• Receba os posts por e-mail:

    Diário de um cão com sarna demodécica

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 16 de junho de 2010
    jet2 jet1

    Preciso comentar o relato abaixo? Provavelmente não, mas a “pessoinha” aqui não resiste: fico pensando em quantos anos de luta por uma condição real de saúde em que não só o Jet sofreu, mas também a Mariana, ao vê-lo mal. Felizmente esta é uma história com final feliz.Leia também:

    Após ler um post no Mãe de Cachorro sobre sarna demodécica e sua repercursão, resolvi falar um pouco do meu Jet e seu sofrimento com a doença e a mudança com a alimentação natural e tratamento homeopático!! O Jet é um cãozinho da raça Jack Russell Terrier, de 9 anos, com pedigree, nascido em Seatlle, USA, e com sarna demodécica.

    Morei na Califórnia por quase 3 anos e o adotei lá, após ele ser meu “cliente” em meu trabalho de dog walker. A dona, que o comprou em Seattle, voou ele até a Califórnia e teve ele por 4 anos, não o queria mais, pois era agressivo, com problemas de saúde e latia muito, além do marido o odiar. Ou seja, nos termos que eu conhecia os abrigos de cães da minha cidade e da maioria dos EUA, ele ia ser eutanasiado, principalmente pela agressividade, que nada mais era do que medo. Tinha diagnóstico de alergia e depressão, tomava prozac e anti-histamínicos todos os dias, os quais fui retirando aos poucos. A agressividade praticamente acabou em cerca de 3, 4 meses e ele se tornou cada vez mais social. Quando o levei pra casa, desconfiava até da própria sombra… Quanto aos anti-histamínicos, não estavam fazendo efeito algum, somente prejudicando ele com tanta química para melhora nenhuma!
    Bom, viemos para o Brasil e aqui piorou ainda mais sua pele. Lá vamos nós pro vet de novo!! Alergia disso, daquilo, seborréia, estômago sensível, muda ração, muda ambiente e na pele, não mudava é nada! Após uns 5 vets, uma protetora aqui de Floripa leu meu apelo pela internet e me falou curto e grosso: “Pelo que você descreve, é demodécica! Para confirmar, se eu cheirar, eu já sei! Mas leva no vet e faz uma raspagem!” Brilhante! Dito e feito! Aí foram doses de Ivomec na veia, Mectimax comprimidos, Omega3, Shampoos carééérrimos, rações mais caras ainda e deu uma melhoradinha. Mas ele virou outro cão… Não tinha mais a alegria de sempre, tinha diarréias feias, vômitos, não comia mais… Me perguntavam o que aconteceu com ele. Ele estava apagado, sem brilho! Mas os pêlinhos estavam nascendo de volta!! Mas eu quero um cão com pêlos, lindo por fora e estragado por dentro??
    Tirei toda medicação, em torno de 2, 3 dias, voltou ao normal e os pêlos pararam de crescer… Prometi que ia ser a última tentativa! Me alertaram sobre o estrago que eu poderia estar fazendo com o Ivomec no fígado do meu cão e me assustei muito! Estava conformada que ia ter um cão sem pêlos, com machucados pelo corpo e ia remediando com ungüento, iodo, rifocina, etc. Até que a pessoinha querida que escreve esse blog me indicou a Dra. Carmem Cocca, dizendo que era homeopata e que era ótima! Até então esta mesma pessoinha já tinha me indicado também o site do Cachorro Verde para meus cães em geral (hoje são 5 cães e 1 gato, todos resgatados das ruas de Florianópolis), mas ainda não tinha feita nada a respeito.
    Bom, resumindo, a consulta foi tudo de bom! Tiramos anos de tratamento a limpo, ganhei explicações de tudo que nunca me disseram na vida! Só o entupiam de remédios e vacinas e, por mais que eu quisesse entender tudo, nunca ganhava uma explicação convincente sobre o que ele tinha e o que esses remédios fariam. Ela me indicou seguir a alimentação natural, prescreveu as preciosas gotinhas homeopáticas (confesso que até então não acreditava muito nelas…), alguns suplementos naturais, shampoos manipulados e pensei: bom, estou gastanto algum dinheiro, muito menos do que gastava na maioria das outras vezes e é tudo natural, não vou estragá-lo por dentro, ao menos! E não é que está funcionando tudo!? E mais, a galerinha aqui de casa também entrou na dieta! E pergunta pra eles: quer ração ou um monte de pele e tripa de boi??? Ou ossos crus de galinha ?? Ou quem sabe um ossão cheio de carnes grudadas que o moço do açougue ia jogar fora???
    É, o tratamento do Jet é longo, está apenas no começo, mas os pêlinhos estão voltando gradualmente, sem mudança no comportamento dele e sem mais aquela coceirada toda o dia todo. Nunca mais vomitou ou teve diarréia, como era de costume pelo menos uma vez por semana. Fora que na hora da comida aqui em casa, amigos, são duas festas por dia!! Mais coisa boa? Eles latem menos, pois roem mais! Têm menos tártaro! Até o velhinho, o Seu Jorge, que só tem os dentes de trás, rói o seu ossinho ou cartilagem. Mais? Sai mais barato! Coloco ainda um pouco de ração, mas a carne crua, eu ganho no açougue ou compro em supermercados por centavos o kg. Descobri que a maioria dos açougues aqui dão ossos, peles, cartilagens. Fora que compro 1kg de frango por 3 reais na promoção ou moela (essa o Gato ama!) e se for pensar, é mais barato e saudável que petiscos industrializados ou comida de latinha pela quantidade e, obviamente, pelos benefícios!
    Beijos da mãe de cachorro que tem um amor infinito por essa pequena criaturinha que o destino fez meu filho,

    Mariana Siebert
    www.mssiebert.com.br
    Categoria: Alimentação Natural, Homeopatia, Sarna Demodécica, Saúde, Veterinários
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    71 Comentários:

    1. Gilvana disse:

      29 de março de 2014 às 21:45

      Oi gente, vou compartilhar aqui como curei o Maylon, um poodle de 19 anos que teve recaida dessa sarna maldita, q voltou devido ao tratamento da doença d carrrapato, Maylon devido ser cardiaco e idoso nao pode mais tomar remedios fortes, optei pelo homeopatico e banhos, depois de alguns meses o Maylon q ja estava em carne viva e o cheiro muito ruim esta voltando ao normal, ta peludinho e gordinho novamente. O tratamento é assim: Todo dia dou meio alho amassado pra ele e uma capsula de oleo de peixe o omega-6, e o fundamental é a ração milagrosa q aumenta imunidade e tem vitaminas e nutriente pra ajudar o organismo combater os acaros, RAÇÃO PROPLAM, a vet dele q passou, banho uma vez por semana com bicarbonato de sodio diluido em agua, eu colocava quase puro devido ao estado de putrefação das patinhas, passo tambem talco de enxofre nos pruridos, acabou o prurido e os pelos estao cobrindo as patas, os banhos ficaram de dez em dez dias. Varias vezes pensei sacrificar meu velhinho, mas vencemos a doença e hoje estou feliz, desejo sorte pra todas nessa luta.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        1 de abril de 2014 às 10:50

        Gilvana, pode ter CERTEZA de que o sucesso do tratamento não é graças à ração. Todos os suplementos que você deu aumentaram a resposta imunológica. A ração entra como um alimento que o nutriu, mas poderia ter sido qualquer outra ração com o mesmo aporte nutricional. O que ele comia antes? Que MARAVILHA que ele está bem!

    2. Marcela disse:

      12 de março de 2014 às 12:00

      Oi, tenho uma maltes linda, mais que sofre demais com alergias, segundo o veterinario nao tem cura, uma amiga me alertou que é sarna demodecica,vi as fotos e realmente é muito semelhante, ela toma direto uma injeção com o veterinario, mais desde que começou a tomar as injeções ela engordou bastante, preciso saber se enxofre é bom para esse tratamento pois me orientaram a dar banho e ate colocar na racao.

    3. Alessandra Alencar disse:

      10 de dezembro de 2013 às 23:45

      Obrigada por compartilhar seus conhecimentos. Tenho uma husky de 3 meses a 2 semanas descobri que ela tem sarna demodecica e generalizada. Claro que já chorei até cansar… Vou seguir suas orientações e peço encarecidamente que me responda uma dúvida: Devo tosar? O corpo todo esta tomado mas o pelo só saiu da testa e de alguns pequenos locais.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        11 de dezembro de 2013 às 08:27

        Alessandra, tosar pode te ajudar a controlar o ácaro, pois as aplicações atingirão mais facilmente a pele.

    4. Mariah – Mãe da Nina disse:

      29 de novembro de 2013 às 14:46

      Oi gente, muito bom ler esses textos e ver que não sou a unica que sofre junto com seu filhote com essa doença… Tenho uma american pretinha linda, querida, amorosa e cheia de energia!

      Minha pretinha esta com cinco meses e ja faz pelo menos 2 meses que venho lutando contra a sarna demodecica… e não tenho tido sucesso! É muito triste ver a minha Nina neste estado… sem pelos na cabeça e cheia de feridinhas… da vontade de apertar ela, ficar dando beijo e não soltar mais…

      Tenho tratado com Matctimax, mas não vejo melhoras… dou uma ração muito boa para ela mas vou incluir no cardápio dela alguns dos itens que você mencionou no post para testar… Ao contrario de você, pelo menos, ela não tem apresentado nenhuma mudança de comportamento, esta super elétrica bem feliz e fazendo seu cocozinho durinho!

      Fora o remédio, comprei homeopatia para problemas de pele e para aumentar a imunidade dela e também um floral para stress! Essa parte do tratamento faz 15 dias que venho fazendo mas também não vi melhora por enquanto…. quanto tempo demorou para a sua homeopatia fazer efeito????

      Enfim, vou fazer o teste de incluir alguns dos itens na alimentação dela e venho aqui dizer se ajudou!!!

      Boa sorte para todos vocês e seus bichinhos!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        30 de novembro de 2013 às 12:42

        Mariah,
        remédios homeopáticos com fórmulas prontas não são o tratamento a que me refiro, onde o cão é examinado por veterinário homeopata e recebe um remédio específico para ele, seu estilo de vida, temperamento etc.
        Homeopatia é algo que tem MUITO efeito (uso em mim também), mas cada organismo responde de uma maneira, não dá pra dizer.
        Por exemplo, a minha Java tem giárdia e existe um medicamento homeopático desses de fórmula pronta que é excelente, mas que para fazer um efeito dela ficar longos períodos sem crise (giárdia é protozoário, não tem cura, só controle), eu teria que fazer um tratamento longo, de até 6 meses. Como o remédio é tão maravilhoso, nas crises ela toma por um tempo e logo fica boa, daí acabo nunca fazendo o tratamento inteiro.
        Pois bem, semana passada ela ficou MUITO mal de uma hora pra outra. Corri a comprar a homeopatia, mas também entrei com alopatia, pois não era o caso de esperar a homeopatia fazer efeito. Entendes o que estou querendo dizer? Beijo.

    5. Fábio disse:

      19 de agosto de 2013 às 16:18

      Ana Carolina,

      Nossa, posso garantir que ela já está quase 95% livre da sarna. Estou tão feliz….

      Indo para os 6 meses, a imunidade do animal já consegue superar.

      Agora é esperar para ver se irá voltar ou não.

    6. Fábio disse:

      30 de julho de 2013 às 16:36

      Olá, Estou com uma Frenchie de 4 meses que esta biopsiado a sarna demodécica, estou fazendo o tratamento com ivermectina diário , banho semanais, ração, ômega 3 e ômega 6, carne, alho, própolis e claro tratamento com família o sofá rs.
      Atacou um parte da cabeça e uma parte do corpo lado esquerdo, fazem 30 dias de tratamento e a cabecinha esta quase toda com pelinhos novamente, e agora a lateral do corpo que esta começando a melhorar, espero me livrar desta sarninha em breve. Darei updates aqui espero ser mais um caso feliz. Se alguem tiver mais dicas para ajudar na alimentação para equilibrar a droga.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        31 de julho de 2013 às 08:50

        Fábio, NADA justifica ivermectina diária, desculpa.

        • Fábio disse:

          31 de julho de 2013 às 11:20

          Ana Carolina, é um comprimido MECDOG; a bula regula que seja feita 1 capsula para cada 6kg de animal e se for sarna demodécica uso 24 hs em 90 dias!!! Será q é loucura então????

          • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

            31 de julho de 2013 às 12:35

            Oi Fábio, ivermectina é algo muito sério, forte e que traz prejuízos ao fígado. É um produto usado em bovinos que passou a ser usado em cães também… Já usei, até recomendo em alguns casos, mas doses diárias considero um exagero. Tentei achar a bula do MecDog na internet e o site não carrega. De comprimido, conhecia só o Mectimax. Ele também prevê dose diária (Sarna demodécica: 0,5 mg/kg de peso, por via oral, a cada 24 horas, durante 2 a 3 meses. A critério do Médico Veterinário, a dose pode chegar a 0,6 mg/kg e o período de tratamento estendido.), mas ainda acho um absurdo. Ainda mais que apenas a substância amitraz é reconhecida pelo FDA como tratamento eficaz da demodécica, com uso semanal.

            Como minha postura passou a ser o mais ‘natureba’ possível, simplesmente esqueço que esse tipo de ‘remédio’ existe se preciso tratar cães próximos a mim ou mesmo meus, recorrendo a eles apenas para animais de cujo tratamento eu não participe ou apenas financie. Funciona? Sim. Mas nunca sem efeitos colaterais, ainda que apareçam anos mais tarde.

            Todo dono de frenchie deveria conhecer dois sites: http://www.cachorroverde.com.br e http://www.blog.villechamonix.com/ (desativado, mas com todos os textos lá ainda). Fica a dica.
            Já leu os outros textos sobre demodécica aqui no blog? http://www.maedecachorro.com.br/category/sarna-demodecica

            Boa sorte para vocês.

            • Fábio disse:

              31 de julho de 2013 às 14:23

              Aninha, obrigado pelas suas palavras, estou tentando adaptar as naturebas tanto que uso própolis, alho, carne fresca, omega 3 e 6 e uso babosa. Notei que a carinha já esta praticamente coberta de pelos.
              Sou novo aqui, e por isso vou fazer uma pergunta de leigo sobre o assunto.
              Existe, casos de sucesso então? Cachorros jovens na fase de 4 a 6 meses podem voltar ao normal apos a idade adulta sem está doença?
              Amitrax é para banho ou via oral?

              • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

                1 de agosto de 2013 às 10:53

                Oi Fábio, sucesso como assim? No controle da demodécica? Inúmeros! Meu Sushi teve uma crise com uns 4 meses de vida, tratou só com 6 banhos semanais de amitraz e nunca mais teve nada! Por outro lado, tratei uma cadela que teve crise com os mesmos 4 meses de vida só com homeopatia e as dicas naturebas e ela também não teve mais nada e já vai para 4 anos de vida.

                Amitraz é para banhos.

                A demodécica pode aparecer nesta fase de baixa imunidade do filhote e nunca mais.

    7. raoni disse:

      12 de abril de 2013 às 13:37

      Eh verdade, tenho uma criação de canario Belga e no meu viveiro tinha alguns canários com ácaro de traqueia e eu ministrei ivomec injetavel com uma ceringa de insulina uma goticula minuscula via oral ficaram todos curados após 15 dias, cantam q é uma beleza.

    8. raoni disse:

      12 de abril de 2013 às 08:57

      Ivomec aplicado na veia?Isso nao existe,esse medicamendo deve ser ministrado em aplicação sub cutanea na quantidade de 0,1 ml para cada 5 kg do peso do cao,ela teve sorte de o cachorro ter sobrevivido.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        12 de abril de 2013 às 10:32

        Na verdade, muitos veterinários preferem até administrar ivermectina oral, ao invés de sub-cutânea. Na veia é pra matar!

    9. Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

      28 de março de 2013 às 20:28

      Quanto tempo for necessário, Welton. E não esqueça de elevar também a imunidade intestinal, com probióticos e prebióticos, ok?

    10. Welton disse:

      28 de março de 2013 às 17:36

      por gentileza, esse tratamento com alho, propolis e omega 3 pode durar quanto tempo para se obter um resultado???

    11. VANIA LUCI MARQUES GARCIA disse:

      7 de janeiro de 2013 às 14:49

      Olá, uma pena que conheci vcs em meio a um grande susto, passada a fase pavor, hj eu convivo com a sarna negra. Meu Chico apareceu em nossa vida, após a morte de Helga (poodle), que foi necessário o sacríficio, e isto, é difícil. Fiquei muito só e triste, foi qdo a possibilidade de termos outro cão, dentro de casa, surgiu. Então só por minha culpa, achei melhor colocar assim,fui em busca de um filhote, me encantei com aquele filhote que latia pra mim, era grandinho três meses, eu acho, mas ja havia sido devolvido, parecia que chamava, meu marido se encantou, a mulher me oferecia outros novinhos, mas eu quiz ele, como meu marido não conseguia falar shitsu direito, brincamos que seria um tal de Chico mesmo. Assim surgiu, este encantador ser em nossa vida.
      Ele sempre foi muito calmo, tranquilo, nem colo ele queria, só ficar pertinho, deitar com a cabecinha entre as patas e olhar e olhar muito pra gente. Ele tinha três meses, qdo as coceiras começaram, ou seja, logo que trouxemos para a casa, por tudo que é lado. Nosso veterinário acompanhava todos esses acontecimentos. Lava daqui, passa dali, e nada, tira brinquedos de tinta alergica, tira cobertas sintéticas, isola dos demais, e nada. As pulgas infestaram por tudo, passa isso, passa aquilo, é dapp, vamos tratar, detetizar toda a casa. As pulgas acabaram, mas surgiram as manchas, uma pequenininha na cabeça, outro no queixo, uma grande no peito, e uma maior nas costas. A cor rosa vermelha, e quente, muito quente, que só colocar a mão perto, a gente sentia o calor. Com tudo isso, o Chico, é muuuito bagunceiro, feliz mesmo, enchemos ele de muitas beijocas, e jamais desistimos de achar a razão da tal alergia.
      A dois meses atrás, notei a primeira mancha negra, na lateral do corpo, gelei…Fomos para os exames de pele, nem precisei esperar os resultados, qdo todas as outras manchas escureceram também. E ás vesperas do Ano Novo, foi me apresentada a tal sarna negra, tive pavor, medo, panico e tudo… respirei fundo, fui para internet achei vcs. Estamos no começo de um longo tratamento, paciência, amor, não vão nos faltar.
      Ainda estou na fase, está caindo a ficha.No momento o que me importa, é somente ele, não me importo se fui enganada ou não, agora o que importa, é vencer, domar essa tal.
      E nós vamos conseguir né.
      bjos.

      um grande abraço

    12. Denise disse:

      30 de dezembro de 2012 às 12:10

      Oi Ana.. esqueci de informar moro no Rio de Janeiro capital no bairro de Jacarepaguá. Mil bjos

    13. Denise disse:

      30 de dezembro de 2012 às 12:07

      Querida Ana….
      Estou nesta caminhada com a SD meu cão de 4 anos sofre muito com isto… Ana estou desempregada e tenho dois filhos além do meu filho-dog e não tenho mais recursos para tratá-lo.. por fvr me indique uma ONG que possa me ajudar, as pessoas de minha família dizem para abandoná-lo mas eu jamais faria isto,mas peço ajuda pq comigo ele também sofre pq não tenho mais recursos para o tratamento, se possívelenvie resposta ao meu e-mail…. POR FAVOR ANA NOS AJUDE!!!! Deu ste abençoe e te dê um lindo e saudável 2013

    14. marcia disse:

      11 de dezembro de 2012 às 12:18

      Boa tarde meninas, o importante é não desanimar! Pois conseguimos sim vencer essa sarna. Quem leu um pouco da minha historia sabe que apresentou primeiro em uma e depois na outra, infelizmente ou felizmente, pois ainda não sei as futuras consequencias desse medicamento agressivo, minhas pequenas foram tratadas com ivermectina, mas estão ótimas, felizes e lindas. E olha que cheguei a ouvir da minha própria irmã no auge da doença, onde as feridas vazavam e cheiravam muito mal, por que eu não sacrificava. Não desistam nossos bebes precisam de nós. beijosss

    15. anonimo disse:

      8 de dezembro de 2012 às 19:51

      Olá…
      Tenho uma pastora de 7 anos que a 2 anos teve e superou aquela doença do carrapato com homeopatia…essa historia teve um final feliz…mas agora tem quase 1 ano que venho tratando de uma suposta dermatite, hora por bacterias horas por fungos sem muito sucesso, aí pesquisando na net descobri a demodecica, e percebi que era igualzinho o q ela tinha,do tipo generalizada, então levei no vet e pedi um raspado de pele que deu positivo, ele então passou a ivermectina e os banhos com amitras, mas depois de ler tudo aqui, estou com medo de oferecer esta medicação…peço a ajuda de vcs…já li sobre a alimentação natural e, já dou carne + ração, vou passar a trocar os ingredientes até ficar toda natural, mas oq mais posso fazer?Por favor me respondi por email.
      Luciana Costa

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        11 de dezembro de 2012 às 12:07

        Luciana,
        eu acho ivermectina E amitraz muito agressivo. Ou um, ou outro. Tem as dicas naturais no outro post, você viu? NÃO respondo ninguém por e-mail, ok?
        Alimentação natural NÃO é dar carne + ração… Tem um post aqui no blog sobre que tipos de alimentos naturais vc pode misturar com ração sem problemas, veja a categoria Rações no rodapé do blog.

    16. Fila Fêmea disse:

      4 de dezembro de 2012 às 12:15

      Bom dia, estou acompanhando este blog a vários meses, felizmente meu sofrimento e da minha cadela parece estar chegando ao fim, fiz de tudo, levei a vários veterinários, e não conseguia resultados satisfatórios, inclusive de aplicar venenos, tomar venenos, banhar com veneno achei que ela não ia suportar, foi que em um site li sobre o ADVOCATE (BAYER), apliquei o mesmo entre os pelos e melhorei a ração, e também complementei com COMPLEXO DE VITAMINA B de humano mesmo(dou dois ao dia) mais OMEGA 3 E 6 E VITAMINA C *SEM VENENO*

    17. MARIA LUISA disse:

      8 de novembro de 2012 às 00:46

      oi ana. e com grande prazer que estou te enviando uma pergunta. ganhei um shitzu femea e o pelinho dela esta com varias casquinha parece caspa. e esta com firidinha no nariz nA BOQUINHA

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        8 de novembro de 2012 às 23:13

        Querida, é melhor vc procurar um veterinário e pedir pra realizar um raspado de pele. Pode ser demodécica…

    18. marcia disse:

      10 de setembro de 2012 às 11:58

      Querida Ana, será que ainda lembra da minha historia? A pequena yorkshire Lilica comprada juntamente com sua irmãe, em um pet aqui em São Paulo. Estou aqui mais uma vez indignada, pois para a minha tristeza nesta ultima quinta feira dia 06/09, a irmã, apresentou o mesmo caso de Sarna dermodecica, como agora estou mais esperto, espero que o resultado para o tratamento seja mais rápido, embora eu esteja surpresa, de como a doença se alastra rapidamente. Na quinta parecia uma picadinha de bichinho em baixo do queixo, hj já tomou todo o seu pescoço, peito e já desce para uma das patinhas. Queri muito que a vigilancia santitaria fizesse uma visitinha a esse canil. Pois a coitada dessa mãe que deu cria as minhas, continua dando mais. Outras vitimas como eu, ainda surgirão. beijos e volto a dar noticias’

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        10 de setembro de 2012 às 13:17

        NOSSA, claro que lembro. E espero que consigas processar a criadora! Uma outra leitora me escreveu contando que conseguiu que a criadora pagasse a castração da sua cadela (uma frenchie) e devolvesse todo o dinheiro pago na filhote. CLARO que a criadora queria pegar a bichinha de volta, como OBJETO, e dar outra filhote “sem defeito” no lugar, mas eles não aceitaram. Beijo e boa sorte.

    19. zara disse:

      4 de julho de 2012 às 23:26

      ana estou dando omega3 para lady espero estar no caminho certo nao quero+ dar invermectina para ela, fico + triste do que ela que esta tomando esse remedio

    20. zara disse:

      4 de julho de 2012 às 10:58

      oi marcia obrigado pelo estimulo, nao estou em sp estou em itanhaem. e a luta continua firme pela lady que e um amor

    21. marcia disse:

      26 de junho de 2012 às 10:05

      Oi zara, estava lendo seu post e posso imaginar o que vc está passando. Mas não desista!!! Tive um grande suporte aqui com a Ana, o que foi fundamental…o da luz no fim do tunel!!!. Quando vi minha pequena Lilica de apenas 5 meses naquele estado, achei que teria um troço, me disseram até para sacrificar e cheguei a pensar nisso, diante do sofrimento que a vi passar. Suas feridas vazavam, ela não parava de se comer. Os dentes era cheio de pelos. O mau cheiro era insuportavel. a coitadinha até se escondia, parecia perceber suas condições. varios medicamentos errados, até corticoide ela tomou e claro piorou e muito. Achei que não teria mais dinheiro, para continuar tentando. Mas por sorte, depois de muitas tentativas, minha veterinaria voltou de licença maternidade e a ivermectina, mesmo contraditóriamente foi ministrada, foram por 90 dias (via oral). Complementei com boa alimentação, omega 3 e muito, muito amor. Só eu sei o quanto era dificil deixa la dormir na minha cama, naquelas condições. Banhos eram diarios para amenizar, mas nada resolvia. Hj ela esta otima, um mimo só. Os pelos cresceram. Chora por tudo rsrsrs pede colo o tempo todo, tudo por conta da manha que dei a ela. Mas procure um bom veterinario, se estiver em SP posso te indicar a minha.
      Não desista , beijos e boa sorte

    22. zara disse:

      25 de junho de 2012 às 11:40

      peguei 01 cachorra da raça labrador na rua com sarna negra a 3 anos desde entao estou na luta com essa doença ja tentei de tudo coleira , advocte tudo que se imagima confesso que estou ficando cansada, fora que o invermectina a deixa triste. estava lendo o seu comentario e fiquei curiosa com a homeopatia quem sabe pode dar certo para a lady vc pode me dizer qual o remedio da homeopatia que posso dar para ela

    23. bia disse:

      17 de março de 2012 às 00:45

      POR FAVOR ME AJUDE…TEM UM CÃO NA MINHA RUA QUE ESTÁ COM SARNA E EU QUERO MUITO AJUDAR ELE,SÓ QUE EU TENHO 13 ANOS E NÃO TRABALHO ENTÃO NÃO TENHO DINHEIRO PARA LEVÁ-LO AO VETERINÁRIO(O QUE SERIA O IDEAL)TEM ALGUM REMÉDIO OU QUALQUER OUTRA COISA QUE EU POSSA FAZER POR ELE…ME RESPONDA O QUANTO ANTES.OBRIGADA.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        17 de março de 2012 às 11:04

        Bia, não tenho como sequer tentar te ajudar sem você falar em bairro, cidade e Estado mora. Não sou veterinária e mesmo que fosse, não dá para consultar e receitar assim, sem fotos, sem vídeos, sem NADA. Há mais de um tipo de sarna, há fungos que parecem sarna e por aí vai… Se você falar de onde é, posso tentar descobrir uma ONG ou alguém pra te ajudar.

    24. marcia disse:

      12 de março de 2012 às 17:42

      Ana, olha eu de novo, levo as pequenas em uma veterinária que confio muito, alias desde que ela olhou já identificou a SD e o mundo é tão pequeno que ela me ligou hj, dizendo que a york do seu irmão que foi comprada no mesmo lugar que as minhas tb está com SD. Fala se a dona deste canil vale alguma coisa??? beijos

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        12 de março de 2012 às 18:08

        Não vale NADA, mas engana muita gente… Daí a máxima de sempre, querida… NÃO COMPRE, ADOTE :) Beijo e boa sorte no processo e no tratamento.

    25. marcia disse:

      11 de março de 2012 às 21:09

      Oi Ana, tudo bem?

      escrevi errado o nome da vitamina, segue o site
      beijos e obrigada
      http://www.organnact.com.br/produto.php?cod=19&t=promun-dog

    26. marcia disse:

      5 de março de 2012 às 16:08

      Oi Ana, tudo bem?

      Minha pequena já apresenta grandes melhoras. As feridas já secaram, diminuiu também a perda de pelo. A coceira que ainda permanece, em menor intensidade, mas permanece. O veterinario passou uma vitamina para as duas chamada promuldog, vc conhece? Resovi pedir sua ajuda, já que a ivermectina que ela esta tomando ataca o figado, conforme vc me informou, não queria prejudica la ainda mais
      beijos e desde já obrigada

    27. marcia disse:

      28 de fevereiro de 2012 às 12:55

      Ana, pode usar tudo, se precisar de mais informações detalhamos. Só não poderei citar os infelizes devido a ação. beijos

    28. marcia disse:

      28 de fevereiro de 2012 às 11:37

      Bom dia Ana, Já li reli, mas ele foi tão taxativo, que embora eu não concordasse com tudo aquilo que elke estava me dizendo, fiquei com pulga atrás da orelha. Pior foi a dona do canil que estava presente e logo tirou o dela da reta…Bom não tenho mais nada haver com isso, a cachorra pegou na grama. Quinta feira agora estarei pegando o laudo da minha vetereinária, bem como todas as notas de despesas e entrando com uma ação, contra o canil, que está procriando, e contra o pet que está revendendo. Neste momento o $$ não é o meu maior objeto, mas a responsabilidade. Em todos os momentos tanto canil, quanto pet, não estiveram do meu lado. Sequer ofereceram um banho ou uma tosa pra me confortar. Mas não tem problema não, minha pequena logo estará boa e com os devidos cuidados tenho fé que não manifestará de novo. E esse povo uma hora vai pagar, tenho certeza disso. Beijos e vou dando noticias

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        28 de fevereiro de 2012 às 12:39

        Dê notícias sim, acho que dá pra fazer um belo post com o teu caso. Deixas? Eu tiro nomes etc. Seja firme, vais ganhar. O que eles estão falando é pior do que dizer que Papai Noel existe, amiga… :P

    29. marcia disse:

      28 de fevereiro de 2012 às 00:40

      Querida Ana, mais uma vez vim recorrer a seu blog, como ja contei, virou meu livro de cabeceira. Hj lilica foi ao veterinario do canil, confirmar a SD e acredite ele confirmou a sarna dermodecica OHH…visivel e notoria. Porém, disse que a mesma foi adquirida em grama, passeando ao ar livre. Questionei o diagnotico, mas ele me disse que trata da SD há 15 anos. Conversei com 2 veterinarias, que me disseram ser ridiculo o que ele me falou. Como pretendo entrar com uma ação, já que o canil foi eximido de qualquer responsabilidade, já que minha cachorrinha foi contaminada na rua, vc já ouviu falar na possibilidade de existir essa forma de contaminação? Pois de tudo que me informei e pesquisei, a unica possibilidade é a genetica. Aguardo seu retorno e desde já meu muito obrigada, a briga está apenas começando. beijos

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        28 de fevereiro de 2012 às 09:45

        MEU DEUS, ESSE CARA TEM DIPLOMA MESMO? Veja isso também, ok? Deve ser mentira que é veterinário. A sarna demodécica é provocada pelo ÁCARO demodex canis e a única divergência que existe entre os veterinários é se ela existe na pele de TODOS os cães ou se é transmitida pela mãe no parto/amamentação. Tem veterinário (a minoria) que defende que todo cachorro tem e que alguns apresentam as crises e a GRANDE MAIORIA dos veterinários defende que ela é transmitida pela mãe. Ela sequer passa de animal pra animal (sem ser da mãe para os filhotes), quem dirá pela GRAMA. Essa foi de MATAR, serei obrigada a postar no Facebook. Jesus!
        É TOTALMENTE RESPONSABILIDADE do canil esse absurdo de cruzar animais com demodécica. É ganância, é sujeira PURA!

        Vc já leu os outros posts sobre a doença aqui no blog? http://www.maedecachorro.com.br/category/sarna-demodecica

        Beijo e boa sorte!

    30. marcia disse:

      25 de fevereiro de 2012 às 20:03

      Pois é Ana, o mundo do lucro. E minha maior preocupação é que comprei 2 yorks, da mesma ninhada. (pelo menos me venderam dizendo isso) e pelo que pude ler, a outra tb tem grande chance de desenvolver. Mas ela aparentemente já é mais forte do que a Lilica que possui a SD. E esqueci de te contar outra, erraram a castração dela( já comprei ela castrada) e a coitadinha quando dorme faz xixi na cama. Conclusão: Comprei 2 cachorras em um pet conceituado na regiao do Ipriranga em SP, gastei 5 mil reais pelas duas. Com pedigree (uma beleza o pedigree…bisavó sarnenta, avó sarnenta, mãe sarnenta). Levei no castrador ou açougueiro como acho melhor relatar, pois o lugar era imundo, e o mesmo me informou, atenção no comentario. QUE PESQUISOU NO GOOGLE, casos como o dela e que não via erro algum. Para pesquisar no google eu mesma pesquisava e então minha cachorra além de sarnenta deve ser preguiçosa e gosta de fazer xixi na cama!!! Lamentavel. Segunda feira agora dia 27/02 estarei levando a Lilica no vet do canil, para confirmação do diagnostico. Não só quero meu dinheiro de volta, bem como todas as despesas pagas, incluindo diversas consultas e biopsias, além de varios medicamentos. Em breve volto para dar noticias e espero que boas. E vc acha que a irmazinha ainda irá manifestar a doença? Uma vez que é da mesma ninhada? Beijos e postei no seu face uma fotinhos das minhas bebes.

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        26 de fevereiro de 2012 às 09:54

        Querida, esse povo vive de MENTIRA E EXPLORAÇÃO DE VIDAS. Elas podem nem ser da mesma ninhada. Mas como te falei, uma pode ter a imunidade melhor do que a outra e nunca desenvolver a demodécica. Agora olha que f.! Com 5 mil reais você poderia pagar a castração de VÁRIOS peludos e ajudar o mundo a ter menos animais sofrendo… Isso sem contar o resto da grana que você está gastando. Então, querida, te peço a, a partir de agora, trabalhar sempre e somente com a possibilidade da ADOÇÃO! Pra não dar dinheiro pra essa GENTE LIXO, pra não ajudar a fomentar o comércio de vidas, que tanto explora essas criaturinhas divinas, pra dares o bom exemplo a outras pessoas, pra salvares vidas! Espero que você conte isso tudo pra MUITA gente, educando mais e mais pessoas sobre o absurdo do comércio de animais. Isso que vc está passando é BANAL e até “leve”. Beijo grande e já vi as fotos das duas lindas lá e comentei.

    31. marcia disse:

      25 de fevereiro de 2012 às 16:25

      Olha eu de novo, pensei ao menos em tira la da crise, hj já são 13 dias, percebi uma boa melhora, as feridas já estão bem mais secas, pararam de sangrar e o cheiro ruim, tb já dimuniu bastante. após acrise passarei para a homeopatia sim. Minha briga agora é com o canil. Pois paguei 2500 reais por ela e quando os informei do diagnostico, me ofereceram a troca, como se ela fosse um saco de arroz. me recusei a troca la e agora estao solicitando uma nova biopsia que eu não vou deixar fazer. a bichinha já foi judiada demais. e tudo isso poderia ter sido evitado se o canil não tivesse dado cria nessa mãe. Mas devolve la, troca la? jamais Obrigada por me ouvir

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        25 de fevereiro de 2012 às 19:06

        Bem-vinda à realidade dos EXPLORADORES de animais… É por isso que insistimos tanto: NÃO COMPRE, ADOTE, sabe? Só semana passada me ofereceram DUAS yorkshires puras e filhotes, com pedigree e tudo. Uma em Floripa, outra em Sampa. Uma delas havia sido comprada há apenas duas semanas! Beijo.

    32. marcia disse:

      20 de fevereiro de 2012 às 14:25

      Minha bebezinha york shire tem 6 meses, há 2 investigamos o que poderia ser e só agora depois da biopsia dfescobrimos a sarna negra. Esta sendo medicada com ivermectina 1,2 e o shampo peroxsyn.hj conmpleta 8 dia e a minha bichinha só piora. Minha veterinaria que confio muito, me pediu paciencia, 20 dia para observarmos melhora, 30 dias boa melhora e 60 dias fora da crise. E enquanto isso me desespero, pois as feridas já estao sangrando

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        21 de fevereiro de 2012 às 19:44

        Márcia… O que posso te dizer é que minhas melhores experiências com as doenças foram os tratamentos naturais, com homeopatia e reforço de imunidade… Não tens como mudar de veterinário? Ivermectina ferra o fígado…

    33. Anonymous disse:

      2 de agosto de 2011 às 17:32

      Infelizmente tenho um cachorro da raça Fila Brasileiro de 4 anos que esta lutando contra esse monstro, estamos tentando de tudo, peço que se souberem de algum tratamento alternativo, por favor me avisem, estamos muito preocupados pois não estamos notando muitas melhoras

    34. Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

      24 de abril de 2011 às 04:39

      Oi Géssica,
      leia os últimos comentários anteriores ao teu porque nele há dicas saudáveis, simples e baratas para você lidar com o problema e ajudar sua cadela!

      Abs., Ana.

    35. Anonymous disse:

      23 de abril de 2011 às 17:01

      Oi , :D ! minha cachorrinha infelizmente nasceu com essa sarna, um veterinario ja olhou, mais agora to sem dinheiro pra continuar o tratamento, eu dou uma ração otima para ela Royal Canin, ela é uma rottweiler linda *-*, mais a sarna esta ficando muito feia alguem pode de me ajudar estou desesperada. deixo meu email aqui
      [email protected]

    36. Ana Corina disse:

      7 de setembro de 2010 às 19:40

      Oi, Camila!
      Infelizmente você precisa fazer um raspado de pele para ter certeza se é sarna demodécica mesmo ou não, porque há outras doenças que podem ter sintomas parecidos ou até iguais, e toda auto-medicação é perigosa e é muito complicado fazer consultas à distância.
      Várias pessoas já me escreveram com problemas de saúde em seus cães e gatos, só que elas tinham um diagnóstico feito por um médico veterinário, então o que fiz foi botá-las em contato com veterinários que as pudessem ajudar e recomendar leituras, mas no caso da tua pastora, sem sequer ter certeza, fica difícil.

      Leia o post http://www.maedecachorro.com.br/2007/01/manu-e-o-monstro-da-sarna-demodcica.html e os comentários porque lá tem bastante material pra te dar uma ajuda, mas repito, procure um veterinário. Entendo que estejas com dificuldades, mas por favor dê um jeito, converse com o veterinário, peça desconto, parcelamento, o que for, mas não diagnostique e medique sua cadela por conta própria, ok?

      Boa sorte e te mandei mail, falamos por lá.

    37. Anonymous disse:

      6 de setembro de 2010 às 20:29

      eu estou precisando muito de ajuda com a minha cachorra pastor alemão, ela tem 8 anos e eu tenho praticamente certeza que ela está com a sarna demodecica, e num estado muito avançado… + não tenho condições de leva-lá a um veterinário… queria muito saber de algum tratamento pra ela…. faz muita dó em ver ela do jeito que ela está….peço muito a sua ajuda…se tiver como me responda pelo meu email
      obrigada

      Camila, Goiânia GO
      [email protected]

    38. si disse:

      16 de junho de 2010 às 23:31

      Fico EXTREMAMENTE FELIZ em saber do seu amor por esse bichinho.
      Muito lindo.
      O mundo seria bem melhor se todos tivessem respeitos pelo próximo e pelos nossos anjos de patas, esses amiguinhos que não exigem nada além de amor.
      Me indigno quando leio reportagens de maus tratos a animais.
      Continue com esse amor que você tem com os seus bichinhos.

      Aproveito a oportunidade para deixar um recado:
      Adotem nossos amiguinhos, tem muitos cachorros em abrigo e o pior abandonados.
      Todos os cachorros que tive até hoje foram adotados.
      Há 1 ano adotei a Janis, ela é o ser mais amado do mundo, minha filha querida.
      Além da Janis tenho a Dodó, a Fofinha e a Nathi.
      Essas são minhas filhas amadas.

      Simone Tischer
      Joinville, SC

    39. Camilli Chamone disse:

      16 de junho de 2010 às 19:30

      Que história linda!
      Me faz lembrar que "tempo" é mesmo uma questão de "prioridade"…

      Beijos

    40. Ms. Siebert disse:

      16 de junho de 2010 às 19:19

      Para quem tá me perguntando onde comprar as carnes, ossos, em Floripa eu compro no Bistek por 0,90 o kg. Mas em todo super tem, peças por osso do peito, osso pra cachorro, osso de porco, carcaça de galinha, pescoço de galinha, restos para feijoada, joelho de porco, tripas, pelancas, orelhas, rabos, pés de galinha… eca! eu nao como carne, mas descobri tudo isso pra eles… naturalmente eles caçariam e comeriam a presa crua inteira: pele, ossos, banhas, carne, etc!

      Custa em torno de 0,50 a 1 real o kg disso tudo! Muito mais barato e saudavel que bifinhos, comida em lata e biscoitinhos pra cães!

      Em açougues e mini mercados consigo de graça!

    41. Ms. Siebert disse:

      16 de junho de 2010 às 19:06

      Gente, os contatos da veterinária Carmen Cocca e do Cachorro Verde estão ali no post! É só clicar em cima do nome delas!! ;)

    42. Pati disse:

      16 de junho de 2010 às 17:56

      Gente, minha cachorra – uma sharpei de apenas 1 ano tem esse problema!
      Tens como me enviar endereços e contatos????
      abraços

    43. Miguel Eibel disse:

      16 de junho de 2010 às 17:44

      Boa tarde!
      Já tive um cão com sarna um poodle consegui curar mas faz muito tempo!
      Olha a indicação de um livro que eu estou lendo lá no meu blog!
      O livro é bom, poderia ser melhor mas mesmo assim divulguei!
      Tudo de bom e uma linda semana!

      http://migueleibel.blogspot.com

    44. Ms. Siebert disse:

      16 de junho de 2010 às 15:54

      Me emocionei lendo meu próprio depoimento e pensando em tudo que passamos pra chegar até dias tranquilos…

      Espero poder ajudar outros peludos – com menos pelos do que merecem – com esse post!

      Obrigada, Ana!

      Bjos

      • mel disse:

        22 de novembro de 2013 às 14:33

        Meu cao tem 2 anos .. se chama Lóóbo .. ele é um balaio( cruza de poodle toy com maltes ) ele tem sarna dermodecia e ja faz um ano que nao tem crise , tenho pensado em castra-lo , mas meu filho acha que é pura maldade minha .. ele quer que eu o ponha pra cruzar(ele tem uma namorada , mas é de pano rsss) que faço? me ajudem ..

        • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

          24 de novembro de 2013 às 23:36

          Mel, castrar o cão ajudará MUITO, pois ele não terá mais o estresse provocado pelos hormônios da reprodução. Machos sofrem muito, pois “todo dia é dia” pra eles, que sentem cheiro de fêmea no cio de longe. Ademais, tendo a doença ele NÃO deve ser cruzado.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados