• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Quem me acompanha está careca de saber que se eu puder promover minha saúde e a dos meus filhos peludos por meio da alimentação e de alternativas mais saudáveis e que levem em conta o indivíduo e não apenas seus sintomas/doenças, vou fundo, sem medo. É por isso que sempre procuro trazer a vocês alternativas “naturebas” para combater alergias, pulgas, carrapatos, insetos, doenças etc. Não acredito em homeopatia: eu e meus cães VIVEMOS seus benefícios. Não acredito em acupuntura: eu e meus cães VIVEMOS seus resultados. Não acredito em alimentação como remédio, eu e meus cães VIVEMOS suas curas (eles muito mais do que eu, hehe). Pois o post de hoje é uma verdadeira dica de ouro! Achei no site, o Bicho Integral, da querida veterinária dos meus pequenos, a Carmen Cocca, e compartilho com vocês! Espero que vocês também descubram e optem sempre pelas alternativas que promovem a saúde real quando a escolha for possível. Para entender o que é, afinal, um veterinário holístico e o que esperar dele, acesse o ótimo texto Praticando a Medicina Holística do Cachorro Verde. Lista de Veterinários Holísticos no Brasil Os nomes e contatos dos veterinários holísticos brasileiros que constam nessa tabela, foram compilados de sites da internet para facilitar aos cuidadores que encontrem alternativas naturais para o tratamento de seus pets. Esta lista pode ser alterada a qualquer momento em função de novos nomes ou caso algum veterinário não queira participar dela. Para acrescentar ou retirar qualquer nome da lista, o veterinário(a) deve enviar um e-mail para homeopatas.vet@gmail.com com o assunto: lista vets site Clique aqui para acessar a lista feita pela dra. Carmen. Atualização do post em 12/5/16: O blog Seu Buldogue Francês também está com duas listas excelentes e que mega recomendo: Veterinários nutrólogos no Brasil Veterinários que prescrevem protocolo vacinal individualizado Atualização do post em […]

    Listas de veterinários que praticam medicina integrativa, protocolos vacinais personalizados e/ou recomendam alimentação natural.

    Florais Os florais de Bach são essências vibracionais de flores provenientes da Inglaterra e podem e devem ser utilizadas em qualquer ser vivo. Eles agem equilibrando as emoções, como por exemplo, equilibrando raiva em amor, hiperatividade em tranquilidade, carência em paz no amor etc. Os florais de Bach possuem 38 essências, sendo 37 retiradas de flores e uma de água em pedra. Na formulação o especialista em terapia floral poderá associar até 37 essências. Preparo As essências florais são retiradas da natureza através de dois métodos, o Método Solar e o Método de Fervura, e depois são embaladas e distribuídas para todo o mundo. Os florais no Brasil são manipulados em farmácias de forma diluída para seres humanos a 30% de veículo alcoólico e para animais a 10% de veículo alcoólico. Os florais devem ser armazenados longe de aparelhos elétrico e celulares e sempre à temperatura ambiente. Um bom lugar para guardar florais e homeopatias é dentro de caixas de isopor. Indicação Florais são muito utilizados em cães e gatos para equilibrar sentimentos como raiva, hiperatividade, agressividade, medos, traumas, depressão, saudade, perda de controle, dominância etc. Não possuem contra indicações, inclusive podem ser utilizados em tratamentos junto com alopatias e com homeopatias. Para animais com medo de fogos de artifício os florais podem ser muito úteis, mas devem ser usados com critério e regularidade. Para continuar a ler, clique na imagem, ou aqui.

    Terapia com florais: uma alternativa no tratamento de cães e gatos, inclusive contra medo de fogos.

    Ontem eu estava conversando com a Mari sobre o Seu Jorge, o velhinho que ela retirou das ruas e que está a cada dia mais… velhinho. O texto abaixo foi postado inicialmente em 9 de janeiro de 2011, mas achei legal vocês lembrarem dele, ok? Boa leitura! A querida Elayne é leitora do blog e amiga “facebookiana” (foi a primeira compradora da Loja Virtual Mãe de Cachorro!!!) e mandou uma dúvida através do Facebook sobre um problema que com certeza é o de vários pais e mães de cachorro, então resolvi postar a resposta que o dr. Marcos Fernandes, super fera em homeopatia, gentilmente me concedeu para repassar a ela. Espero que ajude mais pessoas e peludos! Ela tem uma filha peluda que completa 20 anos agora em janeiro e que tem insônia crônica, simplesmente não dorme de madruga, o que tem feito a família inteira ficar acordada para evitar que ela se machuque. Nas palavras da Elayne: “Ela toma, com o acompanhamento da veterinária, o Midazolam. Não sei se vc conhece (é um pré-anestésico de pesssoas)…Isso pq já tomou outros grupos de ansiolíticos e pré-anestésicos.” Além de pedir orientação ao dr. Marcos Fernandes, achei um artigo no blog Ultra dog chamado “E quando falta o sono?”, leiam também! Vamos à resposta do médico veterinário? Segue abaixo! Olá Elayne, tudo bem? Os pacientes geriátricos apresentam com certa freqüência o quadro de insônia associado a crises de ansiedade e ainda muitas vezes vêm acompanhado de vocalizações (latidos) especialmente durante a noite quando os mesmos se sentem afastados de seus proprietários. Desta forma, dou sempre algumas dicas para o proprietário: 1)- Deixe sempre junto ao animal, uma peça de roupa usada para que nestes momentos de “solidão” ele sinta pelo olfato a presença do dono. 2)- Especialmente durante a noite, deixe um […]

    Insônia em cães: como amenizar o problema?

    Todos os posts sobre cuidados contra Fogos de Artifício você confere no link http://www.maedecachorro.com.br/category/fogos-de-artificio Turma, correria monstra e material muito bom já existente no blog, então aí vai um repeteco do Especial de Cuidados de Verão, ok? As novidades deste ano são os ÓTEEEMOS posts do Barbas e Bigodes: Raios, trovões e fogos de artifício e do Esquadrão Pet: Sol é vida. Mas, calor intenso pode matar. Atenção especial também para o Resumão do combate a pulgas e carrapatos usando alternativas saudáveis de controle e prevenção! Segue o “requentado”: Mais um ano ficando pra trás em nossas vidas… E já está mais do que na hora de colocar no ar outro Especial Cuidados de Fim de Ano do Mãe de Cachorro, porque não só temos que prestar atenção à exposição ao Sol, tosas, parasitas, frequência de banhos e outros assuntos “quentes”, mas também precisamos estar atentos aos cuidados com fogos de artifício e acidentes com comidas e situações típicas desta época do ano. Verão é época de alegrias e, para muitos, de descanso, certo? Mas para os peludos é época de identificação reforçada 100% do tempo, cuidados na escolha de hospedagens e muito mais! Vamos lá, leia as dicas e curta as férias numa boa! E não esqueça de ler também sobre a leishmaniose visceral, afinal, você não quer sair de férias e voltar com esta doença chata na mala, não é mesmo?! Seja solidário(a): Mantenha água fresca para os animais de rua! Até os passarinhos te agradecerão ;-D Aproveitei grande parte do material do Especial do ano passado, mudei o vídeo natalino (ouça com seu cão e depois me conte!) e acrescentei novidades nos textos indicados, ok? Ótimas férias e um excelente fim de ano a todos! Textos úteis: Raios, trovões e fogos de artifício Sol é vida. Mas, calor intenso pode matar Resumão […]

    Especial fim de ano: cuidados com nossos peludos nas férias e festas!

    Dando sequência à ajuda ao caso do Théo, relatado no post “Sobre latidos excessivos e remédios neurológicos…”, segue o comentário da médica veterinária especialista e autora do livro “Florais para Cães”, Jackline Pinto. “Casos como o do Théo são muito comuns em meu dia a dia como Terapeuta Floral e observo isso em inúmeras raças. O Théo possui o agravante da predominância da genética comportamental racial que faz com que as coisas tomem uma proporção maior, com certa dificuldade de mudanças. A nível da Terapia Floral normalmente inicio com o tratamento da personalidade, que nesse caso o perfil está bem definido:iIntolerância, raiva, perda de controle… A utilização de medicações alopáticas em alguns casos são aconselhadas e muito bem-vindas, mas não podemos esquecer que seu efeito ocorrerá enquanto a medicação for utilizada, ou seja estará mascarando o real problema . Os Florais de Bach tratam o paciente e não a Doença”.

    O uso de Florais de Bach para ajudar cães que latem demais.

    Todos os perfis que administro nas redes sociais são do blog, não são perfis pessoais meus. Assim, as pessoas que me chamam para amiga no Facebook e no Orkut ou que me seguem no Twitter estão na verdade interagindo com o Mãe de Cachorro. No fim do ano passado reparei no perfil de uma amiga do Facebook que eu não tinha visto ainda, a Jackline Pinto. Dei uma olhada melhor e tive a grata surpresa de ver que ela além de veterinária, é também especialista em florais e autora do livro Florais para Cães, que está sendo sorteado pra vocês em comemoração aos 4 anos do Mãe de Cachorro. Fiz contato com a Jack e abaixo segue a entrevista que resultou dele. Espero que gostem! Para conhecer mais sobre o trabalho dela, basta visitar seu blog no endereço http://www.floraisparacaes.blogspot.com/ Mãe de Cachorro – Dra. Jackline, você é médica veterinária por formação. Como surgiu o interesse pelos florais aplicados aos animais? Dra. Jackline – Sou médica veterinária formada em 1995 e Terapeuta Floral humana, em 2003 iniciei a aplicação dos florais nos animais e, admirada com os resultados, decidi repassar isso a todos, por isso escrevi o livro. MDC – O que são florais e como agem nos organismos de cães e gatos? Dra. Jackline – Os florais de Bach são essências vibracionais de flores, provenientes da Inglaterra, e podem e devem ser utilizadas em qualquer ser vivo. Os florais agem equilibrando as emoções. Equilibra por exemplo raiva em amor; hiperatividade em tranqüilidade; carência em paz no amor… MDC – Quais as linhas de florais existentes? Dra. Jackline – Os florais de Bach possuem 38 essências, sendo 37 retiradas de flores e uma de água em pedra. Na formulação podemos associar até 37 essências. MDC – Como são feitos os florais? […]

    Você conhece o uso dos florais para os peludos? – Entrevista EXCLUSIVA!

    Vocês conhecem minha preocupação e cuidado em postar informações relevantes que possibilitem que nossos peludos tenham uma vida não só mais saúdavel e melhor, mas mais longa ao nosso lado. Assim sendo, termino sempre caindo nas medicinas ditas “alternativas”, mas que na verdade são milenares e muito menos agressivas e nocivas do que a tradicional alopatia. Aqui em casa, ser natureba é a palavra de ordem. Claro que se for realmente necessário, o Shoyo e nós (marido e eu) fazemos uso de soluções alopáticas, mas o diferencial está em sempre procurar homeopatia, fitoterpia e acupuntura antes de correr a nos entupir com remédios que tantas e tantas vezes “consertam” de um lado só para “estragar” de outro. É com muita satisfação que divulgo o Bicho Integral, site da médica veterinária Carmen Cocca, já nossa conhecida através do seu blog, o HomeoPatas. Vejam que delícia o comecinho do texto de boas-vindas do Bicho Integral: Sejam muito bem vindos a este cantinho da Medicina Veterinária Complementar e Alternativa (MVCA). Nossa proposta é a de mostrar formas alternativas e complementares de uma medicina veterinária que considera não apenas a saúde física do indivíduo, mas também seu bem estar, suas relações com outros seres e com o meio em que vive, sua nutrição que vai além da sua alimentação, suas necessidades básicas e complementares, seus afetos e desafetos, suas fobias, ansiedades, assim como a melhor forma de manter o equilíbrio da sua energia vital. Que tal divulgar a novidade para todos os veterinários que você conhece, principalmente para o que cuida do seu peludo? Seções do Bicho Integral: Homeopatia Acupuntura Nutracêutica Comportamento (etologia) Nutrição Medicinas Complementares Biblioteca Fitoterapia Florais Outros Temas Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Bicho Integral, um site pra lá de legAU ;-D

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados