• Instagram do Mãe de Cachorro

    Instagram
  • Receba os posts por e-mail:

    Tem cada veterinário por aí…

    Mãe de Cachorro - Ana Corina | 20 de dezembro de 2007
    Que, sinceramente… Só prendendo e cassando a licença…

    Os dois últimos casos: há um monstro no bairro Bela Vista aqui em Floripa que já matou vários animais por pura incompetência técnica, e ele, além de operar sem alvará, ainda mantém uma pet shop que quase matou uma cadelinha durante a tosa, deixando-a com feridas enormes, em pele viva, e ainda tiveram a cara de pau de oferecer à cliente dar uma outra cadela no lugar da dela!

    Outro: tenho um leitor muito querido que me escreve direto e que marcou a castração de seu cãozinho, de uma raça incomum aqui em Floripa, para começo de dezembro. E QUE “conselho” me dá o INFELIZ do veterinário a ele? Que não castre o animal, que é como um ‘rapaz de 20 anos’ e por que vai procurar uma cadela da mesma raça para cruzarem…
    CÉUS, santa ignorância! Isto numa cidade com MILHARES de animais abandonados e outros tantos vítimas de maus tratos.

    Abaixo, minha resposta ao rapaz, pai do cachorro, que depois de me contar tudo isso e que a ‘vizinhança’ não queria que ele castrasse seu cão, me perguntou “E agora, o que você me diz?”:

    “Eu digo:

    • esse veterinário pode ser competente, mas é totalmente ALIENADO com relação ao ENORME problema de animais abandonados e dos que sofrem maus-tratos mesmo tendo pessoas responsáveis por eles,
    • que o cachorro é teu e não da tua vizinhança, logo, é você quem decide e, se amanhã ou depois ele morrer atropelado por que fugiu para cruzar atrás de uma cadela de rua no cio, VOCÊ é quem sofrerá horrores com isso,
    • que o veterinário pode até achar uma fêmea igual ao seu cão agora AGORA, mas e depois? ele sente desejo TODO SANTO DIA em que sente o cheiro de uma fêmea no cio,
    • que se EU achasse uma fêmea também ensinaria à dona dela o quanto a castração será melhor para a cadelinha,
    • que CHEGA DE BOTAR animais indefesos no mundo,
    • que você não terá garantia nenhuma de que os filhos do seu cachorro terão a vida digna que merecem,
    • etc. etc. etc.

    Desculpa, amigo, mas você já conhece a minha opinião. E, para mim, não há NENHUM argumento que justifique você deixar de castrar um cão novo e saudável. Lembrando sempre que alguns exames antes da cirurgia são sempre necessários para ver a quantas anda a função renal dele.”

    Categoria: Castração, Pai de Cachorro, Veterinários
    Atenção!
    Plágio é crime federal previsto na Lei 9.610/98.
    Conheça a Licença de Uso do blog e saiba o que você pode fazer ou não com os posts do Mãe de Cachorro!

    9 Comentários:

    1. Mãe de Cachorro – Ana Corina disse:

      30 de junho de 2011 às 17:54

      Pedro Cavalcanti,
      A Cinomose tem cura, sim… Depende do estágio em que a doença está, mas é possível curar o animal. Ele pode até ficar com sequelas, mas fica vivo e bem. Sinto muito pelo sofrimento de vocês e, principalmente, pelo da pobre cadela.

      Anônima Lua1647,
      Acho que você precisa urgente de um advogado. Reúna provas e processe de volta, pedindo ainda mais dinheiro por calúnia, difamação e negligência no tratamento!
      Nossa, que ódio desse nojo de ser humano!

      Uma ótima sorte pra você!

    2. Anonymous disse:

      28 de junho de 2011 às 14:08

      me desculpe acabei de relatar o caso de brasilia e não deixei meu e mail lua1647@hotmail.com
      só pra constar estou precisando de pessoas que me compreendam

    3. Anonymous disse:

      28 de junho de 2011 às 14:06

      Gente preciso desabafar …
      Peço mil desculpas por não me identificar agora, mas poderei fazer isso em breve peço que entendam, narro os motivos a seguir:

      deixei meu cão a um hospital veterinário 24 horas em brasilia disse a veterinária que suspeitava de envenenemanento ela cuidou do meu cão com plazil( apara vomito) omeprazol (para estomago)e ranitidina (tambem para estomago) resultado óbvio o cão faleceu! depois disso tive uma discussão com ela e gritei falei que a culpa do meu cão ter morrido era dela como se trata um cão envenenado desse jeito mandei fazer laudo toxicologico que comprovou o erro dela que informou que ele estava com gastrointerite, em outro ocasião levei outro cão meu lá pedi para ser atendida por outra profissional me disseram que não podia comecei a gritar com eles na recepção que não queria a tal DOUTORA por que ela havia deixado um de meus Cães morrer sabem qual o resultado???? a tal DOUTORA ESTA ME PROCESSANDO por que se sentiu ofendida voces acreditam e eu que confiei meu filho a ela e ela deixou ele morrer!
      Agora a Doutora quer 28.000 por que esta ofendida por eu ter gritado com ela!

      peço desculpas mais uma vez por não indentificar nada ainda mas assim que houver ressolução do caso darei mais detalhes!
      desculpem meu desabafo .

    4. Maza disse:

      19 de janeiro de 2010 às 16:54

      Mercenarios, passam um tempo estudando p/ salvar, mais o que eles aprendem é como tirar nosso dinheiro atravez da comoção, raramente você vê um proficional com apego ao paciente.
      No final de dezembro um vizinho foi embora e abandonou uma cadela fila dentro do terreno sem aqua e comida, minha esposa e outra vizinha dava comida certo dia ela apareceu envenenada, arrombei o portão e levei ela p/ minha casa tretamos durante um mes, ela ficou com sequelas e comessou a ter convulções, era um sofrimento p/ ela e nos tinhamos que nos abracar com ela para protegela, as vezes estavamos dormindo quaqndo acordavamos pelo barulho e tinhamos que ir correndo para o socorro, o diagnostico da veterinaria foi SINOMOSE e não tem cura, teve que ser sacrificada e ate agora não consigo me conformar. Minha indignação é: como não tem cura? a quanto tempo existe essa doença? O que vocês VETERINARIOS aprendem? É castrar, fazer parto, curar bixeiras, ou seja coisas simples! A maioria está interessada no diploma isso me enojá. Procurem a cura p/ essa doença, pesquisem, estudem, fazer o que vocês fazem como veterinarios eu faço melhor como tecnico agricola.
      Pedro Cavalcanti.

    5. Ana Corina disse:

      22 de dezembro de 2007 às 22:59

      Estou amando esta discussão, então vou entrar nela também!

      Seguinte: quem lê o blog de cabo a rabo sabe que vivo alertando as pessoas para que tenham sempre um comportamento ativo ao lidarem com profissionais que tratam da saúde de nossos filhos peludos. Leiam, informem-se, procurem outras opiniões, façam TUDO, mas não aceitem um diagnóstico, nem muito menos um prognóstico (tratamento), como DEFINITIVO.

      Na boa, eu vou lá, escuto e tal, mas depois dou a minha estudada, afinal, é a vida e a saúde dos meus filhos em questão. E sou assim também com os MEUS médicos. Estou sempre ligada, sempre conversando, sempre de olho. Não podemos esquecer que estamos, o mundo inteiro, nas mãos das grandes empresas farmacêuticas, que querem nos empurrar goela abaixo remédios e mais remédios, produtos e mais produtos, soluções mágicas que no fim acabam causando outros problemas, para os quais as mesmas empresas têm a solução e por aí vai…

      O tempo de sermos ingênuos já passou, há décadas!
      Mas isto não quer dizer que devamos nos transformar em criaturas descrentes.
      Há, SIM, veterinários maravilhosos, tosadores idem, até mesmo alguns raros criadores.

      E estes profissionais estão, assim como os péssimos, por todos os lados, basta que os achemos.

      Não podemos desqualificar toda uma classe de profissionais por que tivemos experiências ruins com alguns, ou mesmo vários… E por isto é TÃO importante que tenhamos voz, espaços como este, para debatermos, trocarmos experiências positivas e negativas.

      Eu, HOJE, sinceramente, tenho mais consultórios e pets para NÃO RECOMENDAR do que o contrário, mas os profissionais que recomendo compensam todo o resto sem ética e sem nem mesmo a boa e velha ‘vergonha na cara’.

      O que me preocupa e entristece é justamente o número alto dos que encaram o comércio agro-veterinário como simplesmente um comércio mesmo, uma fonte de lucro. Mas é como falei antes, não sejamos ingênuos, há médicos, dentistas, enfermeiros, muito mais ordinários e salafrários ainda, soltos por aí, praticando uma medicina assassina.

      Vocês não viram o caso das próteses falsificadas? Eram vendidas próteses ortopédicas de material que enferrujava, muitas vezes DENTRO dos pacientes… E isso tudo com anuência de médicos, clínicas… Gente, estamos na terra do LEITE COM SODA CÁUSTICA…
      PRECISO DIZER MAIS?

      Grande beijoooooo!
      (Ah, deletei o comentário anterior – igual a este – pq achei alguns errinhos de português que só li depois que publiquei, na pressa).

    6. Patrícia disse:

      22 de dezembro de 2007 às 22:37

      Pois é, Ana Paula, você citou 2 ou 3 veterinários. E o resto? Tenho 3 amigos que também falaram a mesma coisa sobre veterinários de OUTRAS clínicas. Um deles ainda teve a audácia de não querer fazer uma cirurgia no cachorro dele pq faltaram 7 reais para completar o preço (o total era de 120 reais). O que aconteceu? O cachorro morreu no dia seguinte.

      Mas que maravilha, ótimo que você tem veterinários de confiança. Uma beleza! Que Deus abenções seus bichinhos, mas não vou mudar minha opinião em relação ao que penso (engraçado é que a veterinária onde mandei a minha gata, disse que concorda que os veterinários de Florianópolis são um lixo- ela nao disse nessas palavras, mas só pra ressltar).
      Feliz Nal pra você também!!!!!!!!!

    7. Ana Paula disse:

      21 de dezembro de 2007 às 23:26

      Gente, é claro que essas perdas são inestimáveis e que há veterinários incompetentes e dinheiristas. Mas sinceramente, Patty, acho que colocar todos os profissionais aqui de Florianópolis no mesmo saco é bastante indelicado da sua parte. Aqui mesmo no blog da Ana Corina ela fala de alguns veterinários que são excelentes profissionais e parceiros dos protetores. “Gentalha” é muito forte, Patty! E olha, não sou veterinária não, ok? Só achei que devia manifestar minha opinião para fazer justiça aos adoráveis profissionais que têm cuidado dos meus cães – drs. David e Carlos, da Duro de Roer, e dra. Patrícia, da Santa Esmeralda. Vamos pegar leve pra não cometer injustiças… só uma sugestão em clima de Natal. Aubraços

    8. Patty disse:

      21 de dezembro de 2007 às 03:28

      Bá, eu passei por uma situação parecida. A minha gata, num sábado de manhá, desceu da minha cama e de repente começou a correr e gritar. Eu acordei assustada e quando fui ver, ela estava em convulsão, mordeu a língua e ficou paralítica. A dor dela era tanta que, quando me aproximei, ela rasgou meu tênis com dentes e unha (imagina se fosse a minha mão). Então chamei um veterinário para buscá-la. Resumindo, ele disse que ela tinha hérnia de disco, mas que ia melhorar. Eu gastei uma fortuna com ela ali (ela ficou internada dois dias. E o mais absurdo é que quando fui vê-la no domingo, não tinha ninguém na clínica vigiando e cuidando dela! E eu gastando 100 reias a diária! A clinca é a CÃO.COM). Não me conformando, a levei em outro veterinário para tentar acupuntura. A veterinária olhou e disse: “olha, sua gata está morrendo!”. Ela teve que tomar soro e pelo raio-x, essa veterinária já disse que ela nao tinha hérnia de disco, e que ela estava era com problema nos rins. No fim das contas, ela ficou uma semana sem comer e beber. Não deu jeito e mandei sacrificá-la em outra clínica (ela já tinha 14 anos também). Mas então, os veterinários de Florianópolis são uns put* incompetentes! Já escutei outros casos também parecidos, e também não confio nessa gentalha daqui. Eles fazem de tudo pra segurar o animal vivo, pra você gastar horrores até não poderem sugar mais. Pode até haver alguma exceção de algum bom veterinário por aqui, mas deve ser raro. Beijos!OBS: O site do Cão.com tá com vírus, aiai…

    9. disse:

      20 de dezembro de 2007 às 02:30

      Ana , já tem alguns meses que venho acompanhando seu blog, assim que tiver uma oortunidade vou participar do cãoterapia, hoje resolvi comentar devido a sua última postagem, a respeito de certos veterinarios que existem aqui em floripa, a três anos perdi uma cadelinha poodle “Ariel”, um anjo de cachorra, adoravacuidar de filhotes, uma maezona, ela teve uma reação alergica ao frontelaine, onde o remedio foi colocado o pelo caiu, me assustei e a levei imediadamente a clinica em que ela sempre era tratada a cão de ló no saco do limões, chegando lá a vet. Simone e seu esposo ( o outro vet. da clinica), me falaram que era apenas uma reação alergica, me passaram uma pomada e falaram que ela logo melhoraria, só que isso não aconteceu, ela foi ficando muito fraquinha, não comia ficava muito quieta, bem molinha, suas fezes ficaram muito escuras e liguidas com aparencia de mistura com sangue, resumo da historia, levei ela todos os dias na clinica, falava como ela estava e eles falavam que não era nada,deixava ela o dia lá internada para ela ficar em observação, e eles me diziam que ela não aparentava nada, ela foi emagrecendo, não comia mais, ficava só no soro, depois de muito insistir eles finalmente acataram o que eu falava, só que já era tarde, seus orgãos estavam já comprometidos, ela sofreu durante duas semanas, morreu um dia depois do meu aniversario, a última lembrança que eu tenho dela é ela vindo em minha direção, ela aceitou comer uns pedacinhos de carne, fiquei tão feliz, ela parecia que estava melhorando, na manhã seguinte internei ela na clinica, para ela receber medicamentos,a noite me ligaram dizendo que ela tinha falecido. Desculpe o meu desabafo, e que ainda me sinto responsavel por ela, mais o que eu queria mesmo dizer, pode ate mesmo parecer ingenuo, mais e que uma pessoa que escolhe uma profissão que necessida de tanta sensibilidade, como a de veterinario, deveria ser menos mercenaria, não foi nem um pouco barato o tratamento destas duas semanas de tratamento, pagaria o que fosse, para te-la comigo ou pelo menos para ela não ter sofrido tanto, moro a 17 anos em floripa, e a 15 anos tenho cachorras aqui em casa, mais não consigo confiar em nenhum veterinario por muito tempo, sei que fatalidades acontecem, mais erros médicos e veterinaricos támbem. o meu alerta é que quem tem um animal, um ser sob sua responsabilidade deve lutar pelo seu bem estar.

    Os comentários estão fechados.

  • Arquivo por data

  • Páginas

  • counter for wordpress
  • Assuntos

    Mãe de cachorro também é mãe!

    Todos os direitos reservados