• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Finais Felizes: gato adotado transforma a vida de menino autista e de sua família.

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 26 de março de 2013

    fraser e billy

    A Tati Lee passou o link faz tempo, salvei para traduzir e postar e aí vai mais uma linda história de redenção através da adoção!

    Tarefas simples costumavam ser cumpridas com dificuldade por Fraser Booth. O garoto de 4 anos de idade, autista, ficava facilmente sobrecarregado com eventos diários, o que resultava em lágrimas e birras. Até que apareceu Billy, o gato vira-latas. Abandonado e resgatado das ruas, ele não teve um começo de vida fácil.

    Mas desde seu primeiro encontro, Fraser e Billy tornaram-se inseparáveis – e o gatinho tem ajudado a trazer o pequeno garoto para fora de sua concha. Agora, seja na hora de brincar, ouvir histórias ou dormir, Billy está lá para oferecer uma patinha de conforto.

    E ele é o primeiro a sentir quando Frase está ficando frustrado, acalmando-o com um ronronar ou um aconchego.

    Louise, mãe de Fraser, disse, “Se Fraser está por perto ou brincando no quintal, Billy nunca está longe. É como se estivesse assistindo Fraser e acalmando seu comportamento. Ele sempre aparece quando Fraser está ficando irritado e coloca sua cabeça perto de Fraser, pedindo carinho. Recentemente, quando Fraser estava em crise, Billy sentava no seu colo o dia inteiro. Dizem que os animais conseguem sentir coisas, mas Billy parece saber antes de todo mundo se Fraser ficará mal.”

    A senhora Booth, que é uma mãe de tempo integral para Fraser e sua irmãzinha de 1 ano e meio, Pippa, continua, “Pode parecer mentira, mas é como se Billy fosse o guardião do meu fiho. O relacionamento deles é algo realmente especial.”

    O menino foi diagnosticado como autista quando tinha 18 meses de vida, após seu pai perceber que o filho não estava desenvolvendo-se tão rapidamente quanto as crianças da sua idade.

    “Era óbvio para mim que algo estava errado”, diz o pai. “Fraser chorava o tempo todo e não respondia a mim ou aos brinquedos colocados em sua frente.”

    Desde o diagnóstico, a criança tem feito terapia. Embora já seja capaz de falar com seus pais e correr em volta deles como outras crianças, ele ainda luta para realizar tarefas diárias e banais, o que resulta nos choros e birras.

    “A vida diária pode ser um desafio para Fraser porque tarefas aparentemente simples podem ser extremamente difíceis para ele”, acrescenta a mãe.

    “Ele não está trancafiado em seu pequeno mundo – como muitas pessoas assumem sobre quem é autista – ele é um garotinho feliz, mas ele pode ficar frustrado ou facilmente irritado como se fosse um botão de liga/desliga. Por exemplo, se ele vê um desenho na TV do qual não goste, ou se tentamos tirá-lo do banho quando ele não quer sair, geralmente há uma crise.”

    Mas a chegada de Billy, vindo do abrigo Cats Protection, há 12 meses, mudou o comportamento de Fraser.

    “Na primeira vez em que levamos Fraser para conhecer Billy, o gato andou diretamente para ele”, diz a mãe. “Fraser sentou no chão e Billy deitou-se sobre ele e começou a ronronar. Fraser disse ‘Este é nosso gato, ele pode ir para casa conosco’, e assim foi feito.

    “Billy tem feito uma total diferença na vida da família, tirando o estresse e adicionando felicidade e um ar de calmaria. Ele é realmente maravilhoso. Fizemos uma doação pela adoção, mas para nós Billy não tem preço. Ele faz Fraser feliz o tempo todo”, encerra a mãe.

    Traduzido do artigo: How love of Billy the stray cat has finally brought four-year-old autistic boy out of his shell

    Categoria: Finais Felizes
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    Nenhum Comentário:

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados