• Receba os posts por e-mail:

    Sobre xixis e cocôs… Dicas para seu peludo usar o banheiro numa boa!

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 19 de março de 2010
    Como diria a minha sogra, “Deu no Yahoo” um artigo sobre como ensinar cães a urinar e defecar nos locais que desejamos. Vou meter o bedelho e fazer uns comentários em vermelho, ok?).

    Antes, algumas palavrinhas:

    Do livro “Puppies for Dummies” (algo como “Filhotes para Leigos”), retirei o seguinte esquema:

    Idade do Filhote x Nº de vezes em que ele “se alivia”

    De 6 a 14 semanas de vida = De 8 a 10 vezes ao dia
    De 14 a 20 semanas de vida = De 6 a 8 vezes ao dia
    De 20 a 30 semanas de vida = De 4 a 6 vezes ao dia
    De 30 semanas de vida até a fase adulta = De 3 a 4 vezes ao dia

    Vários de vocês já devem ter lido que não devemos limpar a urina e as fezes de nossos peludos na frente deles (mesmo que seja necessário trancá-los em outro cômodo), mas a coisa toda não parece fazer muito sentido, certo? E não devemos mesmo, mas somente nos locais em que eles não deveriam ter usado como banheiro!

    Pois bem, também li no “Puppies for Dummies” esta mesma informação, mas também a preciosa e simples dica de que devemos limpar a urina e as fezes de nossos peludos na frente deles nos locais onde desejamos que eles usem como banheiro!!! Passem a fazer isto e depois me contem! Tenho certeza de que ajudará muito, mesmo com animais já adultos.

    Outra coisa que dá resultado é manter sempre um jornal sujo com urina/fezes no meio dos jornais limpos porque não há nada melhor que seu próprio cheiro para atrair o cão para urinar de volta em um mesmo local, tanto que os produtos que utilizam enzimas para retirar estes cheiros são um dos maiores ‘parceiros’ de quem está ensinando um peludo a usar o ‘toalete’.

    Ensinando o cão a fazer as necessidades no lugar certo

    Todo novo morador precisa aprender as regras da casa, e uma delas é: humanos utilizam vasos sanitários, comadres e penicos, gatos têm suas caixinhas de areia e caninos ganham um canto no quintal ou área de serviço.

    Aqui vai um guia geral para ensinar o cão a fazer suas necessidades no lugar certo – o que não é difícil, embora possa exigir um pouco mais de tempo se ele for adulto e acabar de chegar de outra casa ou mesmo da rua.

    O lugar certo

    Primeira coisa: designar o local – ou locais, se a casa for grande – onde o peludo deverá se aliviar. De preferência, deve ser demarcado com jornal, tapetinho higiênico ou outra coisa que absorva o xixi, mas de tamanho adequado ao porte do peludo – e o mais longe possível do local onde ficarão os pratinhos de ração e água. Se for o caso, um trecho da grama do jardim também serve. Obviamente, não se esqueça de limpar o local ao menos uma vez por dia.

    O especialista em comportamento animal Alexandre Rossi lembra que o cão costuma fazer cocô e xixi em três momentos: logo que acorda (sozinho ou despertado por outros), logo após comer e logo antes de descansar; e os primeiros sinais que o cão dá quando quer se aliviar são ficar cheirando os cantos, afastar-se, rodopiar e abrir levemente as patas. [Só lembrando que filhotes urinam e defecam várias vezes ao dia e vão diminuindo a frequência conforme crescem. A bexiga é um dos últimos órgãos a 'amadurecer' e um filhote só consegue segurar o xixi após os cinco meses de idade. Na verdade, filhotes também urinam/defecam após: acordar das mil sonecas que tiram ao longo do dia e logo após brincar. Nos primeiros dias é chato, a gente tem que ficar de olho neles realmente o tempo inteiro, mas logo eles aprendem e, na verdade, em algumas outras fases mais pra frente - na adolescência, por exemplo - podem 'esquecer' o que já sabiam. A palavra de ordem é paciência]

    Se você perceber algum destes sinais, pegue o filhotinho no colo e leve-o ao “banheirinho” dele. Não o deixe sozinho lá, espere até ele fazer as necessidades e então recompense-o com carinho e um petisco – assim ele aprenderá que se fizer cocô e xixi no lugar certo ele receberá algo de que gosta, ou seja, um prêmio [Só não exagerem, porque o Sushi quando era filhote, por exemplo, passou a trazer o cocô para as visitas porque achava que eles eram lindos... Parei de elogiá-lo tanto e hábito de trazer o 'cocô presente' sumiu logo após].

    Não tente apressar a natureza dando o petisco ao cão antes de ele terminar – afinal de contas, quem é que gosta de ser perturbado quando está concentrado no banheiro? Se após algum tempo – não tanto tempo assim, apenas cerca de dois minutos – o cão não tiver feito nada, não force: leve-o para longe do banheirinho e espere mais um pouco ou até o cão der sinais de que deseja se aliviar.

    Nem pense em deixar o cão sozinho ou repreendê-lo no banheiro, para evitar que ele associe o local a coisas desagradáveis como solidão ou broncas e não queira mais voltar para lá. Não nos esqueçamos de que os cães pensam em termos de associar atividades a prazer ou desprazer. Ao se sentirem aliviados após fazer cocô e xixi, alguns peludos poderão associar o banheirinho a conforto e prazer e usá-lo como caminha. Para evitar isso, limite a motivação ao petisco, sem trazer um monte de brinquedos – o que funciona com crianças humanas, mas não com caninas.

    O lugar errado

    Imediatamente após o cão ameaçar fazer cocô ou xixi onde não deve, pegue-o no colo e leve-o ao banheiro e recompense-o logo que ele se aliviar. Procure estar atento para puni-lo imediatamente após ele usar algum local menos apropriado [Sinceramente, não gosto dessa coisa de 'punição'. Se flagrar o peludo fazendo suas necessidades em local errado, acho mais interessante bater palmas ou fazer um barulho para chamar sua atenção para então levá-lo ao local correto e recompensá-lo em seguida].

    Note que eu disse e repeti “imediatamente”, para o peludo entender a relação entre erro e castigo. O ideal é preferir recompensar o canino quando ele acertar a castigá-lo quando errar – e o dono só deve castigá-lo quando tiver absoluta certeza de que o bicho está maduro o suficiente para entender.

    O castigo deve ser adequado, limitado a um “não!” ou algum som desagradável para o cão, deixando claro que você, líder da “matilha”, não gostou do que ele fez.

    Espero que tenha acabado de vez o costume, tão popular em outras eras, de se esfregar o focinho do bicho no que ele acabou de fazer.

    Continue a ler a matéria do Ayrton clicando aqui.

    A Sandra, adestradora da Lord Cão e ‘pessoa boa’, comentou a matéria e acho legal adicionar aqui:

    - Sobre o caso de manter um jornal sujo com xixi no banheiro, ajuda se o xixi for “emprestado” de um cão do sexo oposto.

    - Sobre banheiros: não gosto quando tem mais de um, mesmo se a casa for grande.

    - Eu substituiria o “logo antes de descansar” por “logo após se exercitar/brincar”.

    - Acho 2 minutos pouco tempo para esperar, principalmente no caso de um filhote, que se distrái facilmente. Sugiro uns 5 ou 10 minutos.

    - Esse negócio de pegar no colo pode funcionar com um poodle, mas tente fazer isso com um lindo filhotinho de São Bernardo. Além disso, é importante que o cachorro aprenda o caminho até o banheiro, portanto coleira e guia podem ser mais úteis.

    - Acho errado querer que os cães segurem as necessidades por 8 horas. Eles são capazes, mas isso prejudica os rins. Os cães adultos de médio ou grande porte devem ir no banheiro de 3 a 4 vezes ao dia. Os de menor porte, de 5 a 6 vezes ao dia.

    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    22 Comentários:

    1. ISABELE CHAVES disse:

      7 de janeiro de 2014 às 18:35

      Olá meu nome é Isabele.
      Tenho uma Lhasa de 03 meses chamada Lana.
      Desde bem filhotinha ensinamos a usar o banheiro direitinho e ela aprendeu bem rápido.
      Já até ia pro lugar onde ia ganhar o petisco depois.
      Mas de uns tempos pra cá ela parece que desaprendeu!
      Faz em todo e qualquer lugar, se agente tiver em casa ou não, não importa.
      Ela fazia no tapetinho higiênico. Já tentamos jornal, pipi pode vs. pipi não pode. Já tentamos desinfetante especifico para retirar completamente o cheiro.
      Nada parece funcionar.
      Também acho que ela faz xixi demais.
      Ela faz numa hora, e dali um minuto já faz de novo.
      Não sabemos mais o que fazer!!
      E eu moro em apartamento então preciso que ela “reaprenda” logo!

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        8 de janeiro de 2014 às 14:27

        Isabele, por favor, faça um checkup, ela provavelmente está com cistite e das brabas! Não é questão dela ter desaprendido, aposto contigo que ela está doente!

    2. Fabi Oliveira disse:

      27 de novembro de 2013 às 20:27

      Boa noite, tenho um Spitz Alemão anão de 4 meses ele aprendeu a fazer xixi no lugar certo, porém de uns 2 dias pra ca ele não faz mais no lugar certo… é possível o cão esquecer oq aprendeu? Aguardo retorno estou desesperada sem saber o que fazer. … obrigada

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        27 de novembro de 2013 às 23:49

        Ele é MUITO filhote. Isso vai acontecer várias vezes até ele aprender definitivamente. Não podes ficar desesperada com algo TÃO comum na vida de quem tem cães: xixis fora do lugar. Use vinagre de álcool para limpar os locais onde ele está fazendo errado, castre-o a partir dos 6 meses, treine-o bem e relaxe. Faz parte da realidade de ter um cachorro conviver com surpresas desse tipo.

    3. Nayara Santos disse:

      22 de julho de 2013 às 19:16

      Olá eu adotei um poodle machinho e percebo que ele faz xixi toda hora de pouquinho em pouquinho.. e ele é criado dentro de casa e tenho muito trabalho c/ ele pois faz xixi em qualquer lugar.. ele tem 3 meses é normal essa “incontinencia” urinária dele ?

      • Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

        23 de julho de 2013 às 14:10

        Nayara, só um exame de urina para diagnosticar isso. Melhor procurar um veterinário. Caso ele tenha alguma infecção, água de coco ajuda horrores.

    4. Yumi disse:

      18 de dezembro de 2012 às 07:17

      Obrigada pelas dicas!

      A minha cachorrinha chegou ontem em casa (nós a adotamos).

      Ela entendeu que o jornal é um lugar para se sentar APÓS fazer xixi… bom, ela está no caminho certo e mais alguns dias ela fará certinho.

      Em um dia ela associou o xixi com o lugar de fazer as necessidades… só falta acertar a ordem…

    5. Márcia Cristina de Morais disse:

      31 de maio de 2012 às 14:16

      Oi tenho uma cachorrinha de 1 ano e seis meses, seria possível eu conseguir ensinar ela a fazer xixi e coco no pipi dolly´s…aguardo resposta!!!

    6. Fabiane disse:

      31 de janeiro de 2012 às 17:42

      Olá!! Tudo bem??

      Tenho uma Yorkshire de mais ou menos uns 10 anos… ela NUNCA faz xixi/cocô no lugar certo!! Já coloquei jornais no chão da área de serviço e levava ela lá, toda vez que via que ela queria “ir ao banheiro”… mas ela trancava e não fazia, de jeito nenhum!!!!Uma vez, até peguei um cocozinho dela e coloquei encima do jornal na área de serviço, para ver se ela associava, mas não adiantou!!!O que devo fazer???

      Abraços!!
      Obrigada!! ;)

      Fabiane.

    7. Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

      20 de setembro de 2011 às 03:49
    8. oliva disse:

      19 de setembro de 2011 às 16:11

      Oie levei no veterinario fou feito um raio x,mas não ou diagnosticado qual foi a causa ela esta tomando medicamento antiflamatorio e p dor e esta fazendo uma dieta para ela emagrecer,morro no bairro santa luzia chapeco-sc .
      obg Oliva

    9. Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

      19 de setembro de 2011 às 12:04

      Olivia, mas de que bairro/cidade/Estado vocês são? Esta cadela foi levada a um veterinário ortopedista e tem um diagnóstico?

    10. Oliva disse:

      19 de setembro de 2011 às 00:46

      OIe gostaria de pedir ajuda,adotei a cachorro do meu vizinho pois ele não tinha condiçoes de criar,e a cadela teve filhotes na minha caragem, e semana passada ela estava no canil e começou forçar.. e perdeu as forças na perna,poderam me ajudar a consegui uma cadeirinha ortopedica para ela??

    11. Ana Corina disse:

      24 de março de 2010 às 21:54

      Valeu pelos comentários, galera! Sandrinha, vou atualizar o post com as tuas dicas, obrigada e beijo!

    12. Sandra Régia disse:

      22 de março de 2010 às 09:02

      Ó eu! Demorei mais cheguei!

      - Sobre o caso de manter um jornal sujo com xixi no banheiro, ajuda se o xixi for "emprestado" de um cão do sexo oposto.

      - Sobre banheiros: não gosto quando tem mais de um, mesmo se a casa for grande.

      - Eu substituiria o "logo antes de descansar" por "logo após se exercitar/brincar".

      - Acho 2 minutos pouco tempo para esperar, principalmente no caso de um filhote, que se distrái facilmente. Sugiro uns 5 ou 10 minutos.

      - Esse negócio de pegar no colo pode funcionar com um poodle, mas tente fazer isso com um lindo filhotinho de São Bernardo. Além disso, é importante que o cachorro aprenda o caminho até o banheiro, portanto coleira e guia podem ser mais úteis.

      - Acho errado querer que os cães segurem as necessidades por 8 horas. Eles são capazes, mas isso prejudica os rins. Os cães adultos de médio ou grande porte devem ir no banheiro de 3 a 4 vezes ao dia. Os de menor porte, de 5 a 6 vezes ao dia.

    13. Marina disse:

      21 de março de 2010 às 15:10

      a punição aqui em casa é castigo no banheiro! funciona inclusive com os coelhos, o mais velho só escuta a palavra castigo e já pára de aprontar na hora rs

    14. Izabel Aarão disse:

      19 de março de 2010 às 12:22

      O meu poodle, Tob, mesmo com 9 anos, largou o jornal e só faz na rua (porque mudamos de apartamento para casa). Claro que com treino eles ficam mais educadinhos, mas prender xixi é uma dó. Nós temos um quintal atrás da casa e ele sai quantas vezes desejar, quando não temos tempo para caminhar. Educar sim, reprimir nunca. Beijos…

    15. Ana Corina disse:

      19 de março de 2010 às 12:00

      MUITO bem lembrado, Lúcia! E obrigada por comentar!
      O Sushi e o Shoyo foram educados para fazer as necessidades na rua e no jornal (ou no Pipi Dolly's) e nunca desaprenderam, o que sempre foi muito bom pra mim, pq não precisava ficar na paranoia de descer mesmo debaixo de chuva forte, por exemplo (isso quando morávamos em apto.)

      Essa coisa prender o xixi faz mal pra todo mundo, até pra gente.

      Beijo!

    16. Lúcia disse:

      19 de março de 2010 às 11:18

      Oiiii!
      Tem tempo que não comento, mas tenho lido sempre o blog.
      Queria acrescentar que por mais que o cachorro aprenda a fazer as necessidades na rua, nunca se deve tirar o jornal ou o "espaço do xixi" de dentro de casa. Minha vet disse que cães adultos bem ensinados para fazer tudo na rua ficam segurando o xixi até sairem (mais até do que o limite saudável do corpo) e isso pode gerar uma série de problemas renais, infecção urinária, etc. Mesmo que você se disponibilize a sair sempre com o cão, pode ter dias em que se tenha uma emergência para resolver, ou que a rua esteja alagada (o que tem acontecido bastante), etc. NÂO é saudável!

      Uma época levamos uma cadela de rua pra casa (tratamos, castramos e conseguimos uma família para ficar com ela). A Preta não aprendeu de jeito nenhum a usar o jornal, pois as pessoas que "cuidavam" dela na rua deixavam sempre um jornal pra ela dormir em cima e não passar frio. O pior é que ela queria deitar no jornal lá de casa, mesmo sujo pelo nosso cão. Foram semanas delicadas. Durante esse tempo, atenção redobrada e ninguém usando jornal lá em casa pra evitar a nojeira.

      Minha experiência com o aprendizado do Boomer tá todo aqui:
      http://boomerschnauzer.blogspot.com/2008/10/xixi.html

      Foi um processo demorado e angustiante, mas definitivo e feito com muito amor.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados