• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    O Vieira, leitor assíduo e participativo aqui do blog, combinou já há algum tempo comigo de mandar as reportagens dominicais que lê no jornal Folha de SP. Nem sempre as publico porque às vezes elas simplesmente não são relevantes ou condizentes com a temática do Mãe de Cachorro. Hoje, ele mandou a matéria e também um recadinho “Estou te mandando mesmo pq combinei de todo domingo enviar a reportagem da semana para você, às vezes aparece algo realmente interessante, mas acho que não é o caso“. Não, caro colega Vieira, definitivamente não é o caso. Mas vem aqui para o blog por um motivo muito simples: ilustrar como existem pessoas totalmente alienadas da realidade, não só a social, onde vemos diariamente incontáveis animais sofrendo nas rua, mas também a do seu próprio animal, que está sendo exposto à tortura psicológica diária de querer procriar por um simples capricho de sua tutora desinformada que ainda não o castrou, o que, como bem sabemos, acabaria com seu sofrimento muito mais do que se ele cruzasse todo santo dia com várias cadelas e ainda evitaria incontáveis filhotes nascendo em um mundo onde eles simplesmente têm muito mais chances de ter uma vida ruim do que uma feliz. Gostaria que todos vocês clicassem nas imagens abaixo para ampliá-las e ler a matéria e, depois, prosseguirem com a leitura do post. Clique nas imagens para lê-las. Gente, mais do que irritada, estou é profundamente triste.Se uma jornalista famosa, reconhecida, com coluna diária em um dos jornais de maior circulação no país sabe zero a respeito de castração e de seus benefícios e, pelo que podemos depreender de seu texto infeliz (que ela tenta fazer passar por “bonitinho”), também sabe zero sobre a importante questão da superpopulação de animais de rua e do abandono de animais […]

    Tudo que ele precisa, ela não sabe!

    Clique na imagem para ampliá-la. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Quem ama, castra!

    17 de setembro de 2009Campanhas, Castração

    Retirei as outras matérias para o peludo aparecer melhor. A Baiana querida mandou e-mail contando que havia visto na capa de uma revista semanal a chamada sobre uma reportagem para adoção de cães. Depois de muito procurar, quando já estava desistindo, achei a bendita! Clique nas imagens para ampliá-las. Fico muito feliz quando vejo iniciativas assim e felizmente elas são cada vez mais comuns. A revista Bons Fluídos deste mês também traz na capa a matéria sobre o bem que nossos peludos nos fazem, que já postei pra vocês dia 2 de setembro com o título “O bem que eles nos fazem…“, confira também! Clique na imagem para ampliá-la. Também comprei a revista Criativa de setembro porque eles trazem um ensaio entitulado “Mais que um amigo”, mas esta vai ficar pra depois, em um post exclusivo, ok? Entra no blog esta semana, aguardem e fiquem com um gostinho do que vem por aí: Clique na imagem para ampliá-la. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Reportagem de capa sobre adoção de animais na revista Sou + Eu! (e outras!)

    Compre os produtos na Loja Photo Shop do Supermercado Angeloni Beira Mar (ao lado da casa lotérica)(Av. Irineu Bornhausen 4800 – fone: 3333-0632) Todos lembrados da Mostra Fotográfica que aconteceu durante o mês de junho aqui em Floripa, certo? Com os 50% da renda arrecadada com a venda dos produtos da Mostra – que o Instituto Expresso Vida doou para a APRAP – 23 cães e/ou gatos de rua ou de pessoas carentes estão sendo beneficiados com a castração gratuita. Acontece que as vendas em Palhoça foram menores que as de Floripa (valeu galerinha da Ilha da Magia!!!) e estamos com mais algumas unidades das camisetas, baby looks e sacolas ecológicas ainda disponíveis para venda. Agora toda a renda (100%!) será destinada à APRAP para continuar com o projeto de castração. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    ÚLTIMAS unidades dos produtos da Mostra Fotográfica de Floripa!

    11 de setembro de 2009Campanhas, Castração, Eventos

    Cada vez que escuto alguém dizendo “Se eu ganhasse na mega sena acumulada, comprava um terreno bem grande e fazia um abrigo de animais” acontecem três coisas comigo: Sinto um frio correndo pela espinha; Desejo sincera e profundamente que aquela pessoa jamais ganhe prêmio em $$$ capaz de cometer essa besteira e Tento explicar porque abrigos não são a solução e que o dinheiro dela seria muito mais bem empregado se aplicado em campanhas de educação sobre guarda responsável e castração gratuita para todo e qualquer cão e gato, seja quem for seu tutor ou quanto dinheiro ele tiver. Para que vocês entendam também um pouco do meu pensamento (o lugar de cães e gatos é em um lar amoroso!), deixo aqui este ótimo texto que retirei do excelente site do Clube das Pulgas: “Acreditamos que abrigo não é solução para o problema e nem vida digna para os animais abandonados. A população canina e felina aumentou consideravelmente nas últimas décadas e isso se deve à irresponsabilidade do ser humano, que ainda trata o animal como algo descartável. A posse responsável ainda é o maior trunfo contra o abandono de animais, pois embora existam ações que agora começam a fazer parte do nosso cotidiano, seja através de programas de ensino implantados pela prefeitura nas escolas municipais, seja através das entidades de proteção aos animais, como o Clube das Pulgas, que enfocam cada vez mais o controle populacional pelo método das castrações (esterilizações); a conscientização da população ainda é lenta. Mas o que fazer com os animais que já existem e ninguém mais os quer? É o caso do abrigo. De alguma maneira estes animais foram para lá e lá permanecem pelo resto de suas vidas. Abrigo é o sinônimo de abandono e compaixão, abandono pela sociedade que não os quer […]

    Abrigos NÃO são a soluçãoooo!!!

    Obrigada, Jéssica, muito obrigada mesmo, de coração. Na noite de segunda-feira, mesmo chorando ainda pela passagem da minha Moira amada, continuei a fazer o blog e a programar os posts que estão entrando durante esta semana. Fiz isto principalmente por mim, para lembrar de não parar, porque confesso que a vontade é de nem ver mais nenhum outro cão pela frente que não sejam os dois amores que ainda tenho a felicidade de ter junto a mim. E, querida, você não falhou em não devolvê-las às ruas, você fez uma escolha e se comprometeu com ela até o fim. Minha única dica é que tentes doá-las quanto antes porque este dinheiro que vais gastar em hospedagem já serviria para castrar outras e evitar que inúmeros animais nasçam para uma vida de sofrimento. São poucas as pessoas que conseguem castrar e devolver na rua, eu mesma só devolvo quando percebo que o animal está sendo cuidado, nem que seja por comerciantes e claro que não é fácil, mas é a minha escolha, porque minha luta maior é por educação e castração, mas é preciso que haja todo tipo de ajuda para os animais, porque a maioria deles realmente nem tem condições físicas e psicológicas de voltar para a dura realidade de viver nas ruas. Parabéns por tudo e por favor continue com teu projeto de castrar a cachorrada do bairro com ajuda das ONGs, ok?Beijo grande! Ah, tinha esquecido de botar a carta abaixo também. Valeu Fábio! Mais um desconhecido carinhoso comigo… Obrigada de coração! Notícias do Dia, 1º de setembro de 2009.Clique na imagem para lê-la. From: JessicaTo: Ana CorinaSent: Wednesday, September 2, 2009 12:37:40 PMSubject: Querida Ana! Olá Ana, Estou te escrevendo esse email, para agradecer em meu nome, e no nome de muitos animais que eu acredito que […]

    É esse tipo de demonstração de carinho que dá forças pra continuar, quando tudo que eu gostaria no momento é de parar e curtir meu luto…

    foto: Sérgio Parisi Direto do G1! Fazendo uma errata ao texto: a Prefeitura não recolhe animais de rua para castrar e nem para manter em seus canis. Os animais que lá estão esperando por um lar foram recolhidos de maus-tratos denunciados em Boletim de Ocorrência.Os cães de rua tambem não estão todos identificados, e sim os cães comunitários, mantidos por voluntários dos bairros onde moram. Florianópolis ‘exporta’ programa de castração para cães Cidade realizou 20 mil cirurgias em quatro anos e meio.Programa que mantém média diária de atendimentos virou referência. Glauco Araújo Do G1, em São Paulo “Florianópolis esteriliza 25 animais por dia e tem 1,5 mil outros na fila de espera para o procedimento. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde da cidade, 20 mil procedimentos foram realizados como estratégia de controle da superpopulação de cães desde 2005, quando o programa de esterilização canina começou na cidade. O sucesso da ação levou a coordenadora do projeto Bem Estar Animal, Maria das Graças Dutra, a receber representantes de outras cidades do país para conhecer de perto o programa. “As pessoas não sabem como resolver o problema da superpoluação de cães em suas cidades. A nossa forma de controlar a população canina virou modelo para outras administrações municipais. Já estive em Santa Maria (RS), Canoas (RS), Porto Alegre, Niterói (RJ), Jundiaí (SP) e Juiz de Fora (MG) apresentando o projeto.” Para continuar lendo, clique aqui. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Diretoria de Bem Estar Animal de Floripa exportando know-how!

    26 de agosto de 2009Castração, Notícias

    Clique na imagem para ampliá-la. Vejam o que achei no site deles. Perguntem se AMEI… Castração Pediátrica A PROBEM trabalha com o conceito da castração precoce, ainda pouco difundida no Brasil onde os animais são esterilizados a partir de 4 semanas de vida. Cientificamente comprovada a castração pediátrica não traz prejuízos a saúde, é mais econômica e o animal tem melhor resposta na recuperação pós cirúrgica. Os riscos são inerentes a qualquer cirurgia e depende do estado imunológico do animal. A castração é para nós o único método aceitável para a diminuição da superpopulação de animais. Doamos animais apenas castrados para que estes não sejam no futuro contribuintes com o problema da superpopulação, já que cerca de 80% dos adotantes não retornam com seus animais para castração mesmo quando esta é gratuita ou pré agendada. A castração precoce é método cientifico reconhecido, ético e legal, apoiada pela American Humane Association (Associação Humanitária Americana) endossada pela American Veterinary Medical Association (Associação Veterinária Americana), pela American Animal Hospital Association (Associação de Clínicas Veterinárias Americana) entre outras. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    ATENÇÃO Paraná!!! Castração a preço social!

    Postando rapidinho depois de comer minha empanada favorita de Bariloche, no Cocodrillo’s, de gorgonzola e alho poró. Aproveito pra pedir pra você votarem a favor da castração lá no site da Folha e pra deixar um vídeo de um peludo que sabe o que quer da vida: Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Nós podemos não ser carnívoros, MAS ELES SÃO!

    11 de agosto de 2009Castração, Vídeos
  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados