• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Mantenha seu cachorro idoso ativo e estimulado!

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 3 de novembro de 2011

    Afinal, quando os cães podem passar a ser considerados idosos?

    A “meia idade” para cães geralmente é considerada após os 7 anos de vida. Mas há variações consideráveis entre as diversas raças e portes de caninos. O senso comum diz que raças maiores têm uma expectativa de vida menor, logo, envelhecem mais cedo. Muitos veterinários e empresas ligadas ao mundo pet estão lançando serviços e produtos voltados para as necessidades específicas dos cães acima de 7 anos.

    Com o post Seu cão está ficando idoso? Leve-o para caminhar e evite ao máximo a Síndrome de Disfunção Cognitiva em Cães (SDC)! e com dois filhos com mais de 7 anos em mente, pedi ao Gustavo Campelo para nos dar algumas dicas para manter os peludos idosos mais ativos e estimulados. Confiram e aproveitem!

    EXCLUSIVO: Garantir uma terceira idade saudável para o pet depende muito do comprometimento dos donos, que devem sempre estar atentos a pequenas mudanças comportamentais.
    Seguem algumas dicas úteis e fáceis de colocar em prática:

    Mantenha o cão ativo fisicamente. É claro que o cão não vai mais aguentar passar uma tarde inteira de caminhada no parque. Respeite o limite e a velocidade do velhinho. Mesmo que ele tenha que andar somente meio quarteirão e demore 30 minutos para isso. Tenha paciência, para ele é muito importante!
    Manter a cabeça do cão ativa também é muito valioso para a saúde do cão idoso. Se durante a vida ele aprendeu alguns comandos de obediência, continue pedindo e treinando esses comandos por toda a vida do animal. Pode ser que ele não responda de maneira rápida e perfeita, mas é uma forma de interação divertida para eles. Sempre dê muito carinho e alguns pedaços de petisco para cães durante o treino. Evite comandos que exijam muito esforço físico, como o “cumprimenta” ou o “rasteja”.
    – Jogar bolinhas também é permitido, mas respeite o limite do animal. Procure por brinquedos educativos, como o Kong por exemplo. São ótimos para ocupar os pets. Fique atento para dar desafios que seu cão pode resolver, caso contrário poderá gerar agressividade.
    Esconder petiscos pela casa faz com que ele utilize o olfato, seu principal sentido.
    Fazer massagens regularmente ajuda não só a relaxar o pet, como também nos ajuda a identificar mudanças no corpo do animal e sensibilidade ã dor.

    Leia também:

    Achei! Idades caninas x Idades humanas!

    Tabelas de idade de cães e gatos!

    Tabela de idades caninas

    Categoria: Adestramento, Saúde
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    9 Comentários:

    1. Maria de Fatima Silva Souza disse:

      13 de Fevereiro de 2014 às 18:38

      Meu cão já tem 7 anos e é da raca Pastor/Fila, ele fica muito sozinho pois saimos cedo para trabalhar e só retornamos a noite. Estou notando ele tristinho e não ta escutando direito em um dos ouvidos, ta levantando com dificuldade, se alimenta com racão específica para a idade dele e toma suplemento para as articulacoes. Mais porque fica muito sozinho fico preocupada e quando chego do trabalho beijo e abraco muito ele e quero brincar tambem. O que faco?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        16 de Fevereiro de 2014 às 11:34

        Maria, sugiro que faças um check-up. É um cão novo. Pode ser TANTA coisa… problema nos rins, no fígado, displasia coxo-femoral, otite etc. Eu faria um BAITA check-up e tentaria passar antes/depois do trabalho.

    2. Vinicius Rolim disse:

      13 de julho de 2013 às 20:18

      Meu cão poodle está com 16 anos e não está andando, mas está com a visão boa e escuta bem o mesmo chora o dia todo tentando levantar queria saber um jeito de distrai-lo deixando sua vida menos monótona. Obrigado!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de julho de 2013 às 17:09

        Putz, Vinícius… o que o veterinário fala? Vc já tentou acupuntura? Existem jogos para cães à venda na internet, mas distração sem locomoção… não sei nem o que te responder 🙁

    3. Wanda disse:

      24 de novembro de 2011 às 07:17

      Gente, estou passando por dias difíceis. Pelamordedeus, me dêem uma dica!

      Desde que meu marido ficou doente, o Plugin (é um Poodle) começou a fazer xixi no nosso quarto. Veja bem, ele veio com 45 dias, sempre foi tratado como um filho, dorme conosco no nosso quarto e tem caminhas espalhadas pelos cantos, para ele dormir onde desejar, inclusive na nossa cama, se quiser.

      Até então, ele sempre respeitou esse quarto. Nós saímos para trabalhar, não tivemos tempo para ensiná-lo a fazer xixi no lugar certo, então ele faz no banheiro, na cozinha. Nunca me importei, eu limpo. Só nos importamos com o quarto de dormir que ele sempre respeitou.

      Agora, com meu marido hospitalizado, ele começou a fazer xixi no quarto e até em cima da cama, quando não estamos por perto. Hoje cedo, fui ao banheiro e quando voltei ele tinha feito xixi no meu travesseiro! Fiquei fula! Gritei, fiz ele cheirar o travesseiro e disse “Xixi, aqui, não!”

      Agora, ele está desconfiado, com o rabinho entre as pernas, como que sabendo que fez coisa errada. Mas eu sei que ele vai fazer novamente.
      Agora, quando sair, vou deixar o quarto fechado.

      Ah, não fale que tenho de deixá-lo fora de casa, no quintal. Eu não confio nas pessoas, alguém pode jogar alguma ‘coisa’ para ele.

      Por favor, me dêem uma dica.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        24 de novembro de 2011 às 10:15

        Wanda,
        seu cachorro não sabe o que fez de errado (só saberia se vc o pegasse no flagra), ele simplesmente está com medo de você por que não sabe quando vc o esfregará no travesseiro novamente. Na cabeça dele o que ficou foi “Ela pode brigar comigo a qq momento”.
        Que tal uma grade dessas de bebê na porta do quarto, impedindo a entrada nele no ambiente?
        Poodles são MUITO inteligentes e o seu teve uma mudança repentina na rotina. Ele não entende que vocês precisam estar mais tempo fora, apenas reage a vocês estarem com menos tempo para ele.

        Eu entraria com florais e tentaria distraí-lo passeando mais com ele ou pagando alguém para isso, ou o colocando numa creche canina.

        Se ele for idoso, pode estar com “alzheimer canino” e simplesmente não está mais sabendo os limites mesmo. Limpe tudo com vinagre de álcool sem ele estar perto. Só limpe na frente dele os locais onde ele pode fazer xixi.

        E eu nunca falaria para vc o colocar pra rua… Na verdade talvez ele esteja tentando até te mostrar algo, eu faria um exame de urina e de sangue pra ver se ele está bem.

    4. Mariana disse:

      6 de novembro de 2011 às 05:52

      Oi Ana!
      tenho uma gatinha de 14 anos! Ela foi resgatada pelo meu irmão atropelada quando era filhotinha! Não tem nenhum sintoma de velhice, ouve e enxerga muito bem, e dá umas patadas nas minhas cachorras quando elas se metem a besta com ela! rsrsrsrsrs
      Ela foi morar na casa do meu irmão recentemente, já que o cachorro que o meu pai resgatou tirou a liberdade dela! Como lá tem um quintal enorme, ela esta se divertindo muito, e ainda sobe nos muros e telhados! =o)
      Meu irmão não da ração específica para idade porque tem outros dois gatos mais novos, e fica dificil separar a comida da bicharada!
      É uma velhinha linda e simpática, mas um pouco ranzinza! rsrsrsrsrs

      Beijos

    5. Fúlvia disse:

      3 de novembro de 2011 às 20:58

      Minha peluda está prestes a completar 7 anos de vida e eu já fico extremamente preocupada… o lado bom é que ela tem uma alimentação saudável, pratica exercícios físicos diários, tem gente que a ama perto dela, tem seus amigos caninos… e ninguém acredita quando digo a idade da magrela, acham que ela é mais nova. Ainda bem! Isso me conforta um pouco, ver o quanto ela está bem, física e mentalmente, para quem está entrando na meia idade. Realmente, ela não aparenta a idade que tem.

      Beijos, Ana!

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados