• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    O descaso humano não tem limites, assim como a solidariedade também. Ao mesmo tempo em que há aqueles que rejeitam um animal apenas por ele ser cego, há aqueles que o ajudam justamente por isso. Um ótimo fim de semana a todos com as boas energias peludas trazidas pela história da querida Flor! De: Giovanna Digrocco Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Sexta-feira, 15 de Junho de 2012 11:20 Assunto: História de Adoção Bom dia, Esta é a história da minha Flor, hoje comigo há 7 anos e é a minha vida, dorme no quarto e é o bebê da casa…. Estou a disposição no que precisar e se for divulgar nossa história, me avise por favor. Chamo esta história de “ Fui adotada mesmo sendo cega…” Atenciosamente, Giovanna Digrocco Meu nome é Flor, me chamam de Florzinha, gostaria de contar-lhe a minha história pois serve de lição à muitas pessoas e até me disponho a uma entrevista. Acredito que eu tenha nascido em meados do mês de Março de 2005, em uma linda casa em meio a muitos irmãozinhos. Ao nascer a dona da ninhada percebeu que eu era diferente, pois em meio a Daschund arlequins e brancos nasceu uma pequenina de focinho rosa e sem os olhinhos, é isso, sem os olhinhos. A dona da ninhada não iria poder lucrar comigo, então o que fazer pois um cachorro especial requer muitos cuidados e o custo também aumentaria. Ela resolveu me dar embora, fui para uma outra casa e para lidar comigo as pessoas precisariam de um pouco de paciência, mais isso não aconteceu…se encheram de mim e me deram novamente…Fui para outra casa e sem paciência de cuidados, minha nova dona me colocou na casa de uma senhora que deveria ser a mãe dela…achei estranho, meu corpinho rosado de pelinhos brancos […]

    Finais Felizes: Flor, a cachorrinha que nasceu cega.

    4 de agosto de 2012Finais Felizes

    Muito obrigada a todos os que mandam relatos dos seus peludos adotados adultos! Este mês a seção Finais Felizes fez um aninho de vida e só existe graças a VOCÊS! Beijo e continuem enviando relatos com fotos para anacorina@maedecachorro.com.br Um ótimo fim de semana a todos!   De: daniel mas Data: 7 de maio de 2012 12:04 Assunto: A historia feliz do Farofa Para: mãe cachorro <maedecachorro@maedecachorro.com.br> Ana,       eu vi no teu blog algumas historias de cachorrinhos, dá uma olhada sobre a história do Farofa.Se tu resolve colocar no blog me avisa p falar com as senhoras q pegaram o cachorrinho. Obrigado, att., daniel más Dez horas da noite fui abrir o cadeado pq estava chovendo (a mãe da minha filha chega por volta das dez e meia ) qdo vi aquele bichinho, parecia uma bola de pelo. Se arrastava pela calçada, andava bem devagar… de repente vi algo estranho, parecia uma antena, era um pedaço de arame farpado (oitenta centímetros) enrolado no corpinho dele, me apavorei… peguei ele, tirei o arame, dei água e comida e soltei ele de novo, já q tenho sete cachorras. Acho que ele andava com algum carroceiro pq tinha uma coleira enorme e imunda no meio do pelo. Meia hora depois chegou a mãe da minha filha e ele ainda estava na porta. Ela brincou um pouco com ele e entrou, ele foi embora devagarinho. Voltei para meu micro só que não consegui fazer nada, só pensava no bichinho. Larguei o trabalho e fui pra rua, olhei pra tudo que era canto e como não vi ele, chamei bem alto e acreditem, ele veio correndo na maior felicidade. Coloquei ele na garagem do vizinho (eles não estavam) e a alegria dele era imensa… pulava, corria até o portão, comia, tomava água… nem sabia […]

    Finais Felizes: Farofa, ex-amarrado em arame farpado!

    28 de julho de 2012Finais Felizes

    Gente, a mamãe do Negão botou um título tão carinhoso no e-mail dela que resolvi roubar um pedacinho para usar no título do post. ÓTIMO sábado a todos, com muitas energias peludas! De: Cathy Alves Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Sábado, 19 de Maio de 2012 13:08 Assunto: Negão: de uma vida na rua, para uma vida feliz ao meu lado Oi Ana, tudo bem ??? Me chamo Anna Catharina, e vou contar um pouco da história do meu vira lata (com orgulho) "Negão". O Negão apareceu na minha vida em outubro de 2009, só que antes ele já fazia parte da vida do meu marido ai vocês me perguntam mais como ?? Eu explico: o meu marido trabalha em uma empresa que fica próximo a uma rodovia, então infelizmente existem "pessoas" que soltam seus animais que não querem mais, ou estão velhos, doentes, enfim descartam como e fossem LIXO !!! ABSURDO Então eles ficam perdidos e vagando, até chegarem na empresa dele. Como meu marido AMA cachorros, ele sempre dava um jeito de colocar esses cachorros que aparecem pra dentro da empresa, e com o Negão não foi diferente. Ele apareceu todo sujo, faminto, desconfiado, magro, cheio de pulgas e carrapatos, e com começo de sarna, ele estava horrível só pele e osso !! Meu marido começou a cuidar dele, deu uma boa ração, medicamentos pra curar ele e o meu Negão foi ficando forte e saudável com o passar do tempo. Aos poucos, ele conquistou todos da fábrica e virou um grande parceiro e companheiro do meu marido, aonde um estava o outro estava sempre ao lado. Só que surgiu um problema, a chefe do meu marido pediu a ele que arrumasse um jeito de dá aqueles cachorros porque já eram muitos dentro da fábrica. Então ele arrumou um lar […]

    Finais Felizes: Negão, de uma vida na rua para uma vida feliz!

    21 de julho de 2012Finais Felizes

    Mais um relato de segunda chance oportunizada a um animal adulto. Que a Fabiana consiga castrar todos os onze filhotes da Pitt e que ela também já esteja castrada, para que esta história tenha um final 100%, contribuindo para um mundo onde menos animais sofrerão maus-tratos e abandono. Bom fim de semana a todos.   Pessoas, por favor, ao recolherem um animal da rua CASTREM antes de qualquer coisa! De: Fabiana Azambuja Nunes Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Terça-feira, 8 de Maio de 2012 0:31 Assunto: Adoção Finais Felizes Vi os relatos Finais felizes e senti vontade de escrever e contar minha historia e da minha cachorra… Minha História e da Pitt é a seguinte: Em outubro do ano passado, no dia 10, minha namorada saiu pra trabalhar, ela tem pânico de cachorro grande, ela abriu o portão de casa e se deparou com uma cena tão comum aqui no bairro, uma cadela no cio e mais três cães atrás dela… Enfim, ela me acordou e pediu pra eu sair com ela pq estava com medo dos cães, saí fui até esquina com ela e voltei, ao voltar comecei a analisar a cena, uma cachorra mestiça de Pitt Bull deitadinha num cantinho bem perto da parede com carinha de assustada e três cães brigando para chegar perto dela… Eu cheguei bem perto e fiquei olhando pra ela… Ela me olhava desconfiada tentando reconhecer em minha face hostilidade ou cortesia… Entrei em casa com um aperto no meu peito, peguei ração da minha cachorra a Mel, uma salsichinha adotada da rua bebezinha em torno de três meses, em setembro de 2010, um presente divino… Peguei água também e fui alimentar os cachorros, e principalmente a cachorra que continuava espremida na parede só me olhando… Então eu a chamei, e pra minha surpresa ela […]

    Finais Felizes: Pitt, amor à primeira vista!

    14 de julho de 2012Finais Felizes

    Óóóó que amor, mais um velhinho para alegrar nossa galeria de Finais Felizes! Bom sábado a todos! De: Celina Veiga Para: ‘Mae de Cachorro’ <maedecachorro@yahoo.com> Cc: ‘Associação Brasileira Protetora dos Animais – ABPA’ <contato@abpabahia.org.br> Enviadas: Domingo, 6 de Maio de 2012 9:05 Assunto: Oi Ana Corina, Bom dia! Segue mais uma história linda e real de adoção da ABPA, espero que goste. Há duas fotos anexadas , uma tirada (com celular) no dia do resgate e a do dia da adoção. Bjs Celina A nova história de Livio…Johnny! Era uma ensolarada manhã de sábado, a Feira de Adoções de Animais da ABPA-Bahia estava começando. Ninguém imaginaria que esse seria um dia tão especial! Na véspera, no Abrigo São Francisco de Assis, os voluntários já tinham sido escolhido, entre os 500 animais que lá estavam, àqueles que iriam pra Feira. Um deles, muito especial, Lívio com sete, quase oito anos. Havíamos iniciado uma nova etapa com estímulo à adoção de cães adultos e queríamos demonstrar que um cão idoso pode ser forte e bonito. Mas sinceramente, não acreditávamos numa adoção. Lívio foi resgatado num estado lastimável, caquético, realmente muito triste. O retrato clássico de como nossa sociedade ainda descuida muito dos mais frágeis. Sua recuperação física foi lenta e progressiva até conseguir ser um belo cão, a ponto de ser eleito nosso "vovô propaganda”! Eis que nesse, 04/02/12, Waldete e Walter, um casal da melhor idade resolve ir passear na praça e admirar os cães. Eles amam animais, sempre os tiveram em casa, ao longo dos muitos anos juntos. A última perda foi há dois anos e deixou uma marca de amor muito profunda, mas para um casal com tanto afeto, a renovação é sempre possível! E assim, admirando os cães da Feira, esta vontade aflora… E então, encontram Livio. Ao […]

    Finais Felizes: Livio, o Vovô Propaganda!

    30 de junho de 2012Finais Felizes

    Sim, três peludas, mas uma só mãe de cachorro pegando todas já adultas e das ruas! Um ótimo fim de semana a todos! A mudança do servidor no fim vai acontecer neste fim de semana, então se eu der uma sumida vocês já sabem o motivo! De: Andreia Reis Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Quinta-feira, 3 de Maio de 2012 21:40 Assunto: Adotei um cão adulto Boa noite, Em 1998 recebi uma ligação do meu esposo dizendo que tinha um cachorro em cima do telhado, falei pra ele pegar o cão que eu chegaria logo. Quando vi aquela cadelinha linda e idosa fiquei encantada. Já tinha 3 cachorros em casa, mas não tive coragem de deixá-la na rua, pois tinha certeza que ela sofreria, por se idosa. Qual foi minha surpresa em 2 meses a "Veia" nome dado a ela, deu cria a 3 lindos filhotes (Laydinha, Juca e Pietra). Brincamos com ela dizendo que para namorar não tinha idade…kkkk!!! No fim das contas acabei ficando com 7 cães…claro que não tive coragem de dar os filhotes…eles eram lindos. Para encurtar a história, a "Veia" viveu mais 8 anos, o Dr. Francisco veterinário disse que ela tinha em torno de 18 anos quando morreu, foram 8 anos de muitas alegrias, ela tinha uma cara igual de foca e era muito simpática. tenho certeza que proporcionamos a ela uma boa velhice e junto com seus filhos. Mas na verdade ela é que nos alegrou com seu carinho e alegria. Mas a vida não prega somente uma peça na gente. Também pegamos uma cadela adulta que largaram na rua… mas como ela não se deu bem com a turminha que tinha em casa, dei para meu pai cuidar, ela mora no quintal do lado e colocamos o nome de "Lilika" é muito amavél e […]

    Finais Felizes: Veia, Lilika e Vira-Lata!

    23 de junho de 2012Finais Felizes

    Ai… Até fico sem palavras para exprimir tanto amor e alegria em ter minha pequena comigo neste 1º ano de convivência… Mas como a minha Javinha tem tantos e tantos fãs torcendo por ela e sempre nos mandando muito carinho e recadinhos, não podia deixar de vir aqui contar que hoje faz 1 ano que a Java entrou em nossas vidas. Hoje faz um ano que fui buscar minha AMADA na hospedagem onde ela esperava adoção. Chovia como hoje, mas desde que Javinha entrou na minha vida, sempre foi um RAIO DE SOL! Fácil é amar o que é belo, o que é semelhante. Amor de verdade é enxergar além das aparências… Enquanto eu caí de amores por ela à primeira vista, o Shoyo foi mais difícil de ser conquistado, hehe. Mas agora já está dominado também, tanto que parei aqui de escrever pra bater a foto abaixo e mostrar pra vocês os dois manos dormindo juntinho, algo raríssimo antes e que agora tem acontecido bastante. E o detalhe é que é ele quem vai deitar do ladinho dela. Ai, gente, mas vocês também não iriam??? A Java é a cachorrinha mais doce e amorosa do meu universo (hehehe, não dá pra dizer que é ‘do mundo’ por que todos os papais e mamães de cachorrinha acham que as suas são as mais doces e amorosas, né?). Mesmo tendo tido uma vida pré-adoção super sofrida e traumatizante, Javinha é alegria PURA! Para quem não acompanhava o blog ainda, basta clicar aqui pra ler sobre a adoção dela. Ela sorri com o olhar e contagia todo mundo que a conhece. Meu pai mesmo, está babando. Só a chama de Vovó Java e passa os dias agradando minha boneca (é que estamos morando numa edícula nos fundos da casa dele desde que […]

    1 ano de JAVA na família =D

    22 de junho de 2012Filhos, Finais Felizes, Java

    A história do Negão é o típico exemplo do coração de mãe, onde sempre cabe mais um!   Um ótimo fim de semana a todos! De: "pridefraga@xxx.com" Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Segunda-feira, 30 de Abril de 2012 23:53 Assunto: Negão Começo esse e-mail dizendo que estou muito, muito feliz com meu mais novo filho. Negão é o nome dele, um cão de rua com mais ou menos 8 aninhos. Não sei bem, pois não tem mais os dentes da frente. Ele andava nas ruas, dormia em uma empresa de transportes perto da minha casa e era cuidado por uma amiga que tentou leva-lo para casa, mas seu outro filho tentou mordê-lo. Para evitar que o meu Negão saísse machucado então ela teve que devolve-lo para a rua, pois ele sendo idoso poderia não aguentar uma briga com um cão mais novo, ou melhor, um filhotão. Conversando com essa minha amiga, Adriana Costa, ela me contou seu dilema, pois sabia que talvez por ele por ser um cão idoso não aguentaria mais um inverno rigoroso aqui do Sul. Fiquei com o coração na mão, pois AMO os animais e não faço mais por eles, porque não tenho condições, e contei essa história para minha mãe, Nara Dias, que com seu coração do tamanho do mundo me disse que iríamos trazê-lo para nossa casa. Temos um pátio grande e uma casinha vazia nele. Lá fomos nós, mais uma adoção… Temos 8 cães, e, 8 gatinhos em casa… kkk Enfim, já dominou nossa casa, pois dorme no sofá da sala, nossa vida e nosso coração. Gostaria sinceramente que esses relatos servissem de exemplo e que as pessoas adotassem. Se cada ser humano adotasse um animalzinho pelo menos, e se houvesse um tipo, talvez, de castração gratuita, não haveria tantos bichinhos sofrendo em nossas ruas. […]

    Finais Felizes: Negão, o vovô gaúcho!

    16 de junho de 2012Finais Felizes

    Chorei, chorei, chorei! E vocês vão se emocionar também, com certeza! Boa semana a todos, cheia de energias peludas maravilhosas! De: VANESSA BECKER Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Segunda-feira, 30 de Abril de 2012 23:08 Assunto: Final feliz Ver a foto de como a minha gorducha foi encontrada é de cortar meu coração… Mas nós duas tivemos muita sorte, tem gente que vive uma vida inteirinha e não encontra a sua alma gemea, eu encontrei em 27 de agosto de 2009 a minha, e não tenho duvida nenhuma que é a Kali. Sou uma defensora de animais desde pequena sempre levando uma aguinha p/ um cão de rua, um leitinho p/ o gatinho, etc… Um dia do nada resolvi procurar um site de adoção de cães de raça só p/ olhar e não é que foi amor a primeira olhada, vi o anuncio: labradora recolhida na estrada com tumor mamário a espera de adoção. Não pensei em nada, aquele ser me encantou e tinha que ser meu, liguei p/ a protetora e nada de atender, mandei torpedo e nada de reposta, e-mail tbém não. Estava desesperada eu queria ela de qualquer jeito, até que depois de quase duas semanas tentando consegui contato com a protetora que disse que ela estava disponivel e podia ser minha, marquei direto p/ ir buscar ela, a protetora tentou ver se não queria conhecer antes e tal, mas disse que não precisava eu queria a fofa. Imaginei uma linda e jovem labrador, chegando lá vi outro ser totalmente diferente uma velhota quase sem dente correndo desengonçada, mas com o olhar e sorriso mais lindos do mundo, se deitou de barriga p/ cima e dai não tive duvida alguma trouxe ela p/ casa. Muitos foram os apertos que passei com a fofa, tinha problema de coração, rins, fígado, […]

    Finais Felizes: Kali, a alma gêmea!

    11 de junho de 2012Finais Felizes
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados