• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Passa a faca!!!!

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 16 de maio de 2012
    Atenção:  Este texto foi publicado originalmente em 15 de fevereiro de 2007, mas como, mais de 5 anos depois, ainda vemos as mutilações de rabos e orelhas acontecendo, achei pertinente republicá-lo, já que muita gente é nova no blog e acaba não lendo os textos antigos. Deixei tudo como primeiramente postado, inclusive o texto colorido, algo que não uso há anos.
    Ontem estive numa pet e vi uma filhote de pitt bull com as orelhas amputadas… A carinha de triteza dela era algo de cortar o coração. Hoje, surge a tirinha do Níquel Náusea nas minhas mãos, tratando justamente de um assunto que eu não poderia deixar de lado: a mutilação estética ‘autorizada’ de animais.

    Poucos consideram o corte de rabos e orelhas como mutilação.
    Para falar a verdade, até eu ler sobre o assunto há uns 3 anos atrás, nem eu mesma havia parado para pensar no assunto.

    Infelizmente, não tenho como recuperar o artigo que li, que dizia que os padrões de todas as raças serão modificados de modo a nenhum animal com corte de rabo e orelhas poder ganhar prêmios em competições que considerem os padrões das raças. Claro que essa movimentação toda começou lá na Europa e vai levar anos até que vejamos seus efeitos.

    Entretanto, pesquisando na net, achei um artigo do Bruno Tausz, muito interessante que fala exatamente dessa questão. Por favor, vale a pena lê-lo (é só clicar no título deste post para ser direcionado ao artigo). Para quem achar o começo do texto muito técnico, vá descendo até ele começar a falar da história de algumas das raças que têm orelhas decepadas e dos argumentos (furados) utilizados para defender tão dolorosa operação.

    O fato é que um dia todas as raças que têm partes do corpo extirpadas por estética só serão consideradas ‘padrão’ em exposições se apresentarem animais ‘inteiros’.

    Nada mais de cockers sem rabo, ou pinschers, ou yorkshires, ou poodles etc. etc. Nem de pittbulls com orelhas cortadas, ou mastins napolitanos, ou dinamarqueses, ou schnauzers etc. etc.

    Uma coisa eu garanto: será um mundo muito mais bonito e alegre, com todos os rabinhos acenando de felicidade!

    Fora que o rabo e as orelhas são parte fundamental da expressão corporal dos cães.

    PS.: No fim do artigo explica-se quem é Bruno Tauz.

    Categoria: Denúncias, Filhos, Saúde, Veterinários
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    7 Comentários:

    1. Rosane Folly disse:

      18 de dezembro de 2013 às 13:01

      Boa tarde!!
      O cãozinho de alguém já aoresentou problemas devido ao corte do rabo? A minha pinscher tem 4 meses e constantemente parece sentir algumas fisgadas no que sobrou do rabinho. Ela chega a encolher o “cotoquinho” e dar um gritinho de dor.
      O veterniário pediu pra esperar ela crescer mais um pouco e ver se vai melhorar, senão teremos que fazer uma cirurgia reparadora, pois pode ser algum nervo.
      O problema é que sempre sofro quando ela tem essas “crises”.

      Alguém já passou por isso ou tem outra opção de tratamento?

      NUNCA MAIS TEREI CÃO SEM RABINHO…É UM PECADO!!!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        25 de dezembro de 2013 às 18:45

        Oi Rosane,
        putz, fazer essa cirurgia agora seria bem ruim, realmente… 🙁
        Rabo é extensão da coluna, não existe à toa e não deveria ser cortado nunca…

        Boa sorte pra vocês, querida!

    2. franciele disse:

      17 de março de 2013 às 23:05

      Quando trouxemos minha Pit Bul pra casa isso há quase 10 anos, eu brinquei com minha mãe: Mãe vamos cortar as orelhas dela? A resposta da mãe foi a seguinte: Vamos cortar as tuas pra ver se você acha bom. Isso deveria servir para todos que fazem essas atrocidades.

    3. Su disse:

      10 de junho de 2012 às 02:47

      Concordo.Se pudesse ter evitado,com certeza minha fox paulistinha teria seu rabinho inteiro.Ela foi adotada,e mesmo só com o toquinho do rabo,ela consegue faze-lo mexer muito quando está contente;imagino como seria se ela o tivesse interio.Não entendo pq fazem isso…

    4. sheila sansão disse:

      17 de maio de 2012 às 17:50

      ui..nem fala…acho um absurdo…tinha uma pinscher que não deixei cortarem…mas meu cachorrinho atual já estava sem o rabinho qd fui vê-lo pela primeira vez…até briguei com a moça e tudo e ela falou que é padrão…então tá…vamos cortar metade da tua bunda pra ficar padrão bobolhona….affff…até hoje olho pra ele e me dá um aperto no coração!!!!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de maio de 2012 às 17:56

        Vou te dar uma boa notícia: o “padrão oficial” das raças está mudando na Europa, Estados Unidos, Canadá etc. e animais MUTILADOS já não podem competir em pista. OU SEJA: se não podem competir, não dão dinheiro e, com isso, criadores que exibem cães em pista passarão a deixar todos os cães com orelhas e rabos inteiros, para que sejam lucrativos… Triste a vida desses cães de pista, mas serão eles que ajudarão a um dia mudar a realidade de todos os mutilados com essa desculpa do “padrão”.

    5. Blog Teia disse:

      17 de maio de 2012 às 11:27

      Olá,adorei seu blog,estarei sempre por aqui.
      até mais

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados