• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Procurando Sibéria e Lobinha

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 28 de setembro de 2010
    contei antes, mas pra quem não sabe/não lembra, vai de novo: quando comecei a trabalhar eu tinha um cachorrinho chamado Urso e com meu primeiro salário o levei na petshop pra dar uma geral, tosar blábláblá.
    No mesmo dia Urso sumiu do meu quintal. Detalhe: a casa onde eu morava na época tinha dois portões, o segundo bem distante do primeiro e era pra atrás deste que o Urso ficava solto. Anos depois achei o Urso em um bairro completamente distante, do “lado de cá” da ponte (na época eu morava na parte continental de Floripa) e morando com uma família com 3 meninas lindas. Seu nome era Costelinha porque o acharam perambulando em um bairro próximo, tão magro que as costelas saltavam. Não o peguei de volta, até porque éramos praticamente vizinhos agora e as crianças eram doidas por ele. Mas foi um alívio imenso e a dor que eu sentia quando pensava que fim tinha levado meu Urso me faz ficar sinceramente comovida com todos os que estão à procura de seus cães/gatos.
    Há um tempinho o Daniel Vieira me escreveu pedindo ajuda para encontrar suas cadelas. Disse a ele pra fazer uma conta no Facebook e um blog. Ele fez tudo. Lá no Facebook já divulguei o material dele, faltava por aqui.
    Para quem quiser ajudar a procurar a Sibéria e a Lobinha, o blog delas é o http://procuroduashuskys.blogspot.com/
    Agora não falta mais. Daniel, espero que um dia saibas do paradeiro das tuas meninas. Boa sorte!
    Categoria: Desaparecidos/Encontrados
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    2 Comentários:

    1. Ana Corina disse:

      28 de setembro de 2010 às 16:30

      Há menos casos (bemmm menos) de gatos infectados por leishmaniose, mas eles não podem usar os produtos para cães porque se lambem.

      Uma alternativa é o Estibion Neem, um suplemento em pó que faz com que o animal fique mais protegido, mas só ele também é pouco.

      Se vc morar em apartamento, sugiro que uses tela nas janelas com malha inferir a 1 milímetro. Podes tentar usar óleo de citronela e óleo de neem nos gatos também, mas terias que conversar bem com um veterinário antes e eu sugiro que vc não aplique nenhum dos dois puros e sim diluídos em água.

      Outras providências: dedetizar casa/apartamento lembrando de passar repelentes também em canto escuros (atrás e embaixo de móveis, por ex.).

      Boa sorte!

    2. Maiza disse:

      28 de setembro de 2010 às 13:34

      Olá, gostaria de saber se gatos também correm o risco de ser infectados por leishmaniose. E se devo seguir, com os meus gatos, os mesmos procedimentos indicados para proteger cães.

      Obrigada.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados