• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Série Filhotes – 16º post: Ensinando seu filhote a usar o banheiro – parte 1

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 28 de julho de 2011
    Importante: estes textos são traduzidos do livro Puppies for Dummies, transformado aqui no blog na Série Filhotes, mas tanto eu quanto a Fúlvia recomendamos firmemente que qualquer pessoa desejando um melhor convívio com seu cão leia diversos materiais sobre técnicas de educação e psicologia canina, principalmente sobre métodos positivistas, que não utilizam castigos/punições.
    Texto: Sarah Hodgson – Puppies for Dummies – 2nd Edition
    Tradução e adaptação: Fúlvia AndradeTodos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida.

    Entenda os Impulsos Naturais do Filhote

    Acredite: seu filhote tem sim um padrão para as necessidades. Por exemplo, filhotes novinhos vão ao banheiro depois de:
    • Comer
    • Beber
    • Dormir ou sair do crate
    • Brincar
    • Roer
    Se eu falar para você levar o filhote ao banheiro depois de cada uma destas atividades e você achar isso um exagero, lembre que um filhote muito pequeno (com 8 a 10 semanas de vida) não consegue controlar seus impulsos. Mas, quando estabelecemos uma rotina desde cedo, ele aprende a “segurar” até chegar ao banheiro.
    A bexiga do filhote é o último músculo a se desenvolver. Frágil e pequena, ela enche muito rápido e, até a maturidade social (por voltar dos cinco meses), precisa ser esvaziada com frequência. Pedir que o filhote espere “só um segundo” enquanto você amarra os sapatos não vai dar certo. O filhote normalmente dá sinais que precisa ir ao banheiro antes que faça alguma coisa. Como uma criança, ele mostra desconforto físico mas, ao invés de chorar, ele mordisca excessivamente e fica agitado. Se você o punir por mordiscar, ele ficará super confuso. Ao invés disso, considere levá-lo correndo ao banheiro quando ele ficar genioso e lembre-se de sempre direcioná-lo com palavras familiares. Toque um sininho no caminho até o banheiro e, dentro em pouco, ele é quem tocará o sininho para lhe mostrar que precisa ir ao banheiro. [Obs.: Lógico que este sino deve ficar ao alcance do chão para que no futuro ele o toque pra você. Este comando será explicado em detalhes em um post futuro.]
    Se você acha que o filhote não consegue segurar o xixi – ele faz no crate (caixa de transporte) ou quando parado – ele pode ter o que chamamos de infecção do trato urinário. Se você suspeita disso, leve uma amostra de urina do filhote ao veterinário e peça para ele fazer um exame. Para coletar a amostra de urina, pegue um potinho de plástico e colete um pouco da urina da manhã, segurando o potinho embaixo do filhote enquanto ele faz xixi. Leve imediatamente ao veterinário (até 1h fora da geladeira) ou coloque na geladeira por pouco tempo para preservar a amostra.

    Ensinar ao invés de Corrigir

    Punir o filhote por ter feito fora do lugar não ajuda em nada, só atrapalha. Os filhotes não têm ideia do que você quer ao puni-los. Sei o quanto é frustrante (alguns cães erram até os 9 meses!), mas o filhote realmente não entende. De um jeito agradável centrado nele mesmo e fascinado pelas nuances do mundo à sua volta, o filhote aprenderá com a rotina se ela lhe for apresentada claramente. Tem um filhote em uma casa grande? Se você não restringir sua liberdade, ele pode desenvolver o hábito de fazer xixi/cocô em algum lugar da casa onde não haja ninguém, ao invés de lhe dar sinais de que está apertado. Do ponto de vista dele, é algo educado de se fazer, mas não do nosso. Para que isso não aconteça, limite a liberdade do filhote e seja paciente com ele, até que os hábitos sanitárias estejam melhor estabelecidos. 
    Se você tem problema em achar tempo para se dedicar a esta rotina, o filhote terá problemas em seguir seu plano. O treino de banheiro requer tempo, educação e consistência. Preste atenção nestas três coisas e você chegará lá.
    Tempo
    Se você nunca ensinou uma criança ou um cão a usar o banheiro, aí vai a surpresa: isso demora! No caso de filhotes, é preciso tempo até mesmo quando você está com o filhote no banheiro. Leva tempo para que o filhote perceba que precisa fazer xixi/cocô. Não crie expectativas: este treino pode demorar dias, semanas ou mesmo meses.
    Comprometa-se com o treino, não importa o tempo que for preciso, e faça com que o filhote fazer xixi e coco no lugar certo seja sua prioridade. Sua atitude pode fazer o filhote ficar calmo, mas sua frustração o deixará estressado. Mantenha a calma!
    Educação
    O filhote não chega na sua casa sabendo onde você quer que seja o banheiro dele. Mesmo que ele já saiba fazer as necessidades na superfície certa (jornal, por ex.), ainda assim você precisa mostrar a ele onde você quer que ele faça. Escolha um lugar no quintal, ou na área de serviço, e leve o filhote para lá dizendo algo como “xixi” ou “banheiro” toda vez que o levar àquele lugar. Leve-o lá várias vezes, sempre falando a palavrinha mágica, e isso ajudará o filhote a associar o ato (fazer xixi/cocô) com o comando (“xixi” ou “banheiro” ou qualquer palavra que lhe seja conveniente), que você diz quando o leva no local e enquanto ele faz o que precisa. Logo ele saberá quando e onde ir, simplesmente ao ouvir seu comando. Prático, não?!
    Escolha um lugar da casa (discreto, fácil de limpar). Cães não gostam de fazer xixi/cocô em lugares abertos/amplos, mas também não devem aprender a ficar andando a esmo antes de se “aliviar”. Como fazer as necessidades deixa o filhote em uma posição vulnerável, é melhor um local privado (normalmente a área de serviço é um local fácil de limpar e seguro para o filhote, além de ensinar que ele pode fazer ali, ao invés de só fazer na rua ou no quintal – pense em quando estiver chovendo ou você não estiver em casa para levá-lo para fora).
    Consistência
    Consistência é a base na criação de qualquer hábito – incluindo o treino de banheiro! Diga o seguinte para seus amigos e familiares:
    Onde levar o filhote para fazer as necessidades;
    Quando levá-lo;
    Que sinais que o filhote dá (desde andar em círculos a ficar doidinho e começar a mordiscar) antes de fazer xixi/cocô;
    O que você faz até chegar ao banheiro, incluindo os sons, como o comando e tocar o sino;
    O comando que você fala enquanto o filhote faz suas necessidades, como “xixi” ou “banheiro”.
    Leia também:
    Categoria: Adestramento, Caixa de Transporte, Crate, Fúlvia Andrade, Série Filhotes, Xixi e cocô no lugar certo
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    18 Comentários:

    1. Eda Luciiani disse:

      18 de março de 2014 às 15:20

      Olá Ana parabéns, adorei tudo que você escreveu, vou fazer com a cachorrinha que temos em casa ela tem 1 ano e faz xixi em tudo, até em cima das camas, paço querosene no chão e revolve mas na cama, sera que se eu borrifar nas camas o vinagre resolve(como a gente faz com agua de cheiro).A duvida sera borrifar puro ou misturar.
      Bjs a todos e muito obrigada

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de março de 2014 às 17:28

        Oi Eda, QUEROSENE??? Jesus, quem te mandou fazer isso? Vais é intoxicar todo mundo, querida, cadela e pessoas. Use o vinagre de álcool puro, todo santo dia, e faça o adestramento com ela. Se preciso, tire o acesso dela aos cômodos onde está urinando mais. Beijo!

    2. Ana Paula OLBs disse:

      21 de julho de 2013 às 21:10

      Oi, preciso de socorro, ganhei um shih Tzu, tem 4 meses e é um macho, ele faz xixi quando quer no seu banheiro, o problema é que esse quando quer tá em todos os lugares menos em seu banheiro…Já comprei xixi pode e xixi não pode, fralda, jornal, já agradamos quando faz certo, já briguei e nada, não aguento mas limpar xixi, acho que ele está me punindo, pq a sua cama é a minha e quando, saímos deixamos ele na sua “cama” com meu travesseiro, ai socorroooo, esse carinha tá me matando…vou tentar o vinagre espero que de certo, só mas uma perguntinha e quando ele começar a levantar a perninha como ensino a usar o seu banheiro, já li o artigo, mas preciso de ajuda…desde já agradeço uma mãe desesperada 😀

    3. Isabela disse:

      3 de maio de 2013 às 09:40

      Socorrooooo !
      estou com uma filhote de lhasa com 2 meses e ela nao me obedece em nada, faz xixi pela casa toda, ja esta comendo as coisas, o que faço? como ensinar ela desde pequena ?

    4. Lucila disse:

      28 de março de 2013 às 00:13

      Olá,

      Estou adorando o site! Tive uma setter irlandês por dez anos, que morreu há dois e foi uma boba por toda a vida, vivendo num amplo quintal =D
      Agora, meu esposo resolveu realizar o sonho de criar um cachorro, que nunca teve e resolveu, há meses, que seria um Daschund a raça escolhida para viver em um apartamento. Filhote lindo, com 9 semanas, bem cuidado e muitíssimo comportado (até agora), dormindo sozinho e quietinho há duas noites, desde que chegou, quase não choramingando durante o dia, é muito independente. O que me deixa com medo, já que minha experiência com Brisa, minha setter dócil (porém, carente), nunca desafiou meu limitado talento para disciplinar e dar rotinas. Seu site está ajudando muito a adestrar minha família, para que possamos receber Lenin, o daschund, e deixar que ele tenha uma longa vida feliz e equilibrada num “apertamento” (inclusive, indo ao banheiro). Obrigada!

    5. Diana disse:

      12 de março de 2013 às 14:26

      Ana, adorei o seu blog… Preciso de ajuda para fazer minha dasch fazer as necessidades no lugar certo. ela vei pra mim a 1 semana esta com 06 meses. ja testei espalhar o vinagre nos lugares proibidos mas ela continua a fazer. ja comprei o pipi pode coloquei no jornal, ja deixei o jornal sujinho com xixi na area de serviço mas ela não vai nem lá.. a area é coberta mas ainda assim ela não vai la de forma alguma. hoje deixei ela la por 10 minutos na hora que percebi que ela iria fazer mas mesmo assim não fez. por favor me dá um help..

    6. Priscilla disse:

      21 de outubro de 2012 às 19:43

      Tenho um filhote de lhasa apso fêmea de 2 meses e pouquinho, faz 3 semanas hoje que ela está com a gente no apartamento.
      Temos muitos tapetes na casa e ela já carimbou todos com xixi e alguns com cocô mas nunca briguei ou fiquei nervosa com ela. Fui no petshop e comprei fraldões que cola no chão e estou ensinando ela onde fazer, sempre digo “xixi, xixi” e ela está fazendo direitinho.
      Quando ela fica agitadinha eu a chamo até o fraldão e digo “xixi, xixi” ela faz e ainda espera pra secar/limpar ela odeia ficar suja!!!
      As vezes sai num tapete aqui ou num canto acolá mas é normal, não exijo pois já acho que ela tá excelente pra sua idade.

      Quem quer filhote, tem que ter MUITA PACIÊNCIA, mas digo MUITA mesmo muito amor e dedicação com eles…tem que saber que eles são como bebês, te acordam cedinho ou madrugada pra brincar ou até mesmo chamar pra ir ao “xixi” como a minha faz, então pensar bem é primordial antes de ter um.

    7. adriana ruscher disse:

      3 de maio de 2012 às 21:23

      MUITO LEGAL A MATERIA ABRAÇO DA ADRI

    8. Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

      1 de agosto de 2011 às 23:22

      hehehe Mas eu acho que filhotes são fofos, eu só prefiro os adultos ;o]

    9. JÉSSICA disse:

      1 de agosto de 2011 às 22:18

      ANA, vou ganhar um filhote de york femea em outubro, estou tão enciosa!!!
      ao contrario de voce acho q a fase mais fofa é quando o cãozinho ainda é filhote masmo q de trabalho vale muito a pena!!!

    10. amostra disse:

      31 de julho de 2011 às 14:11

      Estou pensando em adotar um caozinho e seu blog esta sendo de grande valia! Obrigado!

    11. Fúlvia e Suzie disse:

      29 de julho de 2011 às 17:57

      Verdade, meninas!

      Se todos estudassem pelo menos essa parte da educação canina, teríamos mais cães e donos felizes por aí. O que mais vejo são cães que fazem em qualquer lugar (até mesmo dentro de casa) simplesmente porque os donos não quiseram educá-los ou, pasme!, achavam que aprendiam a fazer as necessidades no jornal sozinhos, sem orientação… tá, conta outra… risos.

      Beijos!

    12. Emmanuelle Moraes disse:

      29 de julho de 2011 às 00:56

      Post muito útil!
      Tem muitos cães que são abandonados pq não foram ensinados a usar o banheiro como o tutor deseja, e depois ele mesmo abandona o peludo. Tem gente que me contrata, eu oriento, mas quando chega na parto do tutor ele acaba desistindo. É uma pena!
      Nenhum dos meus cães fazem xixi ou cocô dentro de casa. Não é difícil, basta ter disciplina, e uma vez ensinado, não terá problemas. Mas leva tempo.
      Aqui falo para os meus quando levo eles lá fora para fazerem xixi: "Faz pipa, faz!" E eles fazem todos faceiros. Daí faço festas: "Ah! Tequila fez pipa! Que linda!" E assim vai… 🙂

    13. Madalena disse:

      28 de julho de 2011 às 12:25

      Gostei muito do post, o assunto é sempre relevante!
      Mas por tais recomendações, que lí aqui eu reforço o que sempre digo :Não adianta querer ter um cão, se vc fica fora o dia inteiro!Me desculpem, sei que todos precisamos trabalhar etc…Mas aqui a questão não é essa, o animal nunca aprenderá se ele só vê gente "de passagem" como vejo muito acontecer por aí.
      Daí depois tbm ouço essas mesmas pessoas dizerem que o cão é burro, que é porco, etc etc etc…
      Ou vc abre mão de algo (se lhe for conveniente) pelo animal ou então melhor não tê-lo!
      Pelo menos eu que já eduquei 4 e todos faziam no lugar certo, sei de carteirinha o trabalho que dá, porém é recompensável durante toda a vida do animal, vale a pena!

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados