• Receba os posts por e-mail:

    Guia de Raças no Mãe de Cachorro: Poodle Miniatura

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 29 de setembro de 2011

    Sempre brinco que Poodles são cachorros de velhinhos e que quando eu precisar de um cãozinho perfeito, que entenda tudo que eu disser e que não fique pelo caminho me predispondo a tombos (nunca bons para velhinhos), adotarei um Poodle. Depois de traduzir a raça hoje, só fiquei mais apaixonada por ela. E também preocupada e triste com a realidade de tantos e tantos Poodles que não recebem os cuidados psicológicos que a raça precisa: muita atividade intelectual e um lar harmonioso e pacífico, cheio de amor e companhia.

    –>Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui.

    Raça de hoje: Poodle Miniatura: só falta falar!
    Texto: Michele Welton- Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida.
    Muitas pessoas têm uma concepção errada sobre os Poodles, a de que eles parecem e agem como cães “pompons”. Este é um dos maiores mitos no reino dos cães!
    Primeiro, ignore as tosas exuberantes das pistas de competição. Poodles podem ser tosados de maneira a parecer cães normais! Poodles também têm a vantagem de serem a que menos solta pelos e a mais “hipoalergênica” dentre todas raças de cães peludos.
    Em segundo lugar, Poodles Miniatura são atletas em miniatura. Eles sobressaem em competições avançadas de obediência – onde habilidades com saltos e para trazer objetos aos tutores são requeridas – e em competições de agility (corrida com obstáculos), onde voam acima, por baixo e através de obstáculos com tanta força e graça que pode ser emocionante de assistir.
    Entretanto, preciso mencionar as duas constituições físicas da raça. A correta, que é “quadrada”, o que significa que suas pernas são longas o suficiente para que sua altura seja aproximadamente igual a seu comprimento. Estes Poodles Miniatura são tão elegantes quanto atléticos, movendo-se com flexibilidade. Outros Poodles Miniaturas têm uma constituição física mais atarracada, com pernas mais curtas e um dorso mais comprido. Estes cães herdaram uma deformidade física chamada condrodisplasia. Eles não têm a mesma elegância ou agilidade dos Poodles Miniaturas “quadrados” e são mais suscetíveis a hérnias de disco.
    Mas não importando sua constituição física, um típico Poodle Miniatura é um dos cães mais espertos e “treináveis” de todas as raças. Ele é um cão “pensante” que presta uma atenção absurda em seu tutor, que aprende rápido e que responde rapidamente a treinos positivos. Na verdade, um Poodle Miniatura precisa de algum tipo de estímulo mental para ser feliz, mesmo que sejam apenas jogos simples de esconder ou buscar uma variedade de brinquedos com nome. Esta raça inteligente não pode simplesmente ficar largada no quintal (ou dentro de casa) e ser ignorada.
    Muitos Poodles Miniatura são ótimos cães de alarme – latindo agudamente à porta e tendendo a ser reservados (embora educados e não agressivos) com estranhos. Mas também há aqueles que simplesmente amam a tudo e a todos. Com outros cães e gatos, o Poodle Miniatura é pacífico e geralmente os aceita bem.
    Entretanto, nem tudo na raça significa perfeição. Além da necessidade constante de cuidados com sua pelagem, eles precisam de exercícios diários, já que são cães ativos. E também precisam de muita companhia diária, sofrendo com solidão e ansiedade de separação se deixados sozinhos por muito tempo. Poodles podem aprender “padrões” tão rapidamente que tendem a antecipar tudo que você fará em seguida, o que pode ser desconsertante. Eles esperam que suas rotinas sejam sempre as mesmas e podem ficar perturbados e confusos se você mudar as coisas.
    Poodles são cães emocionalmente sensíveis, às vezes até demais. Se você os tocar inesperadamente ou os alarmar com barulhos súbitos e altos, eles tendem a encolher-se ou a ficar sobressaltados. Os Poodles mais sensíveis não são bons cães para crianças pequenas (com seus barulhos e falta de coordenação motora característicos). Da mesma maneira, eles também podem ficar emocionalmente perturbados se houver muita atividade, conflitos ou algazarra na sua casa. Eles preferem a paz e a harmonia.
    Algumas linhagens da raça podem ser mais barulhentas e nervosas, mas tudo depende da socialização e do treinamento que o cão recebeu. Ao ser tratado como um cão inteligente e capaz, ele com certeza corresponderá à altura!
    Se você quer um cão que…
    • Tenha um tamanho conveniente, seja gracioso, leve, mas ainda assim atlético e agil;
    • Tenha uma pelagem encaracolada que praticamente não cai (é a melhor raça peluda para quem sofre de alergias);
    • Exista em várias cores;
    • Seja alegre, vívido, brincalhão e inteligente;
    • Seja fácil de educar e de treinar para usar o banheiro;
    • Seja uma das raças mais atenciosas e agradáveis que existem, sendo um leitor de linguagem corporal e expressões faciais tão qualificado que parece ser um cão telepático;
    • Seja geralmente educado com estranhos e sociável com outros animais.
    Um Poodle Miniatura pode ser bom para você!
    Se você NÃO quer um cão que…
    • Possa ter um comportamento “barulhento”, latindo demais;
    • Seja tímido ou caprichoso ao não ser socializado correta e nem suficientemente;
    • Seja emocionalmente sensível a estresse, tensões e vozes altas;
    • Precise de tosas e escovações constantes.
    Um Poodle Miniatura pode NÃO ser bom para você!
    Se você está pensando em adotar um Poodle Miniatura… Considere as questões abaixo seriamente.
    1. Temperamento instável. Poodles ficaram muito populares, sendo procriados sem discriminação e por pessoas sem capacitação para tanto. Até hoje são uma das raças mais procriadas e vendidas a preços baixos por pessoas que não têm a menor ideia do que significa criar cães visando bom temperamento e boa saúde das ninhadas. Educadores e consultores de comportamento canino atendem um grande número de Poodles com problemas comportamentais, completamente neuróticos, hiperativos e até mesmo agressivos (mordendo mesmo!).
    2. Providencie socialização correta. Poodles Miniatura precisam de uma intensa exposição a todo tipo de pessoas (de diferentes idades, cheiros e cores) e sons e situações incomuns. Caso isto não aconteça, podem tornar-se tímidos ou desconfiados.
    3. Sensibilidade emocional. Seja honesto(a)… há tensão em sua casa? As pessoas da família são barulhentas, agressivas ou emocionais? Há discussões e brigas? Poodles são extremamente sensíveis ao estresse e podem ficar literalmente doentes por conta dele, apresentando problemas digestivos e comportamentos neuróticos caso as pessoas da casa estejam tendo problemas familiares. Poodles são cães pacíficos e sensitivos que precisam de um lar harmonioso e em paz.
    4. Tosas. Para manter sua pelagem encaracolada curta e livre de nós, os Poodles Miniatura precisam ser tosados a cada 4 a 6 semanas. Você pode ignorar as tosas de “shows” já que Poodles não precisam parecer  “pompons”.
    5. Latidos. Poodles Miniatura são geralmente bastante rápidos para soar o alarme a cada novo acontecimento ou som. Você precisa ser igualmente rápido para ensiná-los a parar a latir. Por este mesmo motivo eles nunca devem ser largados sozinhos no quintal sem supervisão.
    6. Problemas de saúde. Poodles Miniatura podem ter uma vida longa e bem vivida, mas também podem sofrer de problemas nas juntas, nos olhos e no coração.
    Adote um Poodle Miniatura adulto!
    Quando você adota um filhote, você está adquirindo potencial do que ele um dia pode se tornar.  Mas quando você adota um cão adulto, você está adquirindo o que ele já é e pode decidir se é o melhor cão para você baseado em sua rotina e realidade. Há vários Poodles Miniatura adultos que já provaram não ter as características negativas típicas da raça. Se você encontrar um cão assim, não deixe que elas preocupem você. Fique feliz que você encontrou um indivíduo atípico e aproveite!
    Salve uma vida. Adote um cão.
    *Lembrando: Estou traduzindo as descrições de temperamento das raças (que já vi disponíveis para adoção) apresentadas pela autora norte-americana Michele Welton, que obviamente leva em conta que a maior parte de seus leitores mora nos EUA e sempre tendo em mente cães dentro do padrão comportamental de cada raça. Não adianta um cão ter “cara” de uma raça, isso nem é tão difícil, um cão realmente “de raça definida” tem, mais do que qualquer outra coisa, a personalidade, o comportamento e os instintos da raça a que pertence.

    Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    23 Comentários:

    1. Priscila Magalhães disse:

      29 de setembro de 2011 às 12:28

      Concordo com a descrição da raça e suas características.

      Poodles são altamente sensíveis e dependentes do dono.

      Poodles latem muito, são inteligentes, aprendem com facilidade, precisam de tosa frequente, tem probleminhas de pele ao ficarem mais velhos (verrugas e cravos) e "manchas de lágrimas" que deixa a região dos olhos manchada.

      Amo muito meus barulhetinhos. :D Hahaha!

      Bjs

      • Cleusa disse:

        20 de julho de 2013 às 00:47

        Tenho um poodle numero 01 tem um ano e 5 meses super ativo, gostaria de saber se é verdade que essa raça sobre de epilepsia. Estou preocupada….

    2. Fúlvia e Suzie disse:

      29 de setembro de 2011 às 12:41

      Muito legal!!! O Poodle típico é um õtimo cão! O único trabalho é o banho e tosa.

    3. Denise Alvarenga disse:

      29 de setembro de 2011 às 16:48

      Tenho 3 e amo meus filhos caninos,são uns amores,bjs

    4. Kelen disse:

      29 de setembro de 2011 às 18:19

      AMEI O POST DE HOJE!!!!

      A minha filhota de 13 aninhos, Clarabela, é poodle e tudo que está descrito é verdade!!!

      Minha "carneirinha" é dócil, companheira, delicada, quase não solta pelos (raramente acho uns tufinhos e só)e o principal: é inteligentíssima!!!

      Incrível a capacidade dessa raça: como foi dito são telepatas!!!

      Ela sabe todos os horários da casa, de saída, de chegada, das refeições, de dormir, conhece barulho do carro, das nossas chaves, das plaquinhas da coleira dela…tudo!

      Ela sabe até quando minha mãe está cozinhando batata na panela de pressão (qdo ainda está tampada)! Chora tanto na frente do fogão até ganhar… hehehehe

      Ela é tão genial que além de saber tudo em português, compreende tudo que a gente fala p/ ela em francês! Chique, né?

      Pois é com essa inteligência toda: poodle poooode!!! ;o)

      bjs

    5. Anonymous disse:

      30 de setembro de 2011 às 00:09

      Acho um absurdo raça de cachorro sair de moda como roupa sai. Com o poodle aconteceu isso. Quando criança via muitos poodles, que era sinônimo de status :S, e hoje é bem difícil vê-los nas casas. Minha cachorra que morreu há um ano era dessa raça, era extremamente inteligente, educada e muito emocional. Se alguém aqui em casa ousasse dar uma bronquinha nela, ela passava horas sem ''dirigir a palavra'' à pessoa. E pior, ela desfazia da pessoa. Se pedissem para dar um beijinho, ela ia atrás de uma outra pessoa inocente e ficava lambendo, como quem quisesse dizer, ''brigou comigo? tô de mal, hahaha''. Seu melhor amigo era um gato. Ela o lambia tanto que as orelhas dele ficavam viradas. E ele adorava. Se o tirasse das ''garras'' dela, ele voltava, rs.
      beijos,
      vanessa (vahh)

    6. marina disse:

      30 de setembro de 2011 às 21:34

      adorei!!!! muito fofo! sou suspeita também né, sou maluca por poodles!!!! amo todos, mas prefiro os de porte maior, tive uma miniatura que morreu esse ano 2 dias antes de completar 16 anos, ela era histérica e muito ruim desde filhotinha, já a Bianca é um poodle médio e o temperamento é muito diferente! as duas tem inteligência igual,mas a pequena era meio doidinha, mordia até as pessoas de casa! a bianca morde sim, mas não eu! eu só olho pra ela e não preciso dizer nada que já sabe o que quero dela, na rua não faz xixi nem coco, a menos que eu diga pra ela fazer, é tão obediente que eu poderia andar sem coleira, mas prefiro não arriscar! ela teve ansiedade de separação tão grave que tive que usar antidepressivo por um mês, depois tratei com florais e agora está ótima desde que voltamos a morar com meus pais. o que ela apronta é comer coisas que não deve! brinquedos, cabeça de santo e embalagem de ouro branco são itens que ela inclui no seu cardápio e depois passa mal hahahaha
      adorei!!!!
      beijocas pra ti e lambidas pro shoyo e a java!!

    7. Karine disse:

      1 de outubro de 2011 às 03:40

      Gosto muito dos Poodles, acho lindos e muito inteligentes. Mas geralmente as pessoas os têm (comprados ou adotados, mas geralmente comprados) só pela aparência, acho isso muito injusto com a raça. Os donos não pesquisam sobre ela e acabam 'pegando-os' só por estética, quando veêm o temperamento latidor, abandonam (já tive uma vizinha e uma amiga que fizeram isso)! Irresponsábilidade. Se quer um animalzinho, saiba que ele viverá por muito tempo e é totalmente dependente de você!

      Agora mudando de assunto, mal posso esperar pelo guia da raça Whippet!

      Bjs

    8. raissa disse:

      15 de novembro de 2011 às 21:50

      Eu tenho panico de cachorro mais meu primo ganhou um cachorrinho e trouxe aqui em casa eu peguei ele brinquei , abracei … E minha mãe disse se eu queria um poodle ai eu pensei bem e vou ganhar uma fiz uma boa escolha ? sera que vocês podem me responder ?

    9. raissa disse:

      15 de novembro de 2011 às 21:53

      qualquer coisa me mandem um recado no orkut ou no messenger orkut:raissa.sabrina2hotmail.com msn :[email protected]

    10. ANDREZZA SOUZA disse:

      21 de dezembro de 2011 às 19:26

      boa tarde!

      Estou procurando um poodle para minha tia,só que ela que femea!
      Se você tiver uma me avise!

      andrezza de manaus -am

      bjs

    11. M C disse:

      2 de março de 2012 às 14:56

      tenho 2 poodle o Snoop da cor chanpanhe com 4 anos e meio e o Toddy filho do Snoopy com uma femea negra ele saiu morrom por isso o nome de Toddy ele tem 2 anos os dois são o maximo com temperamentos completamente diferente o Snoop é muito meigo e sensivel se a gente der alguma bronca nele ele fica emburrado dia todo essa semana presisei fazer uma ultra som nele pois ele esta com pedra na bexiga estou morrendo de dó o toddy tambem é de mais ele é mais temperamental mais muito inteligente quando eu falo com ele, ele fica me olhando parece que quer falar tambem tenho meu pai com 83 anos que mora comigo ele não anda mais e o Toddy tem o maior carinho com ele ele vai varias vezes por dia la onde ele esta coloca as patinhas em cima dos joelhos dele e fica olhando para ele. amo demais os dois eles é tudo de bom

    12. patricia disse:

      27 de abril de 2012 às 10:49

      Eu adoro os podlle mas meus filhos estão querendo um mimiatura,não posso comprar,onde eu moro eles são caros,gostaria de ganhar uma miniatura fêmea,se poder nos comunicar caso tenha .Eu moro em 1897480673.espero anciosa pela doação.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        27 de abril de 2012 às 11:06

        Patrícia,

        Há VÁRIOS poodles para DOAR, de diversos tamanhos, cores e idades.
        São TODOS doados CASTRADOS e saudáveis, basta você procurar por ONGs de proteção animal na sua cidade e em sites de adoção, como o http://www.queroumbicho.com.br
        Só uma coisa: CACHORRO NÃO É PRESENTE, VOCÊ tem que querer este cão, NÃO SEUS FILHOS. Cachorro exige tempo, dinheiro e cuidados, será MAIS UM FILHO na sua vida você está preparada?

        Vários sites/blogs de adoção neste endereço: http://www.maedecachorro.com.br/sitesblogs-de-adocao

    13. laysa disse:

      12 de maio de 2012 às 23:41

      Minha poodle é assim mesmo,acho engraçado que ela pula muito também, sempre que ela me vÊ parece que não me vê a dias, mais eu a amo muito,todos os dias de manhã ela fica pulando na janela do meu quarto pra ver se eu estou lá e eu só vejo a cabecinha e as orelhinhas voando, é muito engraçado, são tantas as histórias daquela “magra” é como eu a chamo.

    14. Renata disse:

      25 de agosto de 2012 às 23:20

      Boa noite Ana Corina! Descobri seu site hoje e fiquei muito contente por encontrar matérias tão interessantes sobre cães e gatos. Na verdade estava pesquisando sobre vacinação. Tenho um gato que se chama Guma e um poodle que se chama Tob. O Tob não foi um cachorro que escolhi, na verdade ele me escolheu. Há três anos atráz, chegando do trabalho, encontrei aquela coisinha enrolada no meu portão. Ele já é velhinho (10 anos) e na cidade que moro faz muito frio em junho e julho. Encontrei justamente em junho, estava muito frio. Ao chegar em casa ele estava no portão, muito magro, mal conseguia ficar em pé e também muito machucado e tinha um tom rosado, resumindo muito feio e judiado. Tive de tirá-lo do portão no colo, pois ele não parava em pé. Então, coloquei no carro e levei para um Pet de uma amiga, ela deu um banho nele, curamos os machucados e trouxe ele para casa. Pensei comigo. Se vai morrer pelo menos morre de banho tomado, barriguinha cheia e em um lugar quentinho. Resumindo porque a história é longa, hoje ele está branquinho, gordinho e muito alegre e feliz. Sinto que quando ele olha para mim agradece o que fiz e mal sabe ele que é ele a alegria da casa junto com o Guma. Hoje vendo ele prefiro pensar que ele se perdeu dos donos anteriores, pois não posso imaginar quem poderia abandonar uma coisinha tão docil, inteligente e alegre. Parabéns pelo site e muitas duvidas que tinha pude esclarecer lendo seus artigos.

    15. Thaiz disse:

      11 de novembro de 2012 às 21:59

      Caramba, esse site eh DEMAIS!!Parabéns por este trabalho! E amo poodle, já tive 2 e para mim eh uma raça “praticamente humana”. A minha cachorrinha poodle que faleceu esse ano me compreendia mais que qualquer pessoa, a melhor amiga que alguém poderia ter. Hoje procuro uma poodle para adotar, pesquiso, mas tá meio difícil. Sinto falta do companheirismo sem tamanho que esta raça me trouxe.
      Bjs e mais um vez parabéns por este site demais, perfeito!

    16. Marcia disse:

      28 de setembro de 2013 às 22:50

      Estou procurando ler e aprender tudo sobre a raça, pois nunca tive um poodle antes, mas posso dizer que estou completamente apaixonada pelo meu filhote de 45 dias de Poodle Toy, o Fred, ele parece entender o que eu falo, me olha fixamente cada vez que converso com ele, é saudável, brinca, gosta de todos aqui em casa, mas já percebi ser extremamente sensível a barulho e algazarra, é muito educado. Semana passada tive que sair e deixá-lo sozinho por algumas horas, quando cheguei fiquei até preocupada, ele estava triste, mal me olhava, e demorou a querer “papo” comigo.

    17. Thamires disse:

      25 de março de 2014 às 01:16

      Olá, adotei uma poodle tamanho médio, ela tem 4 meses e nasceu sem os dois olhos! E eu não consigo encinala de jeito nenhum fazer xixi nem no jornal, nem no tapetinho igienico agora comprei um negócio que vc coloca-o tapetinho embaixo e encima é uma graminha artificial! Mas ela não aprende! Teria alguma dica que possa encinar? Sera que se eu fizer igual pro Shitzu molhar o jornal com o xixi r quando ela estiver longe eu limpar com vinagre ela aprende?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        1 de abril de 2014 às 09:14

        Oi Thamires,

        parabéns pela adoção!
        Nos cães, o sentido mais apurado é o olfato, não a visão, então não se preocupe, pois sua cadelinha será praticamente normal e muito feliz, basta você ajudá-la a aprender as coisas.
        Leia textos e comentários deste link para aprender sobre o treino do banheiro, por favor: http://www.maedecachorro.com.br/category/xixi-e-coco-no-lugar-certo

        O melhor “produto” para deixar em jornais e tapetes higiênicos para atrair cães para fazer xixi/cocô, é sempre deixar um jornal/tapete sujinho de xixi/cocô embaixo de um limpo até o animal aprender bem. Cães voltam nos locais onde há cheiro dos seus excrementos. Limpe com vinagre apenas onde você NÃO quer que ela urine/defeque e, então, limpe todo santo dia, sem passar outros produtos por cima, ok?

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados