• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    O pH da pele dos gatos

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 29 de janeiro de 2014

    Qual é o pH da pele do gato e por que os produtos para humanos não são indicados para eles?

    Você sabia que o pH da pele do gato não é igual ao da pele humana? Enquanto o pH da pele de cães e gatos está entre 7 e 7.5, o da pele humana é um pouco mais ácido (5.5).

    Mas, afinal, o que é o pH?

    Com certeza todos sabemos o que significa quando algo é “ácido” e também que existem ácidos mais fortes do que outro. Não é a mesma coisa se cair vinagre ou ácido sulfúrico em cima da nossa pele, certo? Porém, como medimos se um ácido é mais forte do que outro? Para isso foi criada a escala de pH. Ela vai de 0 (que seriam os compostos mais ácidos) a 14 (que seriam os compostos mais alcalinos). Pode-se dizer que a alcalinidade é o contrário da acidez. Uma substância neutra teria um pH igual a 7 (o ponto médio na escala).

    Então, por exemplo, quando nos comerciais se anuncia que um sabonete tem pH neutro 5.5, eles estão se expressando mal. Ao que eles se referem é que o sabonete tem o mesmo pH que a pele humana e, portanto, não será abrasivo para a pele dos humanos.

    Mas, como já explicamos antes, enquanto o pH da pele dos humanos é de 5.5, o do gato está entre 7 e 7.5.

    O que isso quer dizer?

    O pH humano (5.5) é mais ácido do que o do gato. Quando usamos um produto adequado para peles sensíveis, para peles atópicas, para peles delicadas ou um sabonete neutro, sempre que seja fabricado para humanos estaremos falando de um produto com pH em redor de 5.5, o que significa que é neutro para a pele humana, mas ácido para a pele dos gatos.

    Quando convivemos com um gato que tem necessidades especiais pelo seu tipo de pele ou pelagem, temos que ser muito cuidado com o tipo de produto que utilizamos. Com a intenção de proporcionar um banho suave ao gato, ao usarmos um produto para humanos estaremos fazendo justamente o contrário.

    Em alguns casos, não há consequências visíveis, mas em outros casos podem aparecer caroços, eczemas, aumento na secreção de gordura, espinhas etc. Nesses casos devemos levar o bichano ao veterinário para um diagnóstico adequado.

    Alguns gatos devem sim tomar banho

    Há raças que exigem uma boa limpeza de vez em quando, como, por exemplo, o persa ou o sphynx. Esses gatos, pelo tipo de pelo (ou ausência de pelo no caso do sphynx), precisarão de cuidados mais específicos e banhos mais frequentes que lhes tire o excesso de gordura de forma esporádica. Essas raças estão mais expostas aos uso de gel, xampus e sabonetes e, por isso, temos que ter mais cuidado e comprar produtos mais adequados a seu pH. Se você leva seu bichano para ser banhado em pet shops, peça para ver os produtos utilizados ou exija que sejam usados produtos que você leve para ele.

    RECOMEDAÇÕES

    O que NÃO fazer:

    · Pensar que se um produto é bom para bebês, também é bom para gatos

    · Usar gel ou lenços umedecidos na pele dos gatos. Se tivermos que limpar nosso gato superficialmente é melhor usar apenas um pano úmido.

    O que fazer:

    · Lembrar que nossos gatos não são bebês, que a maioria não precisa de ganhos e que, se forem banhados, requerem cuidados específicos para gatos

    · Comprovar o pH dos produtos que utilizamos nos nossos gatos

    · É recomendável usar produtos com pH neutro para mascotes (entre 7 e 7.5), como xampus, loções, lenços umedecidos e NÃO utilizar produtos para humanos para evitar a aparição de possíveis problemas dermatológicos

    Informações: 1 Tradução e adaptação: Tatiana Lee

    Categoria: Gatos
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    Nenhum Comentário:

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados