• Receba os posts por e-mail:

    Adoro quando vocês me escrevem contando como vai a vida! Recebi no Face e repasso. Cíntia Lacerda Olá Ana! Tudo bem com vc? Estou passando por aqui, em primeiro lugar, para agradecer a vc pelo seu site maravilhoso q iluminou a minha vida, me mostrou q eu não estava sozinha nos meus questionamentos qto as coisas sem sentido na indústria pet e foi através de vc q conheci o site do cachorro verde q foi também uma descoberta maravilhosa n minha vida. Em segundoo lugar, e mais importante, fiz questão de dividir com vc a minha alegria por estar aderindo a alimentação natural para o meu cão. Há alguns meses eu li a respeito no seu site e já havia visto várias matérias a respeito, mas sempre ficava na dúvida sem saber como fazer. Li e reli milhares de vezes as matérias no Mãe de Cachhorro e também no Cachorro Verde e sempre ficava pensando q me informaria um pouco mais antes de aderir. Mas o meu cão fez o grande favor de me mostrar q não poderia esperar mais. Eu tenho um cocker spaniel de 10 anos chamado Enzo. Ele sempre foi muito saudável, alegre e com energia de sobra. Meus gastos com veterinário são zero, pq ele não tem problemas de saúde. A veterinária dele atribui isso ao estilo de vida q ele tem. Enzo NUNCA comeu petiscos p cães, não vai ao pet shop tomar banho (somente p tosar, a cada 8 semanas) etc. Massss comia ração. De uns tempos p cá ele começou a vomitar a ração depois de comer. Comprei de outra marca e foi pior, voltei p a antiga. Na quinta-feira comeu de manhã e qdo cheguei em casa a noite vi q tinha vomitado muito e nao quis comer a noite. A barriga […]

    Depoimento sobre alimentação natural.

    8 de janeiro de 2014Alimentação Natural

    A Otávia Mello, do blog Amor e Miados, a mesma que faz o projeto Felinos & Urbanos (que AMO e parabenizo sempre, clique aqui para conhecer mais sobre ele), agora só oferece a seus gatinhos alimentação natural. E como a maioria das pessoas que faz opção por tomar a alimentação de seus peludos sob seus cuidados, a Otávia estudou e estuda bastante o assunto. Tanto que os compartilha no menu da direita lá do Amor e Miados e em uma página específica sobre o assunto no Facebook, a Meu Gato Não Come Ração. No blog Amor e Miados os posts sobre alimentação natural estão todos reunidos neste link. Texto destaque: O que a ração seca industrializada pode causar no seu gato? Leia também: Maioria dos casos de cálculo renal é causada por RAÇÕES! Fiquem ligados! Como sempre, quando o assunto é alimentação natural de caninos e felinos, recomendo o perfeito Cachorro Verde e há pouco comecei a indicar também o Tendências Naturebas Pets, principalmente para as mamães de bichanos, porque a veterinária é especialista em gatinhos. Bom, fica a dica a todos os que querem oferecer saúde de verdade a seus bichanos. Lembrando que gatos são carnívoros estritos, não deveriam alimentar-se de NADA que não fosse proteína 100% animal.

    Alimentação natural para gatos.

    3 de dezembro de 2013Alimentação Natural, Gatos, Saúde

    Recebi e repasso. Não preciso comentar, o texto fala por si.​ Sites sobre alimentação natural e veterinárias que fazem consultas presenciais e online: http://cachorroverde.com.br http://www.tendenciasnaturebaspets.com.br     From: Carmen Valls Date: 2013/9/15 Subject: LOBINHO To: Ana Corina Querida hermanita, Estou te escrevendo pq queria que vc divulgasse, se vc achar importante, meu comentário sobre dar comida aos animais, nossos filhotes. Como vc sabe o Lobinho  vai fazer amanhã 17 anos, sempre dei a ele ração superpremiun e sempre desconfiei da qualidade e do que eles usam para fazer a ração. Ao longo da vidinha dele teve 2 vezes pedra na bexiga e eu sempre achei que tinha a ver com a ração. No início de maio deste ano ele teve uma séria crise renal, bastante séria mas começou a comer a ração “XXX renal”, e vi meu amorzinho cada vez mais magro, somente comendo qdo eu forçava e na eminência de ter outra crise, passando o dia prostrado sem ânimo, com frio, etc.. Qdo vi num post no face de uma conhecida o nome de uma nutricionista veterinária, imediatamente marquei a consulta e em 2 dias ela me passou a dieta balanceada para um cão com a idade dele e o problema renal, comecei a fazer na semana passada, te juro em 2 dias vi o Lobinho se transformar, de apático passou a ficar mais espertinho, parou de sentir frio, passou a dormir a noite toda em vez de chorar, e vc nem imagina a alegria de vê-lo voltar a se alimentar sozinho e comer com apetite a sopinha de legumes, a carne, etc, enfim tudo o que compõem a quantidade que ele tem que ingerir diariamente, agora até lambe o prato. Não é difícil preparar a comidinha,não é difícil se organizar, não é tão caro qto a ração e […]

    Meu cão quase morreu de doença renal comendo ração.

    Não consigo deixar de compartilhar algo tão importante e tão diretamente ligado à saúde real de nossos amados peludos. Até 2009, eu mesma dizia “não cuido bem nem da minha alimentação, então meus cães seguirão comendo ração”. Mas as doenças não paravam de (re)aparecer e o fim da história foi feliz para todo mundo, pois hoje não só meus cães comem realmente bem (alimentação natural), mas eu também e a saúde vai muito bem de verdade, obrigada. De tanto estudar nutrição canina e felina, terminei prestando mais atenção na minha alimentação e as mudanças foram acontecendo naturalmente. Seguem trechos da tradução que a Otávia Mello fez do texto “Grains are Very, Very Bad for Your Obligate Carnivore Cat, Carnivore Dog”. A íntegra da tradução você lê clicando aqui. Quer saber quanto de carboidratos há na ração do seu pet? Leia os textos: Como escolher uma boa ração para o meu cão? e O que você precisa saber antes de escolher a ração do seu bichano? Todos os textos sobre ração no blog: http://www.maedecachorro.com.br/category/racao “Grãos são os piores ingredientes para seus cães e gatos. Eles precisam de carne, não de grãos. É algo muito simples de entender. De acordo com a Associação de Prevenção da Obesidade para Animais de Estimação, 55% dos gatos adultos e 53% dos cães adultos estão oficialmente acima do peso ou obesos. E não é por comerem demais ou fazerem pouco exercício, mas por causa da perigosa e grande quantidade de grãos, milho e outros ingredientes de baixa qualidade, repletos de carboidratos e açúcares inúteis, encontrados nas rações secas. (…) Alimentar animais que foram criados para se manter com carnes e outros alimentos frescos, com uma dieta altamente processada e baseada em grãos, certamente irá criar doenças com o tempo.(…) Gatos fazem parte da familia "FELIDAE", a […]

    Malefícios de uma dieta à base de grãos para cães e gatos.

    Ok, ok, ok! Quem me lê sabe que recomendo a alimentação natural como a melhor opção para quem quer manter cães e gatos saudáveis e em dia com suas naturezas carnívoras. Mas como no Brasil ainda não existem marcas específicas para cães e gatos de alimentação natural e congelada à venda, quem deseja praticar essa alternativa deve estudar bastante antes de fazer a troca. Se não for para levar a mudança a sério e estudá-la com seriedade, melhor ficar na prática ração mesmo. Alimentação natural não é dar restos de comida, não é dar carne moída com arroz ou muito menos sebo com fubá. Leia mais sobre o assunto: acesse o excelente post “Erros mais comuns na utilização da alimentação natural” e saiba tudo sobre os equívocos abaixo! 1. Iniciar a alimentação natural sem ler nada sobre o assunto 2. Não fazer a fase de transição entre ração e alimentação natural 3. Não ter uma balança para pesar a quantidade certa de meaty bones e carnes 4. Oferecer ração e alimentação natural ao mesmo tempo 5. Não individualizar as porções, quando há mais cães em casa 6. Fazer uso da dieta natural, mas não oferecer meaty bones ou outra fonte de cálcio 7. Iniciar a alimentação natural em períodos especiais da vida do cão 8. Acreditar que alimentação natural é sobra do almoço 9. Não respeitar as quantidades sugeridas e oferecer mais  que o necessário 10. Permitir que o cão roa o osso recreacional o dia inteiro 11. Falta de variação – monodieta

    Estudar é preciso… 11 erros que você deve evitar ao oferecer a alimentação natural para pets carnívoros.

    O veterinário australino Tom Lonsdale é leitura mais do que obrigatória para qualquer pessoa – principalmente para colegas de profissão – que tenha o mínimo de pretensão de aprender mais sobre nutrição de cães e gatos. Mesmo que a dieta final escolhida não seja a proposta por ele – essencialmente crua, sem exceções – o autor dos livros Work Wonders e Raw Meaty Bones é referência em alimentação saudável para cães e gatos no mundo todo. Já nos correspondemos há algum tempo, mas só agora tive a ideia de entrevistá-lo para o Mãe de Cachorro. Boa leitura! **** Mãe de Cachorro – Por que oferecer alimentos crus para cães e gatos? Tom Lonsdale – “A espécie humana é a única que cozinha sua comida. E ainda assim não entendemos totalmente os prós e contras do cozimento. Entretanto, para todas as outras espécies a dieta biologicamente apropriada é a crua, sem exceções. Embora caninos e felinos possam compensar e comer alimentos cozidos, o melhor teste é comparar o que acontece quando animais alimentados com dietas cozidas/industrializadas passam a receber uma dieta crua. A mudança no comportamento e no bem-estar geral do indivíduo é notável e surpreendente. Agora faça o contrário e tire este cães e gatos da dieta crua e ponha de volta na dieta cozida/industrializada e em cada instância de saúde e em outros parâmetros haverá um declínio.” Mãe de Cachorro – Há quantos anos o senhor começou a estudar a alimentação crua para cães e gatos, a oferecê-la para seus animais e a recomendá-la para seus clientes no consultório veterinário? Tom Lonsdale – “Faz mais de vinte anos que acordei para o assunto. Publiquei meu primeiro trabalho sobre o tema (http://rawmeatybones.com/No_3128.html) em dezembro de 1991.” Mãe de Cachorro – O senhor tem pacientes que estão vivendo mais do que […]

    EXCLUSIVO: Entrevista com o veterinário australiano Tom Lonsdale, um dos precursores da Alimentação Natural e Crua para cães e gatos.

    Este post é para quem, como eu, já pratica alimentação natural com seus cães e gatos. Ele também pode servir de apoio para quem está pensando em fazer a mudança. Espero que seja útil e que todos se beneficiem das dicas nele passadas, como eu tenho conseguido.Conversando com amigas aqui de Floripa que passaram a servir alimentação natural a seus peludos e com a Sylvia Angélico do Cachorro Verde, fui passando pra elas dicas de como tenho conseguido alimentos nutritivos e importantes de maneira muitas vezes gratuita ou bastante barata. Com a Sylvia as conversas sempre acabam tendo um tom mais técnico, porque é pra quem corro quando tenho dúvidas, como por exemplo “Consigo sebo bovino e cabeças de peixe de graça, posso dar para o Shoyo?“. Os comentários da Sylvia você acompanha ao longo do texto, em itálico e na cor azul. Observação: Por só comer alguns tipos de peixes e de frutos do mar, não pensem que é fácil eu encarar isso tudo. Mas decidi oferecer o que considero mais saudável para meu pequeno carnívoro e não vou deixar de fazê-lo porque tenho convicções que são antes de mais nada, minhas, e que fazem com que eu não consuma os alimentos que sirvo a ele. Além do mais, para os xiitas de plantão (sai Exu de Blog!): vocês acham que é usado o quê nas rações? Bem, em algumas marcas, infelizmente, até carcaças de cães e gatos…Leia também: Alimentação e sustentabilidade Quanto você gasta por mês oferecendo alimentação natural para seu cão/gato?  Dicas para economizar na Alimentação Natural: Bem, meu padrão de economia é fazer mentalmente a conta usando o raciocínio “Quando eu dava ração, ela custava tantos R$ por quilo“. Então tudo que fica abaixo deste valor eu já considero barato. Mesmo assim meus gastos nem de […]

    Alimentação Natural: Dicas práticas para economizar!!

    21 de março de 2013Alimentação Natural, Saúde

    Lembram do post Fio dental natural: conheça uma alternativa saudável para limpar os dentes do seu gato (ou cão de pequeno porte)!? A Carol Daemon também postou sobre os pescoços de galinha em seu blog sobre sustentabilidade. Confiram um trecho abaixo e a íntegra clicando aqui. Existe uma linha veterinária séria e respeitada que defende o mesmo que o Slow Food, que seres vivos devem comer comida fresca, produzida localmente e com ingredientes de boa qualidade. Da mesma forma que nossa alimentação deve ser a mais natural possível, a dos cães também não deve restringir-se à ração industrializada, tão cheia de conservantes que não estraga nunca. Aqui em casa, são 3 vira-latas, todas adotadas e castradas. Como viajo muito à trabalho, não posso dar a alimentação natural quando estou fora. Por isso, procuro dar a melhor ração possível e complementar com muitas frutas doces – como mamão, banana, goiaba, maçã e manga – e ossos crus, um excelente alimento que ainda distrai o animal e ajuda a limpar os dentes. Eu falo melhor sobre a limpeza do tártaro na postagem dos joelhos e canelas de boi. Mas lembro que foi a única solução para o mau hálito de um dos meus cães.

    Pescoço de galinha cru: mais uma blogueira recomendando!

    20 de fevereiro de 2013Alimentação Natural, Carol Daemon

    Graças a um recurso do WordPress que permite que eu saiba quem anda linkando o Mãe de Cachorro por aí, descobri o post abaixo no blog Animal Mundi. Fica impossível não compartilhar mais um texto interessante sobre alimentação dos peludos para que cada vez mais mães e pais de cães e gatos estejam cientes da questão e possam fazer melhores opções relacionadas à saúde dos peludos, afinal, somos o que comemos. Abaixo, alguns trechos do post “A importância de uma boa alimentação para os pets” que você lê na íntegra clicando aqui. “Sempre fornecemos ração, até porque todos os veterinários com quem tivemos contato sempre indicaram a ração como o alimento ideal, como ainda fazem muitos veterinários aqui no Brasil… Em uma ocasião, no lançamento de uma ração nova (que ainda está no mercado, por sinal), compramos uma grande quantidade em promoção e depois de mais ou menos 1 mês, 11 dos 55 gatos estavam com problema urinário, simultaneamente. Foi horrível ver tantos gatos miando ao mesmo tempo pra fazer xixi, sangrando e sofrendo. Imagine ter que levar 11 gatos pra fazer exames e sonda? Foi terrível. O veterinário disse que aquela ração causou os cálculos nos gatos. Estava correto, mas ele podia ter ido além e dado uma informação mais completa, dizendo que qualquer ração pode causar problemas urinários… Enfim, trocamos a ração e não tivemos mais problemas naquele nível, apesar de, vez ou outra, pegarmos algumas gatas com cistites e dificuldades para urinar. Como já sabíamos quais remédios dar, tratávamos ao menor sinal. Ou seja, estávamos tratando os problemas, sem atacar a causa. (…) Em ocasiões pontuais tive outros animais (principalmente fêmeas) com problemas urinários, e todos os veterinários com quem tive contato falavam “ah, é normal gato ter problema urinário“. Não, amigos, não é normal. Pesquisando um […]

    Texto EXCELENTE sobre alimentação de cães e gatos no blog Animal Mundi

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados