• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Listas de veterinários

  • Receba os posts por e-mail:

    Não existem raças perigosas! E viva a Itália! Yupi!

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 5 de março de 2009

    Direto do blog do Ale’Italia pro Mãe de Cachorro:

    A vice-ministra da Saúde da Itália, Francesca Martini, anunciou a entrada em vigor para o próximo mês de abril de um novo decreto contra agressões de cães. “Este é um dia histórico para as atividades do Ministério sobre a relação homem e animal. Um trabalho extraordinário dentro do quadro europeu”, ressaltou a vice-ministra.
    O decreto possui sete artigos para substituir a lista negra de raças perigosas, que foi abolida. Em seu lugar entram a responsabilidade penal e civil dos donos de cães, a proibição do adestramento à agressividade, do doping e das intervenções cirúrgicas destinadas a modificar a estética do cachorro ou a fins que não sejam de saúde.
    O decreto também obriga os donos de cães a terem sempre consigo instrumentos adequados para recolher as fezes do animal dentro do perímetro urbano. Além disso, alguns veterinários ficaram responsáveis por organizar um registro de cães altamente perigosos.
    Para estes animais, será obrigatório o uso tanto da coleira quanto da focinheira. Segundo Martini, os métodos adotados nos decretos anteriores “não tinham fundamento científico”.

    “Não existem raças perigosas. O decreto anterior, que listava 17 raças (perigosas), não produziu nenhum resultado, porque a lei não incidia sobre a responsabilidade dos donos, tanto que as agressões não diminuíram, pelo contrário, tornaram-se constantes”
    , afirmou a vice-ministra. “Com esse decreto histórico superamos a lista negra, que não servia para nada, e melhoramos a segurança dos cidadãos”, concluiu Martini.

    [e um vídeozinho de uma das ‘feras’ mais temidas]

    Categoria: Guarda responsável, Leis, Notícias
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    17 Comentários:

    1. Obsecão disse:

      30 de junho de 2009 às 16:03
    2. Obsecão disse:

      30 de junho de 2009 às 16:01

      Oi Ana, li um artigo agora sobre pit bull na Lord Cão e lembrei dessa tua coluna (que eu adorei e uso como referência em alguns dos anúncios de grandôes no blog).

      O artigo é longo, mas é legal, é de um próprio criador da raça falando sobre a tal agressividade deles. Adorei essa parte:

      "Alguém (…) já viu um vídeo de rinha? Se viu, deve ter notado que ficam quatro sujeitos com a cara literalmente grudada nos cães brigando. E que de vez em quando, eles metem a mão nos cachorros para separá-los. Se este manuseio ocorre claramente durante o pico de excitação e agressividade do animal, responda-me: este cachorro pode ser mordedor de gente?".

      Outra: "Deixemos agora a hipocrisia de lado. O pit bull é agressivo e tenderá a brigar com outros cães, é verdade. Mas cabe ao dono deixá-lo brigar ou não. (…) Alguém já tentou criar um pointer junto com uma codorna? Um jack russell junto com um porquinho da índia? Um poodle standard junto com uma galinha? Esses cães são assassinos?"

      Abração,

      Priscila
      http://adotenaocompre.blogspot.com

    3. Ana Corina disse:

      6 de março de 2009 às 19:23

      Ainda bem que sempre há um Cachorro Paraguaio para ajudar uma Mãe de Cachorro, hahahaha!

      Pessoas queridas e maravilhosas que estão comigo na família Mãe de Cachorro: UM BEIJOOOO E OBRIGADA A TODOS POR TUDO!

    4. Cachorro Paraguaio disse:

      6 de março de 2009 às 18:49

      Só para complementar, entre as novidades que essa lei traz está ainda prevista a instituição de uma carteira que atesta que o proprietário frequentou um curso de formação organizado pelo município e Serviço Sanitário local, sendo facultativo para donos de cães em geral, mas obrigatório para os que tiveram o seu cachorro envolvidos em algum episódio de agressividade.

      E por último, a orientação de recolher as fezes dos cães finalmente se tornou uma lei!!!!!

      No site http://www.corriere.it se encontra o texto integral da lei em italiano.
      Tem um resumo em português escrito em 02 de fevereiro em:

      http://cachorroparaguaio.com/?s=distinzioni

    5. Cachorro Paraguaio disse:

      6 de março de 2009 às 18:37

      Esse hábito de responsabilizar os cães com características de guarda por atitudes agressivas é absolutamente sem fundamento.
      O grande problema é que muuuitas vezes esses cães acabam caindo nas mãos de pessoas absolutamente irresponsáveis que não tem nem comportamento e valores adequados para ter um cão. Cachorros que são criados de forma responsável e equilibrada, que contam com adestramento, não irão atacar ninguém de forma gratuita. Essa mania de delegar a responsabilidade que são dos humanos aos cães é uma maneira IRRESPONSÁVEL de lidar com o problema da falta de capacidade dos HOMENS em viverem relações equilibradas e responsáveis inclusive com os cachorros.

    6. Anonymous disse:

      6 de março de 2009 às 13:52

      Olha Daniel, com todo respeito, acho q vc deveria pesquisar sobre o assunto antes de emitir opinião tão forte.
      Vc só vê o que a “mídia SUJA que só quer saber de VENDER e de GANHAR IBOPE” mostra (como a Ana Corina muito bem definiu). Ou vc acha que se mostrassem no telejornal um ataque de cão daschund (a raça com mais casos de mordedura) alguém iria se impressionar? (aí é q esta o X da questão: não é só a mídia q é suja e vendida, o povo também o é!)
      Um humano frustrado, cheio de vícios, violento, mau humorado (nada raro hoje em dia) transmitirá toda esta carga pesada aos seus animais e isso refletirá no comportamento de um pinscher ou de um doberman. O humano é sempre o culpado!
      Não sei se vc realmente se interessa pelo assunto ou só quer criar polêmica, mas deveria ler mais, aqui mesmo no blog, que é super rico em informações sobre comportamento animal.

      Ana, tudo que vc disse é perfeito! A notícia da Italia então melhor ainda! O Brasil precisa segir os passos do primeiro mundo (em vários aspectos…) Meu sonho seria q a Drica e os meus felinos convivessem como os fofos do vídeo 🙂 Mas… fazer o q né!

      Livia

    7. Anonymous disse:

      6 de março de 2009 às 11:35

      “Os animais não são nada”. Os humanos são menos ainda…

      O vídeo é lindo. Quanto à lei, o Brasil deveria seguir o exemplo. Chega dos cães pagarem pela ignorância e estupidez do homem.

      E tem mais…
      Os homens têm muuuuuito a aprender com os cães.

      Um abraço Ana, nós sabemos que você entende do que fala.

      Cris

    8. Guiga disse:

      6 de março de 2009 às 06:32

      “Mas A CULPA É SEMPRE DOS HUMANOS, sempre. Nem que seja por ter desenvolvido as raças com as características que têm.”

      Isso encerra qualquer discussão! Ponto final! Tchau! Apaga a luz!

    9. Ana Corina disse:

      6 de março de 2009 às 00:58

      Daniel, você tem uma linha de raciocínio clara, só está esquecendo uma coisa: da mesma maneira que diz “Os animais não são nada. Nem bons, nem maus por natureza.”, esquece justamente por isso o que devemos defender é a POSSE RESPONSÁVEL dos mesmos e NÃO O EXTERMÍNIO e o preconceito.
      CLARO que cães mordem por motivos VÁRIOS. Ainda ontem estava conversando com uma amiga que quer adotar um cão de guarda e disse para ela “Olha, eu NÃO teria um pitbull simplesmente porque a potência da mordida é muito grande. Se der zebra e ele morder alguém, a coisa pode ficar feia.” e contei a ela que semana passada mesmo, meu Sushi, um york, me mordeu porque pisei em cima dele. Eu nem vi que ele estava GRUDADO em mim, só senti a mordida e ouvi o ganido dele e nem sei dizer o que ele fez primeiro, chorar ou morder.
      O X da questão aqui é:
      RESPONSABILIDADE HUMANA, SEMPRE!
      Acho que cães de porte grande, seja qual for a raça, até mesmo os sem raça definida, deveriam ter rígidos critérios de venda e de adoção também. Mas A CULPA É SEMPRE DOS HUMANOS, sempre. Nem que seja por ter desenvolvido as raças com as características que têm.

    10. marina disse:

      5 de março de 2009 às 22:13

      adorei o video! aqui em casa as cachorras são assim com o periquito e a calopsita,vivem juntos

    11. Anonymous disse:

      5 de março de 2009 às 22:06

      Acho um exagero dizer que os animais não são perigosos. É claro que são. Por n motivos um pitbull pode lhe atacar. É impossível saber as infinitas coisas que perturbam um animal. E se ele atacar de repente? Achar que somente em caso de adestramentos para brigas e outros tratamentos cruéis com animais é que eles se tornam bravos assim acho ingenuidade. No mínimo desconhecimento dos animais. Achar que os animais são “dóceis” por natureza. Os animais não são nada. Nem bons, nem maus por natureza. Eles simplesmente agem de acordo com certos impulsos. Por exemplo, por uma questão cheiro um animal pode te atacar. Ou veja o caso de cachorros que correm atrás de rodas. A roda estava perturbando o animal?! O animal é dócil e a roda é má?! Não faz sentido.

      Daniel

    12. Obsecão disse:

      5 de março de 2009 às 21:27

      Oi Ana

      Muito boa a notícia, o legal é ver essa evolução da raça humana no julgamento dos bichanos.

      Adorei a matéria e o vídeo. Se me permites, acho legal passar essa informação nos posts dos pitts que estão para adoção – são tantos, falta colocar vários no blog – educando as pessoas. Para cada registro daqui http://adotenaocompre.blogspot.com/search/label/pit%20bull, coloquei um link prá tua matéria. Qualquer coisa, é só avisar, ok?

      Beijos!

    13. Ana Corina disse:

      5 de março de 2009 às 19:51

      Olha, Daniel,
      quem botou o vídeo na postagem foi eu, ele não tem nenhuma ligação com a notícia que retirei do blog Ale’Itália.
      Não são os pitbulls que são monstros e sim os IGNORANTES E CRIMINOSOS que os deixam agressivos.
      Você não deve ter lido direito, mas o que está sendo dito é que CULPAR OS CÃES NÃO RESOLVE nada, o que adianta é PUNIR OS HUMANOS que não praticam a posse responsável. Os IDIOTAS QUE ADESTRAM CÃES PARA RINHA E PARA SEREM MÁQUINAS DE MATAR e também todos os outros que DESEDUCAM POR NÃO ENTENDEREM NADA DE CACHORROS, e com isso mimam, não dão controle ou limites, IGUALZINHO A TANTO PAI E MÃE POR AÍ QUE SÓ SABE BOTAR FILHO NO MUNDO, MAS EDUCAR E FORMAR UM CIDADÃO, PORCARIA NENHUMA!
      O vídeo é BOBO mesmo, como BOBOS E DÓCEIS são os cães a quem chamam de feras. Eu mesma tenha uma cadela de “raça violenta” e ela está mais para um bezerro que para um assassino. Mas foi adestrada para OBEDIÊNCIA e tem seus limites de animal respeitados.

      A decisão da Itália é MARAVILHOSA e você, se está aqui no Mãe de Cachorro por gostar de animais, deveria comemorar e não criticar e GENERALIZAR alimentando um PRECONCEITO ESTÚPIDO e vendido por uma mídia SUJA que só quer saber de VENDER e de GANHAR IBOPE e por isso só divulga casos de ataques de animais, sem deixar bem claro que aqueles CÃES FORAM LEVADOS A FICAR VIOLENTOS e HÁ UM HUMANO POR TRÁS DELES.

      • CRISTINA disse:

        5 de julho de 2013 às 11:20

        NÃO PERCA TEMPO RESPONDENDO ESTAS COISAS ANA. NEM VALE A PENA EXPLICAR DETERMINADAS COISAS PARA ESTA GENTE IGNORANTE

    14. Anonymous disse:

      5 de março de 2009 às 19:36

      Com um vídeo de alguns minutinhos querem provar que um pitbull não é perigoso? Isso só pode ser piada. E ainda reclamam acima sobre “fundamento científico” da antiga lei e aí apelam para um vídeo bobo desses. E os diversos casos de ataques de pitbull?

      Daniel

      • CRISTINA disse:

        5 de julho de 2013 às 11:19

        PARTICULARMENTE, EU NÃO SEI QUAL PARTE DA FRASE: O CÃO É A IMAGEM DO SEU DONO. E SÓ FAZ EXATAMENTE O QUE LHE ENSINAM.
        PROCURE LER MAIS SOBRE O ASSUNTO ANTES DE COMENTAR UMA INSANIDADE DESTAS

    15. Erica Flos disse:

      5 de março de 2009 às 13:41

      Que coisa mais querida!!!! Coisa mais fofa do mundo!
      Tá aí pra provar que os bichos são almas puras.
      abraços

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados