• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Série Filhotes no Mãe de Cachorro – 6º post: Educando seu filhote de acordo com seus estágios de crescimento – de 12 a 16 semanas de vida

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 21 de outubro de 2010

    –> Para acessar o índice dos posts da Série Filhotes, clique aqui.
    Continuando a falar sobre as fases comportamentais da infância canina, chegamos à fase que em inglês é chamada de Terrible Twos e que serve para descrever também uma fase de infância de crianças. Bem, na verdade é uma expressão usada para descrever crianças que foi ‘roubada’ para descrever também nossos peludos amados em um período todo especial de seu crescimento e que, pra nossa sorte, dura apenas quatro semanas.

    Texto: Sarah Hodgson – Puppies for Dummies – 2nd Edition
    Tradução e adaptação: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida.
    Durante a fase dos “Terríveis Dois Anos” (Terrible Twos) seu filhote está começando a reconhecer quais comportamentos chamam a sua atenção, que jogos/brincadeiras duram por mais tempo (e estes não necessariamente são os jogos/brincadeiras que você quer praticar no momento) e quem é o chefe da relação (e nos olhos do seu filhote, pode ser que não seja você!). Ainda que ele possa agir de maneira bastante confiante nesta fase, seu filhote precisa de direcionamento/liderança. Os conselhos neste post podem ajudar você a guiar seu bebê peludo durante estas 4 semanas.
    Mantenha o controle
    Quando você estiver em casa, sempre saiba onde está seu filhote. Se você der a ele liberdade total, ele terminará aprontando alguma coisa e você vai pagar por isso de várias maneiras. Sem supervisão seu filhote pode reorganizar seus armários, comer lixo. mastigar móveis etc. e, pior ainda, se ferir ou ficar doente por isso!
    Você está lidando com um filhote jovem, mantenha-o sempre por perto de você e use as técnicas abaixo para te ajudar:
    • Mantenha-o em uma área específica no cômodo onde você estiver. Você pode conseguir isto deixando-o preso em uma guia de tamanho normal, restrito a uma área com cama, tapete e brinquedos. Esta técnica acostuma o cão a ficar calmo e perto da família, mas é fundamental que ele veja você e que esteja tranquilo brincando/roendo algo na área que você determinou como sendo o “cantinho” dele. Com o tempo, você não vai mais precisar prendê-lo e ele irá sozinho para o espaço determinado, mas você sempre deverá levar em consideração que cada animal tem um tempo de tolerância para ficar sossegado. Quando seu filhote demonstrar que ficou entediado, leve-o para dar uma voltinha, brincar com você e fazer xixi, por exemplo. Farei um post específico sobre esta técnica, que chamarei de Parada Pet.
    • Mantenha seu filhote em uma área cercada, como em um quarto com portão anti-fugas para bebês/filhotes. E obviamente mantenha esta área livre de perigos pra ele, como objetos que ele não possa roer ou que irão feri-lo.
    • Use o treino da caixa de transporte (crate). Farei um post específico sobre esta técnica.
    • Tenha certeza de que seu filhote está sempre próximo a você ao andar pela casa. Dica: amarre a ponta de uma guia de nylon na coleira dele e a outra ponta na sua cintura. Esta técnica é útil também para ensinar o filhote a usar o banheiro, porque você logo percebe que ele está se movimentando para urinar/defecar e pode guiá-lo até o local correto.
    • Sempre que seu filhote estiver restrito/contido de alguma maneira, elogie-o e dê atenção por seu bom comportamento.
    Dez comandos
    Seu filhote ainda é muito jovem. Ainda que ele possa aprender bastante, ele ainda é muito sensível e vulnerável ao seu comportamento (e ao de todas as pessoas com quem convive). Então mantenha a calma. Ficar frustrado ou impaciente apenas assusta seu filhote e faz com que ele responda menos a você.
    Aqui vão algumas dicas para quando você estiver ensinando algo ao seu bebê peludo:
    • Mantenha as lições/aulas curtas e ativas. Elas não devem durar mais do que dois minutos.
    • Use os comandos de maneira clara e pronuncie bem todas as sílabas.
    • Dê os comandos apenas uma vez porque repetir comandos faz com que pareçam outra coisa. Diga “Senta” calmamente e com tom de voz normal, não fique repetindo o que para o filhote apenas parecerá “Sentasentasentasentasenta” e será inevitável que sua voz se altere ao repetir o comando. Use comandos sempre que brincar com o filhote.
    • Associe e use comandos gestuais para ajudar a capturar a atenção do filhote. Também use recompensas com alguns comandos. Entretanto, assim que o comando tiver sido aprendido, os petiscos devem ser gradualmente retirados para evitar dependência (você não quer um cachorro que só obedeça se você tiver comida, certo?).
    Acredite ou não, seu filhote pode ter um vocabulário de 10 palavras aos 4 meses de vida. Ele já sabe o nome dele, então já considere uma palavra aprendida. Aguarde o próximo post para conhecer outros comandos que você pode ensinar ao seu bebê de patas.
    Categoria: Adestramento, Caixa de Transporte, Crate, Série Filhotes, Xixi e cocô no lugar certo
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    2 Comentários:

    1. adriana ruscher disse:

      10 de março de 2012 às 19:26

      adorei as recomendações vou aplicar nas minhas filhotes POLACA E MIMOSA

    2. JullieC* disse:

      21 de outubro de 2010 às 12:38

      Nossa, Napoleão era terrível nessa época do Terrible Twos, aff.

      Filhotes são lindos, fofos e cativantes, mas só adote um se tiver disposição e tempo pra educar bem. Caso contrário, adote um adulto.

      Bjos!

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados