• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Pastor Alemão

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 3 de abril de 2014
    Pastor Alemão: Adotar ou não?

    Pastor Alemão: Adotar ou não?

    —>Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui.

    Raça de hoje: Pastor Alemão.*

    Texto: Michele Welton- Tradução e adaptação: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida.

    O padrão do American Kennel Club diz que o Pastor Alemão “tem uma personalidade distinta, marcada por uma expressão direta e destemida, mas não hostil, é confiante e possui uma certa indiferença que não o inclina a fazer amizades imediata e indiscriminadamente”.

    Esta é uma ótima descrição do Pastor Alemão ideal/característico.

    Infelizmente, é muito difícil encontrar um Pastor Alemão ideal hoje. Nos dias atuais, esta raça tem apresentado todo tipo de temperamentos. Linhagens que são cruzadas para trabalhos de guarda e para o esporte schutzhund tendem a ter um temperamento mais rígido e “profissional”. Linhagens exibidas em competições caninas de padrão da raça tendem de calmos e suaves a hiperativos e nervosos ou a absolutamente mudos e “tapados”. E a maioria esmagadora dos Pastores procriados por “criadores” de fundo de quintal e vendedores de filhotes têm temperamentos de risco, além de sofrerem de muitos problemas de saúde graves.

    Os níveis de energia da raça variam da necessidade de exercícios vigorosos aos cães bastante tranquilos, mas todo Pastor Alemão, sem exceção (a menos que problemas de saúde o impeça), para manter seu porte atlético precisa de uma caminhada rápida todos os dias e de possibilidade para poder correr livre em áreas seguras e, de preferência, cercadas, sempre que possível.

    Exercícios mentais (aulas avançadas de obediência, aulas de agility, schutzhund, pastoreio, farejamento etc.) é ainda mais importante para o Pastor Alemão do que os exercícios físicos. Esta raça é muito inteligente, pensa por si só e tanto talento é geralmente desperdiçado por pessoas que não sabem lidar com ela.

    Finalmente, mas não menos importante, uma socialização bem feita, iniciada desde cedo e continuada ao longo da vida é fundamental para desenvolver um Pastor Alemão com um temperamento estável e confiante (e minimizar os efeitos de uma criação mal feita).

    A maioria dos Pastores fica bem com outros pets da família, se introduzidos ainda filhotes ou jovens, entretanto, alguns cães desta raça podem ser caçadores de gatos e muitos demonstram um comportamento dominante e até mesmo agressivo com cães estranhos do mesmo sexo.

    Uma das raças mais capazes, inteligentes e “adestráveis” de todo o universo canino, um Pastor Alemão característico tem uma vontade e uma capacidade imensa para aprender e para trabalhar e, quando encontra um responsável que saiba treiná-lo adequadamente, é um companheiro magnífico.

    Leia também: A importância da socialização dos cães!

    Se você quer um cão que…

    • Seja forte e atlético
    • Adore atividades desafiantes e exercícios físicos
    • Tenha uma aparência imponente e séria, o que já faz dele um cão para desanimar intrusos só por estar no quintal
    • Seja excepcionalmente inteligente, leal e versátil – um Pastor Alemão bem socializado e bem treinado pode fazer praticamente tudo!

    Um Pastor Alemão pode ser bom para você.

    Se você NÃO quer um cão que…

    • Infelizmente a raça ficou muito popular e está bastante longe do ideal de temperamento e saúde, então hoje é muito, muito, muito difícil encontrar um Pastor Alemão de verdade, realmente característico e saudável
    • Precisa de bastante exercício físico e de estímulos mentais
    • Precisa de uma socialização cuidadosa, eficiente e ao longo da vida
    • Tenha poder de destruição quando estiver entediado, estressado e sem exercício /estímulo mental suficiente
    • Tenha potencial de agressividade com outros cães
    • Sofra de intensa queda de pelo o ano inteiro (eu disse “o ano inteiro!”)
    • Possa lhe trazer problemas legais, como processos de vizinhos, necessidade de passear com focinheira, discriminação contra a raça etc.
    • Tenha muitos problemas de saúde, sendo vários deles bastante sérios

    Um Pastor Alemão pode NÃO ser bom para você.

    Se você está pensando em adotar um Pastor Alemão, considere as questões abaixo seriamente:

    Nota do blog: ao fazer a tradução desta raça, não sei dizer se no Brasil é tão clara e definida essa questão dos diferentes temperamentos do Pastor. Assim, ao ler o texto, use o bom senso e lembre-se de que ele foi escrito por uma educadora canina norte-americana, que obviamente conhece a realidade do seu país, não do mundo inteiro. No Brasil, arrisco dizer que o maior problema do cruzamento/procriação desordenada é a péssima saúde dos Pastores, que estão cada vez mais doentes.

    1. Responsabilidades legais. Pastores são alvo de políticas de banimento em algumas regiões/países. Nos tempos atuais as responsabilidades legais de manter qualquer raça que pareça intimidante e que tenha um histórico como cão de guarda deve ser considerada com cuidado. Pessoas são rápidas em processar se um cão como este faz qualquer coisa remotamente questionável.
    2. Grande variedade de temperamento nos indivíduos da raça. Os Pastores Alemães tornaram-se muito diferentes entre si e diferentes criadores têm produzido cães com temperamentos diversos. Se você deseja um Pastor para ser companheiro da família, não vai querer um que venha das linhagens de cães de trabalho com altos níveis de energia para gastar diariamente e se você quer um Pastor para também fazer guarda e desenvolver suas habilidades cão de trabalho, não vai querer um que venha de linhagens de cães de exposição, calmos e dóceis. Com o Pastor Alemão, mais do que com várias outras raças que ficaram populares e foram procriadas desordenadamente, você deve fazer uma pesquisa muito séria caso opte por comprar, pois não há mais um temperamento padrão. Aqui, a adoção é muito vantajosa, pois geralmente são cães adultos à espera de um lar e suas características de temperamento são mais facilmente reconhecidas. Infelizmente, a raça tem sido procriada por pessoas sem conhecimento verdadeiro do que é a criação de cães com o objetivo de perpetuar e melhorar as raças. O resultado é percebido por educadores caninos e consultores de comportamento animal, que têm visto vários Pastores com comportamentos neuróticos, especialmente agressividade, medo excessivo e nervosismo.
    3. Necessidade de socialização. A maioria dos Pastores Alemães tem instintos de proteção contra estranhos. Eles precisam ser amplamente expostos a pessoas amigas para que possam aprender a reconhecer comportamentos aceitáveis e normais, para não reagir mal a eles. Só então eles poderão reconhecer a diferença quando alguém estiver agindo anormalmente e for necessário usar seu poder de guarda. Sem uma socialização cuidadosa e bem feita, o Pastor Alemão pode acabar se tornando um cão que suspeita de todo mundo.
    4. Potencial para agressividade contra outros animais. A maioria dos Pastores, quando apresentados a outros animais ainda filhotes ou bem jovens, é tranquila com outros cães e gatos de sua própria família, mas muitos são dominantes com cães do mesmo sexo, o que pode resultar em agressividade se o outro animal reagir. Alguns Pastores desenvolvem um comportamento predatório com relação a gatos.
    5. Intensa queda de pelo. Um Pastor Alemão perde bastante pelo todo santo dia, 365 dias por ano. Você achará pelo em suas roupas, mobília, tapeçaria. Usar o aspirador de pó será parte da rotina. Tenha certeza de que você consegue conviver com isso. Muita gente que deseja um cão da raça não tem ideia de quanto pelo eles soltam.
    6. Problemas crônicos de saúde. Displasia de cotovelo, displasia de quadril, doenças do coração, câncer, problemas no estômago e na pele… a lista de doenças cada vez mais comuns à raça não é pequena. Infelizmente, o Pastor Alemão de hoje é uma das raças com mais problemas crônicos de saúde.
    7. Estímulo mental em doses adequadas. O Pastor Alemão é um cão muito inteligente e capaz. É triste vê-los em lares onde não têm nada a fazer a não ser ficar largados pelo quintal, pois eles amam ter coisas interessantes e desafiadoras a fazer. Um Pastor entediado, especialmente quando jovem, pode se tornar indisciplinado e destruidor.

    Adote um Pastor Alemão adulto!

    Quando você adota um filhote, você está adquirindo potencial do que ele um dia pode se tornar.  Mas quando você adota um cão adulto, você está adquirindo o que ele já é e pode decidir se é o melhor cão para você baseado em sua rotina e realidade. Há vários Pastores adultos que já provaram não ter as características negativas típicas da raça. Se você encontrar um cão assim, não deixe que elas preocupem você. Fique feliz que você encontrou um indivíduo atípico e aproveite!

    Salve uma vida. Adote um cão.

    *Lembrando: Estou traduzindo as descrições de temperamento das raças (que já vi disponíveis para adoção) apresentadas pela autora norte-americana Michele Welton, que obviamente leva em conta que a maior parte de seus leitores mora nos EUA e sempre tendo em mente cães dentro do padrão comportamental de cada raça. Não adianta um cão ter “cara” de uma raça, isso nem é tão difícil, um cão realmente “de raça definida” tem, mais do que qualquer outra coisa, a personalidade, o comportamento e os instintos da raça a que pertence.

    Sobre a autora: Michele Welton tem mais de 35 anos de experiência como educadora canina e tem mais de 17 livros publicados, sendo 15 deles sobre cães.

    Categoria: Destaques, Guia de Raças
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    Nenhum Comentário:

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados