• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Nós que aqui estamos, por vós esperamos…

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 2 de novembro de 2012
    Imagem do post Saudade, amor e gratidão, de 2007.Hoje é dia dos mortos. Ponto. Simples assim. Podemos chamar de finados para ficar menos chocante, mas é impossível não sentir as saudades apertando um laço a mais em nossos corações na data de hoje e nos jogando a realidade na cara, quer queiramos ou não… Falecer, desencarnar, passar, fazer a travessia, cruzar a ponte do arco-íris: podemos inventar mil expressões e sinônimos, mas a dor e a certeza da Morte são as mesmas…
    Como este ano a data está sendo particularmente difícil, resolvi apenas indicar para vocês alguns posts aqui do Mãe de Cachorro que já trataram do tema da separação de corpos que a morte traz. Sim, separação física, por que a espiritual, a de almas que se amam, nada pode provocar! Espero que os textos abaixo consolem um pouco a todos que sentem a dor da saudade, seja ela de quem for.
    março de 2007: Coincidências da vida?
    dezembro de 2007: Saudade, amor e gratidão
    dezembro de 2008: Cães após a morte…
    Categoria: Animais e nós, Ponte do arco-íris, Textos favoritos
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    3 Comentários:

    1. Fúlvia e Suzie disse:

      3 de novembro de 2010 às 13:06

      Apesar de eu acreditar que seja só um "até logo" e não um "adeus", eu não consigo ler sobre o tema sem que lágrimas venham aos meus olhos e caiam sem eu conseguir segurá-las.

      Ainda é algo muito difícil pra mim.

      Um beijo, Ana
      Ful

    2. Anna Paula disse:

      2 de novembro de 2010 às 18:11

      Se um cachorro fosse professor…
      Texto de Ramiro Ros

      Se um cachorro fosse professor, você aprenderia coisas assim:

      Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.

      Nunca perca uma oportunidade de ir passear.

      Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.

      Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.

      Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.

      Corra, pule e brinque todos os dias.

      Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.

      Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.

      Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.

      Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.

      Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado…volte e faça as pazes novamente.

      Aproveite o prazer de uma longa caminhada.

      Se alimente com gosto e entusiasmo.

      Coma só o suficiente.

      Seja leal.

      Nunca pretenda ser o que você não é.

      E o MAIS importante de tudo….

      Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

      A amizade verdadeira não aceita imitações!!!

      E NÓS PRECISAMOS APRENDER ISTO COM UM ANIMAL QUE DIZEM SER IRRACIONAL!!!!

    3. Ariana e Raphael disse:

      2 de novembro de 2010 às 14:42

      Muito Lindo o Post, eu ainda não tive a experiencia de perder nenhum dos meus amores de casa de 4 patas aqui de casa pois eles tem quase 3 aninhos, mais chorei muito quando vi a perda da minha tia e uma vizinha quando envenenaram os seus cães e lá no Auaufanato quando um dos nossos protegidos atravessaram a ponte do arco iris, sofremos muito pois quando conseguimos tira-los da rua e eles se vão é muito triste…
      Mais Agredito do fundo do meu coração que no final ficaremos toodos juntos…
      Que Deus dê conforto a todos que perderam seus entes queridos seja pessoa ou aumigo…aufilho
      Mais que sempre estara em nossos corações!

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados