• Receba os posts por e-mail:

      Cães e gatos estão sendo roubados, inclusive com pedidos de resgate para devolver o animal. Para minimizar as chances de ser vítima dessa nova modalidade de crime, siga as dicas da coluna de hoje. Para ler a coluna clique na imagem, ou aqui.

    Seis dicas para evitar que seu cão ou gato seja roubado.

    Lembram do 1º Max Encontro Nacional de Apoio a Protetores de Animais ? Participei a convite da empresa como imprensa em 2012 e contei tudo neste post aqui. Pois o evento já vai para a 3ª edição e recomendo a todos os que puderem participar. Infelizmente, como minha vida mudou muiiito de lá pra cá (agora trabalho e faço mestrado, zero tempo livre), não poderei comparecer, mas se pudesse, adoraria estar lá! Participem e divulguem! Total Alimentos cria programa para atender animais necessitados em todo o Brasil Programa MAX em Ação conta com mais de 800 ONGs cadastradas. Para participar basta recortar selos de doação nas embalagens dos produtos da empresa e entregar para a instituição que deseja ajudar, além de participar do 3º Encontro Nacional de Protetores de Animais, no dia 31 de agosto, em São Paulo.  O programa MAX em Ação é uma iniciativa da Max – Total Alimentos - indústria que atua desde 1974 no mercado de alimentos para animais – criado com o objetivo de levar ajuda aos animais necessitados de todo o Brasil, por meio de ONGs, protetores e simpatizantes à causa. Atualmente, o programa conta com mais de 800 instituições regulamentadas e cadastradas. Para participar, basta recortar o selo de doação que se encontra nas embalagens de produtos Max e entregar para a ONG que deseja ajudar, inserir o selo nas urnas disponíveis em diversos Pet Shops apoiadores da ação ou enviar via correio para a Total Alimentos, Caixa Postal 51, CEP 37410-000, Três Corações. “Agora, toda vez que você alimentar seu amigão em casa, poderá ajudar os animais que não tiveram tanta sorte ainda de ter um lar e uma família”, afirma a Coordenadora do programa, Natália Miranda. Mais ações Outra causa que a Total Alimentos apoia é a guarda responsável por meio do Programa Max Identidade, como foco na […]

    Total Alimentos cria programa para atender animais necessitados em todo o Brasil.

    22 de julho de 2014Destaques, Eventos

      Pesquisas nos campos da neurociência e da psicologia têm demonstrado que os peludos não apenas sonham, mas que seus sonhos são muito similares aos nossos. Cães sonham? Eles movimentam as pernas, o rabo e chegam até a latir, chorar ou rosnar. Ainda assim, fica a dúvida: será que os cães sonham? Saber a resposta é mais do que uma curiosidade e pode ajudar a melhorar a saúde humana. O começo do século XXI trouxe muitas pesquisas feitas e publicadas nos campos da neurociência e da psicologia, buscando entender a existência e o impacto dos sonhos na cognição dos animais. Estudos de instituições como a Universidade British Columbia e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts sobre os sonhos de animais comprovaram ser úteis no entendimento de doenças humanas complexas e graves, como Alzheimer e insônia. Estudos Os resultados demonstraram que muitos animais (humanos, ratos, cães, gatos e até alguns pássaros) compartilham semelhanças na estrutura do cérebro e em padrões de atividade elétrica cerebral, estejam acordados ou dormindo. Isto sugere não apenas que os cães sonham, mas que é quase certo de que seus sonhos revivem as atividades do dia e os ajudam a processar aprendizados, assim como os nossos. Semelhanças Porções análogas da estrutura cerebral que produzem imagens visuais e criam memórias parecem ter um funcionamento similar entre as espécies mamíferas. Os sonhos começam dentro de vinte minutos para os cães e podem variar de duração ou número dependendo de fatores como o tamanho ou a idade do cachorro. Peludos de porte maior parecem sonhar por mais tempo, mas com menor frequência. Independentemente do porte, os filhotes, que ainda estão aprendendo muito sobre o mundo, tendem a ter mais sonhos do que cães adultos ou idosos. Continue a ler o texto clicando aqui.

    Será que cães e gatos sonham?

      Tudo bem que as férias do meio do ano costumam ser mais curtas, mas qualquer viagem, mesmo que durante um final de semana, pede cuidados especiais com cães e gatos da família. Conheça alguns deles na coluna de hoje. Férias  Vêm aí as férias do meio do ano e se a família for viajar, é sempre bom planejar como ficará o cão ou gato no período. Se optarem por levá-lo junto e a viagem for de carro, o mais seguro é fazer o trajeto dentro de uma caixa de transporte bem posicionada dentro do veículo. Só o alimente até três horas antes de embarcar e pare eventualmente para ele beber água, urinar e esticar as pernas. Nunca saia do carro sem que ele esteja usando coleira e guia, o que também vale para gatos. Providencie um atestado veterinário, que é obrigatório e precisa ser expedido no mínimo oito dias antes do embarque. Se ele for junto de ônibus ou avião, consulte com antecedência a empresa de transporte escolhida para saber suas exigências. Em casa Se preferir deixar o peludo em casa, contrate um profissional especializado ou um amigo/vizinho/parente para cuidar dele diariamente. Esta opção é boa principalmente se você tiver gatos, pois eles geralmente ficam melhor no lar do que em hotéis. Com estas visitas diárias até sua casa fica mais protegida. Dependendo das condições e do temperamento do animal, os benefícios de permanecer em casa superam as desvantagens de ficar sozinho. Mas se ainda assim você preferir contratar uma hospedagem, escolha com calma, apareça de surpresa no estabelecimento para ver como os animais são tratados, fique de olho na higiene e assine um contrato. Qualquer opção em que o animal saia de casa propicia fugas.Todo cuidado é pouco e ninguém quer viajar e saber que seu melhor amigo […]

    Como cuidar de seu bichinho de estimação durante as férias do meio do ano.

    Quer ajudar animais abandonados sem precisar adotar ou ser voluntário em uma organização não governamental? Abra sua casa e ofereça um lar temporário para ajudar protetores e ONGs a salvar vidas. Salve Abrigar um animal pode não fazer diferença na imensa massa de cães e gatos necessitando de ajuda, mas faz toda a diferença naquela vida que você está ajudando a salvar. E só isto já deveria bastar. Oferecer um lar temporário permite que protetores e organizações não governamentais ajudem a milhões de animais todos os anos no mundo, pois libera vaga em abrigos e casas de protetores, sempre superlotados. Assim, eles podem recolher outros bichos de situações de maus-tratos ou abandono, pois terão onde abrigá-los. A parte mais cara de ajudar a um peludo costuma ser o pagamento de hospedagens. E quando o peludo que você abrigou for adotado, você estará pronto para ajudar novamente, salvando mais vidas. Experimentar Tem gente que não pode ou não quer se comprometer com responsabilidades em longo prazo, algo que a adoção exige, já que teremos mais de uma década de convívio com o cão ou gato adotado. Ao oferecer um lar temporário, você ficará com o animal sob seus cuidados por um período de tempo apenas, até que seja adotado. A solução também é ótima para pessoas idosas, que têm medo de falecer e deixar seus bichinhos desamparados, pois todo animal em lar temporário é responsabilidade de um protetor ou ONG. Conhecimento Pense na experiência de oferecer um lar temporário como um curso intensivo sobre cães ou gatos. Ao ajudar oferecendo sua casa e cuidados, você conviverá com vários deles ao longo do tempo, verá como se comportam, notará suas diferenças de comportamento e aprenderá muito com eles, o que será útil para você ajudar a outras pessoas com os conhecimentos adquiridos […]

    Seis motivos para oferecer um lar temporário para um cão ou gato.

    Florais Os florais de Bach são essências vibracionais de flores provenientes da Inglaterra e podem e devem ser utilizadas em qualquer ser vivo. Eles agem equilibrando as emoções, como por exemplo, equilibrando raiva em amor, hiperatividade em tranquilidade, carência em paz no amor etc. Os florais de Bach possuem 38 essências, sendo 37 retiradas de flores e uma de água em pedra. Na formulação o especialista em terapia floral poderá associar até 37 essências. Preparo As essências florais são retiradas da natureza através de dois métodos, o Método Solar e o Método de Fervura, e depois são embaladas e distribuídas para todo o mundo. Os florais no Brasil são manipulados em farmácias de forma diluída para seres humanos a 30% de veículo alcoólico e para animais a 10% de veículo alcoólico. Os florais devem ser armazenados longe de aparelhos elétrico e celulares e sempre à temperatura ambiente. Um bom lugar para guardar florais e homeopatias é dentro de caixas de isopor. Indicação Florais são muito utilizados em cães e gatos para equilibrar sentimentos como raiva, hiperatividade, agressividade, medos, traumas, depressão, saudade, perda de controle, dominância etc. Não possuem contra indicações, inclusive podem ser utilizados em tratamentos junto com alopatias e com homeopatias. Para animais com medo de fogos de artifício os florais podem ser muito úteis, mas devem ser usados com critério e regularidade. Para continuar a ler, clique na imagem, ou aqui.

    Terapia com florais: uma alternativa no tratamento de cães e gatos, inclusive contra medo de fogos.

    Apesar do título do post do site Cachorro Verde falar apenas do teste de titulação de anticorpos testado pela veterinária Sylvia Angélico, o texto que ela produziu é uma verdadeira aula sobre vacinação de cães e gatos, inclusive com referências bibliográficas científicas que podemos indicar para veterinários que ainda não estudaram a questão da real necessidade ou não dos reforços anuais e mesmo da aplicação de algumas vacinas, não necessárias a todos os animais. O texto é claro e está tudo lá muito bem explicado é dito. Só não entende e não aprofunda a leitura quem não quiser, o que sempre será uma pena com prejuízos para aqueles a quem tanto bem queremos: cães e gatos. Boa leitura e espero que muitos passem a estudar mais o assunto e a repensar protocolos vacinais abusivos. Segue o início do texto da Sylvia, que vocês podem terminar de ler clicando aqui. Há mais de uma década a literatura científica como um todo vem insistindo que as vacinas mais importantes são capazes de proteger o cão por muito mais que um ano. Uma vacina importada contra cinomose, por exemplo, confere proteção por até cinco anos, até nove anos ou por até toda a vida do cão – dependendo do estudo que você ler. Divergências à parte, o consenso é claro: vacinas contra agentes virais como a cinomose, parvovirose e hepatite infecciosa barram infecções por no mínimo três anos. Essa mudança de paradigmas tornou a velha prática de vacinar todo cachorro com todas as vacinas que existemtodos os anos uma conduta cientificamente ultrapassada e antiética. E pior: desnecessariamente arriscada. Sim, a vacinação é uma importante medida preventiva – isso não está em discussão – mas não tem nada de inofensiva. Toda aplicação tem o potencial de causar reações adversas que vão do comum mal estar passageiro a problemas mais sérios, como convulsões, doenças autoimunes, alergias, inflamações crônicas e até tumores. […]

    Vacinação anual para cães e gatos: necessidade ou excesso?

    16 de junho de 2014Destaques, Vacinação

      Na próxima semana, haverá audiência pública para debater o modelo do Pet Place, projeto que cria parque cercado para cães em Florianópolis. Parque para cães Foi aprovada a audiência pública que servirá para debater o modelo do Pet Place, projeto do vereador de Florianópolis Pedro de Assis Silvestre, o Pedrão, (PP). O espaço, comum em países como Argentina e Estados Unidos, foi idealizado para cães brincarem e consiste em uma área cercada de aproximadamente 300m² com piso misto de areia e grama e bebedouros para os cães. A ideia é viabilizar um local de lazer mais adequado e seguro para animais e pessoas. O gabinete do vereador informou que a demanda é fruto de sugestões feitas pelos moradores do bairro Coqueiros. A audiência pública será realizada no plenarinho da Câmara Municipal, na próxima quarta-feira, às 14h. Eventos Nesta sexta-feira e sábado, das 9h às 20h ocorre no MundoCar Shopping, no bairro Kobrasol, em São José, a 5ª edição do evento Outlet do Bem, que destina parte da renda obtida com a venda de roupas e acessórios de marcas famosas para a ONG Amigos dos Animais de Rua, que castra cães e gatos na Grande Florianópolis. E para quem quiser adotar um peludo, o instituto É o Bicho, realiza neste sábado um evento de adoção no piso G3 do Shopping Iguatemi, no bairro Santa Mônica, em Florianópolis. Entre 14h e 19h você pode aparecer por lá para adotar ou levar doações para a ONG, que também promoverá um bazar e terá à disposição um espaço reservado às crianças. Copa! Começou a Copa do Mundo e com ela chegaram os fogos de artifício. Não acorrente seu cão, ele pode se enforcar ao tentar fugir apavorado. Ele deve ficar em um local tranquilo, sem possibilidade de fuga ou acidentes. Avise as visitas […]

    Assista à Copa do Mundo e proteja seus animais do medo dos fogos de artifício!

      Hoje, infelizmente, teremos muitos fogos de artifício pipocando e outras barulheiras irritantes e perigosas para os peludos.   Acessem, por favor, o Especial Copa do Mundo e seguem abaixo algumas sugestões da Annita Petry para quem passar pelo pior e precisar procurar algum peludo perdido: Sugestões para localizar  SEU CÃO ou  GATO DESAPARECIDO  1. Fazer um cartaz colorido com informações e foto e OFERECER RECOMPENSA (informar o valor) e afixar em locais públicos e em todas as vets e agropecuárias das localidades  (cuidar quando for encontrar, pois podem só querer o dinheiro, combine sempre em local público e nunca vá só buscar o animal) 2. Conversar pessoalmente com os AGENTES DE SAÚDE que atuam na região, pois eles entram em todas as casas onde há crianças, doentes etc. 3. Fazer uma faixa (custa cerca de R$30,00) com as informações e valor da recompensa e fixar num local próximo de onde ele desapareceu de maneira bem visível. 4. Fazer cartazinhos em tamanho reduzido e espalhar 5. Se tiver escola próximo, entregar cartazinhos no final da aula (crianças observam cães) 6. Avisar todas as pets e agropecuária das redondezas, pessoalmente. 7. Fazer um orkut especialmente para ele: AJUDE A ENCONTRAR (nome) DESAPARECIDO em (nome da cidade) 8. Enviar mensagem para todos os contatos de email com o cartazinho – fazer em JPG para colocar no orkut/blogs/sites/facebook/twitpic etc. 9. Avisar todas as ONGs e entidades ligadas a animais de sua cidade 10. Colocar anúncio nos classificados de domingo dos jornais (os mais lidos) BOA SORTE! E eu gostaria de acrescentar algumas: Colar os cartazes de desaparecimento em locais bastante frequentados, como farmácias, padarias, supermercados, postos de gasolina, escolas etc., não apenas em locais frequentados por quem tem animais; Anunciar o desaparecimento em sites específicos sobre animais desaparecidos; Microchipar seus animais!!!! e Contratar aquelas motos […]

    Jogo do Brasil: hoje tem! Já identificou e protegeu seu peludo?

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados