• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Série Filhotes – 19º post: Ensinando a usar o banheiro – parte 4 (final)

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 24 de agosto de 2011

    Importante: estes textos são traduzidos do livro Puppies for Dummies, transformado aqui no blog na Série Filhotes, mas tanto eu quanto a Fúlvia recomendamos firmemente que qualquer pessoa desejando um melhor convívio com seu cão leia diversos materiais sobre técnicas de educação e psicologia canina, principalmente sobre métodos positivistas, que não utilizam castigos/punições.

    Texto: Sarah Hodgson – Puppies for Dummies – 2nd Edition
    Tradução e adaptação: Fúlvia AndradeTodos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida.
    Leia também:

    Ensinando a usar o banheiro dentro e fora de casa

    Você pode pensar: que tal se, quando eu estiver em casa, o filhote usar o quintal e, quando eu não estiver, ele usar o jornal? É o cenário perfeito para quem trabalha fora e/ou para quando o clima não contribui para ir ao banheiro externo.

    Essa opção de treino é um pouco mais complicada para o filhote entender, mas qualquer rotina pode ser estabelecida, desde que você seja consistente. Apenas seja claro naquilo que você espera – que ele use o banheiro externo quando você está em casa e o interno quando você não está ou quando o tempo estiver ruim – e ele aprenderá a seguir esta rotina. Abaixo, algumas sugestões:

    Estabeleça uma rotina para sair quando você está em casa, exceto quando o tempo estiver ruim.
    Ensine o filhote a tocar um sino para lhe avisar quando estiver apertado e leve-o para um banheiro perto da porta (ver parte 3)
    Quando você não estiver em casa, mantenha o filhote em um ambiente pequeno ou na brinquedoteca dele, com jornal ou tapetes higiênicos do outro lado do cômodo. Limpe este banheiro na frente do filhote (para reforçar que é lá o lugar certo de fazer xixi/coco) calmamente quando você voltar para casa. Mantenha o filhote perto de você se ele quiser se aventurar a fazer xixi/coco em outro lugar da casa.
    Quando o tempo não estiver bom, coloque os jornais em um cômodo distante, que pode ser a lavanderia. Quando você se aproximar, diga “Jornal” e aponte para lá. Se o filhote não fizer nada em cinco minutos, coloque-o no crate ou na guia junto com você, por 5 a 15 minutos antes de tentar de novo. Isso não apenas previne acidentes, mas também ajuda o filhote a ter mais controle dos esfíncteres. Choramingar, mordiscar e andar em círculos são sinais de que ele precisa ir ao banheiro.


    Seja responsável (e educado!): recolha as fezes!

    Não importa onde você viva, recolha as fezes do seu cão! Elas atraem insetos e vermes. Em muitas cidades, recolher as fezes é lei. Não há desculpa nenhuma em não limpar a caca do seu cachorro!!!

    Dicas rápidas para o sucesso

    Se você seguir seu ritual e disser para todos os moradores da casa também segui-lo à risca, em pouco tempo o filhote aprenderá a usar o banheiro. Dicas:

    Comece em uma área pequena. Cães são animais de toca. A maioria dos filhotes e dos cães não educados não sujam o local onde comem, dormem e brincam. Por isso acabam sujando os quartos dos humanos ou cômodos que quase nunca ficam. Então, mantenha o filhote confinado (de maneira correta e de acordo com sua idade – nunca por mais de 3 horas). Uma caixa de transporte é ideal quando você não puder ficar de olho nele. Depois que o filhote aprender as regras, ele pode ter mais liberdade em casa mas ele precisa saber direitinho o local certo.
    Limpe os acidentes longe do filhote. Não deixe que ele o veja limpando a sujeira feita no lugar errado (onde você quer que ele faça, sim!). Se ele vir, se sentirá encorajado a se aliviar naquele lugar. Coloque o filhote em outro cômodo, ou com alguém da família, enquanto você limpa tudo.
    Neutralize o odor. O olfato do filhote é super sensível. Automaticamente ele voltará aos locais onde o cheiro de urina estiver concentrado. Use fórmulas específicas que eliminam o odor (enzimáticas). [vinagre de álcool faz isso bem!]
    Saiba quando (e se precisa) dar bronca. Se você o pegar no ato, bata palmas enquanto diz “Ê, Ê, Ê!” e leve-o ao banheiro imeadiatamente (mas com calma, sem ficar irritada ou nervosa, xingando, nada disso). Quando ele se aliviar no lugar certo, elogie muito!
    Saiba quando não dar bronca. Por mais que você ache que o filhote é um humano em miniatura, ele não é, e sua frustração e raiva contra ele só farão você se sentir boba. O filhote não sabe o significado da bronca, apesar de muitos afirmarem isso. Você vai é assustar o filhote, e não é isso o que você quer. Se você pegar o filhote sujando onde não deve, você pode interromper o processo (descrito acima), mas não o puna!
    Mantenha uma rotina alimentar. Evite ficar mudando a marca da ração, a menos que o veterinário indique isso. O filhote não digere a comida do mesmo jeito que você: o intestino dele é pequeno e incapaz de digerir e absorver uma dieta que muda toda hora.
    Se o filhote suja a casa, pare com os petiscos. Se você dá comida esporadicamente durante o dia, ele também evacuará esporadicamente, e não em horários certos.
    Fique de olho no consumo de água. Os filhotes, principalmente os muito novos, bebem água excessivamente se estiverem entediados ou nervosos. Se o filhote está tendo problemas em entender como usar o banheiro, fique de olho no consumo de água, deixando que ele tenha acesso à ela durante as refeições e quando você o levar para o lugar dele. Cuidado para não desidratar o filhote! Se ele estiver ofegante ou muito letárgico, dê-lhe água. Retire a água às 19:30. Se ele precisar beber água depois desse horário, dê-lhe cubos de gelo ou uma pequena porção de água (de ¼ a ½ xícara) para aplacar sua sede.

    O problema dos cães de feirinha de filhote e de pet shops

    Estes filhotes não têm o conceito de “não suje a área onde você come/dorme/brinca”. Afinal de contas, eles não têm escolha desde o momento que saem de perto da mãe, pois ficam trancafiados/expostos em locais minúsculos e geralmente com piso, justamente onde você não quer que ele faça ao chegar para morar em sua casa. Se os filhotes tiverem vindo das fábricas de filhote (ou seja, todos os que são vendidos em feirinhas e pet shops), eles têm que se aliviar onde estão mesmo, pois não saem das suas gaiolas/jaulas para nada, e provavelmente ficam empilhados em outras gaiolas, com outros cães que são forçados a fazer a mesma coisa…

    Se o seu filhote tiver vindo de uma feirinha ou pet shop e estiver com problemas em sujar o local onde dorme, o crate (caixa de transporte) pode não ser a melhor opção, já que simboliza o “banheiro” do filhote. À noite, o filhote pode dormir ao lado da sua cama em uma caixa bem grande, aberta, ou preso a uma guia no pé da sua cama (depois de já estar acostumado à guia e confortável com ela). Durante o dia, mantenha o filhote com você ou em um cômodo pequeno, levando-o para fora ou para o jornal sempre que sua agenda permitir (idealmente a cada hora). Leve-o sempre à mesma área, seguindo a rotina descrita em todos os posts anteriores. Ter outro cão que faça as necessidades no lugar certo ajuda, pois o cheiro indica ao filhote onde fica o banheiro. Você também pode deixar jornais sujos com urina de outros cães por baixo dos jornais limpos onde quer que seu filhote aprenda a usar como banheiro.
    Categoria: Adestramento, Crate, Fúlvia Andrade, Série Filhotes, Xixi e cocô no lugar certo
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    11 Comentários:

    1. Ana disse:

      27 de julho de 2013 às 15:12

      Olá, obrigada pelas dicas. Adoptamos uma cachorrinha que neste momento tem 3 meses. Estamos a tentar o “ideal”: fazer no jornal na varanda quando passa mais tempo sozinha e na rua quando estamos em casa. Ela já percebeu que deve fazer no jornal, embora ainda seja “trapalhona” e acabe por molhar sempre as patas e marcar toda a casa. Isso passa com o tempo?! Eu acho que ela nem dá por isso…
      Queríamos habitua-la a “pedir” para ir à rua quando estivéssemos em casa. O cocó ela segura mas o xixi não. Será prudente tirar os jornais quando estivermos em casa e assim esperar até ver uma reação dela? Também vi a dica de dar menos água… realmente ela bebe imensa e como tal faz mais xixi. Obrigada!!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        30 de julho de 2013 às 16:00

        Oi Ana,
        menos água eu só faria de noite. Ela é MUITO bebê. Leia os posts de 16 a 19 e os comentários, estão cheios de dicas, ok? Ensinar a pedir para sair é possível, mas mais elaborado. Vcs são de Portugal? Procure pela Cláudia: http://caosciencia.blogspot.com.br/ Ela é daí! Beber muita água pode ser muito sal na ração. Que tal alimentação natural? Leia http://www.cachorroverde.com.br e pesquisa sobre raw dog food. Eles passam a beber muito menos água, pois a umidade vem da comida.

    2. Daniele disse:

      2 de junho de 2013 às 03:13

      Boa noite,
      Eu tenho uma filhote de yorkshire de quase dois meses, estou tentando ensinar a fazer XXI e coco no lugar certo, ela esta em um quarto só dela cheio de jornais, mas se eu tiro ela de lá ela faz nos lugares errados, comprei o pipi dog e n funcionou comprei os tapetes higiênicos e tbem n tive sucesso, para piorar eu peguei ela essa semana comendo o seu proprio coco, fiquei assustada nao sei como lidar,.,,,

    3. Joyce disse:

      2 de setembro de 2012 às 09:45

      Olá

      Eu tenho uma poodle de 2 anos e já não sei mais o que fazer , ela faz xixi na sala , no sofá e na copa .Li o artigo a respeito do vinagre e vou experimentar tomara que dê certo …
      Mesmo colocando o vinagre é preciso educá-la para fazer no jornal , correto? Neste caso é só colocar o jornal ‘sujo’ no lugar desejado e mostrá´-la?

      Obrigado

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        3 de setembro de 2012 às 11:55

        Oi Joyce, leia os posts de 16 a 19 aqui da Série Filhotes que eles falam só sobre o treino do banheiro. Limpar tudo com vinagre e sempre deixar um jornal sujo com o xixi dela no meio dos jornais limpos também ajuda muito. Lembrando que o banheiro deve ser longe de potes de comida e água e da cama.

    4. Kaká disse:

      1 de Fevereiro de 2012 às 21:05

      Ana, já li milhares de vezes as dicas e procuro fazer o possível para educar meu cão. Ele não é mais filhote, mas é novo, com certeza tem menos de 5 anos. Não sei o que fazer com ele para fazer xixi, ele simplesmente parou de fazer!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        1 de Fevereiro de 2012 às 21:56

        Como assim parou de fazer xixi? No lugar certo ou parou de fazer xixi totalmente? CORRA para o veterinário, por favor!

    5. Maxwel disse:

      25 de agosto de 2011 às 18:33

      Ótimas dicas, conheço tantas histórias de pessoas que desistem dos seus cães por problemas com xixi fora do lugar…
      Parabéns
      Blog – CadeCachorro.com

    6. Ana Corina disse:

      25 de agosto de 2011 às 15:04

      Oi Luana,
      a regra vale para todos. Limpe usando vinagre de álcool puro, sem ela ver e depois me conte. Deixe o vinagre secar sozinho onde ela urinou, ok?

      E não, não é de propósito, é apenas porque o cheiro dela está impregnado lá. E você limpar brigando também não tem efeito algum, no máximo ela vai pensar "Que mãe doida, ela briga comigo sem eu ter feito nada".

      Essa regra não tem exceções: só adianta corrigirmos se pegamos os cães 'no flagra'…

      Beijo, boa sorte e depois me conta!

    7. luana disse:

      25 de agosto de 2011 às 15:00

      Ana, achei interessante essa explicação sobre não limpar a sujeira na frente do filhote, se ele tiver feito no local errado. Tenho uma cadela adulta que de vez em quando, por birra (eu tenho certeza que é), faz xixi no sofá (que já de courino por isso, rsrs). Essa regra vale para ela também? Eu sempre limpo na frente dela, mas dando bronca. Está errado? Ela sabe que é errado fazer ali… Por isso fiquei na dúvida se essa regra valeria para adultos também! bjos
      Luana, Ctba.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados