• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Uma história de fidelidade canina e traição humana, sempre humana…

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 3 de dezembro de 2012
    post de 3 de março de 2010
    A sempre antenada Pri Coelho, do Adote, Não Compre!, me mandou o e-mail abaixo fazendo graça com a minha sina de gastar dinheiro comprando revistas que trazem matérias especiais sobre cães. Felizmente, a dona internet me permitiu economizar alguns Reai$$ desta vez!
    From: “Não Compre, Adote!”
    To: Ana Corina
    Sent:
    Fri, February 26, 2010 1:39:08 PM

    Subject:
    Artigo na revista Scientific American Brasil: Fidelidade e traição entre cães e seres humanos
    Mais uma pra você gastar tua grana ou pedir emprestado/escaneado pra alguém!

    Sim, a matéria é enorme. Tem doze páginas na internet, mas recomendo a todos que a leiam inteira, porque além de interessante (e apesar de ser triste ver a obtusidade e crueldade humanas) traz dados históricos e é muito bem escrita e fundamentada.

    Triste é ver com dados e datas documentadas e registradas como os políticos lutaram contra os cães abandonados sempre com uma visão sanitarista de extermínio, sendo que se o primeiro tivesse tomado uma atitude abrangente de educar a população, a História seria outra. E só queria deixar registrado que neste exato momento em que publico este post, na madrugada de quarta-feira, sinto uma imensa, gigantesca, profunda vergonha por fazer parte do lado ‘traidor’ desta história que poderia ser tão diferente e mais cheia de amor e respeito.Deixo aqui pra gente os parágrafos finais da competente matéria de Nelson Aprobato Filho, “Fidelidade e traição entre cães e seres humanos” para a Revista Scientific American Brasil, edição 92, de janeiro de 2010.

    Do Paleolítico Superior aos sofisticados pet shops da atualidade, cada época, cada região, cada povo e cada sistema sociocultural e políticoeconômico tem estabelecido com o cão distintas relações. De animal sagrado nos templos do deus egípcio Anúbis às criações muitas vezes clandestinas e em massa da atualidade, o homem tem usado os cães para os mais diversos objetivos. Alguns repletos de sensibilidade e troca efetiva entre espécies, outros, a maioria, marcados por abuso, maus-tratos, exploração, escravização. Mas é importante ter sempre claro que, na maior parte dessa longa história, as relações de humanos e cães não se estabelecerem essencialmente pela fórmula maniqueísta do bem contra o mal.

    O que torna essa situação ainda mais complexa é que, por trás de atitudes muitas vezes aparentemente mais sensíveis, pode existir um substrato nebuloso em que o homem acaba quase sempre impondo sua vontade, poder, força, capacidade intelectual, necessidade, crença e interesse econômico. Estima-se que hoje, no Brasil, existam cerca de 29 milhões de cães domiciliados. Qual o número dos que vivem nas ruas? Difícil saber. Para suprir parte desse fabuloso mercado formal, somente em São Paulo é possível encontrar mais de 1.300 pet shops. Num mundo como este, cães e outros animais são transformados em objetos de consumo e, em muitos casos, são descartáveis.


    Ainda assim, é importante nunca esquecer que é também do centro desse gigantesco cadinho que se fundem, que nascem as mais profundas manifestações de respeito e convivência.Talvez tenhamos buscar inspiração não no curto espaço de tempo de apenas 6 mil anos conhecido como História. Talvez esteja no período anterior, na Pré-história, naquele tempo profundo e quase desconhecido, ou mais especificamente nas relações das mulheres do Paleolítico Superior com os filhotes de lobo, a chave e a centelha para uma melhor convivência com todas as espécies animais que ainda nos cercam.
    Categoria: Animais de rua, Animais e nós, Leis, Notícias
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    1 Comentário:

    1. Daya disse:

      6 de dezembro de 2012 às 18:01

      Acompanhem a vida de Daya, uma cadelinha com muitas aventuras, drama e amor…
      http://www.facebook.com/diariodeumcaodaya

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados