• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Existem várias atitudes que podemos tomar para evitar que nossos amados peludos sofram com um dos crimes mais covardes cometidos contra os animais: o envenenamento. Como sempre, a boa educação é uma das armas que podemos usar a nosso favor, pois cães que têm um comportamento socialmente mais aceitável (não latindo em excesso, não ficando soltos para urinar e defecar pelo bairro sem terem os dejetos limpos na sequência etc.) têm muito menos chances de serem alvos de envenenadores que “justificam” suas ações por retaliação. Infelizmente, contra os envenenadores seriais, que são simplesmente assassinos em série que saem exterminando seres vivos, não há muito a ser feito, pois eles costumam atacar ruas e bairros, sem critério algum além de maldade pura e sadismo. Mas que tal ler este texto da Emmanuelle Moraes e aprender algumas dicas para manter nossos peludos mais protegidos desse tipo de crime? Vejam um pedacinho do que ela traz para os leitores: Gostaria de destacar alguns pontos sobre o assunto que considero que possam gerar incômodos na vizinhança e também com pessoas que frequentam a região, devendo ser evitados para minimizar as chances de ter um cão envenenado. Jamais deixe o cão sair para “dar uma voltinha” sozinho! Deixar um cão sair à rua sozinho serve para uma porção de coisas, entre elas:  economizar tempo e energia do tutor (irresponsável),  possibilitar que o cão revire lixo alheio,  possibilitar que seu cão seja atropelado e provoque acidentes com automóveis, contribuir para o aumento de cães abandonados oriundos de crias indesejadas, e também que pegue doenças, possibilitar que o cão agrida pessoas … Clique aqui para ler o texto inteiro.

    Dicas para seu cão não ser envenenado!

    Mais um ótimo texto da Emmanuelle Moraes, que divulgo na íntegra a pedido da autora. Boa leitura e fiquem ligados! Uma nova visão sobre os serviços de banho e tosa ocupa a atenção das empresas e profissionais do ramo. Depois de muitos acidentes e problemas ocorridos dentro desses ambientes, e conscientes de que cães e gatos são hoje membros da família humana, a preocupação com o bem-estar dos pets está sendo o diferencial de algumas empresas e profissionais. É fato que o ambiente provoca estresse nos animais que o frequentam. Cães diversos, barulhos dos equipamentos, sons, cheiros e o manuseio necessário provocam um turbilhão de emoções nos animais durante o processo de higienização pelo qual passam. E se considerarmos que muitos dos cães que fazem uso do serviço não são socializados o suficientes, e nem mesmo preparados para o grooming (procedimentos de tosa), é possível ter uma melhor compreensão da situação. Para ajudar o seu cão a não ficar estressado e/ou com medo e a passar pela experiência da melhor maneira possível, siga as orientações abaixo: Deixe o cão no Banho & Tosa apenas pelo tempo necessário para ser realizado o serviço; Nem todos os cães possuem condições emocionais de passar mais tempo do que o necessário em gaiolas à espera de seus tutores. Além disso, pode ser desconfortável permanecer em um espaço pequeno e sem possibilidade de movimentar-se e fazer as necessidades biológicas. As gaiolas, locais onde os cães e gatos permanecem antes e após tomar banho, são espaços pequenos e destinados apenas para acolhê-los durante o processo, não para permanecerem lá por maior período de tempo; O ideal é que entrem na Pet Shop para o banho e saiam logo após estarem prontos. Desta forma, além de minimizar o estresse ainda evitará que a experiência se torne desagradável; Os sons dos […]

    Por quanto tempo você permite que o seu cão ou gato espere no banho e tosa?

    1 de setembro de 2014Denúncias, Destaques, Pet Shops

    A última edição aconteceu em janeiro de 2012 e foi um sucesso, com cidades até de outros países participando. Neste domingo, teremos a oportunidade de repetir e aumentar o sucesso, indo às ruas para defender os animais. Para quem ainda não sabe o que é o movimento Crueldade Nunca Mais, entrevistei um dos idealizadores do evento, Allan Viana. Leia também: Manifestação Crueldade Nunca Mais: SUCESSO em todo o Brasil! ENTREVISTA EXCLUSIVA Mãe de Cachorro: O que é o Crueldade Nunca Mais (CNM)? Allan: É um movimento nacional que surgiu no final de 2011 para lutar pela ampliação dos direitos dos animais. Mãe de Cachorro: Qual seu objetivo? Allan: O foco do movimento é o aumento de penas para os crimes contra os animais no novo Código Penal, com a finalidade de inibir as crueldades praticadas contra eles. Mãe de Cachorro: Como surgiu a ideia de iniciar o movimento? Allan: Após os casos de morte da cadelinha Lana e do cão Lobo no fim de 2011 houve uma intensa comoção nacional nas redes sociais. Então, a indignação perante a impunidade para crimes dessa natureza motivou o início do movimento.  Mãe de Cachorro: Em quantas cidades acontece o movimento e quantas pessoas participaram da primeira edição nas ruas? Allan: A primeira manifestação ocorreu em mais de 200 cidades brasileiras com aproximadamente 100.000 manifestantes. Mãe de Cachorro: Você usou alguma estratégia para tirar as pessoas do “ativismo de sofá” ? Allan: O uso da internet e das redes sociais foi fundamental, além de mostrar aos protetores de animais de todo país que era possível a conexão entre todos, para lutar por um objetivo comum, de forma organizada e sincronizada. Mãe de Cachorro: Como uma cidade/grupo/pessoa pode participar do CNM? Allan: Acessando o site www.crueldadenuncamais.com.br você pode ver todas as cidades que já se […]

    Manifestação nacional: CRUELDADE NUNCA MAIS – neste domingo, 18 de agosto.

    12 de agosto de 2013Campanhas, Denúncias

    (post de agosto de 2009) Sexta passada fiquei sabendo que uma conhecida minha cruzou sua yorkshire, que teve três filhotes. Detalhe: a cadela dela já era yorkie-lata e foi comprada como puríssima em uma petshop que compra filhotes de cães e gatos e os revende com 100% de lucro [quando não mais] e de cuja dona ouvi a pérola “Enquanto vocês doam um, eu vendo trinta!”. Humm, por que será que doamos tão pouco, né? Bem… Voltando aos filhotes da yorkie: como eu sabia que minha conhecida tinha voltado na petshop pra fazer rolo e reclamar porque a cadela era fora do padrão da raça e ela pagou pedigree e tal, fiquei ainda mais abismada de mesmo assim ela a ter cruzado. Agora, pasmem com o motivo [e eu já não fico mais surpresa, porque não é a primeira nem a décima vez que escuto este absurdo]: ela foi ao veterinário para castrar sua yorkshire e ouviu dele que antes deveria tirar uma cria primeiro. Claro que sim, pelo bem do santo bolso dele, obviamente!Não é pra mandar cassar o diploma de um infeliz desses? A pessoa querendo castrar não só para promover saúde do seu animal, mas também preocupada com a superpopulação de animais que terminam nas ruas [ainda esta semana resgataram uma yorkshire no CCZ de Floripa] e um imbecil de um veterinário, que por obrigacão deveria orientá-la, diz que ela deve cruzar sua cadela antes de castrar. A troco do quê é o que eu gostaria de saber. Qual a desculpa científica para esta ignorância de conselho? Porque só consigo pensar em uma coisa: lucro [e se houver alguma justificativa plausível, digam-me porque faço questão de depois vir aqui no blog me retratar e contar a todos o motivo de algo que no momento só consigo considerar […]

    Preciso cruzar minha cadela antes de castrar? A resposta é NÃO!

    Esta é pra começar a semana com boa notícia! Recebi da querida amiga Erika e repasso: “Um projeto de lei para disciplinar a doação e comercialização de cães e gatos nas feiras e supermercados da cidade será votado na Câmara Municipal de Manaus (CMM) no próximo mês.  Os crescentes movimentos das Organizações Não Governamentais (ONGs) contra os maus-tratos e as péssimas instalações dos locais de comercialização estão entre os argumentos que levaram a esse pedido de intervenção junto aos vereadores. Segundo a coordenadora da Ong Lista Cachorreiros de Manaus, Erika Schloemp, nas feiras é possível encontrar filhotes muito novos de 20 ou 30 dias, expostos em locais inadequados. “Encontramos nessas feiras animais com orelhas e caudas cortadas, práticas condenadas pelo Kennel Club e pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Lá os animais não vêm com certificado de pedigree e a pessoa compra gato por lebre”, argumentou. O presidente da Ong Compaixão Animal, Victor Hugo Santos, acredita que o projeto pode auxiliar no combate ao comércio do ‘gigolô de animais’. “Cerca de 95% dos animais para comercialização são submetidos a maus-tratos. Tanto os filhotes como as mães, chamadas de matrizes, que sofrem mais porque são tratadas como máquinas e obrigadas a gerar por toda a vida. Acho que a principal vitória da lei é o fim dos maus-tratos”, analisou. Se o projeto de lei passar na CMM, a reprodução de cães e gatos destinados à comercialização só poderá ser realizada por canis e gatis registrados nos órgãos competentes. Formulado pelo vereador Wilton Lira (PDT), as novas regras já foram aprovadas em sete comissões do Legislativo e aguarda votação em plenário no próximo mês para ter peso de lei municipal.” fonte: http://www.emtempo.com.br/politica/18621.html

    Venda de cães e gatos em feiras será disciplinada em Manaus.

    5 de novembro de 2012Denúncias

    Só ontem foram dois relatos de empregados domésticos que batem em cães das famílias para quem trabalham. Mas não são apenas eles que podem bater em nossos cães e gatos, a violência pode vir da própria família, até mesmo de um filho ou cônjuge. Adestradores, dog walkers, babás caninas, tosadores, motoristas do taxi-dog ou banhistas também podem estar praticando a violência. Então, se você notou que seu peludo está com o comportamento diferente, se ele passou a evitar alguém, se está se abaixando demonstrando medo (cauda entre as pernas, cabeça, costas e orelhas abaixadas), se passou a fugir com medo de alguns objetos que antes não temia (vassouras, chinelos, sapatos, jornais, revistas etc.) ou se demonstra medo quando você levanta os braços, DESCONFIE, pois ele pode estar apanhando sem você saber. Em uma pesquisa rápida na internet é possível achar vários modelos de câmeras escondidas que podem ajudar você a tirar a prova. Instale-as dentro de casa ou filmando a entrada da casa e siga os profissionais que ficarem com seus cães/gatos fora da residência para tirar a prova. NUNCA entre seus cães para adestradores os educarem longe de você, pois nenhum adestrador sério gosta de dar aulas sem os responsáveis pelo cão estarem junto, já que os humanos são os maiores “adestrados” no processo de educação canina. Vejam este modelo de câmera escondida em bicho de pelúcia, peguei aleatoriamente na web e não é nada impossível de ser comprado: http://todaoferta.uol.com.br/comprar/webcam-bicho-de-pelucia-com-fone-usb-orange-camera-web-cam-D6XKXVPZVJ#rmcl Pesquisando na web com certeza vocês acharão outros modelos. Boa sorte!

    Você desconfia de que seu cão esteja apanhando de funcionários ou família?

    2 de agosto de 2012Denúncias

    Atenção:  Este texto foi publicado originalmente em 15 de fevereiro de 2007, mas como, mais de 5 anos depois, ainda vemos as mutilações de rabos e orelhas acontecendo, achei pertinente republicá-lo, já que muita gente é nova no blog e acaba não lendo os textos antigos. Deixei tudo como primeiramente postado, inclusive o texto colorido, algo que não uso há anos. Ontem estive numa pet e vi uma filhote de pitt bull com as orelhas amputadas… A carinha de triteza dela era algo de cortar o coração. Hoje, surge a tirinha do Níquel Náusea nas minhas mãos, tratando justamente de um assunto que eu não poderia deixar de lado: a mutilação estética ‘autorizada’ de animais. Poucos consideram o corte de rabos e orelhas como mutilação. Para falar a verdade, até eu ler sobre o assunto há uns 3 anos atrás, nem eu mesma havia parado para pensar no assunto. Infelizmente, não tenho como recuperar o artigo que li, que dizia que os padrões de todas as raças serão modificados de modo a nenhum animal com corte de rabo e orelhas poder ganhar prêmios em competições que considerem os padrões das raças. Claro que essa movimentação toda começou lá na Europa e vai levar anos até que vejamos seus efeitos. Entretanto, pesquisando na net, achei um artigo do Bruno Tausz, muito interessante que fala exatamente dessa questão. Por favor, vale a pena lê-lo (é só clicar no título deste post para ser direcionado ao artigo). Para quem achar o começo do texto muito técnico, vá descendo até ele começar a falar da história de algumas das raças que têm orelhas decepadas e dos argumentos (furados) utilizados para defender tão dolorosa operação. O fato é que um dia todas as raças que têm partes do corpo extirpadas por estética só serão consideradas ‘padrão’ […]

    Passa a faca!!!!

    Ok, você pode achar que nosso país não tem jeito, que tem a essência da corrupção na sua cultura e que frases de efeito no fim terminam ajudando uma meia dúzia que sabe manipular informações e ações a seu favor. Mas se você está FARTO de crueldade contra animais (e pessoas!), participe! Confira os locais e horários da manifestação em todo o Brasil no post: Manifestação Crueldade Nunca Mais em várias cidades do Brasil!

    HOJE: O Brasil inteiro gritará Crueldade nunca mais!

    22 de janeiro de 2012Campanhas, Denúncias

    Recebi no Facebook e repasso. POR FAVOR, assinem a petição da Lei Lobo. Uma vez aprovada ela servirá para punir todos os absurdos que são cometidos contra os animais. Para assinar a petição acesse: http://peticaopublica.com.br/?pi=P2011N16665

    Manifestação pelos Animais em 3 cidades diferentes do Brasil: divulgue, compareça!

    3 de janeiro de 2012Campanhas, Denúncias, Leis
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados