• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Qual o melhor petisco para educar um cão? + Receitas de petiscos caninos saudáveis!

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 31 de julho de 2013

    A Emmanuelle Moraes fez mais um “post utilidade” bem legal no blog dela, daqueles que me obrigo a dividir com vocês, mas que também me levou a querer dar uma palavrinha sobre o assunto “petiscos”.

    Sim, petiscos são importantes (por vezes fundamentais) na arte de educar um cão, mas também podem trazer sérios prejuízos para a saúde quando dados de maneira indiscriminada. Muitas vezes a pessoa engorda o animal justamente com petiscos, achando que apenas as refeições “formais” teriam este poder. Ela até oferece a alimentação na medida correta, mas exagera nos petiscos, mesmo nos naturais.

    É aquela coisa… a diferença entre o veneno e o remédio é apenas a dose. Então…

    • Prefira sempre petiscos naturais, principalmente se o animal já come ração seca.
    • O petisco deve ter um tamanho pequeno a ponto de ser engolido rapidamente sem problemas, para que o cão mantenha a atenção e você (e não que pare tudo para ficar mastigando o que quer que seja).
    • Não use petiscos para aplacar a necessidade de carinho, atenção e/ou distração do seu cão! Use-os para adestramento. Para todo o resto, use carinho, atenção ou distração! Bote o cachorro na guia e vá passear na rua, leve-o para brincar, jogue a bolinha etc.

    Leia também: Ensinar autocontrole na hora da refeição

    Receitas de petiscos que você mesmo(a) pode fazer em casa:

    Exemplos de petiscos saudáveis:

    • Pedacinhos de cenoura crua
    • Pedacinhos de frutas que seu cão ame (confira os alimentos proibidos para cães)
    • Tirinhas de fígado assado em casa
    • Tirinhas de carnes assadas em casa (peito de frango, carne bovina etc.)
    • Pedacinhos de queijo branco
    • Pedacinhos de ovo desidratado no microondas (receita no fim do texto!)

    Alimentos PROIBIDOS para cães: clique aqui.

    Abaixo, alguns trechos do post Como escolher o petisco correto, cuja ideia principal é nos mostrar que diferentes tipos de petiscos funcionam para diferentes tipos de situação de treinamento. Um exemplo: você sai para treinar seu cão em um parque, para ensinar o comando “Vem”, mas o lugar é obviamente cheio de atrativos mais legais do que obedecer ao comando. Assim, você precisa escolher um petisco irrestível a ponto dele largar o que quer que seja para querer te obedecer, o que provavelmente não acontecerá com um simples grão da ração que ele já come todo santo dia e que até o faria te dar a pata, por exemplo.

    A utilização da comida no treino de cães facilita todo o processo de ensino e manejo comportamental, tornando o processo mais rápido e prazero para o cão.”

    “Descobrir guloseimas das quais o cão goste é uma tarefa fundamental para as pessoas que pretendem inciar o processo de educação canina com os seus cães.”

    “Definir a hora das refeições é o primeiro passo. Não deixe comida à vontade! Não desperdice essa maravilhosa ferramenta em vão. Usar o alimento para treinar o seu cão é uma formidável oportunidade de estimulá-lo mentalmente e ensinar coisas novas ou reforçar comportamentos desejados.”

    “Na hora do treino é importante ter mais de um tipo de petisco à disposição. Para cada situação existe uma ‘moeda de troca’ que será mais eficiente.”

    “Descubra vários tipos de petiscos que o seu cão goste muito, e organize em ordem crescente. Saiba qual tem valor ‘Prata’ e qual valor ‘Ouro’, por exemplo.”

    Não sou muito fã de microondas (chata natureba, hehehe), mas achei uma receita interessante num site gringo e traduzi para nós:

    1 – Unte com um pouco de óleo um prato fundo que possa ir ao microondas
    2 – Quebre dois ovos dentro e bata-os. Opção para ficar mais palatável (e gordo): você pode adicionar um pouco de queijo ralado ou pedacinhos minúsculos de carne.
    3 – Para petiscos mais magros, use apenas as claras dos ovos.
    4 – Cozinhe sem tampar no microondas por dois minutos e depois deixe esfriar mais dois minutos.
    5 – Cozinhe por mais um minuto no microondas, sempre sem tampar o prato e deixe esfriar por mais dois minutos.
    6 – Repita o processo até que os ovos estejam sequinhos a ponto de você cortá-los em pequenos pedaços.
    7 – Espere esfriar e bom treino!
    Guarde os petiscos na geladeira. Deixe o prato de molho, ou será difícil de lavar.

    Categoria: Adestramento, Alimentação
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    1 Comentário:

    1. Alzira Marques disse:

      9 de agosto de 2013 às 00:22

      Hummmm… parece muito bom esse petisco!

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados