• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    O juiz Leandro Katscharowski Aguiar, titular da 7ª Vara Cível da comarca de Joinville, remeteu a disputa da guarda da cachorrinha Linda para a Vara de Família, e justificando que seus colegas da Vara da Família poderão julgá-la melhor, “Quem sabe se valendo da concepção, ainda restrita ao campo acadêmico, mas que timidamente começa a aparecer na jurisprudência, que considera os animais, em especial mamíferos e aves, seres sencientes, dotados de certa consciência”, concluiu o magistrado. Continue a ler clicando aqui. Apesar de a decisão do juiz não ser inédita, a notícia é muito positiva! O entendimento de mais de juiz de que animais não são objetos ajudará outras ações de guarda de animais. Leia também:  Justiça de SP determina guarda alternada de animal de estimação: O juiz de Direito Fernando Henrique Pinto, da 2ª vara de Família e Sucessões de Jacareí/SP, concedeu liminar para regulamentar a guarda alternada de um cachorro entre seus donos. A decisão reconhece os animais como sujeitos de direito nas ações referentes às desagregações familiares. Animais, divórcio e consequências jurídicas *Imagem meramente ilustrativa, linkada para a fonte.

    Juiz remete processo de guarda da cachorrinha Linda para Vara da Família!

    Estamos chegando a mais um final de ciclo e mês que vem o blog completa 8 anos!!! E com todas as energias que o Natal e o Ano Novo trazer, todos os sentimentos e emoções, muitas vezes ficamos tristes, pois apesar de haver no mundo muito amor e concórdia, ainda há muito mais sofrimento e dor. Então, para nos ajudar a focar nas energias positivas e a a aumentá-las, segue o lindo relato da Mariana, uma leitora querida que há alguns anos acompanha o Mãe de Cachorro no blog e nas redes sociais e que mantém contato e tem sempre uma palavra de carinho e alguma novidade boa para contar. Fiquei muito emocionada com o relato dela, imaginando a dor de ter sofrido tanto assédio moral durante a gravidez por um motivo que deveria ser comemorado, não criticado: a decisão de manter a guarda responsável de suas duas cachorrinhas mesmo após saber que estava grávida de gêmeos. Que seu belo exemplo ajude outras grávidas a manterem-se firmes e a não desistirem de suas famílias, pois há inúmeros casos de como os animais de estimação salvaram a vida de bebês, de crianças e de adultos. Eles são anjos em nossas vidas, não um fardo, ou algo descartável. De: Mariana Bergamo Para: anacorina <anacorina@maedecachorro.com.br> Enviadas: Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2014 17:45 Assunto: Mãe de cachorro e mãe de gêmeas! Oi Ana, tudo bem?  E Javinha e Shoyo? Bom, faz algum tempo que não consigo ler seu blog, mas o motivo você vai entender.. A turminha aqui em casa aumentou demais e o tempo da mãe aqui ficou escasso! Kkkk Portanto, não sei se você já falou sobre isso no blog, mas eu gostaria de te contar a minha história. Se você achar que é bacana e que pode ajudar outras mães de cachorros graávidas, eu adoraria que fosse publicada. […]

    Final Feliz: Mãe de cachorro e mãe de gêmeas. Um post sobre grávidas, amor e cães!

    Sei que muita gente criticará, mas argumento nenhum tira a emoção do relato da minha querida amiga Fúlvia Andrade sobre o nascimento de Laura, sua segunda filha biológica. Sim, segunda filha biológica, pois há ainda a filha canina, Suzie, uma querida galguinha. Falem o que falarem, Laura será uma criança e um adulto mais seguro, mais tranquilo, mais feliz, pois foi gerada, aguardada e trazida ao mundo com AMOR e responsabilidade, de modo natural, respeitando a natureza animal de toda mulher e que tantas preferem esquecer e suplantar, marcando cesáreas como quem marca manicure, esquecendo que quem deve decidir quem nasce é a criança. Já falei: critiquem quanto quiserem, mas o parto da Laura, pra mim, foi um LUXO, um privilégio, uma honra, uma benção. Nascer e não ser separada da mãe, não ser pesada, passada de mão em mão, blábláblá, não ter o cordão umbilical (referência fortíssima da criança) cortado logo que nasce… Nossa, é tanta diferença que só posso desejar que mais crianças passem por um parto tão maravilhoso, tão verdadeiramente HUMANO. Vale lembrar que antes de TUDO, somos animais. Por mais ególatras e pedantes que nos tornemos, somos BICHO. Nem melhores, nem piores, apenas diferentes de todos os outros, oriundos da mesma fonte, seja ela quem você acreditar que for. Tenho muito orgulho desta família amorosa, corajosa, sem paranoias, sem melindres e que dá valor ao que realmente importa: saúde real e amor. Confiram o lindíssimo relato do parto da Laura e algumas das fotos que mostram a participação da Suzi no processo. Abaixo alguns trechos. A íntegra vocês conferem clicando nas fotos ou aqui. Leia também: Entenda o polêmico parto domiciliar e veja quem pode dar à luz dessa maneira Relato de Parto – Laura O parto da Laura não aconteceu só no dia 5 de […]

    Parto humanizado: até a cachorrinha da família participou!

    20 de setembro de 2012Filhos, Fúlvia Andrade

    Ai… Até fico sem palavras para exprimir tanto amor e alegria em ter minha pequena comigo neste 1º ano de convivência… Mas como a minha Javinha tem tantos e tantos fãs torcendo por ela e sempre nos mandando muito carinho e recadinhos, não podia deixar de vir aqui contar que hoje faz 1 ano que a Java entrou em nossas vidas. Hoje faz um ano que fui buscar minha AMADA na hospedagem onde ela esperava adoção. Chovia como hoje, mas desde que Javinha entrou na minha vida, sempre foi um RAIO DE SOL! Fácil é amar o que é belo, o que é semelhante. Amor de verdade é enxergar além das aparências… Enquanto eu caí de amores por ela à primeira vista, o Shoyo foi mais difícil de ser conquistado, hehe. Mas agora já está dominado também, tanto que parei aqui de escrever pra bater a foto abaixo e mostrar pra vocês os dois manos dormindo juntinho, algo raríssimo antes e que agora tem acontecido bastante. E o detalhe é que é ele quem vai deitar do ladinho dela. Ai, gente, mas vocês também não iriam??? A Java é a cachorrinha mais doce e amorosa do meu universo (hehehe, não dá pra dizer que é ‘do mundo’ por que todos os papais e mamães de cachorrinha acham que as suas são as mais doces e amorosas, né?). Mesmo tendo tido uma vida pré-adoção super sofrida e traumatizante, Javinha é alegria PURA! Para quem não acompanhava o blog ainda, basta clicar aqui pra ler sobre a adoção dela. Ela sorri com o olhar e contagia todo mundo que a conhece. Meu pai mesmo, está babando. Só a chama de Vovó Java e passa os dias agradando minha boneca (é que estamos morando numa edícula nos fundos da casa dele desde que […]

    1 ano de JAVA na família =D

    22 de junho de 2012Filhos, Finais Felizes, Java

    Atenção:  Este texto foi publicado originalmente em 15 de fevereiro de 2007, mas como, mais de 5 anos depois, ainda vemos as mutilações de rabos e orelhas acontecendo, achei pertinente republicá-lo, já que muita gente é nova no blog e acaba não lendo os textos antigos. Deixei tudo como primeiramente postado, inclusive o texto colorido, algo que não uso há anos. Ontem estive numa pet e vi uma filhote de pitt bull com as orelhas amputadas… A carinha de triteza dela era algo de cortar o coração. Hoje, surge a tirinha do Níquel Náusea nas minhas mãos, tratando justamente de um assunto que eu não poderia deixar de lado: a mutilação estética ‘autorizada’ de animais. Poucos consideram o corte de rabos e orelhas como mutilação. Para falar a verdade, até eu ler sobre o assunto há uns 3 anos atrás, nem eu mesma havia parado para pensar no assunto. Infelizmente, não tenho como recuperar o artigo que li, que dizia que os padrões de todas as raças serão modificados de modo a nenhum animal com corte de rabo e orelhas poder ganhar prêmios em competições que considerem os padrões das raças. Claro que essa movimentação toda começou lá na Europa e vai levar anos até que vejamos seus efeitos. Entretanto, pesquisando na net, achei um artigo do Bruno Tausz, muito interessante que fala exatamente dessa questão. Por favor, vale a pena lê-lo (é só clicar no título deste post para ser direcionado ao artigo). Para quem achar o começo do texto muito técnico, vá descendo até ele começar a falar da história de algumas das raças que têm orelhas decepadas e dos argumentos (furados) utilizados para defender tão dolorosa operação. O fato é que um dia todas as raças que têm partes do corpo extirpadas por estética só serão consideradas ‘padrão’ […]

    Passa a faca!!!!

    Cansado de virar páginas da sua revista ou livro? Contrate o Shoyo que ele te ajuda ;o)   Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Alugo Yorkshire!

    11 de outubro de 2011Filhos, Vídeos

    Meu querido amigo e pai de gato Gilvan mandou a imagem com o texto “tua cara”. Mas nem é verdade, até porque a minha amada Java lindamaravilhosaeadotada nunca destruiu nadinha!! Mas achei graça na imagem e compartilho com vocês! Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Nem é!

    6 de setembro de 2011Filhos

    Shoyo, o super dog cop! Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Bandidos, tremei! Vem aí…

    1 de setembro de 2011Filhos

    As pessoas dizem que hoje os cães vivem mais, mas sinceramente, tenho minhas dúvidas… E como as pessoas costumam me escrever contando quando seus filhos peludos morrem, posso afirmar que a maioria dos animais de quem tem feito contato comigo morre com menos de 10 anos de vida, viu? Tanto é que fico super feliz quando alguém me conta que tem um idosinho, como é o caso da Led, da querida Elayne. Ao saber que a Elayne tinha uma senhorinha, ainda mais com o nome de uma das bandas que mais gosto, pedi a ela que escrevesse sua história e nos enviasse com fotos, para que sirva homenagem a todas as pessoas que sabem como tratar um animal idoso, com amor e cuidados especiais. Aí estão o relato dela e fotos da pequena. Espero que vocês gostem! Led Zeppelin é uma cachorrinha “campeã”, que completou 20 anos e meio em julho de 2011. Mineirinha de Itajubá, no Sul de Minas, a vontade dela pela vida surpreende até os veterinários. Mistura de fox paulistinha e vira-lata, a Led nos foi dada por um vizinho e veio morar na nossa casa depois de desmamar, aos dois meses de idade. Apesar dos problemas de saúde, próprios da idade, a mineirinha canina segue firme. Aos 20 anos, a Led teve que retirar quatro dentes, que estavam infeccionados. Foi um susto, porque era um procedimento cirúrgico arriscado, ainda mais para uma “anciã”. Mas, mais uma vez, ela surpreendeu e rapidinho já tinha passado o efeito da anestesia e a Led queria “bater perna” na clínica…Os dentes extraídos não atrapalham em nada a mastigação. Já, os outros dentões da mocinha ganharam uma limpeza de tártaro no dia da operação e seguem saudáveis. Não podemos esquecer de outro momento “nada feliz” para ela: a hora do banho! […]

    Led Zeppelin, a cadelinha de 20 anos!

    18 de agosto de 2011Animais e nós, Filhos
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados