• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Este post é para quem, como eu, já pratica alimentação natural com seus cães e gatos. Ele também pode servir de apoio para quem está pensando em fazer a mudança. Espero que seja útil e que todos se beneficiem das dicas nele passadas, como eu tenho conseguido.Conversando com amigas aqui de Floripa que passaram a servir alimentação natural a seus peludos e com a Sylvia Angélico do Cachorro Verde, fui passando pra elas dicas de como tenho conseguido alimentos nutritivos e importantes de maneira muitas vezes gratuita ou bastante barata. Com a Sylvia as conversas sempre acabam tendo um tom mais técnico, porque é pra quem corro quando tenho dúvidas, como por exemplo “Consigo sebo bovino e cabeças de peixe de graça, posso dar para o Shoyo?“. Os comentários da Sylvia você acompanha ao longo do texto, em itálico e na cor azul. Observação: Por só comer alguns tipos de peixes e de frutos do mar, não pensem que é fácil eu encarar isso tudo. Mas decidi oferecer o que considero mais saudável para meu pequeno carnívoro e não vou deixar de fazê-lo porque tenho convicções que são antes de mais nada, minhas, e que fazem com que eu não consuma os alimentos que sirvo a ele. Além do mais, para os xiitas de plantão (sai Exu de Blog!): vocês acham que é usado o quê nas rações? Bem, em algumas marcas, infelizmente, até carcaças de cães e gatos…Leia também: Alimentação e sustentabilidade Quanto você gasta por mês oferecendo alimentação natural para seu cão/gato?  Dicas para economizar na Alimentação Natural: Bem, meu padrão de economia é fazer mentalmente a conta usando o raciocínio “Quando eu dava ração, ela custava tantos R$ por quilo“. Então tudo que fica abaixo deste valor eu já considero barato. Mesmo assim meus gastos nem de […]

    Alimentação Natural: Dicas práticas para economizar!!

    21 de março de 2013Alimentação Natural, Saúde

    Lembram do post Fio dental natural: conheça uma alternativa saudável para limpar os dentes do seu gato (ou cão de pequeno porte)!? A Carol Daemon também postou sobre os pescoços de galinha em seu blog sobre sustentabilidade. Confiram um trecho abaixo e a íntegra clicando aqui. Existe uma linha veterinária séria e respeitada que defende o mesmo que o Slow Food, que seres vivos devem comer comida fresca, produzida localmente e com ingredientes de boa qualidade. Da mesma forma que nossa alimentação deve ser a mais natural possível, a dos cães também não deve restringir-se à ração industrializada, tão cheia de conservantes que não estraga nunca. Aqui em casa, são 3 vira-latas, todas adotadas e castradas. Como viajo muito à trabalho, não posso dar a alimentação natural quando estou fora. Por isso, procuro dar a melhor ração possível e complementar com muitas frutas doces – como mamão, banana, goiaba, maçã e manga – e ossos crus, um excelente alimento que ainda distrai o animal e ajuda a limpar os dentes. Eu falo melhor sobre a limpeza do tártaro na postagem dos joelhos e canelas de boi. Mas lembro que foi a única solução para o mau hálito de um dos meus cães.

    Pescoço de galinha cru: mais uma blogueira recomendando!

    20 de fevereiro de 2013Alimentação Natural, Carol Daemon

    Graças a um recurso do WordPress que permite que eu saiba quem anda linkando o Mãe de Cachorro por aí, descobri o post abaixo no blog Animal Mundi. Fica impossível não compartilhar mais um texto interessante sobre alimentação dos peludos para que cada vez mais mães e pais de cães e gatos estejam cientes da questão e possam fazer melhores opções relacionadas à saúde dos peludos, afinal, somos o que comemos. Abaixo, alguns trechos do post “A importância de uma boa alimentação para os pets” que você lê na íntegra clicando aqui. “Sempre fornecemos ração, até porque todos os veterinários com quem tivemos contato sempre indicaram a ração como o alimento ideal, como ainda fazem muitos veterinários aqui no Brasil… Em uma ocasião, no lançamento de uma ração nova (que ainda está no mercado, por sinal), compramos uma grande quantidade em promoção e depois de mais ou menos 1 mês, 11 dos 55 gatos estavam com problema urinário, simultaneamente. Foi horrível ver tantos gatos miando ao mesmo tempo pra fazer xixi, sangrando e sofrendo. Imagine ter que levar 11 gatos pra fazer exames e sonda? Foi terrível. O veterinário disse que aquela ração causou os cálculos nos gatos. Estava correto, mas ele podia ter ido além e dado uma informação mais completa, dizendo que qualquer ração pode causar problemas urinários… Enfim, trocamos a ração e não tivemos mais problemas naquele nível, apesar de, vez ou outra, pegarmos algumas gatas com cistites e dificuldades para urinar. Como já sabíamos quais remédios dar, tratávamos ao menor sinal. Ou seja, estávamos tratando os problemas, sem atacar a causa. (…) Em ocasiões pontuais tive outros animais (principalmente fêmeas) com problemas urinários, e todos os veterinários com quem tive contato falavam “ah, é normal gato ter problema urinário“. Não, amigos, não é normal. Pesquisando um […]

    Texto EXCELENTE sobre alimentação de cães e gatos no blog Animal Mundi

    Post inicialmente publicado em 10/1/11. Antes de repassar o material que achei na web a respeito do hábito que alguns cães têm de comer as próprias fezes, a coprofagia, alguns comentários pessoais sobre o tema: Quando estava ensinando o Sushi a “usar o banheiro”, elogiava muito todas as vezes em que ele acertava o jornal. Com isso, ele passou a achar que seu cocô era uma espécie de prêmio e começou a trazê-lo todo feliz quando alguma visita estava em casa no momento em que ele defecava. Para parar com o hábito, simplesmente passei a não mais elogiá-lo quando usava o jornal direitinho, até porque a esta altura ele já estava fera.Veja se não é o mesmo caso com o seu cãozinho; Uma vez me ensinaram a servir sementinhas de mostarda na comida do peludo porque elas dariam um cheiro e um gosto desagradável às fezes; Cada vez mais me apaixono pelo Neem e seus vários usos. Como o Estibion Plus Neem é o único produto natural que conheço que tem fácil aplicação (basta polvilhar por cima da comida) e ainda por cima melhora a saúde em geral dos pets, não canso de recomendá-lo. Um de seus benefícios é combater a coprofagia; Atualização em 30/1/11 –> Super dica da Sylvia Angélico, publicada no Twitter do Cachorro Verde: “Seu cão tem hábito de comer fezes? Experimente adicionar um pouco de abacaxi às refeições dele. Isso deixa as fezes com gosto desagradável. Frutas cítricas não são contra-indicadas para cães sadios. O suco gástrico dos cães tem pH de 1 a 1.5 – MUITO mais ácido que o de qualquer fruta. Muitos cães gostam de abacaxi fresco. Nesses casos, é só acrescentar uma ou duas colheres de sopa de abacaxi fresco à dieta – tanto faz se é caseira ou comercial (ração). Se […]

    Seu cachorro come cocô? Coprofagia em cães.

    Então leia este depoimento que me foi enviado por mensagem no Facebook e acesse www.cachorroverde.com.br se também quiser/precisar mudar a alimentação do seu peludo para uma opção mais natural e que pode curá-lo! 06 de Outubro Luciana Taranto Rodrigues Oi Ana, gostaria muito de te agradecer pelas dicas maravilhosas que você publica. Tenho uma poodle com 9 anos, e ela estava com uma alergia horrorosa, os pelos até cairam. Fiz um exame que foi para os EUA, mas como demorava, comecei a dar alimentação natural. Minha cachorra está praticamente curada. Ela nunca vai poder comer ração, uma vez que é alérgica a carne de frango e de boi. Graças a você e ao cachorro verde, resolvi meus problemas. Grata, Luciana

    Seu cão ou gato sofre com alergias mil?

    14 de novembro de 2011Alimentação Natural, Saúde

    Para quem deseja trocar a ração de seu cão por uma alimentação caseira, cozida e balanceada, este resumão do Cachorro Verde vem bem a calhar. Há muitos cães que não estão mais aceitando rações, ou então pessoas que simplesmente querem trocar a alimentação para uma opção em que elas mesmas possam controlar os ingredientes e seu frescor e qualidade. A opção também é útil para cães com alergias de pele, muitas vezes provocadas pelos grãos presentes nas rações secas (milho, soja e arroz, sendo este último o menos pior dos três e o melhor tolerado). Leia também: Guia prático de Alimentação Natural do Cachorro Verde (dieta crua) Tipos de alimentação caseira para cães e gatos: alternativas saudáveis que conquistam peludos e seus responsáveis.Alimentação Natural: Dicas práticas para economizar!! Clique na imagem para ampliá-la. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Guia prático da dieta caseira cozida do Cachorro Verde

    3 de outubro de 2011Alimentação Natural

    Vagas limitadas! Corra para garantir a sua, mas NÃO PERCA a palestra da médica veterinária Sylvia Angélico, editora do Cachorro Verde! Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    IMPERDÍVEL—> Oficina GRATUITA de dietas caseiras para cães e gatos, AMANHÃ, em Tiradentes, São Paulo!

    19 de agosto de 2011Alimentação Natural, Eventos

    Só deu o meu baixinho lindo na matéria sobre alimentação natural do Raphael Faraco para o quadro Amigo Bicho do Jornal do Almoço!!! hahaha Amado da mãeeeeee!!! Para quem quiser saber mais sobre o assunto, acesse www.cachorroverde.com.br! ´ No post “Shoyo e sua alimentação natural e 100% saudável” conto como tudo começou e tem o link para a tradução do livro do veterinário Tom Lonsdale, cuja leitura recomendo a todos que desejam aprender mais. Quem diver dúvidas pode deixar um comentário neste post que responderei a todas. Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Shoyo e eu no Jornal do Almoço (RBS SC) falando sobre alimentação natural!!!

    Doenças crônicas costumam apavorar as pessoas, mas muitas delas podem ser mais facilmente controladas se a pessoa adotar um estilo de vida mais saudável, o que sempre passará por rever a alimentação. Com nossos peludos não é diferente. Diagnósticos não são o fim, ou muito menos sentenças de morte certa e sofrimento. Muito do tratamento depende da maneira como o encaramos, com determinação para seguir em busca da cura ou do controle, ou negatividade e oportunidade para vestirmos a capa de vítimas. A boa notícia é que cães não têm a menor ideia do que palavras como diabetes e câncer significam. Já que não racionalizam, respondem de maneira maravilhosa a tratamentos ditos “alternativos”, mas que se pararmos para pensar, são os primeiros tratamentos, tão antigos quanto o bicho homem e sua relação com tratamentos usando ervas e outras terapias naturais. Leia também: Lista de veterinários holísticos no Brasil! Homeopatas, acupunturistas etc.–> Divulguem muito! Portanto, se você quer tornar sua vida e a do seu cão diabético em uma situação que até pode não ser a desejada, mas que ainda assim pode ter qualidade de vida e saúde, leia o texto abaixo com carinho e estude o post de onde ele foi extraído, no blog Homeopatas. A leitura pode até ser um pouco longa, mas salve o link e leia com calma. Afinal, é a vida e a saúde do seu filho de patas que estão em jogo, você com certeza tem interesse no assunto, certo? Bons estudos e não deixe de conferir as 3 opções de cardápio para cães diabéticos no fim deste post! Observação importantíssima: se você possui um animal diabético, procure o médico-veterinário, realize os exames solicitados, obedeça à regularidade de retornos e procure seguir à risca as orientações. O diabetes mellitus, seja tipo I ou tipo II, é […]

    Meu cão é diabético, e agora?

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados