• Receba os posts por e-mail:

    Entendeu, ou quer eu faça um desenho? “Vacinas para cães – afinal, quais e quando aplicar?”: um post para todo mundo entender.

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 25 de janeiro de 2011
    Dia desses recebi um e-mail que me fez rir. A pessoa reclamava da falta de fontes sobre o tema dos perigos do excesso de vacinação de cães e gatos e me passava uma lista de links defendendo o protocolo universal de vacinação que seria cômica, se não fosse trágica. Como “fonte” importante havia um portal de notícias. Sim, desses que muitas vezes não se dão nem ao trabalho de revisar os textos, de fazer traduções decentes e por aí a coisa caminhava. Na boa? Ignorei.
    Sim, porque não tenho mais tempo para abrir os olhos de quem não quer enxergar e se a pessoa não tem a capacidade de ler e compreender textos (no caso meus posts sobre o tema e todo o vasto material citado neles), então paciência. Eu escrevo ABC, o cidadão lê XYZ, vou fazer o quê a respeito?
    Mas… Como a vida opera de maneiras misteriosas e muitas vezes irônicas, logo mais eis que a dona Sylvia Angélico lá do Cachorro Verde fez um post tão didático e cheio de fontes sobre o assunto que agora mesmo é que só posso dizer: Entendeu, ou quer eu faça um desenho?
    Vamos a um trecho dele e o resto quem quiser pode ler (o que recomendo enfaticamente) clicando aqui.
    **************
    Categoria: Vacinação
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    175 Comentários:

    1. Cassiany disse:

      22 de março de 2014 às 12:28

      Oie, acabei de vacinar meus dois filhotes com a primeira dose da Bio Max e queria saber se essa vacina é recomendada, ou seja boa. Ou não existe essa questão se vacina é boa ou não??

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        1 de abril de 2014 às 08:32

        Cassiany,

        acessei o site da Bio Max http://www.lemainjex.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=168&Itemid=58 e gostei de duas coisas:
        - eles recomendam o início da vacinação em uma idade mais adequada à resposta imunológica (9 semanas de vida, ou seja, mais de 2 meses)
        - eles recomendam DUAS doses

        Por tudo que estudei/estudo sobre vacinação, a questão de dar apenas duas doses é viável, MAS, a partir dos 3 meses de vida.
        A questão da vacina ser boa ou não, sendo de uma marca idônea, é a seguinte:
        vacinas nacionais não têm controle de manutenção das doses tão rígido quanto as importadas, podendo ser vendidas diretamente ao consumidor final e sem precisarem ser aplicadas por médico veterinário. O problema, então, é alguém (transportadora, agropecuária, consumidor final) não manter a vacina em temperatura ideal 100% do tempo, entendeu?

        Pedi pra uma amiga que estuda MUITO o assunto vir aqui nos ajudar a pensar esta questão, ok? Abraço.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        6 de abril de 2014 às 21:56

        Cassiany,
        veja a resposta da minha amiga:

        “Oi Ana, :)

        Então, todo errado esse protocolo recomendado pelo fabricante (ainda mais um V8 cheia de antígenos), assim como todos os outros protocolos ‘padrão’.

        O correto seria uma vacina monovalente para cinomose com 8-9 semanas e outra monovalente para parvovirose com 16 semanas, MAS no Brasil não rola mais monovalente então aqui o correto é uma V2 (só existe a Nobivac Puppy) com 16 semanas e só. Depois titula (ver como no texto http://www.maedecachorro.com.br/2014/02/vaccicheck-descubra-se-seu-cao-ou-gato-precisa-realmente-ser-revacinado.html). Imunizou, já era, não precisa mais vacinar!!!

        Segue o link para um PDF que explica de forma simplificada isso.
        https://www.dropbox.com/s/zq4xp4676l1pz3e/VACINACAO%20PARA%20FILHOTES_UM%20GUIA%20PARA%20REDUZIR%20RISCOS.pdf

        (No texto citam 12 semanas, mas relacionado ao teste da Pzifer, mas a recomendação do Dr. Schultz são 16 semanas).

        O único ajuste que rola é em relação a monovalente que aqui infelizmente não tem mais disponível (pelo menos eu não encontrei, a resposta que tive dos labs. é que não comercializam mais, devem fazer só por encomenda para pesquisas, mas para o ‘grande público’ aparentemente, não mais).

        TRISTE é a pessoa ler o PDF (interpretar errado) e por não ter mono dar V2 com 9 semanas e depois V2 com 16. Isso já seria supervacinar e interfere na imunização.

        Uma V2 com 16 semanas é suficiente para imunizar para parvovirose e cinomose – o negócio é super resguardar o filhote das possibilidades de contágio até lá.

        Depois de vacinado, titula, conferiu imunidade corretamente? Cabô! Provavelmente nunca mais será vacinado na vida. Pra se certificar disso a pessoa titula periodicamente.

        Caaaaso não tenha conferido imuno para uma das doenças daí entra com uma dose de V2, infelizmente, por que se o cachorro precisa ser imunizado pra parvo já leva a vacina da cino desnecessariamente, essa é outra bosta por não ter mono.

        É isso. ;)

        Beijo.”

        • Cassiany disse:

          6 de abril de 2014 às 23:10

          Meu cachorro morreu um dia depois de ter tomado a v8 de parvovirose. Me sinto triste até hoje por ter sido tão rápido e mesmo ele reagindo a toda medicação. :( agora nos temos uma outra princesinha que sseguirá com a vacinação, confesso que fiquei com medo…. por ele ter morrido assim, dias depois da vacina.Ele apresentou o sintomas no primeiro dia depois da vacina e morreu tres dias depois…Ele era especial :(

          • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

            7 de abril de 2014 às 17:20

            Cassiany, então siga os ensinamentos que você está tendo aqui no blog e NÃO use a V8 nas duas primeiras doses, apenas na última. Nas duas primeiras doses use uma V2. Ou faça como a Nisa ensinou na resposta dela, de acordo com a idade da sua nova cachorrinha.

    2. Waldyr Passos disse:

      18 de março de 2014 às 16:13

      Boa tarde Ana, após ler muitos dos seus textos e comentários, fiquei com dúvida sobre como proceder quanto a vacinação do meu filhote! Comprei um filhote de Doberman, faz 5 dias, de um Canil conceituado e recomendado por vários criadores da raça, nascido em 08/01/14 e que foi vacinado em 10/03/14 com Pfizer-Vanguard V10 (é o padrão de vacinação do Canil…). Aí surge a dúvida Ana: Posso alterar as próximas doses p/ V6 ou V8 ??? Devo manter a V10 (pelo fato de já ter tomado a 1ª V10) ??? O que vc me sugere Ana ? Grato.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de março de 2014 às 17:32

        Oi Waldyr,
        mas começaram a vacinação dele com DOIS meses, EXCELENTE ISSO!
        Se fosse meu, eu faria a 2a dose com a V2 (Nobivac Puppy) e a última com uma V6 ou V8. Abraço!

    3. Brenda disse:

      18 de março de 2014 às 15:26

      Meu caozinho recebeu a primeira dose da vacina vanguard, na minha cidade não tem essa vacina, tem a nobivak, posso mudar sem riscos??

    4. Luana disse:

      17 de março de 2014 às 17:05

      Olá… Há 2 anos meu cachorro teve princípio de cinomose, o peguei das ruas e logo depois ele pegou esta doença. Chamei o veterinário e o mesmo o tratou, graças a Deus ele ficou curado e sem sequelas. Alguns meses depois o veterinário voltou para aplicar 3 doses de Vanguard Plus (com intervalo de 1 mês cada) e na última dose aplicou em seguida a de raiva. Agora (1 ano após a última dose) ele me ligou informando que esta na hora de dar o ‘reforço’ (1 dose) da mesma vacina e mais a anti-rábica, mas após ler todos os artigos, fiquei super receosa da vacina Vanguard Plus. Ele tem que tomar este reforço todo ano? E qual é a melhor vacina? Obrigada.

    5. juliana disse:

      2 de março de 2014 às 01:15

      ola eu gostaria de tirar umas duvidas tenho um rotweiler ele tem 1 ano e 3 meses ele tomou 2 vacinas importadas no período correto mas a 3 eu atrasei e o veterinário me informou que eu deveria começar tudo de novo então foi o que eu fiz mas quando o revacinei foi com a nacional isso quando ele era filhote, passado um tempo achei que ele estava imune a doenças ele começou a apresentar os sintomas da cinomose segundo veterinário, perda de apetite secreção nasal e ocular ressecamento dos conchis (parte dos pés e tal) comecei tratamento com antibióticos, e com água de quiabo para aumentar a imunidade dele que foi muito satisfatório hj ele esta se alimentando bem as secreções diminuíram esta brincalhão e voltou a engordar minha dúvida e se devo vacina – lo novamente ate pq esse ano ele ainda na foi vacinado aguardo resposta obrigada

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        19 de março de 2014 às 06:03

        Oi, Juliana,

        1)RIDÍCULO repetir todas as 3 doses pq houve atraso. Desnecessário e abusivo, inclusive.
        2)O que pode ter acontecido: com que idade, EXATAMENTE, ele tomou as vacinas? Se foi muito cedo, se ele não estava 100% saudável e se as vacinas não ficaram 100% do tempo em temperatura ideal, podem não ter feito efeito. Mas não é o EXCESSO de doses que vai garantir que uma vacina funcione e sim o MODO como ela é administrada e mantida desde que é fabricada até ser injetada no animal
        3)Provavelmente ele está imune, pois parece ter tido a doença. Para decidires se o vacinas novamente, leia: http://www.maedecachorro.com.br/2014/02/vaccicheck-descubra-se-seu-cao-ou-gato-precisa-realmente-ser-revacinado.html
        4)Vacine ao menos uma vez contra raiva, sim, ok? E NUNCA junto de outra vacina, eu deixaria 3 meses de intervalo no mínimo.

    6. geyson disse:

      2 de março de 2014 às 01:00

      meu cão tem 1 ano e 2 meses teve alguns sintomas de cinomose foi tradado com antibióticos e hj esta bem queria saber se devo vacina-lo novamente

    7. Dilene disse:

      1 de março de 2014 às 19:18

      Tenho um beagle de 1 ano e 4 meses.
      Estava marcada para hoje a revacinacao da v8 e para daqui a 20 dias a revacinacao da Leshtec. A veterinária me recomendou não dar às duas juntas. Como tenho muita preocupação com a Leshmaniose porque há muitos casos na minha cidade, ela disse que eu poderia trocar. Dar a leshtec adiantada e a v8 com 20 dias de atraso. Você acha que há algum problema tanto em adiantar uma quanto em atrasar a outra? Muito obrigada!

    8. Mariele disse:

      1 de março de 2014 às 07:13

      Oi Ana, no dia 15 de fevereiro ganhei um chow chow macho, o qual nasceu no dia 4 de janeiro, por algumas recomendações e pura falta de experiência com cachorros levei ao veterinário para a primeira vacina No dia 19 de fevereiro, foi dada a Recombiteck C6/CV. A próxima está para o dia 12 de março, e o vermífugo para hoje, dia 1, o que você me sugere? Outra, moro em apartamento e já o levei para passear uns dois dias no pátio em frente ao mesmo, há perigo? Moro em Cruz Alta, Rio Grande do Sul, desde já agradeço.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        19 de março de 2014 às 05:55

        Mariele, a vacinação começou muito cedo, mas vacina foi boa. Há perigo em ir no chão da rua, sim… Quer passear, leve-o no colo ou a casa de amigos com cães saudáveis, daí sim. Cães precisam de socialização, ainda mais chow chows, e não devem ficar isolados do mundo, mas devem ter controle do ambiente para não adoecerem nesta fase. Leia mais sobre socialização: http://www.maedecachorro.com.br/category/socializacao-2

        Olha, eu pararia a vacinação, retomaria com 3 meses de vida, fazendo uma dose de Puppy, depois outra V6 ou V8 aos 4 meses e deu.

    9. Natália Fraga disse:

      19 de fevereiro de 2014 às 17:23

      Oi,Tenho um cachorro macho yorkshire fez três meses dia 14/02, levei pra vacinar em uma clínica veterinária onde ele foi examinado antes da segunda dose da múltipla.Minha dúvida é, ele tomou Drontal para vermes e o veterinário disse que tem que tomar injetável porque filhotes não absorvem muito bem os orais e disse que com a segunda dose teria que aplicar a da gripe junto, mais não deixei. E ele também disse que faltam 6 vacina ainda. Sou do RJ.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de fevereiro de 2014 às 13:21

        Natália,
        mais SEIS vacinas? Dose para gripe junto com a segunda dose da polivalente? PELAMOR! Querida, pode fugir que este veterinário é dos dinheiristas!
        Ache um veterinário homeopata, ou estude o assunto e simplesmente mande o veterinário aplicar as vacinas que você decidir.
        http://www.maedecachorro.com.br/2011/12/lista-de-veterinrios-holsticos-no-brasil-homeopatas-acupunturistas-etc-divulguem-muito.html

        Realmente o vermífugo oral é mais indicado para filhotes. Leia este texto com atenção e decida sozinha. Está tudo bem explicadinho :) Se tiver alguma dúvida, deixe aqui.

        • Natália Fraga disse:

          23 de fevereiro de 2014 às 16:58

          Oi Ana, minha única dúvida é: já dei o remédio de verme oral e mesmo assim ele insiste que meu filhote tome injetável por ser mais eficaz. Isso é verdade? E faz menos de um mês que ele tomou o vermífugo.

          • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

            24 de fevereiro de 2014 às 10:30

            Natália, eu não daria outra dose de vermífugo antes do próximo prazo, não. Vermífugos também podem fazer mal, NADA é só “bom”, muito menos se for em excesso. Tanto que muitos veterinários e proprietários pedem exames de fezes antes de administrar vermífugos em animais adultos. Nos filhotes a vermifugação é mais frequente. Nas próximas doses, você dá o remédio oral, mas só de raiva com esse veterinário eu não comprava, hehe.

    10. ana dimitria disse:

      11 de fevereiro de 2014 às 14:04

      o vermifago de cachorro serve para gato

    11. fernanda correia disse:

      23 de janeiro de 2014 às 21:37

      TENHO UM PINSCHER ELE TOMA ANUALMENTE A VACINA VENCOMAX 12,SERÁ QUE VC PODERIA ME INDICAR SIMILARES PQ NAO ACHO PRA COMPRAR ONLINE

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        24 de janeiro de 2014 às 08:40

        Fernanda,
        cães e gatos deveriam ser vacinados APENAS por médicos veterinários, após criterioso exame para atestar que estão 100% saudáveis. Comprar vacina online? Nunca vi disso, não recomendo. NÃO é necessário vacinar nossos animais todos os anos, para saber mais, leia este textos, seus comentários e os outros textos indicados com atenção.

    12. vanessa disse:

      14 de janeiro de 2014 às 15:32

      olá boa tarde, então meu caso é assim eu tenho um filhote de 2 meses ele nasceu em 30/10/13 ele foi vacinado dia 14/12/13 com a vacina INOMUNE que consta
      (USO VATERINARIO INOVA), mais fui leva-lo para tomar a 2 dose em outro lugar querendo a 2 dose da importada v10 a veterinária me informou que essa vacina não era importada pq ela não conhecia e não foi carimbada e assinada, e me aplicou a VANGUARD@PLUS como primeira dose, agora não sei se é verdade ou não… vc pode me ajudar

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de janeiro de 2014 às 12:42

        Vanessa,
        o problema dessas vacinas é justamente esse: cadê a assinatura do veterinário? Cadê o selo com o lote, a validade etc.?
        Não é que a vacina seja ruim, é que é mal aplicada.
        AGORA, um erro não justifica o outro e vou morrer dizendo: V10, NÃO! Nem V11, nem V12, nem nenhum destes absurdos que estão inventando.
        Leia o texto com calma e os comentários também e você mesma terá as informações para decidir sozinha.
        Se fosse meu animal, eu faria duas doses da V2 (Nobivac Puppy) e a última dose com alguma V6 ou V8. SEMPRE aplicada após exame veterinário para atestar que o animal está 100% saudável (tem que tirar temperatura, ouvir coração, TUDO). ALIÁS, a desculpa pra cobrarem TANTO por vacina (algo que revendem com mais de 200% de LUCRO) é justamente esta: é consulta + vacina. Se o veterinário não fizer assim, já sabes: é picareta.

    13. Ana Paula disse:

      5 de dezembro de 2013 às 12:17

      Tenho um Dálmata de 3 meses, vacinei ele com a Recombitek v8, mas saí com ele antes de completar o calendário de vacinação e há 2 semanas pegou parvo-virose.
      E agora estou morrendo de medo dele pegar a Cinomose, ele fica só dentro de casa mas moro em área rural e quando meus irmãos chegam do trabalho não se preocupam em tirar os sapatos para entrar em casa e trocar de roupa antes de brincar com ele. Só queria saber se estou levando isso muito a sério ou se devo me preocupar mesmo! Vi que pode haver transmissão através de sapatos e roupas contaminadas.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        10 de dezembro de 2013 às 15:12

        Oi Ana, a transmissão pode vir da rua através de pessoas e suas roupas e corpos contaminados, sim. Ele já se recuperou da parvo? Ainda não, né? Agora terás que esperar bastante pra ele poder ser vacinado contra cinomose. E a porcaria é que não existe uma vacina só contra cinomose, ou seja, ele terá que ser vacinado contra parvo também =( Melhor mantê-lo bem protegido mesmo até ficar 300%. Se ele for vacinado contra cinomose após 6 meses de idade, bastam só mais duas doses, viu? Na verdade, bastaria uma única dose para cães acima de 6 meses, mas se não quiseres arriscar, dê duas. Tente dar a primeira dose com uma Nobivac Puppy (apenas contra cinomose e parvo) e na segunda vc pode repetir a V8. Raiva, nem pensar! Só lá pelo 1 ano e meio, com a imunidade bem constante.

    14. thamires santos disse:

      28 de novembro de 2013 às 15:46

      olá ana, tenho uma cachorrinha poodle ela tem 3 meses ela já tomou duas dose da vacina contra coronavírus, mais só que eu deixei atrasa a terceira dose dela que era pra se aplicada dia 13/11 mais eu não levei ela agora eu tó com 15 dias de atraso da vacina gostaria de sabe se eu der a vacina dela 02/12 ainda vai servi ou não? ou ela vai ficar doente? áh e eu ainda to dando o vermífuga dela a veterinária mandou eu dá em 15 e 15 dias ela tomou dia 15/11 e a outra dose e dia 30 agora ela disse que e pra mim da pra ela durante três meses. mais agora ela ta sentido umas dorzinha de barriga o que eu devo fazer? estou com medo de da o vermífuga e as vermes atacarem, levo ela pra toma a terceira dose no dia 2 ou não espero mais um pouco até ela ficar melhor. preciso de ajuda! esperado a sua resposta!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        4 de dezembro de 2013 às 15:58

        Thamires,
        dê o vermífugo exatamente como a veterinária mandou. Filhotes têm uma vermifugação diferente mesmo e mais seguida e a bula do vermífugo tem tudo bem explicado. Se ficares em dúvida, compre vermífugo líquido, específico para filhotes.

        Sobre a vacina, é melhor dar o quanto antes, ok?

        Sobre os vermífugos, compre sempre um com 3 princípios ativos (pirantel, oxantel, praziquantel, por ex.), como este EXEMPLO: http://www.campoagro.com.br/Petzi+plus+suspensao+20ml+_1255.html
        “- 5 mg de pirantel base por kg de peso.
        - 20 mg de oxantel base por kg de peso.
        - 5 mg de praziquantel base por kg de peso.
        Esta dose é alcançada mediante a administração de 1 (um) mL de PETZI PLUS SUSPENSÃO por kg de peso.
        Cães com peso inferior a 500 g, administrar ½ (meio) mL. O doseamento é facilmente conseguido através da utilização do dosificador que acompanha o produto. Qualquer alteração de posologia e modo de usar, bem como a freqüência de tratamentos, fica a critério e responsabilidade do Médico Veterinário.
        FILHOTES: Realizar três vermifugações, na 3ª, 6ª e 9ª semana de vida.”

        Tendo 3 princípios ativos, você pode comprar o mais barato que encontrar, tá?

    15. Eusete Cunha disse:

      24 de novembro de 2013 às 18:40

      Olá Ana, gostaria de sua opinião sobre vacina da Gripe, pois vou deixar minhas cadelas no Canil por 18 dias.Além disso,estou em dúvida em aplicar a V8 em uma delas,que seria na verdade 2 vacinas juntas.Posso também dar o vermicida antes ou após da vacina?
      Obs: são cadelas acima de 1 ano.
      Desde já, obrigada.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        24 de novembro de 2013 às 23:22

        Oi, Eusete!

        Que canil é este, querida? Uma hospedagem? Eles ficarão com muitos cães mais? Há chances reais de contato (outros animais doentes, é inverno onde vocês moram)?
        Eu não dou a vacina de gripe nos meus nem por decreto… Mas tenho muita confiança em agir assim pq eles comem alimentação natural blábláblá, então eu os preparo para não ficar doentes ou para enfrentar bem as doenças caso elas aconteçam, entendeu? Cada caso é um caso. Elas têm mais de 1 ano de vida, mas já receberam o primeiro reforço depois das 3 doses de filhote? Este reforço é muito importante e a V8 estaria ótima. Se preferires optar, deixa a vacina da gripe de fora ;)

        • Eusete Cunha disse:

          27 de novembro de 2013 às 16:29

          Obrigada por responder, mas é que aqui em SP,a maioria dos Canis ou Hotéis pra cachorro, fazem exigência dessas vacinas, além de algumas marcas de coleiras pra pulgas e carrapatos como a Scalibor….quanto as vacinas,estão todas em dia.
          São 2 de (4 anos) uma de (2 anos) e a caçula de (1 ano).Nunca ficaram doentes, doam saúde!!!!
          Bjs

    16. MARIA DIAS disse:

      2 de outubro de 2013 às 18:37

      Ana, vacinei hoje meu maltes com 3 meses, não fui antes porque quebrei o pé, o veterinario esteve aqui e deu a v10, pelo que eu entendi, daqui a 21 dias, pedirei a v8, como segunda dose e mais 21 dias denovo V8 correto? mesmo que ele insista darei a v8.
      Quanto a raiva só darei em setembro de 2014 na campanha da prefeitura que é pertinho da minha casa, moro em cidade area urbana.
      Não ei para tosse canina, giardiase e não sei o que do coração.
      após este termino, só vacinarei de novo a V8 daqui a 2 anos, correto?
      grata
      Ele esta esperto, não tem contato com outros animais e estou resguardando ele ao maximo ate terminar a vacinação.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        6 de outubro de 2013 às 23:30

        Oi Maria,
        que bom que ele começou a vacinação só agora, sabia? Tem muito mais segurança assim!!! Você pode fazer as doses de 30 em 30 dias, na verdade. Eles costumam recomendar 21 pq é pra ficar dentro do prazo caso a pessoa atrase.
        Vc pode optar pela V2 pra segunda dose (Nobivac Puppy) e pela V8 pra terceira dose e para o reforço daqui a um ano.
        Eu daria a raiva só mais tarde mesmo, mas não esqueça de fazer a raiva sempre sozinha.
        Quanto as outras, como está no texto… não são necessárias e ainda podem fazer mal. Eu não dou…

        Beijo!

    17. Patricia Souza disse:

      17 de setembro de 2013 às 11:03

      Bom dia.
      Eu adotei uma gata a mais ou menos um ano, e ela tomou vacina contra giárdia, e me disseram que é contra-indicada para gatos, e agora pode acontecer algo com ela? foi a 1º dose. muito obrigada

    18. Marcia disse:

      14 de setembro de 2013 às 10:13

      Meu cãozinho já tomou 2 dose da VANGUARD®PLUS ele já pode passear ??? porque o fabricante da vacina diz que com um mês o cachorro já pode passear que já está imunizado será que eu posso passear sem me preocupar ?? pf me responda obg !!!!
      http://www2.pfizersaudeanimal.com.br/AP_VanguardPlus.asp

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de setembro de 2013 às 08:31

        Marcia, li a bula pra poder te responder e algumas coisas chamaram minha atenção:

        Pesquisas demonstraram que 3 doses da vacina com altos títulos do vírus CPV
        pode superar os títulos de soro neutralização (SN) associados com anticorpos
        maternos.

        Sabe o que esse “pode superar” quer dizer? Ok, nós sabemos que os anticorpos maternos presentes no leite atacam a vacina e fizemos testes pra mostrar que a nossa vacina é resistente a eles.

        Ou seja: se você começar a vacinação antes de 10 a 12 semanas de vida, que é quando os anticorpos maternos começam a perder força, melhor dar as 3 doses. Na verdade, mesmo que eu começasse a vacinar um filhote nessa fase, faria 3 doses.

        Do que eu NÃO gosto: do fato dela ser V10. Mas agora já era, você já deu 2 doses. Procure dar a última com uma vacina V6 ou V8.

        Continuando a ler temos:

        Vacinação primária: Cães sadios com 6 semanas de idade ou mais
        velhos devem receber 3 doses com intervalos de 3 semanas entre cada
        administração.

        Ou seja, eu não sairia com ele antes de uns 20 dias depois da 3ª dose. O que pode fazer é levá-lo a casa de amigos com cães saudáveis, levá-lo pra passear de carro ou no colo. Mas vírus podem vir até nas suas mãos. Vc chega da rua e lava as mãos antes de brincar com ele?

        E veja lá que interessante:

        Revacinação: É recomendada revacinação anual com dose única.
        Outros esquemas de vacinação podem ser adotados a critério do
        Médico Veterinário, com base no estilo de vida do animal e o risco de
        exposição à doença.

        Até eles sabem que cada cachorro merece um esquema vacinal personalizado!!!! ;)

        • Marcia disse:

          17 de setembro de 2013 às 11:30

          obg ajudou muito na minha duvida de passear ou não passear. Mais já li e reli esse post mais nao entendo pq vc não gosta da vacina V10 é só pq ela é cara ou pq nao presta mesmo???

          • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

            18 de setembro de 2013 às 09:13

            Querida, leia os comentários também, por favor.
            E no próprio texto está dito:
            - A V10 continua não tendo um bom custo-benefício. –> o custo/benefício aqui não é financeiro, é uma questão de NÃO valer a pena usar a vacina só por conta das tais 2 cepas de leptospira a mais.
            A diferença entre a V8 e a V10 é que a V10 contém duas leptospiras a mais. No entanto, essas leptospiras acometem mais animais silvestres, resultam em doença branda e pouco ocorrem no Brasil. Em tempo, as porções de leptospiras são as mais “alergênicas” das vacinas, em função da presença de adjuvantes, substâncias que “irritam” o sistema imunológico para potencializar a produção de anticorpos.

            Veja, você infectará seu animal com duas doenças a mais (cada cepa é uma infecção, entendeu?) e ele receberá mais adjuvantes (que deve ser alumínio, altamente cancerígeno), entendeu? V10, V11, são todas desnecessárias. É prejudicar os cães sem necessidade. NENHUMA vacina protege contra todas as cepas de leptospira existentes…

            • joana disse:

              13 de fevereiro de 2014 às 21:42

              poxa vida gostaria de ter lido aqui os comentarios antes de ter dado essa v10 p minha cadelinha,agora ela esta vomitando e nao come nadinha e estava otma antes de tomar isso agora to indecisa dou ou nao a segunda dose,sera que posso dar a v8 na segunda dose,minha inexperiencia,triste viu….

              • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

                16 de fevereiro de 2014 às 11:33

                Oi Joana, quanto tempo de vida ela tem? Podes fazer MELHOR do que dar V8, podes dar V2 (o nome é Nobivac Puppy) e só na terceira dose votlar pra uma V8.

    19. Marilia disse:

      10 de setembro de 2013 às 12:38

      Boa tarde,
      Tenho uma cachorra vira-lata (linda!) que tem aproximadamente 2 anos de idade.
      Na última quinta-feira (05/09) nós a vacinamos, pela 1a vez, com a Vanguard Plus. Ok. A partir de domingo (08/09), a noite, ela começou a vomitar … nada para no estômago .. está sem apetite nenhum, desde sábado passado. Bebendo pouca água. Está desanimada … só fica deitada na casinha …
      É normal?

      Obrigada !

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de setembro de 2013 às 00:42

        É reação vacinal. Ela tomou só esta vacina? Bom, como tem 2 anos, NÃO precisa de reforço, ok? Não entendi pq ela foi vacinada pela primeira vez só agora se já tem 2 anos. Sempre foi de vcs ou foi adotada há pouco? Por favor, não apliquem mais vacina nenhuma nela agora, ok?

    20. GRASIELE disse:

      4 de setembro de 2013 às 09:47

      A veterinária do meu cachorro informou que agora ele tomaria V10 ao invés de V8!!!Só que ela disse que para fazer efeito ele tem que revacinar daqui uns 30 dias (ou 21) não me recordo a data. Isso realmente é necessário?obrigada

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        4 de setembro de 2013 às 12:01

        Grasiele, mas em que situação? Que idade tem o cão? Que esquema vacinal está sendo feito? Eu NUNCA uso V10, por favor leia os outros comentários.

        • GRASIELE disse:

          8 de outubro de 2013 às 11:56

          ele tomava v8, porém mudei o veterinário, esse disse que agora ele tem que tomar v10 (melhor), e que para fazer o efeito das duas a mais teria que revacina-lo daqui trinta dias…..achei estranho, mas como ja havia aplicado a vacina tive que deixar!!!só que não revacinei….. meu cachorro tem 1 ano e cinco meses, shitzu!!!obrigada

          • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

            28 de outubro de 2013 às 11:34

            Grasiele,

            DESCULPE a demora, o blog estava fora do ar. NÃO tem que tomar V10 coisa NENHUMA. E NÃO tem que revacinar em 30 dias também! Ainda bem que ao menos isso vc não fez, parabéns!

    21. rejane disse:

      30 de agosto de 2013 às 17:33

      tem uma cadelinha aqui no meu local de trabalho,o irmao dela morreu de cinomose,e incrivel que pareça,a delinha(nome dela) desenvolveu a doença levemente,movimentos involuntarios neurologicos no lado direito,mas esta muito bem,brincalhona,bem nutrida,a minha duvida é se posso administrar vermifigo.e o que mais ela pode tomar de vacinas e medicamentos? a doença se desenvolveu ha uns tres meses,obrigada!!!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        3 de setembro de 2013 às 16:19

        Oi Rejane,
        Então… se ela venceu a cinomose, está imune à doença. Mas a porcaria é que não existe nenhum vacina para parvovirose que não tenha a cinomose junto. Vou pedir pra veterinária dos meus cães vir aqui opinar, ok?
        Ela pode tomar vermífugo normalmente. Abraço.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        4 de setembro de 2013 às 11:57

        Rejane, a veterinária dos meus cães passou o seguinte comentário para o teu caso:

        “Por favor nem pense em vaciná-la agora, você só agravaria o problema. Se o sistema imune dela foi capaz de responder ao desafio do vírus e mantê-lo com sintomas tão leves, não dê mais estímulos agora, pois você poderá quebrar essa resposta. O importante agora é fazer com que a imunidade dela se fortaleça mais ainda! Uma boa alimentação caseira balanceada é um dos segredos do incentivo a imunidade. Dê uma boa lida no material do site Cachorro Verde que tem tudo explicadinho pra você não se perder! Não esqueça que o nosso melhor remédio é um alimento de qualidade, vivo e cheio de propriedades medicinais! Use muito quiabo crú na alimentação desse cão, cortadinho bem fininho, 4 quiabos ao dia, todos os dias!!!!! Verá o resultado desse fabuloso alimento funcional em algumas semanas. O quiabo é rico em vit. A, vits. B2, B6, C, ác. glutâmico, alfatocoferol, histidina, isoleucina, leucina, ác. linoleico, ác. oleico, ác. palmítico, quercitina, ác. pantotênico, enxofre, pectina……e continua!
        Use vermífugos naturais como semente de abóbora triturada, pequenas quantidades de alho cru picadinho (uma lâmina fina) e hortelã menta misturadas às refeições. Deixe esse organismo se fortalecer antes de pensar em medicá-lo! A imunidade dela pra cinomose é pra toda a vida!
        Saudações!

    22. gisele disse:

      1 de agosto de 2013 às 13:38

      meu cachorro tem apenas 2 meses e tomou a vacina antirrabica tem risco?foi sua primeira vacina

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        2 de agosto de 2013 às 00:33

        Oi Gisele, mas quem aplicou? Um veterinário? O melhor é ela ser dada a partir de 6 meses… Por favor, agora aguarde um mês para começar a vacinar para outras doenças e tente achar a Nobivac Puppy para fazer as duas primeiras doses, ok? Leia os outros comentários p ver o esquema de vacinação que faz menos mal.

    23. Alzira Marques disse:

      6 de julho de 2013 às 12:18

      Boa tarde!
      Ganhei uma ilhsa de 1 ano e 2 meses, o nome dela é Hebe. Hebe estava magra,
      tradei com boa alimentação e hoje ela com 1 ano e 5 meses, pesa com 8 quilos.
      Levei no veterinario e ele deu a vacina
      VANGUARD PLUS no dia 29/06/2013. Ai a Hebe ficou bem por uns 3 dias mas depois começou a não comer,
      e só comia dia sim, dia não até que ontem 05/07 ficou tristinha,
      e hoje 06/07 está com febre e não come nada a 2 dias e fez um coco mole.
      Liguei p/ o veterinario e ele disse que não é reação da vacina…eu falei, como assim, ela é alegre,
      come bem, brincalhona e não é da vacina???!!!
      O veterinario mandou eu dar probiotico em pasta e p/ a febre 8 gotas de dipirona.
      Estou preocupada por não conhecer essa vacina… antes da vacina dei o vermifugo e esperei uma semana
      p/ então dar a vacina.
      Li na sua pagina tudinho o que vc explica com muita propiedade, parabéns por esse trabalho de amor!
      Me diga por favor, o que eu faço?
      Agradeço e fico no aguardo. Zira

    24. Juliana disse:

      5 de julho de 2013 às 15:45

      Ola, acabei de comprar meu cãozinho, ele é filhote de poodle toy,no papel que veio as informações dele, diz que ele nasceu dia:06/05/2013 amanhã ele faz 2 meses, a moça que me vendeu, já deu a 1 dose da vacina, disse que eu devo dar a 2 dose dia:16/07/2013
      e a ultima dose: 16/08/2013, mais ele faz 3 meses dia 06/08/2013 e dia 16/08 é a ultima dose, será que ñ adiantará, já q a ultima ele ainda ñ terá 4 meses ?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        9 de julho de 2013 às 13:56

        Juliana, tenho outro medo: essa turma costuma MENTIR a idade dos animais para dizer que são ‘micro’, ‘número zero’ e outras besteiras. Ela te deu a carteira de vacinação assinada/carimbada por veterinário e com o selo da vacina?

        Dependendo da tua resposta, sinceramente? De repente talvez seja bom você esperar e começar a vacinar com a V2 (contra cinomose e parvo, Nobivac Puppy) a partir de agora, fazendo duas doses de V2 com intervalo de 30 dias e a última dose com uma V6 ou V8. Responde aí pra pensarmos juntas e vc fazer o melhor por ele, ok?

    25. juzi disse:

      13 de junho de 2013 às 10:38

      Por gentileza, poderia informar se é necessário vacinar cães adultos todos os anos, são da raça Maltes e Dogo Argentino, o Dogo vive no canil fora da casa, e aqui é uma chácara tem muitos ratos no telhado da casinha dele, no galinheiro, e os Malteses vivem dentro da casa, mas sempre passeiam na chácara, onde os ratos passam. Hoje estou c/ 2 filhotes de Maltes c/ 30 dias, minha dúvida tbm. em relaçao a vermifugação, veterinario falou c/ 35 dias, mulher q. me vendeu um filhote de Maltes vermifugou ela c/ 30 dias. No meu caso o q. fazer, qual vacina usar nos filhotes, e os adultos td ano mesmo? A vacina é da Pfizer V8 ou V10?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de junho de 2013 às 14:05

        Com base nas leituras indicadas e com recomendação da veterinária dos meus cães (adultos), não vacino meus animais todos os anos. Mas como você tem muito rato, deve fazer a vacina específica para leptospirose, sim, mas só ela.

        A vermifugação de filhotes é mais constante. Vc está usando vermífugo líquido? Na bula tem esquema de vacinação descrito, bem fácil de entender.

        Sobre os filhotes, está tudo bem descrito no texto. NINGUÉM deveria usar a V10.

    26. Renan disse:

      19 de maio de 2013 às 21:37

      Ana, boa noite.

      Estou desesperado e procurando ajuda na internet encontrei seu site. Comprei um Lhasa que está completando 60 dias, ele já tinha sido vacinado com uma primeira dose de V8 e, como eu sempre viajo durante a semana, minha mãe ficou encarregada de dar a segunda dose da vacina. A veterinária disse que ela não encontraria V8 e que a V10 estava ok, como ela não conhece aplicou a V10 na última quinta, 16/05. A veterinária disse que o cão poderia ter um pouco de febre e enjoo por 2 dias, coisa que começou na quinta mesmo, porém, cheguei na sexta e ele ainda estava mal, passamos ontem e hoje com ele e ele não come, dei soro constantemente mas está vomitando até mesmo a água que bebe, vou levar em outro veterinário amanhã, existe algo que em que você possa me ajudar?

      Muito Obrigado!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        20 de maio de 2013 às 10:18

        Renan,
        o melhor que você pode fazer é procurar um veterinário HOMEOPATA, pois as chances de você cair em outro alopata que só entupirá seu cão de remédios desnecessários é enorme. Existem homeopatias para desintoxicar o cão e é preciso ver se ele não pegou alguma doença mais grave, como parvovirose. :(

    27. Kely disse:

      22 de abril de 2013 às 23:23

      Uma coisa que lembrei agora e que faz muito sentido sobre sua publicação. Lembro que quando resgatei minha “menina” das ruas e muito doente da cinomose, uma de minhas preocupaçoes foi a exposição dela aos outros 5 cães da casa. Lembro-me das palavras dos veterinarios que busquei ajuda para ela, eles me diziam que não valia a pena eu tentar salvar ela e matar os 5 que estavam em casa, que não poderia mais transportar nenhum deles pelo periodo de 1 ano no carro… Naquela cituação eu tinha em casa 2 cadelinhas com a vacinação anual v8 em dia e 3 cachorros que haviam tomado vacina a muitos anos atras. Tomei todos os cuidados necessarios,7 meses se passou e todos os cahorros não apresentaram a doença.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        23 de abril de 2013 às 00:11

        Justamente, vc aprendeu a verdade na prática! Beijo e acabei de responder teu outro comentário, Kely. V10, NUNCA!

    28. Kely disse:

      22 de abril de 2013 às 23:01

      Olá! Nossa sempre tinha este pensamento, que vacinava minhas “meninas” demais, e por acaso achei esta sua publicação. Eu estava pesquisando sobre vacinar um cão que teve cinomose recentemente e a veterinaria quer dar 3 vacinas V10 com interva-lo de 21 dias cada, e quer aplicar a contra gripe junto. Eu ja não tava querendo vacinar, pois acho que o organismo dela tem que estar bem forte para reagir a tantos virus ao mesmo tempo. Eu não queria dar a V10 mesmo antes de ler este artigo, mas a veterinaria que estou levando minha menina não trabalha com vacinas de menores proteção. Ela tomou a primeira dose a 7 dias e ainda esta bem , não ficou caidinha nem nada. Esta cadelinha que estou citando tem em torno de 2 anos de idade, foi resgatada da rua em setembro de 2012 com cinomose, foi tratada por dois meses contra uma pneumonia resistente, encontrasse a 5 meses em quadro estavel, ficou com algumas sequelas que não a impedem de ser feliz. Estou vacinando ela porque quero castra-la assim que possivel. O que vc me orienta em relação a tudo que descrevi a cima?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        23 de abril de 2013 às 00:10

        MEU DEUS, NÃO SE VACINAM CÃES QUE JÁ TIVERAM CINOMOSE! 3 doses pra cachorro adulto que já teve cinomose é BURRICE OU MUITA FALTA DE VERGONHA NA CARA E VONTADE DE COMER TEU DINHEIRO. Eu trocaria de veterinária antes de mais nada! NÃO vacine NUNCA pra gripe! Muito menos junto com outra vacina. Não se faz NENHUMA vacina junto. LEia os outros posts sobre vacinação aqui no blog e decidirás sozinha com muita segurança. Se quiseres, a veterinária dos meus cães atende por Skype (claro que precisarás que outro veterinário faça algumas coisas que ela mandar) –> http://www.maedecachorro.com.br/category/vacinacao

        Beijão!

    29. Sandra disse:

      5 de abril de 2013 às 16:14

      Sim, agradeço por todos os esclarecimentos.

    30. Sandra disse:

      5 de abril de 2013 às 16:13

      Sim, agradeço por todos os esclarecimentos. Você é uma pessoa iluminada.Fica com Deus

    31. Sylvia Angélico disse:

      1 de abril de 2013 às 12:04

      Olá, Ana,

      Em todos os materiais que me baseei para montar o artigo científico que redigi com o Dr. César Dinóla, veterinário Doutor em Microbiologia na USP, verifiquei que a recomendação para imunização de filhotes acima de 4 meses é a seguinte:

      - 1 única dose para proteção contra doenças virais (cinomose, parvovirose, hepatite infecciosa)
      - 2 doses intervaladas em 21 ou 30 dias para proteção também contra leptospirose (quando houver risco signficativo do filhote contrair essa doença)
      Havendo o exame de titulação de anticorpos à disposição (caso de SP com o laboratório Provet, e MG com o laboratório TECSA), ele pode constatar que o filhote se encontra imunizado contra parvovirose e cinomose se realizado um mês após a aplicação da vacina. No caso de haver títulos protetores, não há necessidade de um 2o ou 3o reforços contra essas doenças virais antes dos 12 meses de idade.

      Os títulos vacinais não esmorecem com o tempo. Diversos estudos demonstraram estabilidade dos títulos por 9 anos em mais de 80% dos casos. De toda forma, a titulação pode ser repetida em intervalos bienais ou trienais, a ser definido pelo veterinário e pelo tutor, de maneira a não colocar a saúde do animal em risco. De acordo com as últimas diretrizes das entidades WSAVA (World Small Animal Veterinary Association, uma entidade internacional, e não somente norte-americana), AAHA (American Animal Hospital Association), e segundo o Dr. Ronald Schultz, possivelmente o mais proeminente veterinário pesquisador em Vacinologia de pets (desde 1970), e de acordo com o Tratado de Imunologia Veterinária de 2009, do autor Ian Tizard, as vacinas recombinadas oferecem proteção confiável superior a três anos.

      É importante ressaltar que mesmo para abrigos (shelters) a recomendação vacinal contra doenças virais (com exceção da raiva, cujo reforço anual é considerado mandatório em certos Estados norte-americanos e em diversos municípios aqui no Brasil), não é alterada para mais doses em intervalos menores. É mantida a recomendação de reforços trienais (mesmo empregando-se vacina recombinada contra cinomose). A alternativa (mais segura) é realizar a titulação de anticorpos para determinar o status vacinal e montar o protocolo de acordo.

      Se tiver interesse, leia aqui na íntegra o PDF contendo o artigo que escrevi em conjunto com o Dr. César Dinóla, e que foi publicado no periódico científico Clínica Veterinária (edição de março-abril de 2012): http://www.cachorroverde.com.br/cv/wp-content/uploads/2013/04/DIRETRIZES-VACINAIS-DIAGRAMADO.pdf Nos baseamos em mais de 60 referências atuais de diversas partes do mundo, dentre elas Israel, Itália e Nigéria.

    32. Sandra disse:

      1 de abril de 2013 às 09:48

      Obrigada mais uma vez,então além da Nobivac posso ter a opção da Vanguard V8…Tenho mais duas dúvidas se poder me responder. Gostaria de saber quanto tempo o vírus da Cinomose fica no ambiente?Teve um veterinário que me falou que eram 6 anos e outro 6 meses.Estou nesta dúvida porque além da vacina gostaria de esperar o vírus sumir completamente da minha casa para não arriscar a minha cachorra e colocá-la dentro de casa. E outra dúvida é se essas vacinas da raiva que o governo faz campanha é a mesma das clínicas.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        3 de abril de 2013 às 19:05

        Sandra, sempre soube que eram 6 meses. A veterinária Carmen não respondeu que usa a Vanguard V8(Pfizer) com sucesso? Vai nela!
        Melhor usar a dica dela pra antirrábica também, não sei a marca usada pelo Governo…
        Vc leu as respostas das veterinárias, Carmen e Sylvia?

    33. Rute disse:

      1 de abril de 2013 às 01:15

      ok!!! Muiitoo obrigada viu?!!!

    34. Carmen Cocca disse:

      31 de março de 2013 às 10:43

      Olá Ana querida!
      Eu não tenho nenhuma experiência com vacinas recombinantes pois trabalho com a mesma marca de vacinas há 25 anos e como a casuística de problemas é mínima com ela, eu a mantenho. Nas minhas rotinas de vacinação utilizo a V2 da Virbac, a V8 da Pfizer e a leptospirose sozinha (que só temos a da Fort Dodge), além da raiva da pfizer também. Aqui onde estão a maioria dos meus pacientes que vacino, é uma área rural, com ratos, com inundação e por isso costumo utilizar a leptospirose anualmente. Em 15 anos que estou no bairro nunca tive casos de leptospirose com animais vacinados. Meus protocolos são individualizados em cima da idade, fase fisiológica, condições de risco e habitat por exemplo.
      Quanto a recombitek, o que posso dizer é que o fato do componente antigênico ser apenas um fragmento do DNA do vírus a desafiar, acaba por criar uma vacinas com baixa massa antigênica (necessidade de menos antígenos para causar uma resposta orgânica imunológica adequada), que por esse motivo apresentam menos reações reversão de virulência (quando a vacina em vez de proteger acaba desencadeando o problema e que em homeopatia também se encaixa dentro do quadro de vacinose. Normalmente o fato de serem recombinantes também isenta-as da necessidade de utilizar adjuvantes diminuindo assim as reações, mas como não a utilizo na prática não sei se isso se aplica. Essa vacina contêm gentamicina (antibiótico) como conservante.
      Espero ter ajudado, abraço a todos e uma Páscoa doce!

    35. Sandra disse:

      31 de março de 2013 às 08:48

      Uma dose de Recombitek ou Nobivac e após 6 meses a da raiva?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        31 de março de 2013 às 10:23

        Uma dose da vacina polivalente que VOCê decidir e, 6 meses depois, uma dose da vacina antirrábica que você decidir também. Estude tudo que te passei e depois decida se vais revaciná-la a cada 3 anos, 5 anos, 7 anos, nunca mais, se vais fazer exame de titulação de anticorpos para decidir… você decide. Aqui em casa ninguém mais tomará vacina nenhuma!

    36. Sandra disse:

      30 de março de 2013 às 12:00

      Obrigada pelos esclarecimentos. Estou ligando para várias clínicas e não acho a Recombitek, apenas a V8 Nobivac ou V10(que não darei nunca para ela).

    37. Sandra disse:

      29 de março de 2013 às 09:04

      Obrigada pela atenção , estou com muitas dúvidas em relação a essas vacinas,qual devo dar para minha cachorra? Se poder me indicar a marca, se for mesmo a Recombitek vou procurar aqui na cidade,faço tudo por essa cachorra que já sofreu demais nas ruas.A situação que resgatei ela parecia que não iria sobreviver,como falei estava com Piometra e doença do Carrapato.Mas com todo os cuidados e meu carinho ela sobreviveu. Percebo que a Sra. realmente se preocupa com a saúde dos cães,diferente de muitos veterinários que só visam o lucro em cima do animal.

    38. Sandra disse:

      27 de março de 2013 às 22:10

      Por favor leia neste site http://www.wspabrasil.org/wspaswork/Caesegatos/controlededoencas/cinomose/

      CINOMOSE CANINA:

      A vacinação contra cinomose pode ser iniciada entre seis e oito semanas de idade. A maioria das vacinas é capaz de sobrepujar a imunidade materna ao redor de 12 semanas. Em filhotes com menos de 16 semanas a recomendação é a administração de três doses. No caso de animais com mais de 16 semanas o ideal é que se apliquem duas doses na primovacinação. Embora a imunidade desenvolvida após a vacinação seja bastante eficaz, com título de anticorpos após 24 meses praticamente idêntico ao título mensurado logo após a imunização, a imunidade pode diminuir ao longo do tempo, principalmente quando se empregam vacinas menos potentes e naqueles animais que não entram em contato com o agente infeccioso. Recomendam-se, em geral, doses de reforço da vacina contra cinomose em anos alternados ou em intervalos de três anos, durante toda a vida do animal. Em casos de cinomose deve-se tomar cuidado com revacinação a intervalos maiores que três anos, porque lapsos no esquema de vacinação vão inevitavelmente resultar em um declínio da imunidade populacional e em surtos da doença.

      Uma vacina recombinante encontra-se atualmente no mercado. Esta vacina é segura para filhotes imunocomprometidos e carnívoros silvestres. Por ser incerta a imunidade mais prolongada com esta vacina recomenda-se a revacinação anual. Ela não produz imunidade estéril e pode demorar mais para proteger os animais, por este motivo não é recomendada para animais que ficam em locais de grande exposição, tais como canis ou abrigos. Uma opção para seu uso é fazer a primovacinação com vacinas contendo vírus vivos modificados e os reforços com a recombinante.

      Então parece que a vacina Recombitek seria ideal na 2ª dose?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        28 de março de 2013 às 21:04

        Oi Sandra,

        pelo que estudei, questiono algumas das informações neste texto, sinceramente. Ainda mais que a WSPA faz campanha pra uma marca de vacinas… A memória celular NÃO enfraquece com o tempo, tanto que se um cão pegar cinomose e sobreviver, estará imune para o resto da vida. Vacinar é isto, fazer o animal “pegar a doença” de maneira leve o suficiente para que seu organismo reaja a ela e produza anticorpos. Nem mais, nem menos. O problema é que são usados adjuvantes, substâncias como o alumínio, altamente cancerígeno, para forçar o organismo a reagir. Outra tristeza é fazer vacinas múltiplas, quando cada doença deveria ter sua vacina, dada separadamente e apenas com real necessidade.

        Até onde estudei, a vacina recombinada é boa sempre… Mas pedirei pra duas amigas veterinárias que estudam o assunto darem uma olhada nestas informações e me passarem um parecer, ok? Abraço.

    39. Sandra disse:

      27 de março de 2013 às 21:54

      Posso dar a vacina V8 sem ser Recombitek?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        28 de março de 2013 às 21:18

        Claro! A vacina recombinada é apenas uma opção que eu gosto. O importante é que um veterinário aplique, após exame que ateste que o animal está 100% saudável e que assine e carimbe a vacinação. Cuidados com a armazenagem também são fundamentais, ou a vacina vira nada e ficam só os adjuvantes pra estragar tudo.

    40. Rute disse:

      27 de março de 2013 às 12:21

      Acho que essa última resposta foi minha rsrs…
      Então vou esperar ele fazer 6 meses e dar essas duas doses +raiva 30 dias depois. Fico com medo pq tenho gatos em casa e também nem levo ele na rua né…
      Olha no rótulo da vacina ta escrito assim:cinomose,adenovírus tipo2,parainfluenza,parvovírus,coronavírus e leptospira canicola-grippotyhosa-icterohaemorrhagiae-pomona.
      Perdi as contas das doenças rsrs…

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        27 de março de 2013 às 15:26

        Rute, era pra vc sim :)
        A Vanguard Plus é V10, não precisa nem contar. Exija uma V8 ou V6 e ponto final. NÃO dê a vacina de raiva logo, não… Espere ter 1 aninho de vida ou deixe passar ao menos 3 meses da última dose da vacina.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados