• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Como escolher uma boa ração para o meu cão?

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 25 de Abril de 2013
    Ok, vivo falando sobre alimentação natural e seus inúmeros benefícios para os peludos. Mas, ao contrário do que possa parecer, não sou radical, e sei que na vida existe o ideal e o real, o possível. E outra, cada um sabe de si, né? Posso até trazer assuntos sobre nutrição e saúde que para muitos ainda são novidade, mas é sempre apenas buscando compartilhar com vocês descobertas e aprendizados meus, sem esperar ou impor nada. Cada um sabe de si e de suas escolhas e o legal é vivermos em paz com o respeito às decisões alheias.
    Então, pensando nos inúmeros pais e mães de cachorro que frequentam o blog e que oferecem ração a seus cães sem pretender mudar isto e que devem estar fartos de eu só falar de alimentação natural, escrevi às amigas Sylvia Angélico e Gabriela Netto perguntando “Meninas, e se fizéssemos um post dando dicas para as pessoas escolherem a ração de seus cães e também maneiras de melhorar a dieta deles, mesmo que comam ração?”. Pois as duas não só toparam, como escreveram um super texto que dividi em dois posts, este e outro que será postado em breve.
    Estes dois primeiros textos mencionam apenas alimentação para cães porque como gatos são carnívoros estritos (deveriam alimentar-se apenas de proteínas animais, jamais de grãos), um texto falando de rações para eles será postado no futuro, ok?
    Agora, só me resta agradecer e parabenizar muito as duas queridas autoras e divulgar o resultado. Esperamos que vocês gostem dos textos e que sejam úteis!

    Leia também: Suplementos naturais para enriquecer a dieta de cães e gatos que se alimentam de rações

    Texto: Sylvia Angélico, do Cachorro Verde, e Gabriela Netto, médica veterinária do Cantinho Animal (CRMV-SP:19.477)

    Rações: como escolher a melhor?

    Por uma série de motivos, principalmente em relação à correria dos dias atuais, muita gente não tem condições de oferecer uma dieta caseira balanceada (não nos referimos a restos de comida) a seu cão ou gato. Para essas pessoas, a ração acaba sendo a opção mais prática. Mas diante de tantas opções de dietas comerciais disponíveis no mercado atualmente, será que você sabe escolher um bom produto para o seu animal?
    Neste post iremos abordar rações para cães adultos saudáveis. Se o seu pet possui qualquer doença ou é um animal idoso, é importante obter informações alimentares diretamente com o seu médico-veterinário.

    Você sabe o que é importante avaliar para escolher uma boa ração?

    – Teor de Proteína:
    Como os cães são animais carnívoros, uma ração de boa qualidade deve conter um teor adequado de proteína. Uma elevada proporção de proteína na formula da ração significa que a mesma contém um nível mais reduzido de carboidratos, o que é compatível com a alimentação natural desses canídeos.
    Esqueça aquela história de que proteína faz mal aos rins. Isso só vale para animais com comprometimento renal. Um elevado teor de proteína torna a ração mais biologicamente adequada para o cão. A grande maioria das rações Super Premium apresenta teor de proteína adequado.
    Prefira rações com teor de proteína bruta igual ou superior a 25%. Localize esse tipo de informação consultando o rótulo do produto. Para você ter uma idéia, nos Estados Unidos, as melhores rações do mercado, possuem um teor de proteína bruta de até 35 – 42% (http://www.naturesvariety.com/Instinct/dog/kibble/chicken).
    Em geral os fabricantes adotam um valor mais baixo de proteína, por ser este o elemento mais caro das rações e também porque rações com mais proteína e com baixo teor de carboidratos requerem um tipo diferente de processamento que ainda não é comum no Brasil.
    Uma adequada ingestão de proteína está associada à manutenção da massa magra (musculatura), menor predisposição ao ganho de peso, pele e pelagem mais saudáveis e sistema imunológico mais competente.
    – Composição:
    É muito importante que a ração seja feita de alimentos com alto valor nutricional e alta biodisponibilídade, ou seja, ingredientes facilmente aproveitados pelo organismo do animal. Como os cães são carnívoros, é importante que a maior parte dos alimentos que fornecem proteína sejam de origem animal. Existem ingredientes mais e menos nobres. Por exemplo, farinha de carne de aves, de peixes, de carne bovina e de ovo integral são muito mais interessantes nutricionalmente do que farinha de subprodutos de animais ou mesmo farinha de penas.
    Também é importante ficar atento aos alimentos que compõem as porções de carboidratos da fórmula. Inclusão de soja e seus subprodutos, por exemplo, não é bom sinal, já que esse grão é considerado um alérgeno alimentar para muitos animais suscetíveis. Prefira rações que apresentem grãos como arroz em sua composição e não apenas subprodutos de milho. Por fim, repare também nas fontes de ácidos graxos da fórmula. Óleo de peixe e gordura animal, por exemplo, são mais interessantes nutricionalmente do que óleo de soja. Outros ingredientes nobres podem enriquecer as rações: levedura de cerveja, condroprotetores (condroitina e glucosamina) e antioxidantes (vitamina C e E, selênio) em níveis adequados.
    Existem ingredientes que nada acrescentam à nutrição do cão, como por exemplo, as uvas passas adotadas por algumas marcas. Além de serem potencialmente tóxicas para cães, são fontes de açúcar.
    – Aditivos:
    Todas as rações industrializadas contêm aditivos, como conservantes, palatabilizantes, estabilizantes, flavorizantes, aglutinantes, espessantes etc., eles garantem o adequado processamento e também a conservação do produto, dentre outras funções. Entretanto, hoje sabemos que uma alimentação exclusivamente baseada em alimentos industrializados e repletos de aditivos, em longo prazo pode causar alguns problemas de saúde, como alergias, alterações hepáticas etc.
    Por esse motivo, convém escolher um produto com menos aditivos e fugir das rações coloridas. Existem hoje no mercado rações que empregam conservantes naturais, como óleo de alecrim e vitamina E, e muitas não incluem corantes em suas fórmulas.
    Texto: Sylvia Angélico, do Cachorro Verde, e Gabriela Netto, médica veterinária do Cantinho Animal (CRMV-SP:19.477)
    (texto publicado pela primeira vez em 24 de março de 2011)
    Categoria: Alimentação, Produtos pet, Ração, Rins / Doença renal
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    88 Comentários:

    1. Marcia disse:

      20 de Março de 2014 às 15:54

      Poisé…

      A Guabi Natural possui Milho transgênico, mas a Farmina N&D possui antioxidantes GHT e GHA… não tem como fugir!!
      Qual seria a menos pior??
      Não existe alguma sem grãos e sem GHT GHA??

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de Março de 2014 às 18:20

        Querida, não sei, como te falei antes, resolvi fugindo de TODAS… 🙁 Vou de http://www.cachorroverde.com.br Beijo.

      • cláudia simões disse:

        28 de Março de 2014 às 21:30

        Márcia, eu também ainda não posso fazer a Alimentação Natural. Solicitei uma orientação ao Médico Veterinário pesquisador que acompanha os meus animais pela Homeopatia Unicista, e ele disse que realmente o ideal é a Alimentação Natural, mas que se não tivermos ainda como faze-la, que devemos evitar totalmente dos Transgênicos, que são de nocividade maior, e que, apesar dos conservantes não serem bons também, mas seus efeitos nocivos são mais possíveis de controle.
        Assim, escolhi a ND da Farmina, livre de transgênicos e grãos e também que não se utiliza de testes animais. E peço sempre a ração por compra na internet.
        Um abraço, boa sorte!

    2. Marcia disse:

      17 de Março de 2014 às 11:54

      Oi Ana,
      Gostaria de saber se você pode me indicar algum site confiável para comprar essa ração Guabi Natural, pois moro no interior do Rio e não é fácil achar por aqui… ,e se existe alguma outra que NÃO possua os antioxidantes BHT e BHA (que tenha um preço razoável pois tenho 5 filhas).
      Obrigada!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de Março de 2014 às 16:52

        Oi, Márcia, como dou alimentação natural para meus cães, estou por fora das rações… E aqui em Floripa acho a Guabi fácil (a cachorra do meu pai come e compro pra ele). Poxa, querida, vou ficar te devendo… Ai no RJ não achas fácil a Nutron? Gosto bastante dessa marca também. E tem a Farmina sem grãos. Agora, preço razoável… só se vc conseguir um amigo dono de pet shop ou algo assim.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados