• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Dieta especial para peludos acima do peso ideal

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 8 de março de 2010

    Encontrar textos perfeitos sobre assuntos que gostaria de trazer pra vocês é algo que me facilita a vida incrivelmente…

    Direto do Cachorro Verde, aqui vai um pedaço de um destes textos sensacionais que fazem a minha alegria, principalmente quando estou caindo de sono, cheia de coisas pra fazer e de e-mails pra responder e preciso programar um post pra entrar no dia seguinte… 😉
    O assunto? Novamente a saúde de nossos peludos, que pode ser diminuída ou aumentada de acordo com o tamanho da cinturinha dos fofos… Ou seria dos gordinhos?

    A obesidade canina já é a doença nutricional mais freqüente nos países desenvolvidos, com uma prevalência na faixa de até 44%. Mesmo no Brasil, em capitais como São Paulo, o índice de cães gordinhos é alarmante.

    (…)

    Aliás, é curioso que em relação ao ser humano todo mundo reconheça que manter o peso ideal não é apenas uma questão de estética, mas de saúde. Paradoxalmente, permitimos que nossos cães engordem, mesmo sabendo que assim eles estão sujeitos às mesmas doenças dos humanos gordinhos: diabetes, artroses, etc.

    Se você tem um cachorro que está acima do peso, não encare esse artigo como um puxão de orelha. E sim como uma oportunidade de reconhecer e encarar esse problema de frente, de entender os motivos que levaram seu amigo a engordar e, finalmente, de fazer algo a respeito. Os animais de estimação têm uma grande vantagem: eles não sabem abrir a geladeira.

    Em outras palavras: é muito mais fácil fazer um cão gordo atingir o peso ideal do que fazer o mesmo com um ser humano. Motivos que levam as pessoas a engordar, como estresse profissional, frustrações pessoais, TPM, ansiedade, baixa auto-estima, não valem para os cães. Tire proveito disso! Você tem total controle sobre a dieta e sobre o peso de seu amigo peludo. Exercitar esse controle é mais simples do que parece. Basta instituir uma dieta caseira adequada para perda de peso e corrigir alguns maus hábitos. E pode confiar: seu cachorro não vai deixar de te amar por isso.

    Pelo contrário: ele vai te amar por mais tempo, já que está comprovada a relação entre peso ideal e longevidade.

    Para ler o post inteiro no Cachorro Verde, clique aqui, e pra você se convencer mais um pouco da necessidade de dar bastante atenção à alimentação de seu filho de patas, mais um trecho do texto:

    Malefícios causados pela obesidade

    Filhotes:

    – Filhotes de raças grandes e gigantes que crescem obesos têm muito mais risco de desenvolverem doenças osteoarticulares, como a displasia coxofemoral exacerbada;

    – Cadelas filhotes obesas têm 1.5 vezes mais risco de se tornarem adultas obesas.

    Adultos e idosos obesos:

    – Vivem em média 2 anos a menos, conforme mostrou um estudo com Labradores;

    – Apresentam maior incidência de cardiopatias;

    – Desenvolvem diabetes por resistência à insulina;

    – Apresentam intolerância ao exercício físico;

    – Sofrem mais com doenças osteoarticulares;

    – Podem apresentar dificuldade respiratória;

    – Têm a imunidade mais baixa;

    – Estão mais predispostos a hiperlipidemia (gordura em excesso no sangue);

    – Enfrentam mais dificuldades para emprenhar, gestar e parir;

    – Têm mais tendência a desenvolver tumores mamários;

    – Estão mais sujeitos à malasseziose e outras afecções dermatológicas;

    – Correm mais riscos anestésicos;

    – Tornam difícil a realização de exames exploratórios, como radiografia, palpação e auscultação;

    – Têm mais chance de romper o ligamento cruzado;

    – Freqüentemente apresentam infiltração gordurosa no fígado;

    – Correm mais risco de sofrer uma pancreatite hemorrágica aguda;

    – São mais propensos à hipertermia em dias quentes;

    – Têm maior tendência à formação de cálculos urinários de oxalato de cálcio;

    – São mais predispostos (no caso de fêmeas) à incontinência urinária;

    – Apresentam maior incidência de infecções urinárias;

    – Formam mais calos de apoio.

    Vantagens de se ter um cão no peso ideal

    – Saúde e a vontade de viver do cão, que se torna mais disposto e bem-humorado;

    – Poupar dinheiro com comida em excesso;

    – Poupar sofrimento com tratamentos, medicamentos e cirurgias;

    – Poupar dinheiro com tratamentos, medicamentos e alimentos especiais;

    – Beleza: o cão no peso ideal é muito mais elegante, atlético e vigoroso;

    – Reprodução: cadelas no peso ideal apresentam melhor índice de fecundidade, requerem menos cesáreas, produzem um maior número de filhotes e cuidam deles com mais energia;

    – Passar a cuidar melhor da sua saúde, já que esse assunto convida a refletir sobre alimentação saudável em geral e exige que você passeie com o cão;

    – Menos fezes para limpar, uma vez que o cão está se alimentando menos e melhor;

    – Não levar puxão de orelha do veterinário em função do cão estar gordinho;

    – Maior eficiência de cães de guarda e de alarme, mais ágeis e ativos;

    – O cão fica apto a participar de várias atividades bacanas, como agility, flyball, freestyle, trilhas, rafting e muitas outras!

    Categoria: Alimentação, Diabetes, Obesidade, Saúde
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    2 Comentários:

    1. Ana Corina disse:

      24 de março de 2010 às 22:23

      Obrigada, Lolinha! E feliz Todo Dia pra sua mamãe Gigi, né? Não sou mto fã da data, mas agradeço a lembrança. Lambeijocas!

    2. Gigi disse:

      8 de março de 2010 às 16:21

      Passando para desejar um ótimo Dia das Mulheres para você que é lutadora e cheia de fibras…
      Continue assim…você é especial!!!

      Lambibeijinhos

      LOLA

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados