• Receba os posts por e-mail:

    Parvovirose canina: entenda o que é e como evitar e tratar.

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 8 de julho de 2013
    Para quem quer informações sobre Parvovirose,  recomendo a leitura dos textos abaixo:
    Para muitos pais e mães de cachorro a doença nunca foi um problema, mas para quem trabalha com ajuda a cães e gatos carentes ela infelizmente é uma realidade relativamente frequente.
    ATENÇÃO: para proteger seu cão contra a parvovirose NÃO É PRECISO ENTUPI-LO DE VACINAS! Existe uma vacina chamada Nobivac Puppy que protege cães filhotes e adultos especificamente contra cinomose e parvovirose. Se você não estiver achando a vacina na sua cidade, entre em contato diretamente com a fabricante:  Ligação Gratuita 0800-13 11 13 ou 0800-70 70 512″
    Separei pra gente um trecho importante que traz uma dica que quase ninguém segue: vacinar os filhotes em casa e a íntegra do texto da Camilli vocês leem clicando aqui, ok?
    (post de 2010, atualizado)
    Como [a parvovirose] é transmitida?
    O parvovírus canino é altamente contagioso. É transmitido através do contato direto cachorro-cachorro, do contato do cão com fezes contaminadas, do contato do cão com ambiente e pessoas “sujas” com o parvovírus canino.
    O vírus facilmente contamina superfícies do canil, das tigelas de água e comida, coleiras, mãos e roupas de pessoas que manipulam os cães infectados. É resistente ao calor, umidade, frio e secagem, e pode sobreviver no ambiente por longos períodos de tempo. Mesmo pequenas quantidades de fezes contendo parvovírus pode servir como reservatórios ambientais do vírus e infectar outros cães que vêm para o ambiente infectado. Este vírus é facilmente transmitido de um lugar para outro, através dos pelos ou patas de cães contaminados ou através de gaiolas, sapatos ou outros objetos.
    Viram como é importante não ir a uma clínica veterinária, desnecessariamente, quando se tem um filhotinho? Precisa vaciná-lo? Chame o veterinário a sua casa, ANTES dele começar o seu dia de trabalho.
    Parvovirose
    Categoria: Saúde
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    220 Comentários:

    1. Marcela Batistao disse:

      26 de fevereiro de 2014 às 14:14

      ola, estou com um cachorrinho com parvovirose, n esta comendo e esta vomitando.
      o que devoi fazer?

    2. Mariana disse:

      21 de janeiro de 2014 às 15:35

      Ola, estou com um York de apenas 1 mês com o virus da parvovirose, já esta internado com cuidados 24 há, o que noa preocupa é que hoje ele foi diagnosticado também com a doença do carrapato. Estamoa desesperados com muito medo de ele vir a óbito :’(

    3. Larissa de Camargo Silva disse:

      19 de janeiro de 2014 às 23:10

      Olá, eu tenho uma labradora de 6 meses e ela pegou parvovirose! Levei-a ao veterinário e ela ficou internada 5 dias, porém, o quadro dela não mudou desde o primeiro dia de internação, continua vomitando, não come e não evacua. Gostaria de saber quantos dias ela poderá ficar nesta situação e se, em 5 dias, ela já está fora de risco. Tenho medo de trazer ela pra casa e ela piorar, apesar de que eu iria alimenta-la por seringa e ia dar soro também. A partir de quantos dias o cachorro está totalmente fora de risco? Preciso de ajuda para esclarecer estas dúvidas. Desde já, agradeço!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        22 de janeiro de 2014 às 23:30

        Larissa, infelizmente sei pouco sobre a doença. Por favor leia os outros comentários, pois muitos leitores deixaram depoimentos e leia TODOS os links que indiquei no texto, ok?

    4. Mona disse:

      30 de dezembro de 2013 às 16:35

      Oi Taís, se você levá-la ao veterinário CORRENDO, mais chances tem de salvá-la e de gastar menos. Como eu já disse, quanto mais tempo, pior o animal fica, mais cuidados são necessários e aí não tem jeito!
      Essa doença mata por gastroenterite hemorrágica, ou seja, ela vai destruir o sistema digestivo, por isso ela está sangrando e vai sangrar até morrer se você não levá-la no médico!!!

      Desculpa Ana, mas se quiabo curasse parvovirose algum laboratório já tinha sintetizado!!! A baba do quiabo pode funcionar protegendo as paredes do trato intestinal (assim como um floratil) o que não mata a doença que é tratada com remédios bem mais fortes! Sou contra esse tipo de “tratamento” pq se o cachorro morrer vão dizer q trataram… Só que não! Quantos cães chegaram no meu vet morrendo e o (desculpa o termo) INFELIZ do dono dizendo que estava “tratando” com quiabo! Em todos os casos quando foram para o veterinário era tarde demais!
      Alho até tem algo de benéfico como anti-inflamatório, mas também não é tratamento efetivo sozinho contra quase nada. Pode-se acrescentar a alimentação durante um tratamento, mas jamais substituir o tratamento.

      Taís, o que Você pode (leia-se deve) fazer é dar soro (de preferência para pets que contém minerais, se não encontrar isso, dê água de coco pra ela (de 30 em 30 minutos seringa de 25 ml quantas vezes vc conseguir fazer ela engolir – obviamente se ela estiver vomitando tem que ser feito acesso venoso para reidratação), se tiver floratil em casa (aquele pó para flora intestinal) pode diluir um pacotinho e dar na seringa ,se n tiver da Yakult… Isso é o mínimo para mantê-la hidratada até você encontrar um veterinário. E isso tem que ser rápido, depois de colocar sangue pra fora o cão dificilmente dura muito tempo sem tratamento!
      Ela precisa de antibióticos, remédio p vômito, Talvez até de soro na veia, ou transfusão de sangue dependendo do nível de desidratação.
      Não acredito que pessoas tem animais e não tem o telefone de UM veterinário sequer para emergência!!!
      É inadmissível hoje em dia cães ( principalmente com idade para estarem imunizados) virem a óbito com parvovirose.
      Se não tem veterinário na sua cidade vá para a cidade vizinha, para o centro, a capital… e corre! Parvovirose não “cura sozinha”. Sinto muito.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        30 de dezembro de 2013 às 16:41

        Oi Mona,
        a receita do alho que tem ali em algum lugar foi usada com sucesso várias vezes por uma protetora que conheço. Também não recomendo NADA além de CORRER para o veterinário.
        O lance do quiabo tem aí pra cima em algum comentário também, pedi pra veterinária Sylvia dar um parecer e depois colei a resposta dela aqui nos comentários. Mas as duas coisas seriam COADJUVANTES no tratamento.

        Obrigada por tua resposta super completa, querida. Beijo.

      • Helena M.N. disse:

        18 de janeiro de 2014 às 21:02

        Oi Mona vi seu comentário sobre o tratamento da Parvo e da Cino,perfeito,porém devo ressaltar que o Suco do Quiabo não é ineficiente não e ajuda muito mesmo,tive casos de salvar cães debilitados caídos em meio a uma possa de sangue e fedendo como morto.A primeira vez que testei essa receita só a fiz porque ja considerava o cão morto mesmo,o vet. até disse que não se salvaria,dei o Suco de Quiabo e foi uma única vez nesse caso e pouco tempo depois o cão ja tentava se levantar e aos poucos foi tendo uma melhora a olhos vistos até começar a comer e viveu muitos anos,sem sequelas.Usei em outros cães com os mesmos sintomas e o resultado foi surpreendente.Por isso a postei pela primeira vez na Net em 2008 em uma comunidade e dai para cá entro em vários blogs e vejo sempre depoimentos de varias pessoas satisfeitas com o resultado.Acho que apesar de ela ser de autoria de uma simples dona de casa como eu que ainda mais absurdamente obtive essa receita em Um Sonho em 92,mesmo assim está provado que ela funciona e deveria ter mais uma atenção e como você disse ser sintetizada,ou pesquisada cientificamente.

    5. Tais disse:

      28 de dezembro de 2013 às 17:04

      Tenho uma cachorrinha de 5 meses ela esta com esse vírus a dois dias os citomas mais fortes começaram hoje ela ja colocou sangue para fora duas vezes, o problema e que não tem veterinário na minha cidade não tenho como comprar remédios pq esta tudo fechado não sei o que fazer nem como tratar ou quanto tempo ela vai durar.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        30 de dezembro de 2013 às 15:54

        Taís, infelizmente não sei de tratamentos alternativos. Leia os comentários acima, pois há alguma coisa sobre quiabo e outra sobre alho. É o tipo de doença que PRECISA de tratamento veterinário urgente :(

    6. Mona disse:

      3 de dezembro de 2013 às 14:40

      Eu recentemente adquiri uma pitbull que veio com parvovirose. Três dias após chegar em casa ela parou de comer. Meu amigo comprou outra da mesma ninhada. Aí perguntei como estava a cadela dele, e ele afirmou que também estava sem apetite. Levei a minha no vet no mesmo dia. Já deram remédio injetável, metronidazol para dar via oral, remédio para vômito, e passaram um xarope de uso humano chamado LEUCOGEN(sem contra-indicações) que foi usado para aumentar a imunidade. A cadelinha do meu amigo que levou dois dias a mais para ir no veterinário, quando foi precisou ser internada devido ao nível de desidratação. Graças a Deus só dois dias de internação foram suficientes, e as duas estão salvas. Eu levei todos os remédios que o vet receitou para a casa do cachorreiro (infeliz) que nos vendeu os cães bichados e autorizei o vet aplicar as injetáveis às minhas expensas, mas eles não deram os remédios, nem o soro, muito menos levaram para tomar as injeções. Sinceramente, só sobreviveu uma que EU apliquei a injeção antes de sair de lá. ¬¬ Vingaram 3 cães, de 9!
      Parvovirose NÃO MATA, desde que percebida nos primeiros sintomas e tratada corretamente. A minha que eu levei IMEDIATAMENTE no veterinário, me cobraram R$ 45,00 de medicação, não cobraram nem a consulta porque contaram como retorno da vacina.
      A do meu amigo que ficou internada, gastou 10 vezes mais que eu. Isso porque ele demorou 2 DIAS a mais para levar no vet. Se Tivesse demorado mais um, talvez seu cãozinho não tivesse sobrevivido.
      Por favor, não esperem o cão “Deitar e não levantar mais” para poder levar no veterinário! Um dia faz muita diferença na vida de um filhote com parvo!
      Deu apatia, não está comendo como de costume, deu uma leve diarreia, corra com ele para o vet. Neste caso, quanto mais rápido, maiores as chances de se salvar o animal e menores os custos do tratamento. ;)

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        22 de janeiro de 2014 às 21:53

        Sobre o suco de quiabo, já perguntei sobre ele até pra veterinária Sylvia do http://www.cachorroverde.com.br
        Veja o que ela respondeu:

        Já tinha ouvido falar e pelo visto funciona mesmo. Não conheço os efeitos em 1a mão, mas as pessoas me contam que ajuda e estudei um pouco sobre o quiabo, sei que não faz mal e que tem propriedades realmente benéficas nesses quadros. O quiabo é rico em vitamina C, vitamina K; contém um pouco de vitamina A – tudo isso estimula bastante as defesas naturais. É um alcalinizante natural, como quase todo vegetal, e tem propriedades cicatrizantes. Mas acho que o maior poder do quiabo se concentra nos seus precursores da glutationa, que é um super antioxante endógeno, imprescindível para a regeneração hepática. Logo, acredito que se o fígado consegue se reparar mais rapidamente e melhor, ele consequentemente repara e regenera o resto do organismo também.

        Só é preciso DEIXAR CLARO que:

        - tão logo o cão possa se alimentar, deve receber dieta completa, com carne, fígado e/ou ovos, complemento vitamínico-mineral com cálcio, além de outros vegetais
        - e que o tratamento para essas doenças não é dispensável, a fluidoterapia, o protetor hepático, a homeopatia e/ou alopatia etc.

    7. Luciany Grasiely Guilhem disse:

      3 de outubro de 2013 às 13:33

      Ola! Gostaria de saber como descontaminar o ambiente que teve parvo e cinomose, e depois de quanto tempo posso colocar filhotes novamente neste local. Obrigada.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        7 de outubro de 2013 às 00:16

        São vírus diferentes. O da cinomose não dura muito, o da parvo é bem resistente. Converse com um veterinário a respeito. Eu NÃO levaria filhote algum antes de 6 meses. Aliás, eu não levaria filhote algum e ponto, pq existem inúmeros cães adultos e já imunizados à espera de um lar, então pra que correr o risco de contaminar um bebê?

    8. marlene disse:

      9 de julho de 2013 às 20:35

      0bs : os veterinários daqui cuidaram 30 dias do cachorro com CINO e eu… só vendo a coisa preta. Pesquisei no comp. e descobri esse Hospital Veterinário em Marilia. Trataram do cachorro e não cobraram nada . É tudo grátis. Levava-o de l5 em l5 dias, mas ele está aqui e me ama de verdade ! estava abandonado, na chuva, e doente ! já pensaram ?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        10 de julho de 2013 às 11:12

        Querida, POR FAVOR, passe todos os contatos destes veterinários e do Hospital para que eu possa ajudar a divulgá-los!

    9. marlene disse:

      9 de julho de 2013 às 20:27

      03 com parvo; desespero! apliquei MEGACILIN (meio ml) 03 dias seguidos( pq eram pequenininhos.Salvei. Lavava direto a área com água sanitária (cândida ) e detergente. Estão aí no quintal, fortes,saudáveis….e tive sorte ! não contaminou os outros 14 (todos que peguei na rua). Peguei um com CINOMOSE, só mexia a cabeça, queriam sacrificar…. levei ao Hospital em Marília (UNIMAR).Corre a invernada inteira, comigo e com os outros..nem ficou sequela….

    10. Marizete Assis Alves disse:

      9 de julho de 2013 às 18:25

      Gostei muito do Texto. Conheço de perto este maldito Vírus. Obrigada pela boa informação.

    11. Nessa disse:

      8 de julho de 2013 às 14:22

      aquelas vacinas que a gente dá todo ano protegem também dessa doença?

    12. Nilza disse:

      8 de julho de 2013 às 11:36

      Olá! Esta doença é muito triste. Adotei uma cadelinha e ela ficou apenas um dia em minha casa, pois começou a vomitar e depois teve diarreia com sangue. Ficou internada 5 dias e teve todos os cuidados possíveis, mas não resistiu ao ciclo do parvovírus, pois como ela estava abandonada na rua, era fraquinha e desnutrida. Não desistam de seus amiguinhos peludos. O cãozinho de uma amiga conseguiu sobreviver pq era forte e bem cuidado. E levem ao veterinário logo nos primeiros sintomas, só ele pode ajudar neste caso.

    13. Débora disse:

      8 de julho de 2013 às 10:49

      A minha cachorrinha teve parvovirose quando tinha 5 meses, foram cinco dias de muita preocupação, cuidados o tempo todo para mantê-la hidratada, alimentada e principalmente limpa, pois tenho outro cachorro em casa. 5 dias dedicados somente a ela, que mesmo ali tão ruinzinha só abanava o rabinho, 5 dias sem dormir, tomando banho de meia em meia hora… Enfim… cada minuto valeu a pena, a Tequila é linda e saudável, e o melhor, a minha Nina não contraiu o vírus!!

    14. Mauro disse:

      19 de junho de 2013 às 00:25

      boa noite amigos!estou com o meu cãozinho muito mal,no dia 15/6 ele ficou muito triste,no dia 16/6 passou o dia inteiro sem comer nada,já no dia 17 começou a fazer vomito então eu o levei em uma clinica veterinária no mesmo dia ele começou a evacuar sangue,hoje dia 18 fiz uma visita ao cão na clinica e não percebi melhora será que ele vai sobreviver?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de junho de 2013 às 16:35

        Poxa Mauro, não tenho como saber… Depende da competência do veterinário, da resposta dele ao tratamento… Boa sorte!

    15. Ariana Lenza Almeida disse:

      16 de junho de 2013 às 10:56

      Olá tenho duas pastor alemãs uma com seis anos e outra com dois meses, estão vomitando e com diarreia porem sem sangue, estão ativas mas comendo pouco, li no B.O animal que suco de quiabo ajuda bastante a curar !!! Não sei o que elas tem, alguma dica por favor

    16. Anônimo disse:

      11 de junho de 2013 às 12:23

      Amigos, estou a procura de informações em toda net… vamos la
      Sou “pai” de um lindo e maravilhoso pit bull (Scott) de 6 meses e 20 dias, 22kg. Não dei tanta importância, agora estou pagando, para a vacina e ele foi vacinado com a nacional. Foi diagnosticado parvovirose.
      Ele parou de comer dia 06 e 07, começou a vomitar muito dia 08 e internado dia 9/6/13, ja defecando sangue. Hj dia 11 não esta melhorando, vomitando ainda. O Vet disse q se a noite ele não melhorar, e pela minha baixa condição, vou poder leva-lo para casa sem muitas esperanças… Amamos muito ele… vou ter q tentar tratar em casa. Além de higiene e muito carinho o que poderiam me recomendar? Tenho uma amiga enfermeira que aplicará o que for preciso… Por favor, se puderem me ajudar agradeço.. obrigado!!!

      Eduardo – Brasília DF ([email protected])

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de junho de 2013 às 13:10

        Oi Eduardo,

        infelizmente tudo que pode ajudar já está dito nos comentários. Leia tudo e veja se tem algo que possa servir. Sinto muito por tudo. :(
        Boa sorte pra vcs.

    17. Mayara disse:

      27 de maio de 2013 às 22:50

      Oi meu cachorro tem 2 meses ele tomo a primeira vacina vai toma a segunda dose agora dia 30 mais des d ontem ele ta mto mal não come nada nem consegue tomar agua ele vomita sera que pode cer Parvovirose ? pufavor c puder me ajude estou desesperada não quero que ele morra :’(

    18. nazaré castanhal pará disse:

      26 de maio de 2013 às 11:51

      Bom dia: eu tinha 4 filhotes de raça americano de 4 meses todos pegaram parvovirose 2 deles morreram rapidamente das duas que ficaram uma levei ao veterinário que cuidou por 4 dias com soro vitaminado injetável p/hidratar + antibiótico selvitrex injetável 1/2 ml uma vez por dia para eliminar a diarréia de sangue + metronidazol oral p/vômito 1/2 ml a cada 12hs,+ dipirona gota p/febre + bastante água de coco. Estou continuando com o tratamento em casa já faz 25 dias, o vômito + a diarreia parou, mas ela continua debilitada, está anêmica e sem ânimo não está se alimentando direito. A outra não teve vômito e diarreia, mas tem febre e desânimo. Por favor me ajude, preciso de uma boa vitamina para voltar o apetite dos meus 2 filhotes que restaram, na minha casa não tem criança, toda atenção é voltada p/elas, pois são a alegria da família.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        29 de maio de 2013 às 14:00

        Nazaré, dê comida de verdade: http://www.cachorroverde.com.br
        O veterinário não receitou vitaminas? Tem a Hemolitan, a Potenay e outras.

      • marlene disse:

        7 de outubro de 2013 às 20:16

        existe uma vitamina chamada POTEN FORT, é do Laboratório AGener União – Saúde Animal, fácil de encontrar em Farmácia Veterinária.é excelente para animal debilitado e em recuperação (em Sampa a gente chamava de Levanta-defunto), pq é muito bom !!!! POTEN FORT B12 0ral

    19. nazaré castanhal pará disse:

      25 de maio de 2013 às 15:11

      olá estou muito feliz: com ajuda do veterinário consegui combater a maldita bactéria causada pelo vírus da parvovirose,que matou 2 dos meus 4 lindos filhote de 4 meses, das duas que sobreviveram a doença uma ficou tão debilitada, ao ponto de ser alimentada com siringua, pois não andava mais, e foi tratada com o antibiótico selvitrex injetável uma vez por dia durante 20 dias para eliminar a diarreia de sangue + o metronidazol oral p/combater o vômito a cada 12hs durante 15 dias+ soro com vitamina injetável p/fortalecer, dá água de coco constantemente, só assim você obterá a cura do seu animal.(Remédio caseiro não cura parvo..se o seu cão foi curado, não era a doença pois ela é mortal. Tentei de tudo e terminei perdendo 2 dos meus 4 filhotes, só com ajuda de um bom veterinário consegui vitória sobre a doença)

      • dayse costa disse:

        22 de junho de 2013 às 15:36

        ja perdi 3 cachorrinhos e estou sofrendo muito como vc limpou o local?que produto usou?

    20. sergio disse:

      23 de maio de 2013 às 10:37

      Eu tenho um cãozinho ele esta vomitando e as fezes estavam com sangue e não comer a 24 horas eu estou alimentando ele através de siringa com soro caseiro, e depois de ir na agropecuária hoje eu internei-o será que ele vai sobreviver.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        24 de maio de 2013 às 09:19

        Oi Sérgio, ficou internado em clínica veterinária? Com um veterinário cuidando especificamente dele? Não tenho como responder, não sei da competência de quem está cuidando dele… Leia os comentários pra ver se tem alguma dica que podes botar em prática para ajudá-lo.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados