• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    JesusMariaJosé, a Márcia Santos mandou a história em dezembro passado e só a achei na bagunça dos e-mails agora! Ô pecado! Leiam e sorriam! —– Mensagem encaminhada —– De: Marcia Santos Para: ana corina mãe de cachorro <anacorina@maedecachorro.com.br> Enviadas: Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2012 10:56 Assunto: História p/ a seção "Finais Felizes". Assunto: Seção Finais Felizes Oi Ana, Bom Dia! Quero dividir com vocês a história emocionante do Guinho, meu filhinho de quatro patas mais novo que Papai do Céu escolheu a dedos e me deu. A história é bem longa maaaas, vou TENTAR resumir. É a seguinte: todos às noites quando voltava do trabalho eu saía pelo bairro onde moro (João Pessoa/PB), para encontrar os cãezinhos das ruas e colocar ração em alguns pontos para alimentá-los, hoje não tenho feito mais isso devido à falta de segurança do bairro, então passei a colocar em frente a minha casa juntamente com água. Bom, ano passado, não me recordo bem se em novembro ou dezembro, numa dessas idas encontro dois cachorrinhos, coloco a ração e como sempre logo faço amizade com eles. Um deles acaba se destacando por querer me abraçar, dar beijinhos, latir bastante, parecia estar pedindo alguma coisa, e estava. Ele era muuuito magrinho, então passei a chamá-lo de Maguinho. E foi assim por alguns dias, até que da última vez ele seguiu-me até minha casa e passou a ficar lá na frente todos os dias. Eu já estava tão acostumada com ele por ali que certa noite quando cheguei em casa e não o vi, deu um aperto no coração, logo, fui ao local onde eu o vi pela primeira vez. E lá estava ele, próximo a um poste totalmente encolhido, parecia estar morto. Daí, comecei colocar comida dentro da boca dele e como não tinha levado […]

    Finais Felizes: Guinho, o guerreiro que venceu o câncer!

    21 de agosto de 2013Finais Felizes

    Adoro quando vocês mandam Finais Felizes, pois cada relato vem tão carregado de emoção que é impossível não passar a acreditar em um mundo melhor! Beijo grande para a Camila e para a Anette! Quem quiser ver seu Final Feliz pubicado, basta escrever para anacorina@maedecachorro.com.br, enviando texto e fotos. De: Camila I. S. Para: "anacorina@maedecachorro.com.br" <anacorina@maedecachorro.com.br> Enviadas: Sexta-feira, 12 de Julho de 2013 19:16 Assunto: A história de uma filha especial Oi Ana, tudo bem? Lembra de mim? Do meu email? Bom….Como adorei seu site e acho interessante incentivar a adoção de animais "especiais", estou enviando (após longo e tenebroso inverno – rsrsrs) a história da minha filha Anette hoje com 6 anos. Lembrando que também sou portadora de deficiência física – ausencia congenita do membro inferior direito HISTÓRIA DE UMA LINDA ADOÇÃO ESPECIAL – ANETTE Sou mãe sim!!!! Mãe de uma cadelinha especial que no fundo me escolheu naquela tarde de domingo. Fui apenas fazer um trabalho voluntário no Patinhas Online com minha irmã e mal sabia eu que me apaixonaria por aquele serzinho tão pequenino de 4 meses. Ela surge correndo, toda estabanada e pequenina; minha Anette. Ela veio em minha direção se jogando em meu colo e se deixando entregar pelos meus afagos. Ao fim daquela manhã, senti uma tristeza grande ao deixá-la mas não entendia porque. Foi um pouco complicado para conseguir adotá-la e precisei da ajuda de minha irmã pois até então, morava com meus pais e já tínhamos passado por 2 perdas difíceis de nossas poodles e tínhamos há pouco tempo 2 cadelinhas em casa (uma salsichinha e outra dálmata). Minha irmã foi determinada a me ajudar e pegou a Anette para dar supostamente de presente a minha avó que estava adoentada (com câncer) e após adotá-la, levou-a para a nossa veterinária e amiga […]

    Finais Felizes: Anette, uma sobrevivente da cinomose!

    6 de agosto de 2013Finais Felizes

    Vejam que AMOR a arte que a querida Alessandra fez sobre a adoção da sua Catarina! Clicando na imagem vocês a abrem em tamanho original (bem grandona!) e podem salvar pra divulgar e incentivar a adoção.

    Finais Felizes: A adoção da Catarina!

    6 de abril de 2013Adoção, Finais Felizes

    A Tati Lee passou o link faz tempo, salvei para traduzir e postar e aí vai mais uma linda história de redenção através da adoção! Tarefas simples costumavam ser cumpridas com dificuldade por Fraser Booth. O garoto de 4 anos de idade, autista, ficava facilmente sobrecarregado com eventos diários, o que resultava em lágrimas e birras. Até que apareceu Billy, o gato vira-latas. Abandonado e resgatado das ruas, ele não teve um começo de vida fácil. Mas desde seu primeiro encontro, Fraser e Billy tornaram-se inseparáveis – e o gatinho tem ajudado a trazer o pequeno garoto para fora de sua concha. Agora, seja na hora de brincar, ouvir histórias ou dormir, Billy está lá para oferecer uma patinha de conforto. E ele é o primeiro a sentir quando Frase está ficando frustrado, acalmando-o com um ronronar ou um aconchego. Louise, mãe de Fraser, disse, “Se Fraser está por perto ou brincando no quintal, Billy nunca está longe. É como se estivesse assistindo Fraser e acalmando seu comportamento. Ele sempre aparece quando Fraser está ficando irritado e coloca sua cabeça perto de Fraser, pedindo carinho. Recentemente, quando Fraser estava em crise, Billy sentava no seu colo o dia inteiro. Dizem que os animais conseguem sentir coisas, mas Billy parece saber antes de todo mundo se Fraser ficará mal.” A senhora Booth, que é uma mãe de tempo integral para Fraser e sua irmãzinha de 1 ano e meio, Pippa, continua, “Pode parecer mentira, mas é como se Billy fosse o guardião do meu fiho. O relacionamento deles é algo realmente especial.” O menino foi diagnosticado como autista quando tinha 18 meses de vida, após seu pai perceber que o filho não estava desenvolvendo-se tão rapidamente quanto as crianças da sua idade. “Era óbvio para mim que algo estava errado”, diz […]

    Finais Felizes: gato adotado transforma a vida de menino autista e de sua família.

    26 de março de 2013Finais Felizes

    Uma amiga acabou de repassar o vídeo abaixo no Facebook e fui obrigada a correr aqui e postar pra vocês assistirem também. A pequena Fiona foi resgatada das ruas de Los Angeles, EUA, com uma terrível infestação de pulgas e completamente cega. Mas os voluntários da ONG Hope for Paws a levaram a um veterinário que recuperou a visão de um dos seus olhos. A alegria da cadelinha ao voltar a enxergar é emocionante. Algumas semanas depois do resgate Fiona foi adotada!

    Emocionante: cachorrinha cega é resgatada e recupera a visão!

    21 de fevereiro de 2013Finais Felizes

    Oi, oi, oi! Dei uma sumida com os Finais Felizes, mas aqui vai mais um para alegrar nosso final de semana (de feriado!). E a história de hoje é temática! Mostra como cães e crianças podem ser grandes e verdadeiros amigos, tudo no clima da data de ontem! Abraço a todos e abram seus corações para a adoção de animais adultos ou especiais! Mandem mais relatos, por favor! Tenho só mais uns dois. De: Marina Victal Para: Ana Corina <maedecachorro@yahoo.com> Enviadas: Quarta-feira, 12 de Setembro de 2012 11:49 Assunto: FINAIS FELIZES Camões Ele estava ferido, faminto, abandonado num estacionamento. Uma colega de trabalho, sabendo da minha paixão pelos animais, me pediu pra dar uma olhada nele. Não foi possível apenas dar uma olhada. Saímos de lá direto para a clínica veterinária de um grande amigo. O olhinho estava muito machucado. Segundo o veterinário o machucado pode ter sido causado por uma pedrada…prefiro nem pensar nisso. Ganhou o nome de Camões e foi operado do olhinho. Mas a visão dele infelizmente não pôde ser salva. Mas isso não impediu o nosso Camões de se tornar, em pouco tempo, um cão ativo. Começava então a parte mais difícil: era preciso encontrar um lar temporário e depois um lar definitivo. O Camões merecia uma família só pra ele! Mas eu já sabia que não seria fácil. Já não é nada mole encontrar adotante para um cão sadio, lindinho…pra um menino cego de um olhinho então… Mas para minha surpresa em pouco tempo o Camões encontrou um anjo que ficou com ele temporariamente em casa, até que se recuperasse totalmente da cirurgia. E cerca de um mês depois, o meu menino encontrou a família dele. Eu chorei e ri muito ao entrega-lo para a Caroline e para seu filho Daniel. A cada dia que ela […]

    Finais Felizes especial de Dia das Crianças: Camões, o caolhinho feliz!

    13 de outubro de 2012Finais Felizes

    A Mona tem tantos Finais Felizes em um único texto que o título do post ficou focado nela, hehe. Um ótimo sábado a todos e amanhã tem POST ESPECIAL de Dia do Veterinário, não percam! De: Mona Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Sábado, 28 de Julho de 2012 22:42 Assunto: finais felizes MONA – histórias dos meus bbs e do pintadinho Oi Ana, eu sou a Mona. Eu tenho várias histórias de finais felizes… Tenho 5 animais, todos adotados: 1º filha: Oioi, ela tem esse nome porque foi encontrada pelo meu irmão sendo judiada por algumas "crionças". Meu irmão veio com aquela bolinha de pelos marrom de olhos cor de mel e focinho cor de carne nas mãos, e eu a coloquei numa casinha do lado de fora do portão. Quanto chegávamos ela fazia um gesto com a patinha, como se tivesse nos dando "oi", e por isso o seu nome. Um mês depois nos convencemos que ela não seria de mais ninguém, colocamos ela para dentro de casa. Já nos salvou até do ataque de um pitbull cujo irresponsável tutor soltou a guia. Ela teve uma ferida aberta na patinha, passou um mês de colar elizabetano, passando pomada, mas nos salvou! Ela só tem 7,5 kgs e se enfiou na nossa frente para nos proteger! Hoje a patinha afetada pela pior mordida está bem e recuperada! Ela tem sido nosso anjinho nos últimos 5 anos! 2º Filha: Frida, ela é uma gatinha persa, tinha um ano e meio quando a adotei. Sua antiga dona se separou do namorado e não podia levá-la para casa de sua mãe devido à sua irmã ter uma forte alergia. Assim sendo, a Frida é amiguinha dos cachorros e nossa filha felina desde então. Está conosco há 3,5 anos, e tem 5 de idade também. 3º […]

    Finais Felizes: Mãe de rato, gato e cachorro!

    8 de setembro de 2012Finais Felizes

    Meu primeiro contato com a Lívia aconteceu quando ela enviou uma foto com dedicatória para homenagear sua Minnie no álbum da Ponte do Arco-Íris na página Mãe de Cachorro no Facebook. Depois ela me enviou o relato da adoção de sua Mel, uma cadelinha com história de vida tristíssima, mas com um final pra lá de FELIZ! Ótimo fim de semana a todos! De: Lívia Vieira Para: maedecachorro@yahoo.com Enviadas: Sábado, 28 de Julho de 2012 21:14 Assunto: RE: Ponte do Arco-íris Olá Ana! Agradeço por publicar a história da minha filhinha! As saudades da Minnie foram e são tão grandes que senti a necessidade de transformar a dor que estava sentindo em amor. Desde fevereiro deste ano já era voluntária no abrigo de animais da minha cidade e sentia muita vontade de adotar um peludinho, porém a Minnie sempre foi muito ciumenta e já demandava muitos cuidados. Em maio após a perda da Minnie, uma das voluntárias me perguntou se eu gostaria de adotar uma cachorrinha de porte pequeno, já adulta e que havia sido resgatada de dentro de um bueiro. Eu já conhecia ela desde que comecei a frequentar o abrigo e havia inclusive dado nome pra ela: Mel. A Mel tinha medo extremo de todo mundo e ficava escondida atrás de uma bananeira.O primeiro banho que os voluntários deram nela (eu inclusive) ela tremia tanto que achamos que fosse ter um ataque cardíaco! Quando alguém tentava por a mão nela ela gritava de medo e saía correndo, toda encolhida. O grande problema é que eu estava com uma viagem marcada para o Canadá, onde ia ficar 15 dias e minha mãe estava completamente desestruturada emocionalmente, assim como todos nós, para já levarmos a Mel pra casa logo. Foi então que esta voluntária levou a Mel pra uma clínica […]

    Finais Felizes: Mel, do bueiro para um lar!

    18 de agosto de 2012Finais Felizes

    Conheçam a história do Tumnus, o cãozinho que teve uma sorte imensa de encontrar um casal com coração suficiente para remediar sua triste realidade. Um ótimo fim de semana a todos! De: Luciana Rodrigues Para: anacorina@maedecachorro.com.br Enviadas: Domingo, 24 de Junho de 2012 23:34 Assunto: Adotei o Tumnus Bom, a Historia do Tumnus começou quando numa tarde de sabado desse mês, eu e meu namorado estavamos chegando em casa quando achamos um caozinho muito fofo morrendo de fome. A primeira coisa que pensamos foi dar o queijo que tinhamos comprado para passar uma tarde vendo filmes. Observamos que ele comia e era dócil com a gente, demos agua e ele bebeu faminto, Isso tudo do lado de fora da casa. Enquanto ele comia e bebia oservamos também que ele tinha uma pata quebrada, pois ele andava com dificuldades, seus olhos eram azul claro mas manchados de marron, um olho, inclusive, estava muito mais manchado que o outro. Eu e meu namorado nos olhamos e nos derretemos com a felicidade daquele cão em ter nos achado, parecia que foi abandonado, pois estava numa BR e com a pata quebrada, provavelmente não conseguiu acostuamr com a rua, e os carros passam com muita velocidade por ali. Pegamos ele e levamos para dentro de casa, aproveitamos a fome dele e levamos ele para o banheiro e demos banho, jogando a todo minuto um pedaço do queijo. Meu namorado ficou dando banho e sai para comprar ração, e não consegui um veterinario para aqueles dias. Quando cheguei o meu amor estava tirando muitoooos carrapatos do cãozinho, como ele era grande era dificil conter o sacode que ele dava com a agua no corpo. Depois de uma hora no banho, fomos com todo cuidado e fizemos uma cama provisoria para ele e deixamos a ração […]

    Finais Felizes: Tumnus, o atropelado!

    11 de agosto de 2012Finais Felizes
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados