu próprio mamilo e produz seu próprio estoque de leite. Fatores de risco Os hormônios sexuais têm um impacto profundo no risco do desenvolvimento do câncer de mamas. Fêmeas não castradas são muito mais propensas a desenvolver a doença do que as castradas. De acordo com um estudo da publicação norte-americana Journal of Veterinary Internal Medicine, a incidência dos tumores mamários é reduzida em 91% em gatas castradas antes dos seis meses de vida e em 85% nas castradas antes de um ano de vida. Gatos siameses e persas são os que mais desenvolvem a doença, o que pode refletir também nos que têm estas raças misturadas em seus genes. Sintomas Caroços nas glândulas mamárias, ou perto delas, nunca são normais. Fique de olho em secreções saindo dos mamilos (claras, leitosas ou sanguinolentas), atenção para feridas que não cicatrizam e para tecidos mortos ou úlceras no lugar do tumor. Continue a ler clicando aqui, ou na ilustração.

    Câncer de mama é uma doença comum e muito agressiva em gatas não castradas.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados